Amigos desta coluna, é óbvio que as atenções do mundo estão hoje divididas entre a tragédia do Japão e a guera na Líbia, mas, aqui do meu canto, aconselharia a que prestemos muita, mas muita atenção mesmo ao pequeno reino do Barein, acomodado numa ilhota de 750 quilômetros quadrados flutuando no petróleo.

Espremido entre a Arábia Saudita e o emirado do Catar – e tendo, do outro lado do Golfo Pérsico, o Irã como vizinho –, o reino abriga uma população de l,2 milhão de habitantes, 70% deles muçulmanos xiitas, governados por uma monarquia absolutista e uma elite muçulmana sunita.

O Barein está pegando fogo há um mês, seguindo o rastilho que derrubou a ditadura na Tunísia, a seguir a do Egito e que está se estendendo, com maior ou menor vigor, pelo mundo árabe afora.

O detalhe nessa história é que a ilhota fica no olho do furacão — e é ali que mora o perigo.

Image
Os porta-aviões nucleares “USS Enterprise” e “USS Carl Vinson” (acima) estão à frente da V Frota norte-americana em Barein, e a eles pode se juntar e o mais poderoso do mundo, o “USS Ronald Reagan” (foto de baixo)

Veja porque: exatamente no Barein, mais especificamente no porto de sua capital, Manama, em cujas ruas o governo do rei Hamad ibn Isa Al Khalifa vem mandando o Exército atirar nos manifestantes, é que fica fundeada a poderosa V Frota da Marinha dos Estados Unidos. Ali descansam entre missões nada menos do que dois porta-aviões atômicos, o USS Enterprise e o USS Carl Vinson, com suas respectivas escoltas – num total de 30 navios de guerra –, ao qual provavelmente se juntará em breve o mais moderno e poderoso porta-aviões do mundo, o USS Ronald Reagan.

De olho no Golfo Pérsico, no Mar Vermelho, no Irã, nos piratas…

Não sei se é possível existir um ponto mais estratégico e complicado, mesmo no complicado mundo de hoje: a V Frota e dezenas de milhares de fuzileiros navais patrulham o Golfo Pérsico, o Mar Vermelho, o Mar da Arábia, a costa oriental da África e precisam ficar atentos não apenas à mais movimentada rota de petroleiros do mundo, mas também ao Irã dos aiatolás apedrejadores de mulheres e sequiosos pela bomba atômica e, por fim, ao enxame de piratas que cada vez mais infestam boa parte da área.

Image
Base naval americana no Barein

O reino do Barein, que recebe considerável ajuda americana em troca de seu alinhamento com Washington, não proporciona apenas a sede da V Frota, mas permite o pouso de aviões de guerra americanos em ação no Afeganistão, fornece informações sobre a movimentação de suspeitos de ligações com a rede terrorista Al Qaeda na região e, sendo um importante centro financeiro do Oriente Médio, colabora também no corte de suprimento de dinheiro destinado a organizações islâmicas próximas a grupos terroristas.

Além dos marujos e fuzileiros embarcados, mais de 4 mil militares americanos vivem em Barein.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × dois =

12 Comentários

Murilo em 28 de março de 2011

No jogo das relações internacionais não existe héroi e vilão, existem países buscando de todas as maneiras sua sobrevivência, e se possível sua supremacia econômica, militar e política. O Irã faz o mesmo que os EUA, tentam influenciar países em busca dos benéficios provenientes destes. Mas a hipocrisia reinante considera o Irão com armas nucleares um perigo para o mundo, enquanto Israel possuir ilegalmente (devido aos meios como conseguiram) armas nucleares é aceitável, do mesmo jeito que derrubar Kadhaffi é aceitável e mas não o é auxiliar a população oprimida do Bahrein. Viva a hipocrisia reinante,o Brasil e nós os brasileiros temos que pensar no que é melhor para nossa nação.

Anselmo Arruda em 26 de março de 2011

O discurso dos Estados Unidos pede tanta democracia no Irã, Coréia, Cuba, mas o dinheiro chinês sem tanto alarde está destruindo ditaduras apoiadas (mesmo sem o discurso oficial)pelas potências ocidentais, ou alguém acredita que se Kadaffi não tivesse tantos interesses na Europa, o Barein, o Iemen, não estivessem protegendo o petróleo saudita estes ditadores não teriam caído.Fora isto o dinheiro chinês está fazendo uma revolução na África.

carlos nascimento em 26 de março de 2011

É uma grande enrascada, a geopolitica vai sofrer transformações, o conteúdo religioso acende as brasas de forma radical, os movimentos por lá terão lances de grande magnitude, penso que os Americanos cometeram vários equivocos ao longo dos anos, foram coniventes com "status quo" fora dos padrões de decência, as revoltas estavam represadas, agora virão à tona, bem ou mal, veremos um novo sistema de Regimes naquela área. Cuidado com o Irã, lá o jogo será decisivo, não se iludam, estão armados e preparados para o confronto que será inevitável, também não se enganem, lá não é um Iraque de Sadam,lá governa um "louco" que crê ser o salvador da humanidade. É hora de orações, que o Senhor do Universo tenha compaixão de todos nós.

Paulo Bento Bandarra em 26 de março de 2011

Com Obama nunca se sabe. O amigo fiel de hoje pode ser cuspido fora na minuto seguinte. É um político perigoso pela sua inconsistência total. Veja os falsos elogios que ele fez a luta da Dilma em prol da democracia, e sua perseverança. Dilma nunca lutou pela democratização do país, mas justamente pela implantação das FARCs brasileiras e sua luta para atingir o totalitarismo comunista. Obama mente, ajudando esta mentira deslavada, e dá um pontapé nas costas dos governos americanos que foram simpáticos aos governos militares neste enfrentamento. O Nobel da Paz iniciou uma guerra sem a licença do Congresso Americano estando fora do seu país! Simplesmente trocando de apoio ao lado que há semanas cultuava!

Pedro Luiz Moreira Lima em 26 de março de 2011

Ah! a V frota americana está lá?Lembra Setti,quando a Operação OBAN foi criada em SAMPA - o objetivo de "garantir a integridade dos presos políticos" poderiam transferir Guatanamo para lá para "garantir a integridade dos dissedentes ou rebeldes."Não sei se meu comentario é ironico ou cínico de qualquer maneira é tragico.

alberto em 26 de março de 2011

Prezado Ricardo, Analisando o mapa que ilustra o post, na minha opinião quem etá no olho do furacão é o minusculo Estado de Israel, que vai pagar o pato seja qual for o desfecho destas manifestações nos países muçulmanos. Veja o artigo de ontem do NY Times a respeito da crescente influencia da Irmandade Islamica no Egito...

SergioD em 25 de março de 2011

Ricardo, o que acontece no Barein é interessante. Os EUA e alguns europeus urram contra ditador Kadafi, mas acalentam o rei do Barein, que mantém um governo tão repressor quanto o do líbio. Não foi lá que tropas da Arábia Saudita foram ajudar a reprimir a insurreição dos xiitas? Não há movimento na OTAN para proteger o povo do Barein? Se é para defender a implantação da democracia por que não aplicar o mesmo peso para o pequeno reino do Golfo Pérsico? Medo da proximidade do Irã? Um abraço

Cristiano em 25 de março de 2011

Roberto, que covardia que aquele desgraçado estava a fazer às meninas! Quanto pecado! Mas ele não é macho para afrontar os padrinhos do narcotráfico.

Cristiano em 25 de março de 2011

Gostei da sua coluna. Parabéns! Obrigado, caro Cristiano. Volte sempre!

rubens gonçalves em 25 de março de 2011

Talvez daqui a cem anos estas bases americanas em territorio arabe acabem mas até lá duvido que os EUA queiram mudanças nos estados arabes como arabia saudita, iemem, barein. emirados arabes unidos, kuait.Com a ascensão da china no cenario internacional daqui ha exatamente cem anos poderá ocorrer um choque de cultura entre os americanos e chineses pela controle da hegemonia global.

jonas /RS em 25 de março de 2011

O motivo do "esquecimento" do Barein é justamente o fato dele ser aliado do ocidente. Se lembrarem dele será pra mostrar que lá se faz +/- o que se faz na Líbia,agora,na Síria. E aí vão fazerem o que? Bombarderam o aliado? Já estão dizendo que a questão lá é diferente,pois,é questão religiosa... Então por religião pode se matarem a vontade? logo os demais também digam isso: Não se metam aqui,estamos resolvendo nossas diferenças religiosas.

Roberto P. Pedroso em 25 de março de 2011

Ricardo, POR FAVOR VEJA ESTA IMAGEM - ESSE POLICIAL TEM QUE ESTAR PRESO. https://lh6.googleusercontent.com/-gTKqxLXPNC0/TY0iuVbX8gI/AAAAAAAAAJ8/X5a3HsBW-V0/s1600/Policial.jpg Pablo Ascoli Essa foto é uma manifestação dos ex moradores do morro do Bumba que a um ano esperam pelo aluguel social da Prefeitura de Niteroi e até hj nada...foram recebidos assim pela policia!!! Aline Abud Eu passei em frente a manifestação! É um absurdo a humilhação que essas pessoas passaram todos os meses indo na porta da viradouro numa fila de horas sob o sol!!!! Cade o Secretário de Habitação de Niteroi? ESTES DOIS COMENTÁRIOS PEGUEI NO FACEBOOK

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI