Comentário (1968): Ninguém liga para autocrítica

O vazio do discurso do deputado Edilson Távora, só menor do que o da relevância do próprio Congresso em 1968, tema central de sua fala

Comentário (1968): Ninguém liga para autocrítica O Congresso vazio (Foto: Orlando Brito)
ninguem-liga-para-autocritica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 1 =