Image
Santorum, 0  ex-senador que está nos calcanhares do favorito Romney: universidades são perigosas, porque”centros de doutrinação” que destroem a fé religiosa

Hoje há eleições primárias para a escolha do candidato republicano à Casa Branca no quinto Estado mais populoso dos Estados Unidos — Illinois, com 13 milhões de habitantes e uma economia poderosa, cujo produto interno bruto (PIB) supera o meio trilhão de dólares.

Mais uma vez, o candidato favorito-mas-não-muito entre os republicanos, o ex-governador de Massachusetts Mitt Romney, tem nos calcanhares o ex-senador pela Pensilvânia (1995-2007) Rick Santorum.

Nâo estou aqui para manifestar preferências, muito menos em relação a eleições num país estrangeiro, mas, benza Deus, esse Santorum é de matar.

Com sua cara de bom moço, agarrado à bandeira americana e à Bíblia, e invariavelmente mostrando a mulher e os sete filhos ao final de cada uma das primárias que já disputou, o católico Santorum abriga ideias próprias do século XIX, se não de séculos anteriores.

Claro que ele é contra tudo o que está contido na agenda considerada “progressista” nos EUA — casamento entre pessoas do mesmo sexo, o direito das mulheres ao aborto (assegurado por decisão da Corte Suprema) etc etc.

Até aí tudo bem.

O perigo está em outras ideias. Santorum, por exemplo, tem reservas à completa separação entre igreja e Estado, uma das conquistas fundamentais da República americana. Desconfia da Teoria da Evolução, de Darwin, para explicar a origem do homem. E, principalmente, chegou ao absurdo de “acusar” o presidente Barack Obama de querer ampliar as matriculas de jovens americanos no ensino superior porque as universidades, em sua opinião, são “usinas de doutrinação” que destroem a fé religiosa.

Uffff…

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + quatro =

11 Comentários

Setti argumenta mal demais em 23 de março de 2012

"... abriga ideias próprias do século XIX, se não de séculos anteriores." - Mas quem disse que isso é ruim? As idéias do século XXI da geração "Vai lacraia" e "Ai se eu te pego" é que são boas, né?!...

Kaos em 21 de março de 2012

Enquanto houver em qualquer nação pessoas que acreditam em deuses, jesus ressuscitado, julgamento final, arrebatamento e tantas outras invencionices religiosas, o mundo continuará em guerra. Pelo menos se as guerras continuarem a existir após esta mudança de MENTALIDADE, seriam por motivos mais reais, mesmo que irracionais.

Pereira em 21 de março de 2012

A oposição estadunidense oscila entre o conservadorismo medieval e linhas de pensamento libertárias, no melhor estilo Friedman. Com tal esquizofrenia oposicionista Obama é "pule de dez" para a reeleição. Que sirva de lição para a nossa oposição, caso não queira a eternização petista no poder.

Angelo Losguardi em 21 de março de 2012

Estou torcendo muito pra ele conseguir. Infelizmente teve uma baixa em Illinois. Vai ser uma batalha dificílima. Os esquerdistas estão apo$$$tando alto no Romney. Isso porque o Romney e o Obama são praticamente a mesma coisa, tanto faz pra eles. Com Romney, eles ficam tranquilos em continuar com sua doutrinação via marxismo cultural. E com isso, vão conseguindo o que querem: corroer as instituições democráticas e continuar rumo a um futuro elitista, onde a aristocracia esquerdista será A nova elite dominante (literalmente dominante e opressora). Eles detestam o Santorum pois ele representa o espírito da América: Liberdade e Família, tudo o que um esquerdista autêntico sonha em destruir.

Marcondes Witt em 20 de março de 2012

Depois muçulmanos é que são fundamentalistas...

Paulo Cesar Ferreira em 20 de março de 2012

Santorum está certo. O que ocorre nos EUA, acontece aqui no Brasil. 1- Doutrinação Marxista nas universidades; 2- Abortismo; 3- Gayzismo; 4- Destruição dos princípios Cristãos; 5- Imposição das idéias do Governo Global. Obama é uma farsa, tem que ser varrido para o lixo da história.

J.R.Monteiro em 20 de março de 2012

A leitora Afortunatta confessa logo de saída que não é americana, eu sou, por opção, não por nascimento. Chamar o Obama de comunista, ou é ignorância, ou má fé. O DNA da America é capitalista e é quase impossivel mudar. É tudo privado, até cadeia. O Congresso divide com a Presidencia e um judiciário eleito por voto direto o comando da nação. Os Estados são soberanos e os condados geridos quase independentemente. Se o Stalin e Lenin fossem eleitos por 2 mandatos consecutivos, não conseguiriam estatizar nem um posto de gasolina. Social Security e Medicare foram paridos a forceps, depois de décadas de lutas e com apoio da população. Essa eleição pode mudar coisas pontuais mas jamais o viés ideológico desse povo. Esse circo todo é demagogia pura e um show de marketing ensaiado à exaustão por batalhões de aspones cujos empregos não são vitalícios, e tem que mostrar serviço para não ficar ao relento. É curioso, e até cômico, como a maioria dos brasileiros que apoiam os conservadores o fazem pelos motivos errados. Esqueçam o Brasil, para começar a entender um verdadeiro país capitalista, com as vantagens e desvantagens inerentes ao sistema. A America é um país pendular, com os partidos se alternado no poder, com uma auto crítica ora exagerada, ora abafada pelo ufanismo, mas jamais vai ser socialista. Ele é o maior pais do mundo apesar da religião, não por causa dela. O Santorum faz parte do show e é um simples figurante mediocre.

Milênio em 20 de março de 2012

Você juntou fatos e críticas dos liberais para criar uma narrativa desfavorável. A posição dele sobre separação de Estado e religião não é essa, a crítica que ele fez as universidades não é essa e a restrição ao Darwinismo não é nada de outro mundo.

AFORTUNATTA em 20 de março de 2012

Ricardo, tb nao sou americana, porém votaria no Santorum, já que o keniano Obama , é mais comunista que Lennin !!!!

Rafael Kafka em 20 de março de 2012

A única coisa do século XIX é a sua cristofobia jacobina contra Santorum.

Marco em 20 de março de 2012

Amigo Setti: Faz um bem para o candidato (Santo)rum, q não é pecado ser intelectual e nem ser intelectual é santidade,não há nenhum obstáculo nisso, se não conseguir, aí nenhum budista resolve. Abs.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI