Já que os leitores gostam, aqui vai mais uma do chanceler Celso Amorim que, como se sabe, não perde um segundo se puder ficar ao lado do presidente Lula, a quem certa vez chamou de “Nosso Guia”.

Amorim protagonizou há algum tempo uma cena capaz de provocar terremotos no sólido edifício-sede do Itamaraty, em Brasília.

Determinado embaixador brasileiro no exterior ofereceu uma recepção, em sua residência oficial, a Lula e comitiva, em viagem presidencial.

Na sala principal da residência, o presidente acomodou-se numa poltrona, enquanto os demais dignatários, diplomatas e outros convidados se ajeitaram pela sala.

Pois Amorim, para ficar próximo do presidente, aboletou-se no braço da poltrona em que Lula estava sentado — para perplexidade do próprio Lula, mesmo sendo ele, sem dúvida, o chefe de governo mais informal da história de 121 anos da República.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − 2 =

Nenhum comentário

Wilson Alves em 25 de novembro de 2010

Sinisorsa... Percebi meu engano quando já não tinha mais como corrigir o texto. A causa do meu erro foi a exacerbação do ego, reconheço o inusitado ridículo. Peço mil perdões a você, ao senhor Setti e aos demais comentaristas. Doravante tomarei mais cuidado com minhas assertivas.

@MyrianDauer em 25 de novembro de 2010

O Amorim liga pro Lula no meio da noite só pra dizer: meu guia invencível, caso o senhor espirre durante a noite, deixo aqui meus votos de saúde! Boa noite!

Gerson em 25 de novembro de 2010

Ridiculo!!! Patético...Afetado.

sinisorsa em 25 de novembro de 2010

Ora vejam só, o sr. Wilson Alves viu-se refletido na minha descrição do ser abjeto que treina diante do espelho sua postura vocal e olhar de moleque malvado, derretedor dos coraçõezinhos gélidos dos aiatolás iranianos. Lamento desfazer o encanto momentâneo, mas meu comentário se referia ao CS, vulgo Capacho. Contudo, parece-me que a carapuça lhe serviu. Que faça bom proveito.

Neide em 24 de novembro de 2010

Ele podria ser o anão do Jardim da casa de lula.

ronaldo em 24 de novembro de 2010

Reinaldo Azevedo certa vez chamou Amorim de pintassilgo. Coitado daquele passaro canoro, amorim parece mais um papa-arroz (passaro miudo e sem valor), muito comum aqui pelas bandas das minas gerais.

Ricardo em 24 de novembro de 2010

Nem um chato *** é tão grudento.O cara é um ****. Olhe a linguagem, caro xará... Não deu para publicar na íntegra, é ofensivo demais. Abraços

Lourdes Maria em 24 de novembro de 2010

Fico perplexa, não, estupefata quando leio certos comentários. Defender figuras como Zé Dirceu e Celso Amorim é ser muito sem noção! Retrata sem dúvida alguma, a falta de informação dessa gente. Leiam, leiam, leiam muito, para ver se saem desse limbo.

Lodisval em 24 de novembro de 2010

Pelo amor de Deus alguém me arruma uma máquina do tempo pois preciso urgentemente saltar uns 25 anos à frente e não voltar mais. Não imagino políticos melhores só creio impossivel que sejam piores e com certeza esses tempos loucos serão apenas história que estaremos fazendo força para esquecer.

Jalmo em 24 de novembro de 2010

fALTA SENSO DE RIDICULO A ESSE SER ABJETO .

RASPUTIN em 24 de novembro de 2010

"Quem nasceu pra papagaio de pirata senta até em pregos." Boa. Mirian! :D

Wilson Alves em 24 de novembro de 2010

Carlos Nascimento e Sinisorsa... Tudo é uma questão de ângulo de visão, notem que, se para um conservador meu raciocínio é lento e/ou contraditório, para um progressista e socialista o reacionário é a síntese do retardo, não mental, posto ser natural vermos direitistas esbanjarem inteligência, porém, de ordem moral.

OSWALDO em 24 de novembro de 2010

Este Celso Amorim é um "pândego,não tem nehum resquício de postura condizente com o cargo que ocupa.Bem feito para os responsáveis pela Casa de Rio Branco por nçao terem coragem de aconselhar o veto a cerrtas figuras que até nós, "pobres mortais" conhecemos bem.

sinisorsa em 24 de novembro de 2010

Ele treina diante do espelho a seguinte frase: "Capacho. Meu nome é Capacho."

carlos nascimento em 23 de novembro de 2010

Surge de vez enquanto uns idiotas por aqui, o rapaz aqui embaixo deve estar com problemas de raciocinio.

Wilson Alves em 23 de novembro de 2010

“Pessoal, este "Roda Viva" nada mais foi do que uma tentativa de resposta da direita, em seu próprio canal (TV Cultura), para a excelente entrevista dada por José Dirceu há 2 semanas, que reduziu à pó todas as perguntas e jornalistas ali presentes. O que era para ter sido um "massacre" acabou saindo pela culatra e servindo para elevar a moral de Dirceu/PT. Psdb/Dem ficaram coléricos e procuraram desesperadamente alguém à altura para compensar... Parece que foi o melhor que encontraram! Hahaha” (Sérgio Luiz) ------------------------------------------- Senhor Setti... Ao ver este comentário lá no Nassif não pude deixar de lembrar de ti quando diz que gostou da entrevista de Roberto Freire no Roda Viva de ontem. Desculpe Senhor Ricardo, mas o senhor há de convir que o ex-comunista de direita se saiu bem como um direitista de extrema esquerda, não? Meu amigo Luís Nassif pensa de um jeito, eu de outro, e nos respeitamos porque somos democratas.

Camada von Ozonio em 23 de novembro de 2010

E ESTA POLTRONA, NUNCA MAIS FOI USADA...

gaúcha indignada em 23 de novembro de 2010

Pelo Poder, esta gente do Partido da Taxa de Sucesso (para eles é claro) mata até a mãe!

Cely Canetti em 23 de novembro de 2010

Só queria assinalar que não foi o Brasil que se absteve de apoiar a ONU na questão do Irâ e sim o governo petista, que pensa que tomou conta do nosso Brasil, que vai descobrir , um dia, que é verdadeiramente UM PAÍS DE TODOS, e não UM PAIS DE TOLOS como está sendo agora.

Luiz Augusto em 23 de novembro de 2010

A estatura física e moral do Chanceler de Bolso permite a ele aboletar-se em assentos bem diminutos, como braços de poltronas, cantos de mesas, etc.

Eduardo Velasco em 23 de novembro de 2010

Sim, também li o Bresser! Bem, fazer o quê, né? O Reinaldo Azevedo tem um eu vou de AZUL e o BRESSER de vermelho que é imperdível.Quando mistura economia (que ele é bom disso, caso contrário não seria um emérito por competência) com o social (Bresser Hellman Pereira)é a maionese mesmo!

Paulo Bento Bandarra em 23 de novembro de 2010

Logo Lula ficar perplexo? Depois de todas as bobagens e ilegalidades que cometeu? Depois de quebrar todos os decoros possíveis para um presidente?

carlos nascimento em 23 de novembro de 2010

Pergunto-me, como é possivel o Instituto Rio Branco, uma Instituição respeitável ter parido essa "avis rara", um ser tão "servil" ? Creio que seja necessário um "investimento" junto à sua fonte - aproveitar os últimos dias - para documentar com fotos esses atestados de servilidade ou falta de "simancol", ainda dá tempo, a foto no you tube iria prestar um serviço grandioso à história. Até hoje tenho um amigo que se arrepende de não ter aproveitado a cena patética do "pijama de bolinhas" em um certo voo pela Europa, está perdoado, na época os recursos tecnológicos não eram tão avançados. Ei nanico, cria vergonha, respeite os seus cabelos brancos.

Mirian em 23 de novembro de 2010

Quem nasceu pra papagaio de pirata senta até em pregos.

Siará Grande em 23 de novembro de 2010

Ainda bem que desta vez o Chanceller Cellso Amorim escolheu o braço da poltrona pra se sentar.

Wilson Alves em 23 de novembro de 2010

Senhor Setti... Estar no céu é estar cônscio do dever cumprido. Outrossim, será que teria esta plena ciência quem rasteja ante os poderosos? E quem usa de artimanhas sofistas para denegrir a imagem de seus ímpares? Pode estar com a consciência tranquila? Roberto Freire, ontem no Roda Viva, quis nos fazer crer que Lula foi populista ao melhorar significativamente a vida do povo nordestino, o senhor gostou da entrevista, resta saber, se nós brasileiros gostamos da retórica oposicionista que melhora substancialmente a vida de apenas um nordestino loteado no conselho da Sabesp.

Eduardo em 23 de novembro de 2010

Quando a capacidade intelectual e o profissionalismo escasseam, o incompetente lança mao da bajulaçao desmedida, do cinismo e da manipulaçao do ego do chefe. O mini Amorim se faz de capacho, mas, de fato, tenta usar a vaidade barata do Lula para se auto promover. Resultado: até mesmo o Lula percebe isso e o mandou embora sem mais nem menos. "Bagaço da laranja".

Fernanda em 23 de novembro de 2010

hahahahaha...sentou no braço da poltrona??? Espanta-me que não tenha sentado no colo...Santo Deus, quando a gente acha que já viu de tudo... PS: Ô Setti...já não está na hora de tirar a foto do "sapo barbudo" aí do lado não? Assusto-me toda vez que visito sua coluna... Amanhã eu tiro, tá? Abraço

Lilian Glauce Rossi em 23 de novembro de 2010

Caro Setti, O chefe de governo informal "deu liberdade" a Amorim agora é aguentar mais 38 dias e 934 horas. Você lembra do dia 30 de outubro? O presidente nacional do PPS Roberto Freire no programa Roda Viva (22/11) falou sobre o presidente Lula e eu lembrei do post: Não, eu não me orgulho de ter um presidente semianalfabeto (30/10/2010). Abraços! Pois é, continuo não me orgulhando. E gostei do programa. Abração

fpenin em 23 de novembro de 2010

Setti, Nada a comentar. Recuso-me!

Joabe Souza em 22 de novembro de 2010

Caro Ricardo, É certo que não concordo com a avaliação que você faz da atuação do ministro Celso Amorim, mas como respeito muito sua opinião gostaria de ler uma análise mais detalhada das suas críticas. Ainda ontem vi na Folha um balanço resumido, mas muito interessante da política externa do período Lula, feita pelo ex-ministro Bresser-Pereira (a quem certamente ninguém deve rotular de petista), que poderia servir de ponto de partida dessa discussão. Está disponível no site dele, então te peço licença para postar aqui o link: http://www.bresserpereira.org.br/Articles/2010/143.Politica_externa_altiva_e_ativa.pdf Abraço. Discordo de quase tudo em relação à política externa do governo Lula, caro Joabe. Este espaço não é o adequado para essa longa discussão. Penso escrever um post específico. E obrigado pelo link. Um abraço e volte sempre.

alvaro em 22 de novembro de 2010

O tempo de Amorim acabou. Não que Dilma não goste dele. A questão é que o pequeno homem fez tantas bobagens que não há outra alternativa. Vai ter que vestir o pijama. Ele já tem tempo para a aposentadoria e, com certeza, terá ainda alguma belíssima sinecura do governo do PT. Vade retro!

jfaraujo em 22 de novembro de 2010

Poucos dias atrás eu disse num comentário que esse Celso Amorim é um tremendo puxa-saco, mas pior, não tem competência para o cargo, portanto já deveria ser expurgado do Itamaraty há muito tempo. Esse tipo de funcionário que senta na poltrona ou na mesa do chefe, muito comum também em grandes empresas, externa involuntariamente com essa atitude uma personalidade egoísta. É o pior tipo de funcionário que existe, para se conviver em um ambiente profissional.

Altamiro Martins em 22 de novembro de 2010

Setti, isso me fez lembrar de uma crônica do Nelson Rodrigues, que li em um dos volumes organizados por Ruy Castro e editados pela Cia das Letras. Sobre o JK, que Nelson dizia ser um dionisíaco -- no sentido mais elogioso do termo, bem ao estilo rodrigueano. E também sobre quebra de protocolo, desprezo genial à liturgia do cargo. Pois bem, segundo o Nelson, o JK teria ficado descalço durante conversa com a Kim Novak (os pés presidenciais puderam ser vistos apenas de meias sob a mesa). Sabe me dizer se isso aconteceu ou foi mais uma das geniais "licenças poéticas" do Nelson? Isso deve ter acontecido, porque o ex-presidente gostava de tirar os sapatos por baixo da mesa. Fez isso a vida inteira, na Presidência e fora dela. Meu saudoso e inesquecível Pai trabalhou com JK e atestou isso pessoalmente. Abração

Antonio Antunes Rodrigues Junior em 22 de novembro de 2010

Ricardo, Por ter conseguido sentar no braço da poltrona de Lula, deduzimos que Celso Amorim é sem dúvida o maior anão do mundo! Diga, ele balançou ou não as perninhas??? Seria mais uma evidência! Um abraço Antunes Caro Antunes, eu não estava lá. Preciso perguntar para a minha fonte... Abraços

Antônio Simões em 22 de novembro de 2010

Não sentou no colo não João,Amorim,papagaio de pirata por natureza,aboletou-se no ombro do seu querido "Führer"!Tenho testemunhas!!...Esse indigno é de uma sabujice que envergonharia o mais áulico dos eunucos do último imperador da China!!

Wilson Alves em 22 de novembro de 2010

Senhor Ricardo... Pelo menos nosso Ministro das Relações Exteriores, nunca tirou os sapatos para adentrar ao “império”. Talvez deva ser porque Celso Amorim prefira estar no céu que servir no inferno. Mas, meu caro Wilson, para entrar no que você chama de "império" todo mundo tem que tirar os sapatos. Só não tira quem não vai para lá. Quer dizer que estara com o Lula é estar no céu?

gaúcha indignada em 22 de novembro de 2010

É gentalha, gentalha, gentalha, gentalha.....

João, O Desiludido em 22 de novembro de 2010

Não teria sentado no colo???

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI