Image
Fila de pessoas à procura de trabalho em Portugal: desemprego bem superior à média da União Europeia (Foto: Reuters)

A crise bate forte, fortíssima em Portugal: o Instituto Nacional de Estatísticas acaba de informar que, a cada dia, 2 mil trabalhadores portugueses perdem o emprego.

14% dos 5,5 milhões de trabalhadores que compõem a população ativa de Portugal estão desempregados. A população do país é de 10,5 milhões de habitantes.

O índice de Portugal está bem acima da média dos 27 países da União Europeia — já péssimos 10,1% de desempregados — e também acima dos 17 países da zona do euro (membros da UE que utilizam a moeda comum), 10,7%.

A Espanha ganha disparado essa corrida do mal: tem 22,8% de desempregados (5,2 milhões de pessoas).

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + doze =

Nenhum comentário

EMMANUEL FRANCISCO JUNIOR em 24 de julho de 2012

Desculpe, caro Emmanuel, mas aqui não é lugar de publicidade.

Vera Scheidemann em 27 de março de 2012

O quadro é tristíssimo. Sinto muita pena de todos que estão vivendo esse drama e rezo para que as coisas melhorem a médio prazo. Vera

Joe em 27 de março de 2012

Prezado Setti, são muito tristes os relatos que recebemos de nossa Pátria d'além mar. É com o coração apertado que vemos que o governo socialista de José Sócrates destruiu a economia portuguesa e o PSD de Passos Coelho enfrenta enormes dificuldades para conseguir a reconstrução do país. A própria A Portuguesa (hino nacional) já fala da fibra do povo português e com ela retomaremos o brilho que Portugal já teve. Heróis do mar, nobre povo, Nação valente, imortal, Levantai hoje de novo O esplendor de Portugal! Entre as brumas da memória, Ó Pátria sente-se a voz Dos teus egrégios avós, Que há-de guiar-te à vitória! Às armas, às armas! Sobre a terra, sobre o mar, Às armas, às armas! Pela Pátria lutar Contra os canhões marchar, marchar!

Osvaldo Aires em 27 de março de 2012

Osvaldo Aires - 27/03/2012 às 7:44 10. Imperdível a História Portuguesa em Uma Propaganda: http://cinenegocioseimoveis.blogspot.com.br/2012/03/negociopolitica-coca-cola-em-portugal.html#!/2012/03/negociopolitica-coca-cola-em-portugal.html

SergioD em 27 de março de 2012

Ricardo, os relatos de parentes em Portugal são dramáticos. O quadro é pavoroso para os empregados da iniciativa privada, mas os funcionários públicos e aposentados também sofrem, até com redução do salário, coisa inimaginável por aqui. Abraços

Brasil 2022 em 27 de março de 2012

O capitalismo ...fez isso! Hoje, Portugal depende ...de Angola.

Observador100 em 27 de março de 2012

Há alguns anos atrás se dedicavam a escurraçar e humilhar os brasileiros que la estavam (eram "europeus"). Agora que se danem. Só espero que não venham em hordas para o Brasil. Até porque não tem mais nada para roubar e entregar para os ingleses

Tico Tico em 26 de março de 2012

Sem colônias fica difícil mesmo.

Marco em 26 de março de 2012

Amigo Setti: Como gostei da poesia do Relume Romano, vou usar uma para essa, antes era um agora pode ser dois. É melhor aprender a trabalhar com vassoura e esponja.(Rsssss). Abs.

Kitty em 26 de março de 2012

Caro Ricardo, Estou muito aflita de ler aqui na sua coluna estes índices de desemprego que afligem Portugal, Espanha e, seguramente Itália também. Fico esperançosa que encontrem a maneira de sair desse impasse desesperador. Espero que intendam que não se pode dar muitas regalias, sem a contrapartida do trabalho e produção para obtê-las! Os governos socialistas fracassaram na Europa! Um abraço fraterno-Kitty

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI