Ainda como parte da Retrospectiva 2010, comentei com Augusto Nunes e Reinaldo Azevedo um dos assuntos daquele ano: Julian Assange e seu site de vazamento de documentos secretos WikiLeaks

Apontei o que considerei o grande dilema das atividades de Assange – que então respondia  processo por estupro: “a principal questão ética é a de transferir para um ente não legitimado pela Democracia a decisão sobre o sigilo de milhões de pessoas”.

Acrescentei que não era possível confiar no australiano, porque para a obtenção dos documentos que ele publica não estão excluídas hipóteses de roubo, suborno e espionagem.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 9 =

TWITTER DO SETTI