Chris Fallows

Por Domitila Becker

O naturalista e fotógrafo sul-africano Chris Fallows, de 36 anos, impressionou o mundo recentemente ao posar para fotos ao lado de um grande tubarão branco usando apenas um remo e uma prancha de surf, como você pode ver acima.

A campanha de Fallows é para provar que esses animais – trazidos à atenção do público de forma memorável, por meio do legendário filme de Steven Spielberg Tubarão (Jaws), de 1975 – não seriam uma ameaça aos homens, diferentemente do que ocorre na história de Hollywood. “As chances de um grande tubarão-branco simplesmente sair atacando um ser humano são muito remotas”, escreveu Fallows em seu site. “Algumas pessoas têm a ideia de que eles atacam à primeira vista, o que não é verdade”.

O sul-africano se dedica há 20 anos a registrar o maior predador do oceano, com quase 2 toneladas e até 8 metros de comprimento, e é considerado um especialista em tubarões brancos. Ele já gravou até um documentário para o Discovery Channel em que, entre outras peripércias, mergulhou lado a lado com esses peixes gigantes, sem proteção especial, no México.

Além das imagens incríveis, que você pode ver abaixo, Fallows dirige uma empresa que leva turistas para ver, de perto, tubarões brancos em ação caçando focas em False Bay, na Cidade do Cabo, África do Sul. Tudo para demonstrar que tubarões e humanos podem, sim, conviver no mesmo espaço.

“A melhor maneira de mudar a percepção das pessoas [sobre o tubarão branco] é mostrar a elas o animal”, disse Chris Fallows. “Esta é a minha oportunidade de apresentar o grande tubarão branco como um animal gracioso e majestoso, mas também como um predador supremo em seu mundo”.

Vocês encarariam um passeio desses?

Chris-Fallows-tubarao (6)

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 11 =

14 Comentários

Susimara Pereira Pereira Silva em 20 de dezembro de 2011

esse animal e majestoso de mais pra ser menospresado mas concordo com o passeio do politico deixa los la so pra um tur sem volta interessante nao rsrsrsrrsrrsr ilario

mara ribeiro braga em 31 de julho de 2011

avi como é que vcs podim ver riso nam? ♥sss

Fábio Azevedo em 31 de julho de 2011

Ao ler uma entrevista com o mergulhador e cinegrafista Laurence Wahba na revista Galileu número 182, de Setembro de 2006, página 11, me lembrei desta coluna sobre tubarões-brancos. A matéria dizia que existe um nome para a aversão que sentimos dos tubarões: selachophobia. Ele diz também que nós, seres humanos, não somos o prato preferido deles. O motivo dos ataques seria falta de alimento e destruição do seu hábitat natural. Bem interessante isso. Nos mostra o quanto é necessário e importante a preservação do local de relacionamentos dos animais. Todos merecem viver. Todos merecem espaço neste planeta.

Fábio Azevedo em 30 de julho de 2011

Engraçado! No meio das fotos há o tubarão-martelo. Qué que ele tá fazendo aí? A matéria é sobre o tubarão-branco.

Flavio em 28 de julho de 2011

Deus me defenda...

Fábio Azevedo em 28 de julho de 2011

Deus me livre nadar lado a lado com um desses. Na minha adolescência, quando assisti pela primeira vez o TUBARÃO, de Spielberg, ainda sinto, hoje, o mesmo arrepio em encontrar um desses e sempre penso 20 vezes antes de entrar mar adentro. Engraçado que há alguns dias, consegui o DVD do filme e pude reviver as emoções do filme. Ainda assim, o tubarão-branco é um grande fascínio. Cada macaco no seu galho! Ele no mar, eu, em terra.

Walter Badaró em 28 de julho de 2011

Tá doido...

Carla - Viana/ES em 25 de julho de 2011

Lindo Trabalho! Mas daí a dizer que podemos conviver no mesmo ambiente. Hum! Sei não penso que devemos respeitar os espaços dos animais. O Mar, as selvas, savanas, serrado etc.... foram feitos para os animais, o homem é um intrometido “Podem ser atacados sim”

JMello em 24 de julho de 2011

Tubaroes brancos sao predadores ferozes e de uma eficiencia para cacar inigualavel no mundo animal. E isso que deve ser levado em conta, ele e um animal e se resolve te atacar, vai atacar. Estou totalmente em desacordo com essa ideia de que homens e animais possam partilhar o mesmo territorio. Manter o respeito e a distancia conserva os dentes e a vida.

SergioD em 24 de julho de 2011

Ricardo, trabalho FABULOSO. Um abreço

Filipe Fernandes em 24 de julho de 2011

Manda 99% dos politicos brasileiros para esse passeio, mas nao leva gasolina no barco, deixa los la para sobremesa desses lindos bichinhos ihihihihhhi

carlos nascimento em 23 de julho de 2011

Domitila, É chegada a hora de olharmos para o seu trabalho maravilhoso com outras lentes, chega de contraponto, FANTÁSTICO. Ao fotográfo Fallows, incrivel, neurônio brilhante, o mundo agradece essa contribuição. A natureza é extasiante. PARABÉNS e OBRIGADO !

sonia mesquita em 23 de julho de 2011

Realmente se for pra elogiar a plastica e a majestade da boca do tubarao, ele é gracioso e majestoso, mas dai querer que as pessoas pensem como ele, e se apaixone por um tubarao, tem milhas de distancia. Mas as fotos sao maravilhosas, o bicho é lindo em todas. Obrigado sr. Setty...

Beth em 23 de julho de 2011

Que lindo!!!!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI