Image
Neymar comemora seu segundo gol: substituição valeu para poupar um craque que não sente mais o peso da responsabilidade (Foto: Ivan Pacheco/VEJA.com)

O Brasil que derrotou por 4 a 1 a seleção de Camarões na partida de agora há pouco no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, teve em Neymar seu grande destaque — o craque marcou dois gols e poderia ter feito pelo menos mais dois, atuou com habilidade, velocidade, técnica e garra. Além disso, pareceu mais à vontade, sem sentir o peso da responsabilidade.

Mas “o cara” do jogo foi o volante Fernandinho, do Manchester City, que entrou no segundo tempo no lugar de Paulinho, jogador do também britânico Tottenham e que em nenhum momento, exceto em uma rara chegada ameaçadora vindo de trás — quando foi até o fundo do campo e passou uma bola que Fred quase empurrou para as redes –, reeditou o jogador que se consagrou no Corinthians e ganhou a camisa amarela na Copa das Confederações, no ano passado.

No primeiro tempo o Brasil venceu graças a roubadas de bola e atuou com “balões” muitas vezes rifados, obrigando os atacantes a se desdobrar, mas com um meio-campo deficiente, que não municiava o ataque como deveria — Fred uma vez mais viu-se abandonado — e não auxiliava suficientemente a defesa.

Os laterais Daniel Alves e Marcelo, bem marcados, pouco ajudaram, isso quando não falharam, ameaçando a meta de Júlio César.

Fernandinho propiciou um novo vigor ao time. Mal ele entrou, já deixou Hulk de cara para o gol, para em seguir servir David Luiz e permitir que o zagueirão passasse a bola para Fred, enfim, desencantar e marcar o terceiro gol da Seleção. Já antes do gol, o excelente comentarista do

Image
Fernandinho: depois de mudar a cara do time mal entrou em campo, acabou fazendo seu próprio gol. Não deve mais deixar de ser titular (Foto: Folhapress)

canal pago SporTV Maurício Noriega asseverou, corretamente: “Fernandinho entra para não sair mais”. De fato.

O meio de campo, com ele, passou a dominar o adversário, a criar oportunidades de gol e a cuidar melhor da defesa, deixando claro que Camarões não tinha mais qualquer chance, apesar da destreza de vários de seus jogadores. Fernandinho correu por todo o campo, fez desarmes, não errou passes e conferiria firmeza ao prognóstico de Noriega ao marcar, ele mesmo, o quarto gol.

A entrada de Ramires no lugar do ineficaz e inábil Hulk, típica do “defensivismo” de Felipão, acabou povoando mais ainda o meio de campo e reforçou o domínio brasileiro. O técnico seria prudente ao retirar Neymar a 20 minutos do final da partida, poupando o craque — que já fora atingido na pantorrilha e, além do mais, já tinha no passivo um cartão amarelo. O garoto Willian entrou em seu lugar com personalidade e realizou boas jogadas.

Fernandinho levou uma Seleção que jogava atabalhoadamente a “encaixar” o jogo — e, em Brasil 4 x Camarões 1, terminou sendo “o cara”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + um =

Nenhum comentário

alcimary em 28 de junho de 2014

vai ser vitória do brasil contra chile.. vamos lá brasil mostra a tua força. não perco esse jogo por nada... é taça na raça brasil.

pierre em 24 de junho de 2014

Decepcionante a atuação do volante Paulinho nos dois primeiros jogos da seleção! Deve ter sofrido o "efeito drogba" em relação às orientações do Filipão! Quem teve a pachorra de fixar a atenção sobre ele, percebeu que algo deve ter acontecido, pois não jogou o que já demonstrou jogar em outros momentos! Não marcou, não defendeu, não atacou, não criou, não desarmou,enfim, tornou-se uma nulidade no esquema confuso apresentado pelo escrete filipino! Demorou para ser substituido,mas, foi acertada a medida ,com a entrada do Fernandinho! O que será que houve com o Paulinho?

Sandro em 24 de junho de 2014

quartas-de-final: Brasil versus Uruguai? "Fortalezasso?"

Vaulber B. Pellegrini em 24 de junho de 2014

Ganhamos mesmo????????

RONALDE em 24 de junho de 2014

O "cara" da equipe é o Luis Gustavo.

Ismael em 24 de junho de 2014

Não gostei do jogo. Sem Neymar, esse time não existe. Não há consistência no meio de campo, a defesa se isola pois os volantes não vem ajudar e também não sabem sair jogando. Mas, e o time que temos e temos Neymar. O que me espanta é a subserviência tradicional da imprensa brasileira ao poder, no caso para referendar e reverberar a besteira dita por Felipão de preferir jogar com a Holanda ao Chile. mas Felipão tem lá suas razões de esconder o jogo, pois Copa é guerra e é pra se ganhar. Vai Brasil!!!

Marcondes em 24 de junho de 2014

Gentem...pelo amor dos meus filhinhos! Agora com 200 contos por mês ( M E S - 30 dias entendem)voce é crassi mérdia. E 4x1 no fuleco Camarões virou goleada. Foi no Camarões gente! Camarões grevistas gente! Ah vá...parem o mundo que eu quero descer.

Bajulador em 24 de junho de 2014

O tal Paulinho, dos curintia, parece que joga com uma calça jeans vestida. Sempre preso. Esse não entra mais e já ganhou novo nome: STAROUP, olha aí...heheheh.

Moacir 1 em 24 de junho de 2014

Setti, É claro que o Neymar desequilibra e...decide.Mas acho que o Fernandinho entrou para ficar pois em vez de se encaixar num jogo feio - brilhante apenas quando solo - ele parece é ter desencantado o jogo.Tomara. Abc

Sandro em 24 de junho de 2014

Bonita camisa, Fernandinho! (quem tem menos de 35 anos num vai entender a frase!) Fernandinho deu outro rumo ao jogo.

Sandro em 24 de junho de 2014

Neymar desequilibrando! Mas a "neymardependencia" nem sempre vai salvar a Seleção Canarinho! Dois gols marcados contra os croatas e dois gols marcados contra os camaroneses! Chutão pra frente e o Neymar que se vire para fazer os gols. Que venha o Chile.

Meia verdade em 23 de junho de 2014

Vamos analisar....no tri nos tinhamos o extraordinario e varios craques....no tetra, nos tinhamos o extraordinario Ronaldo e o craque Rivaldo,....no penta o extraordinário Romario e o craque Bebeto......Nesta o estraordinaro Neymar...esta nos faltando mais um......

Marlon13 em 23 de junho de 2014

Vergonha na cara deveriam ter certos leitores que só comparecem a blogs de jornalistas decentes para tumultuar, acusar e mentir.

Marlon13 em 23 de junho de 2014

Seu comentário ofensivo e grosseiro foi deletado.

Até quando???????????? em 23 de junho de 2014

- Por que ninguém fala da indisciplian dele???? - já deu soco, tapas, empuirr~eos, reclamou, HOJE, DEU UM GOLPE DE JODô.... ainda não foi expulso porque não vi árbitros na copa, apenas juízes.... - - se não mudar, mostrou hoje, num jogo fraco só não fopi expulso proque não tinha árbitro. O juiz nem falta deu qiando ele aplicopu um golpe de judô.. e quase sai mais um gol do Fred, deitado... ele não gsota que lhe tirem a boa lhe tirem a boa.. contra o Chile, se houve árbitro, ele será expulso.... é só esperar..... - -jogamos mal, fizemos 4, em 4 falhas individuais, o golerio já tinha mostrado que é fraco..... - - O problema não é o Daniel, mas o volante que não faz a cobertura..... todo mundo quer avançar, fazer gol..... - - mesmo comm um time frago, passamos sufoco.. - -

Toninho Malvadeza em 23 de junho de 2014

O Edmundo matou a charada. Felipão colocou Ramires,pra proteger o Dani Alves que vem mal. Em anos passados o treinador matou de raiva muitos palmeirenses insistindo com um brucutu igual o Hulk,o tal de Luan que hoje está saindo do Cruzeiro.

Branca em 23 de junho de 2014

Daniel Alves pode ser um jogador presente, atento, mas inseguro às vezes, e tem um jogo muito previsível. Nos primeiros, nós podíamos afirmar que passaria a bola ou para o Marcelo ou para Oscar. E se nós podemos prever isso, o que dirá os adversários. Além de tudo, ele está azarado. Sempre dá errado o que ele faz. Será que pelo menos uma vez, o Felipão não poderia nos mostrar outra alternativa para sua posição?

Leonardo Saade em 23 de junho de 2014

Queimei minha língua Setti! Critiquei bastante o Felipao pela convocação do Fernandinho e do Henrique! Fernandinho jogou bem demais hoje! Um abraço caro Setti! No caso do Henrique, estamos totalmente de acordo. O Felipão preza às vezes mais a lealdade dos jogadores do que sua qualidade técnica. Abração pra você também.

Meia verdade em 23 de junho de 2014

Neil o cai-cai do jornalismo esportivo. "Neil cade voce, estou aqui so pra te ler"

Antoninho em 23 de junho de 2014

E tb nao se pode nos enganar com o resultado pq jogamos contra uma selecao PELADEIRA.

carlos nascimento em 23 de junho de 2014

Ricardo, O futebol apresentado pela Seleção no 1o. tempo de jogo me deixou apavorado, um time completamente "pilhado", com os nervos fora do lugar, descompactado,rifando bolas, estático em vários momentos, deixando buracos acentuados nas alas,sem criatividade para ultrapassar a 1a. linha de (4) jogadores adversários, totalmente dependente de um só jogador - Neymar - sem ele não teremos a menor chance de chegar às FINAIS. Os dois gols de Neymar foram frutos da "ingenuidade" do time de Camarões, perderam bisonhamente a posse de bola, claro, Neymar com sua genialidade soube finalizar, o gol de Fred me deixou dúvidas, acho que estava impedido, é muito pouco para o tamanho da tradição brasileira, mas....não espere coisa melhor, isso é o futebol de resultados da dupla já conhecida - Parreira e Scolari - não importa jogar "FEIO", o que vale para eles é seguir avante,EU como gosto de apreciar o bom futebol, fico revoltado e triste. A 1a. fase acabou, agora o nível é outro, não tem mais "joão bobo", hoje o Paulinho ganhou seu bilhete para o banco de reservas, o Scolari foi forçado a fazer o que todo mundo já cobrava faz tempo, ele precisa colocar o William no lugar do Hulk, também, o faz isso rápido, ou o CHILE vai nos mandar mais cedo para as férias. Sábado será o divisor de águas, até lá. abração. P.S. - A Espanha só teve coragem de mudar, quando o medo, a omissão, e a covardia haviam derrotado o bom senso. Vicente del Bosque demorou demais, acabou morrendo abraçado aos náufragos.

Isaias em 23 de junho de 2014

Correção: David Luiz.

Anonimo em 23 de junho de 2014

A seleção para as 8ªs, no gramado TAPETE do Mineirão: . Victor; . Maicon, Davi Luís, Thiago Silva e Marcelo (vá lá) . Luis Gustavo, Ramires, Fernandinho e Oscar; . Fred e Neymar; . A ADEMG informa: saem Daniel Alves, Paulinho e Hulk! E o Júlio César! . Ah! E Bernard no 2º tempo!

Isaias em 23 de junho de 2014

Entendendo Felipão: na fase de classificação, 'surfamos', e no mata-mata, é tolerância 'zero'. Te cuida, David Alves!

Antoninho em 23 de junho de 2014

Acho q tu continua errando em tentar sempre minimizar as atuacoes do Daniel Alves. O resto das avaliacoes continuam corretas. Gosto muito do Dani Alves, mas ele não vem correspondendo ao que faz no Barça.

Meia verdade em 23 de junho de 2014

Desculpa, mas discordo, o CARA do jogo ou dos jogos vem sendo o Neymar, sua primeira copa no Brasil, com 22anos....Messi em sua primeira copa foi um desastre...o atual melhor do mundo ..nem preciso falar, o Fernandinho deu consistência ao meio de campo.....mas o CARA esta sendo Neymar......sem ele meu amigo...nao sei nao.

RONALDE em 23 de junho de 2014

Scolari não é teimoso, ele é supersticioso. Ele crê que o time que venceu a copa das confederações deve ser o titular porque tornou-se um talismã. Todo mundo enxerga que Fernandinho e Willian deram outra vida à equipe. Hulk fez três jogadas desastrosas, na primeira furou, na segunda pisou na bola dentro da área, na terceira chutou em cima do defensor.Veremos quem ele vai escalar contra Chile.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI