Image
Na Argentina, mão de deus e Papa! (Foto: Arquivo)

Amigas e amigos do blog, pensei em escrever um post curtinho e brincalhão perguntando: será que, tendo agora um papa nascido em seu país, os argentinos vão esquecer um pouco (pelo menos) de Maradona e sua eterna comparação com Pelé?

Nem deu tempo.

Pois a versão on-line do jornal esportivo argentino Olé já tascou na primeira página: “La Mano de Dios” — em recordação ao famoso gol de mão feito por Maradona na Copa de 1986 contra a Inglaterra, no México.

E acrescentou, logo abaixo do título e da foto do novo papa: “Maradona, Messi… E agora Jorge Mario Bergoglio, eleito como o novo papa. O cardeal recebeu 77 votos e será chamado Francisco I. Pela primeira vez na história, o sumo pontífice é argentino. E é torcedor do San Lorenzo”.

LEIAM TAMBÉM:

Vejam a mancada incrível da TV pública do Chile sobre a eleição do novo papa

Post do Leitor: “Habemus Papam!”

RESULTADO DA ENQUETE: Surpreendente o percentual de leitores que não queriam um papa brasileiro

Escolha de cardeal latino-americano como papa é fato extraordinário, mas decisão da Igreja envia sinais contraditórios ao mundo

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − quatro =

Nenhum comentário

Salinas em 14 de março de 2013

Depois quando eu falo dos argentinos eu é que sou o troglodita.

duduzinho das neves em 14 de março de 2013

Pois é meu caro, o los hermanos além de adorar seus cadáveres como; Gardel, Evita, Peron, Nestor, os ídolos do futebol também vão se tornar imortal.

Hélio em 13 de março de 2013

O Papa pode ser argentino, mas o chefe dele é brasileiro rsr

moacir em 13 de março de 2013

Setti, Foi engraçado o jeito como os jornais argentinos reagiram a notícia da eleição de Bergoglio.Eles não esperavam.Foram pegos totalmente de surpresa. Postaram apenas fotos num primeiro momento.Os textos começaram a aparecer muito depois daqueles da maioria dos jornais brasileiros. Se los hermanos fizeram o Papa,acredite,nós temos a imprensa. Abraço

wilson moherdaui em 13 de março de 2013

Caro Setti Há quem jure ter visto esta tarde esfregando as mãozinhas peludas o bispo Edir Macedo: a concorrência pisou na bola! Quer mais antimarketing pra igreja católica brasileira do que a escolha de um papa argentino? Sei não... Pra dizer a verdade, eu gostei. Parece que a presidente Cristina e a camarilha que a cerca detestam o cardeal, hoje papa, o que é um motivo mais para que eu fique feliz! Abração

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI