Image
Tom Waits: demorou, mas valeu a pena (Foto: James Michin III)
Por Daniel Setti

Normalmente mais recluso do que a maioria de seus colegas, o cantor, compositor e ator americano Tom Waits, 62, costuma causar grande comoção entre os fãs a cada vez que resolve sair da toca.
Tanto é que, mesmo com o valor altíssimo dos ingressos para seus escassos shows – em 2008, por exemplo, este colunista desistiu de conferir o craque ao vivo em Barcelona porque a entrada custava 130 euros -, as remessas não raro se esgotam em poucos minutos.

Em mais uma prova de que o dono da voz cavernosa-de-tão-rouca mais conhecida do mundo da música prefere fazer tudo tranquilamente, sem pressa, ele só apresentou ao vivo o repertório de seu álbum mais recente, Bad as Me, de outubro de 2011, este mês.

Waits foi entrevistado e atração musical do famoso programa Late Show With David Letterman, da CBS, exibido nos EUA em 9 de julho. Apoiado por competente banda na qual figura seu filho Casey, baterista, o fenomenal intérprete mostrou que o gogó continua infernal entoando “Chicago”, escrita com sua esposa e frequente colaboradora Kathleen Brennan. Confiram:

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 5 =

3 Comentários

Abílio Santos em 24 de setembro de 2012

Grandioso!! Este homem é uma enciclopédia musical ambulante!!! Os concertos dele (tive o privilégio de assistir em 98) são iniciáticos Que bom que você gostou do post, caro Abílio. Também gosto do Tom Waits. Infelizmente ainda não o vi atuar ao vivo. Volte sempre ao blog! Abração

Mel em 31 de julho de 2012

Grande! Mas fico com o Tom Waits de 73 http://www.youtube.com/watch?v=ZXunos4IXDU

Marco em 29 de julho de 2012

Dom Setti: Daniel, sem pastilhas Valda esse som é d enrouquecer! Abs.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI