Image
Piqué e Shakira: namoro entre o craque do Barça e a cantora agora é oficial

É curioso, mas celebridade, seja de qualquer setor, sempre tem enorme familiaridade com outras celebridades. Daí não é de se estranhar que tenham “assumido publicamente seu namoro” o zagueiro Piqué, do Barcelona e da seleção espanhola de futebol campeã do mundo, 24 anos, com a cantora colombiana Shakira, 34 anos, que seus fãs consideram gatíssima.

Espera-se agora que a esfuziante e energética Shakira não drene as energias de Piqué e o afaste da linha de treinamentos que o vem transformando em um dos maiores zagueiros do mundo: jovem, alto — 1m94, altura rara entre jogadores espanhóis –, forte, é perfeito nas bolas altas, domina bem o jogo mais rente ao chão e tem a rara qualidade de, ao defender e tomar a bola do adversário, sair jogando com classe, fazendo, não raro, lançamentos preciosos de média e longa distância.

Não por outra razão, a torcida do Barça e parte da imprensa espanhola, sobretudo a catalã, já o apelidaram de “Piquenbauer”, em alusão exagerada ao supercraque alemão do passado Franz Beckenbauer, capitão da seleção campeã do mundo em 1974 e hoje cartola do Bayern de Munique.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × um =

12 Comentários

Lilian em 16 de fevereiro de 2011

E o Barcelona hein? Tá 0 x 0 Arsenal. Eu lí que você assisti religiosamente aos jogos. Está no segundo tempo. Bom jogo! Bem que eu gostaria de estar assistindo. Mas estou no meu escritório, longe da TV, e daqui sairei para um compromisso. Lamento muito não estar vendo esse partidaço. Admiro o Barça e seu futebol mas, lá na Espanha, torço para o Real Madrid... Abraços

Lilian em 09 de fevereiro de 2011

Setti, Veja essa foto: Foto polêmica de Ibra e Piqué provoca silêncio no Barcelona e rebuliço em redes sociais. http://esporte.ig.com.br/futebol/2010/05/07/foto+polemica+de+ibra+e+pique+provoca+silencio+no+barca+e+rebulico+em+redes+sociais+9478789.html Tá certo que jogo de futebol tem contato fisico mas fora de campo... Abraços! Foi uma brincadeira já bastante debatida à época, cara -- e atentíssima! -- Lilian. Abração

Caio Frascino Cassaro em 08 de fevereiro de 2011

Prezado Ricardo: Sou Engenheiro Civil formado pelo Mackenzie na turma de 1982, Mestre pela Universidade de São Paulo com a tese "A Perenização dos Caminhos da Serra do Mar - O uso de Cortinas Atirantadas", além de Administrador de Empresas formado igualmente pelo Mackenzie. Atualmente faço Mestrado em Meio-Ambiente junto a uma instituição espanhola chamada Funiber, através de seu campus Virtual. Sou de São Paulo, capital, paulistano da gema, nascido em 1959 e palestrino até a medula. Desde 1990 tenho uma empresa de projetos chamada Program Engenharia (www.programeng.com.br) que faz projetos de Fundações, Estruturas Enterradas, Terraplenagem Drenagem, Estruturas de Concreto Armado, Pré-Moldado e Protendido e Estruturas Metálicas. Com relação ao Piqué, acho-o um ótimo jogador, tanto assim que o comparei ao excelente Antonio Carlos, um dos zagueiros mais técnicos que vi jogar. Mas o Beckenbauer pertence a um outro patamar de jogador; para mim está no panteão dos Deuses - junto com Pelé, Garrincha, Maradona, Di Stefano, Romário, Cruyff ( ao lado do Kaiser, o jogador taticamente mais inteligente que eu vi na minha vida), Ronaldo e esse rapaz que desponta para ser um dos maiores de todos os tempos, o excepcional Lionel Messi. Assim, soa para mim como um verdadeiro sacrilégio o apelido "Piquebauer", apesar do rapaz ter subido muito no meu conceito com essa história da Shakira... Um abraço. Obrigado pelas informações. Seu post sai amanhã cedo. E vamos dar mais uns anos de cancha para o jovem Piqué, para aver se ele chega aos pés do grande Kaiser. Quanto à Shakira, bem, parece que você gosta só um pouquinho dela, não é mesmo, Caio? Hahahaha Abraços

Caio Frascino Cassaro em 08 de fevereiro de 2011

Valeu, Ricardo. Aguardo Ansioso. Agora, voltando ao post, Piquetbauer não dá, né? Quando muito dá para compará-lo ao Antonio Carlos, que jogou pelo Palestra e pelo clube do Jardim Leonor na década de 90. Quem viu o "kaiser" jogar sabe que ele certamente estaria em uma lista dos 10 maiores jogadores da história. Putz, Piquetbauer... torcedor é fanático mesmo. Aproveitando o comentário, caro Caio, pergunto: eu o qualifico como engenheiro, ou engenheiro de tal área (civil, naval etc)? E você é de SP, capital? Quanto ao Piqué, bem, sou insuspeito para dizer porque, na Espanha, onde vivem e trabalham minha filha e meu filho, e país que sempre visito, sou torcedor do Real Madrid, mesmo vivendo parte do meu tempo na insuperável e maravilhosa Barcelona. Mas acompanho religiosamente as partidas do Barça, o melhor time do mundo sem dúvida. Inclusive no estádio. E posso lhe garantir que o Piqué está indo no bom caminho. Ele é muuuuuuuito bom. Se continuar assim, poderá fazer jus ao apelido. Tive a felicidade de ver o grande Der Kaiser jogar. E jornalista não deve fazer isso, mas, quando cobri para VEJA a Copa do Mundo de 1982, na Espanha -- não estou na revista desde aquela época, não, saí em 1983 e, embora haja trabalhado na Editora Abril por muitos anos, até 2001, só voltei a VEJA no ano passado --, um dia dei com o já aposentado Kaiser no saguão do hotel onde me hospedava em Madri, já no finzinho da Copa, e não resisti: pedi um autógrafo, que tenho até hoje.

Caio Frascino Cassaro em 08 de fevereiro de 2011

Prezado Ricardo: Será que ele dá conta? De qualquer forma, me ofereço para cuidar da colombiana pelo menos duas vezes na semana, nos dias de jogo. Já pensou? Ele jogando uma bolinha pelo Barça, ela batendo um bolão comigo... Garanto que você não é o único candidato entre os leitores do blog, caro Caio. Mudando de assunto, seu post está para sair, viu? Abraço

Vasco em 08 de fevereiro de 2011

Quero ver esse zagueiro dominar a toda boa Shakira. Mulher é isso e não aquela m... que tem lá em casa

Seilon em 08 de fevereiro de 2011

Do Ibrahimovic à Shakira.Isso é que eu chamo de volta por cima,hehe.

Mauro Pereira em 07 de fevereiro de 2011

Caro Ricardo Setti, boa noite. Talvez pelo inusitado da notícia, me veio à mente a figura do inesquecível Orlando Duarte "Q Eclético". Pela intimidade com o palavreado usado no post, percebe-se que o amigo, me permita chamá-lo assim, também é um crítico muito bem abalizado sobre os meandros futebolísticos. Parabéns!

Marco em 07 de fevereiro de 2011

Caro R. Setti: Começei a acompanhar futebol no início da dec de 70. Claro q tu tem mais tempo do q eu, por isso vou observar esse zagueiro, mas acho díficil um novo Kaiser. Abs. PS: Quanto a Juca Kfuri, era colecionador da Placar,por isso as minhas divergências. Mas respeito a opinião dele.

Lilian em 07 de fevereiro de 2011

Setti, Vamos ter uma oportunidade de ver Shakira no Brasil, quem sabe acompanhada por Piqué ou não! http://es.shakira.com/news/title/anunciamos-concierto-en-brasilia Abraços!

Jose Figueredo em 07 de fevereiro de 2011

Ricardo;voce inaugurou no blog um oásis,neste deserto imfame de tantas noticias ruins, desanimadoras e estarrecedoras.Parabéns pela condução mesclada de coisas à esquecer e coisas para reviver.Aqueles carrões que voce mostrou nos incitou boa nostalgia,os aviões com Coldiplay e tudo mais:muito legal.Mande bala. Obrigado, caro José. Fico muito feliz em estar atendendo a expectativas de leitores como você. Um abração

Marco em 07 de fevereiro de 2011

Caro R. Setti: Q mal influência do Juka Kfouri, o Piquê é o Moisés do Coringão nos bons Tempos. O Juka tbm gosta do Rooney, só o q falta. Depois de Beckenbauer, o melhor zagueiro q vi jogar foi Dom Ricardo Elias FIGUEROA Brandler. Que dizia q a grande área era sua casa. Fora q declamava Pablo Neruda. E pelo teu porte acho q tu era zagueiro na Juventude. Abs. Amigo Marco, você é sempre muito generoso comigo. Fui um mau jogador de futebol -- aplicado, lutador, mas ruim de bola. Jogava em diferentes posições, e raramente como zagueiro. O Figueroa era realmente fabuloso. Como também o argentino Ramos Delgado, do Santos, lembra? E outros tantos. Mas acredite em mim, que vivo parte do tempo em Barcelona: o Piqué, com seus verdes 24 anos, é um jogador de grande futuro. Será um craque espetacular se continuar no ritmo em que vem. Abração

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI