Image
Malvinas/Falklands: capacetes de soldados argentinos mortos, feridos ou presos na batalha de Goose Green, nos dias 28 e 29 de maio de 1982 (Foto: BBC)

A cobertura do 30º aniversário do início da Guerra das Malvinas/Falklands, nesta segunda, 2, voltou-se esmagadoramente para o duelo verbal entre a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, e o primeiro-ministro britânico, David Cameron, com mais ênfase, no Brasil, para a demagogia do governo peronista argentino em torno do assunto.

(Embora se situe cerca de 450 quilômetros ao largo do litoral sul argentino, as Malvinas/Falklands, cuja descoberta é até hoje disputada por holandeses, portugueses e espanhóis e teria ocorrido ou no século XVI ou no começo do XVII, só pertenceram à soberania argentina durante poucos meses entre 1832 e 1833. Os habitantes das ilhas, os kelpers, descendentes de ingleses, escoceses e, em poucos casos, de chilenos, sempre manifestaram o desejo de continuar sob a bandeira do Reino Unido.)

Image
O general Galtieri, em dia de glória, no balcão da Casa Rosada: “mataste a los muchachos” (Foto: Dedoc / Editora Abril)

Na cobertura do 30º aniversário, praticamente passou batido o fato de que, em diversas cidades da Argentina, grupos gritavam em coro, nas ruas, um slogan dirigido ao general-ditador Leopoldo Galtieri, que começou a guerra invadindo as Malvinas/Falklands a 2 de abril de 1982, para, após 74 dias de combate, ver suas forças serem esmagadas pela superioridade militar britânica:

— Galtieri, borracho / mataste a los muchachos.

Nem é preciso traduzir, não?

Morreram 649 soldados argentinos em combate, 1.082 ficaram feridos e 11.313 foram feitos prisioneiros. Os britânicos tiveram 255 mortos e 777 feridos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × quatro =

Nenhum comentário

Mari Labbate *44 Milhões* em 06 de abril de 2012

O Arquipélago das Malvinas pertence, energeticamente, à Argentina! Que a Rainha Elizabeth II cuide-se, pois Ronald Reagan sofreu e Margaret Thatcher continua sofrendo com o Mal de Alzheimer, pois agiram, negativamente, na solução dessa terrível situação problemática. Coincidência? Ambos sofreram atentados terroristas. ThatCHER = KirCHNER! E Cristina é Elizabeth, também! VERDADE: Tudo o que vai, um dia vem. VAI-VEM = Lei Universal de Causa e Efeito! Com essa intransigência, a Inglaterra está propiciando a LIBERTAÇÃO de algumas de suas importantes colônias. E Deus não é maravilhoso?

Vera Scheidemann em 05 de abril de 2012

E o mais triste é que a louca da Cristina quer reavivar esse horror para fazer o povo esquecer das agruras pelas quais está passando. Vera

patricia m. em 04 de abril de 2012

E viva as Falklands!

Kitty em 04 de abril de 2012

Caro Ricardo, nao precisa traduzir. infelizmente!!! Estou aqui no meio de montanhas de informacoes a respeito deste já trilhado e explorado tema. Novamente esta guerra estùpida e sen sentido que trucidou tantos jovens que tinham todo o direito de viver e cumprir o seu ciclo de vida e que por ambicoes espurias de ambos os lados, estao mortos ou enterrados naqueles lugares inhòspitos, e alguns apenas com o nome que Deus lhe deu: os NN. E, uma vez mais està sendo usada para exaltar o patriotismo, para ocultar os erros de uma economia caindo aos pedacos! Quando voltar ao Brasil e, se este tema estiver ainda no seu blog, escreverei um pouco mais sobre os diversos absurdos deste desgoverno K. Por enquanto lhe envio um forte abraco fraterno-Kitty

ari alves em 04 de abril de 2012

Apesar de estar envolvido em acusações graves, continuo achando que, durante todos esses anos no Senado, o ilustre senador Demóstenes Torres foi a voz mais lúcida e mais poderosa da oposição. Ele disse alguma coisa errada? Tudo o que ele apontou sobre os erros e crimes do governo comuno-lulo-petista estava correto. Viva Demóstenes!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI