“O PT muda, ou acaba”. Aloizio Mercadante é um “inimigo”. Rui Falcão, “traidor”. A metralhadora giratória de Marta Suplicy, de malas prontas para deixar o PT, não poupa o lulopetismo — mas o comando do partido fica quietinho

Marta Suplicy e a presidente Dilma: agora, caminhos opostos (Foto: Fernando Bizerra Jr./EFE)

Marta Suplicy e a presidente Dilma: agora, caminhos opostos (Foto: Fernando Bizerra Jr./EFE)

Desde que baixou o porrete no ministro que a presidente Dilma escolheu para ocupar a pasta que foi dela de 2012 até novembro passado, a senadora Marta Suplicy (PT-SP) está deixando claro, claríssimo, que vai fazer as malas e ir embora do partido — certamente de olho em uma candidatura à Prefeitura de São Paulo no ano que vem (Lula quer que o prefeito Fernando Haddad concorra à reeleição) e, quem sabe, na disputa pelo governo do Estado em 2018.

Na sua conta no Facebook, Marta não teve meias palavras ao fuzilar no dia 30 de dezembro a escolha do ex-ministro Juca Ferreira para voltar ao Ministério da Cultura, aproveitando, de passagem, para fazer uma barretada ao eleitorado paulista e dissociar-se da desastrosa candidatura a governador do ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha, massacrado na eleição de outubro passado pelo governador tucano Geraldo Alckmin.

Escreveu Marta: “Nada mais sintomático do que Alexandre Padilha, aquele que foi rejeitado pelo povo paulista nas últimas eleições, para anunciar Juca Ferreira no Ministério da Cultura. A população brasileira não faz ideia dos desmandos que este senhor promoveu à frente da Cultura brasileira. O povo da Cultura, que tão bem o conhece, saberá dizer o que isto representa”.

Coerentemente com esse destampatório, Marta afirmou, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo neste domingo,  ter encaminhado um dossiê sobre as supostas irregularidades de Ferreira à Controladoria-Geral da União. Na entrevista, só expressou palavras duríssimas para com o partido e o governo (leia reportagem de VEJA.com logo abaixo).

Por que, de repente, sair do PT quem já tratou Lula como “Deus”?

Marta, esperta, sabe que sob a legenda petista não haverá jeito de caminhar em São Paulo. A surra que Dilma levou no Estado, em que quase dois terços do eleitorado votou no tucano Aécio Neves para a Presidência, e a reeleição com um pé nas costas do governador Geraldo Alckmin, já no primeiro turno, mesmo enfrentando, além do PT, um candidato forte do PMDB — o empresário Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias –, indicam claramente que a vitória do atual prefeito Fernando Haddad em 2012 foi um ponto fora da curva.

O brutal descontentamento para com o governo lulopetista espalhado por São Paulo, onde o PT levou uma surra para a Presidência até na São Bernardo do Campo de Lula, sinaliza a Marta que, para aspirar alguma coisa, precisa não apenas deixar o PT mas voltar-se, como vem fazendo, contra o governo Dilma e o que ela própria chama de “desmandos”.

Depois de uma carreira inteira criticando o fisiologismo e o oportunismo na política, pode ser que a senadora — nada como um dia depois do outro — ingresse no partido que mais representa isso no país, o PMDB, ou, mesmo, no Solidariedade de Paulinho da Força. Que apoiou Aécio Neves na disputa presidencial…

SEM ESCONDER MAL-ESTAR, CÚPULA DO PT SE CALA SOBRE MARTA

De VEJA.com

A cúpula do PT optou pelo silêncio no domingo, mas vai consultar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva antes de definir como se posicionar publicamente diante das críticas feitas pela senadora Marta Suplicy (SP) em entrevista publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Para ela, “ou o PT muda ou acaba”. A ex-ministra e ex-prefeita apontou “desmandos” no governo e no partido como razões para a provável saída da legenda. O ministro Aloizio Mercadante (Casa Civil) foi chamado de “inimigo” e o presidente do PT, Rui Falcão, de “traidor”. Ambos não quiseram comentar as declarações de Marta, assim como Lula e o Planalto.

Com Aloizio Mercadante, em outros tempos: agora, ele é declarado "inimigo" (Foto: ruifalcao.com.br)

Com Aloizio Mercadante, em outros tempos: agora, ele é declarado “inimigo” (Foto: ruifalcao.com.br)

No entanto, as críticas causaram mal-estar no PT e desconforto no governo. Pessoas ligadas a Lula disseram que há quatro anos tentam fazer intrigas entre ele e Dilma, e a senadora estaria repetindo essa estratégia. Marta assumiu a defesa do “Volta, Lula”, para que o ex-presidente fosse candidato em 2014. Vice-presidente do partido, o deputado José Guimarães (CE) disse que o tema será discutido internamente na legenda. “O silêncio é a melhor resposta (por ora)”, afirmou.

Alberto Cantalice, outro vice-presidente, deixou claro o mal-estar causado pelas declarações de Marta. “É uma entrevista muito ruim para o partido. Essas vaidades, colocando os interesses pessoais acima do partido, prejudicam muito. A militância vê isso com muito maus olhos”, considera Cantalice. “Eu lamento. A Marta teve todas as portas abertas no PT e sempre galgou os cargos que almejou. Ela não deveria ficar chutando dessa forma. Não deveria jogar para cima tudo o que o partido lhe proporcionou”, disse o deputado Vicente Cândido (PT-SP).

Na entrevista, Marta disse ficar “estarrecida com os desmandos” ao ler o noticiário. “É esse o partido que ajudei a criar?”, questionou. Apesar desses ataques, o PT por ora descarta algum tipo de punição ou mesmo expulsão da senadora, para que ela não saia como “vítima”.

“Um partido em frangalhos”

Para parlamentares da oposição, a entrevista “reflete o cenário atual” de um “partido em frangalhos”, nas palavras do senador Álvaro Dias (PSDB-PR). “A casa está caindo literalmente. Nessas horas, aqueles que não tinham coragem de fazer oposição se tornam corajosos e os que só tinham o sentimento do adesismo, da cumplicidade e do fisiologismo se sentem encorajados em abrir dissidência.”

Para o deputado e senador eleito Ronaldo Caiado (DEM-GO), as declarações de Marta poderiam ter influenciado o resultado das eleições presidenciais. “Se a entrevista tivesse ocorrido antes das eleições, teria dado uma grande contribuição para o país. Teria força para mudar o rumo das eleições.”

(Com Estadão Conteúdo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + 1 =

25 Comentários

  • Jair Sergio

    Quando li a entrevista não pensei na intenção dela se candidatar a prefeitura, pensei no Lula em 2018(que é muito pior ao páis), tenho lido e ouvido sobre a estratégia das tesouras, em que os esquerdistas se dividem dando um ar de oposição mas na verdade é só uma estrategia pra continuar seguindo em seus projetos, desde Marina Silva e agora com Marta Suplicy, tanto uma como a outra sabem tudo o que não sabemos sobre o PT, mas isso não denunciam, só jogam palavras ao vento e ainda por cima não ousam dizer uma palavra sequer que critique ou envolva o Lula em qualquer situação embaraçosa para o partido, por menor que seja; então essa entrevista só é pra ser levada a sério pra ficar atento ao próximo passo da estratégia e denuncia-la, não existe ruptura nenhuma é só estratégia, mentiras, mais mentiras.

  • zé pedro

    É como diz um refrão da música, (disco voador) cantada por Sérgio Reis. ” Quem planta chuva colhe tempestade.” E, Tudo que não presta, morre por si mesmo. O que não está dando mais para Marta, para a grande maioria do povo Brasileiro, já passou da hora de acabar. Ou o Brasil acaba com o PT, ou o PT acaba com o resto do Brasil.

  • LC

    Como o PT é um partido hipócrita, que pratica tudo aquilo que finge condenar, parece claro que Martaxa foi vítima de machismo e preconceito…
    Nas declarações de alguns petistas contra ela isso é perceptível…

  • João Alves

    A petralhada vai tentar de tudo para colocar a Marta em alguma lista de petrolão, eletrolão, BNDES, etc, etc, para assim poder espalhar que ela não é diferente de todos eles !

  • Fernando de Campos

    Oposição fraquinha, aprenda com a Marta.
    Não vejo nada minimamente articulado no campo oposicionista.
    Aliás, com esta oposição e apesar dos frangalhos, da mediocridade, da roubalheira, vai ficando o pt no poder.
    E viva o povo brasileiro!

  • nena

    A moça pode mudar de legenda mas a alma petista é imortal no seu modus operanti. Aí está ela desdizendo o que já disse – bem típico! – e jogando para o futuro com o oportunismo característico da gentalha vermelha. Atira pedras no partido como se não tivesse SEMPRE sido figura de proa e feito parte dos seus desmandos: não sabia de nada? – novamente típico! – mas idolatra e preserva o lula – ídem! – que lhe chutou o traseiro em mais de uma ocasião, como se pt e lula fossem diferenciados. Perdão, senador Álvaro Dias, não há coragem nenhuma nessa dissidência, é puro oportunismo agora que a casa está caindo. Talvez abram uma filial, mas as características já estão carimbadas.

  • irs

    Marta é esperta mesmo, agora quer mudar de lado porque sabe que, principalmente em São Paulo, o PT representa um final de carreira, e como quer ser candidata e ver se consegue alguma coisa, o obvio é mudar mesmo de partido.
    Mas, acredito que o povo não é bobo,se ela por ventura ganha uma eleição, não vai deixar de colocar no seu governo, os petistas que nos vão causar o mesmo mal de sempre, não adianta, acho que ela não vai conseguir nada em São Paulo, o povo daqui não quer mais ser enganado.
    Pra mim, não adianta essa de sempre, que o Lula vai voltar em 2018, ele está sujo que nem pau de galinheiro minha gente, até ele tem vergonha de ser algum candidato, como já disse, ele também sabe que já não engana mais este respeitável público, sempre fez suas mágicas, mas, agora com este interminável escândalo da Petrobrás onde sempre foi o chefe principal, não engana mais a maioria dos brasileiros, principalmente na cidade de São Paulo e Estado de São Paulo.
    Quem diria né, acho que estão em fase terminal, os brasileiros querem logo que chegue a hora de ficarmos livres definitivamente do PT que tanto mal nos causou e continua causando, sabe-se até quando.

  • Trovão

    Nessa criminalidade essa sujeita está querendo aparecer, isso fico muito claro.
    Essa sujeita sempre foi capacho do lulla X9, sempre lambeu o chão para o lulla X9 passar e agora vem com essa de acusar os comparsas?
    Se essa sujeita tivesse algum interesse em melhorar as coisas, já tinha feito essa acusação há muito tempo, então foi, no mínimo, conivente, ou seja, é criminosa assim como o seu acusado.
    O jãnio quadros quando sumia da mídia, inventava alguma obra faraônica para voltar a aparecer e essa sujeita está fazendo a mesma coisa, tudo podridão brava.

  • Reynaldo-BH

    O que é isso, companheira?
    Relaxa e goza. Somente agora a baronesa de São Paulo, a rainha do botox, passou a ler jornais.
    Pelo que diz em entrevista, toma susto ao ler diariamente as notícias nascidas do jeito PT de governar e ser.
    O que será que a companheira lia antes? A página do PT na WEB, os comentários ridiculamente desprovidos de lógica de Rui Falcão ou as diatribes criminosas do Cantalice da lista de jornalistas, tal qual um jihadista bolivariano?
    Passou a ter acesso ao mundo real, companheira?
    Lê hoje o que sempre lemos?
    Então o imperador escolheu – antes do nome e da biografia – o gênero de quem iria sucedê-lo? Uma mulher? E entre Dilma e a companheira ferida que chorou por meses, preferiu o desastre total.
    Companheira, a senhora teria sido melhor?
    Lula – que hoje a senhora revela ser quase um inimigo de Dilma e a quem a senhora chamou de “deus” – escolheu Haddad para a prefeitura de SP. E Padilha para a surra pelo governo do estado.
    A senhora sabia que Juca Ferreira repassou mais de R$ 100.000.000,00 para organizações amigas (deles, óbvio)? Por que ficou calada, companheira?
    A senhora insistiu no “volta Lula” (que Deus a proteja pela loucura e a nós nunca desampare!) e serviu como cabo eleitoral daquela que agora identifica como um desastre que arruinou o Brasil? A estabilidade? A economia?
    Seu ex-marido é bagaço de laranja. Já foi sugado e jogado fora. Assim é o PT. A senhora permaneceu em silêncio e fiel a Lula. E ao que este representa. Sem perceber que era o bagaço da cana, moída para o processo de fabrico da cachaça.
    Serviu e serviu-se do poder. Sonhou em ter um poder maior. Acreditou que seria recompensada pela fidelidade ao chefe do bando de hienas.
    A senhora demonstra ter uma capacidade de análise de cenários políticos idêntica a pouca (ou nenhuma) qualificação que sempre demonstrou para a prática política.
    “O PT muda ou acaba!”.
    Madame, o PT já acabou . A senhora sabe disto mais que ninguém. Só assim se justifica o abandono do barco à busca de outro qualquer que ao menos não a humilhe. Será difícil.
    Suas atitudes falam mais alto que suas palavras. Não esquecemos sua defesa cega e abjeta de mensaleiros e ladrões. Suas ironias finas como as piadas de prostíbulo, sua aceitação em ter qualquer cargo, como um Mantega sem discurso. Ou preparo. Sua insignificância na tribuna do Senado. Sua cara de birra ao ser sempre “bypassada” para nulidades maiores que demonstrava ser.
    Relaxa, companheira. E goza. Mas, certamente um gozo diverso do que a senhora acostumou-se (como fundadora orgulhosa do PT), a ter nestes longos anos.

  • ILLA

    Em se tratando de PTistas fico sempre com os pés atrás!!!Não confio neles de jeito nenhum!Deve ser alguma jogada!Por exemplo:o governo da Dilma já era.Não tem mais salvação.Marta joga Lula contra Dilma.Consequência:Lula forte em 2018.Finge que tenta ajudar a Dilma e ela não aceita,daí lava as mãos.Pra melhorar só a volta dele.Como brasileiro é bobo mesmo,acredita em tudo.Marta se ofereceu pra ser sacrificada,sabe que seu tempo já era.Tudo jogada!Eles são sujos!!!

  • aparecido f.

    A mais fina flor da elite paulistana só agora percebeu o que os partido dos sindicatos sempre foi…Qualquer empresário sabe como funciona e o que faz os lideres sindicais…O PT no poder faz exatamente aquilo que sempre foi feito nos sindicatos…roubar o dinheiro do trabalhador…arrancado na marra ao trabalhador sem que ele possa se defender…tenho uma pequena empresa no interior de SP e já fiz serviços para alguns sindicatos, o que acabei me inteirando e vendo um sindicato “por dentro”…Um deles o presidente e alguns diretores andavam com pacotes de notas de cinquenta e cem reais nos bolsos…entravam naqueles sites de garotas e saiam com uma diferente a cada dia…a patroa ficava para o fim de semana…E as dondocas da sociedade e outras professoras se iludiram com os sindicalistas, acreditando que eles falavam a verdade quando se defendia um governo ético….Agora que o Titanic se faz agua para todos os lados, eles brigam de foice por um barco salva-vidas…que ao que se saiba não vai ter para todo mundo…

  • Moacir 1

    Prezado Setti,
    Vale começar lembrando que ao se preparar para sair do PT ( Solidariedade ou Kassab? ) a Marta fustiga o governo Dilma – Mercadante , Juca Ferreira , etc – faz mira na testa da RepresidentA e… o primeiro tiro. Começou dentro e fora do PT a caça à Dilma. Além de FHC , a culpa agora será delA.
    Em seguida , saliento que da primeira a última resposta Marta continua exaltando Lula e divorciando-o de uma CriaturA que ele gerou, vendeu, elegeu mas que – vejam que sacanA – gostou do trono e dele não se levantou como combinado para a volta triunfante do seu Criador!
    É claro que estamos diante de uma mulher ressentida – declara ela ,candidamente, que um dia chegou a se imaginar PresindentA – tentando viabilizar sua candidatura à Prefeitura de São Paulo e a sua sobrevivência política , não importa em qual porca sigla.Deve ter se sentido ameaçada pelo movimento do Haddad ,que ao nomear o Chalita para a Educação,se garantiu os minutos do PMDB na sua futura campanha à reeleição na TV. E olha que , no circo, ainda vai se apresentar o Russomano.
    As rachaduras internas do PT eram notórios rumores há muito tempo. Marta as coloca preto no branco.O que me deixou boquiaberto diante dessa entrevista foi a desfaçatez da Senadora , estrela petista até dia destes , que de repente , ao abrir os jornais da ex-mídia golpista que os seus cumpanheiros pretendem regular se pergunta: Que partido é esse?
    O seu minha senhora, conduzido com mão de ferro por aquele que “quando fala o mundo se ilumina”.Lembra?
    De tudo , porém , sejamos atentos antes ao absurdo dos absurdos.Marta Suplicy declarou ao Estadão que Dona Dilma SABIA desde 2013 que a suas maluquices heterodoxas ecônomicas já haviam ido para o brejo e nele deixado país estagnado.E que no entanto ,
    para não dar pilha ao Volta Lula , não fez então as alterações tão necessárias que Joaquim Levy está fazendo agora.Ou seja , mais importante para
    a PresidentA não era a competente gestão da economia deztepaiz mas a sua própria reeleição.
    Depois de ler oficialmente da boca hipócrita de uma Senadora da República petista , numa entrevista a um dos maiores veículos de comunicação do país , que o Brasil foi e continua sendo refém dos interesses eleitorais e partidários da quadrilha na qual se tornou o PT, e que ela , Marta, sabedora de tudo isso , ainda assim,se prestou a ministrar , a dançar e cantarolar ,tocando a caxirola do desgoverno em ritmo de um samba de cumpanheiros que em vez de doidos são todos corruptos e mentirosos bandidos…desisti de ler.
    Trata-se de mais disputa eleitoral apenas.
    Dica: te cuida Dilma , te cuida Mercandante , te cuida Levy, te cuida Brasil. Os donos da Pátria , no momento , precisam é que Dilma 2 se dane.
    Por que? Não sei, nem faz a priori muito sentido.Não seria melhor que Lula em 18 surfasse no sucesso da nova pupila de Chicago? Mas e se a CriaturA apoiar um Mercadante que, de repente , virou homem, vestiu as calças e resolveu peitar o seu dono?
    Perguntemos ao Santana qual é o futuro de Banânia. Afinal , são da autoria dele ,nossos sambas enredos.
    Agora…por atrás dessa entrevista “dissidente ” – podem apostar! – estão as impressões digitais de 9 dedos canalhas.Aguardem novos tiroteios no ninho.
    Abraço

  • Fernando Pawwlow

    Caro Setti, qual legenda aceitará ser asilo de vida no ostracismo para esta senhora?O PSD do líder político que em determinado teve sua vida íntima questionada em campanha(“é casado?tem filhos?”)é uma sugestão,embora eu duvide que seja aceita neste reduto de governismo matreiro.
    Uma sugestão à coluna: adicionar às duas imagens do texto(senão substituir) pela sequencia desta senhora servindo de copeira à mulher que julga agora”despreparada”;sequencia que inspirou ao Augusto Nunes texto delicioso.
    É só,caro Setti.
    Nada mais digo,o que tinha a dizer o conterrâneo Reynaldo-BH o disse,impecavelmente.
    Gostaria de ter escrito o seu comentário.Um dos melhores que já li em caixas de comentários,em qualquer tempo- e que necessitamos ter imortalizado em forma de post.
    Abraços do Pawwlow

  • Norberto Marcher Mühle

    Senhor Cantalice, pode até ser verdade que “A militância vê isso com muito maus olhos”, mas pode ter certeza que a população em geral, principalmente “os inocentes úteis” que ajudaram a reeleger a presid*nta, estão tendo a oportunidade de ver a face verdadeira dessa quadrilha.

  • Nadia

    Com certeza a dona Marta seria melhor presidente para o Brasil e deveria ter concorrido merecidamente. Não posso imaginar uma mulher destruindo nosso País , foi e é o que esta mulher faz.O lula pensou mal , pensou que a dona dilma não é inteligente e no período seguinte lhe entregaria o direito de ser candidato mas esqueceu que os poucos dotados de qi , podem ter esperteza . A dona dilma gostou da mordomia e quer continuar a desconstruir.

  • Reynaldo-BH

    Dilma prefere o conforto nascido do bolivariano que roubou o Brasil (esquecemos da refinaria?) manu militari e ficou por isto mesmo. Que segue a cartilha neoliberal enquanto prega um antiamericanismo de boutique. Ou de plantação de coca.
    Davos é para líderes. Para dirigentes que discutem saídas para o mundo. Que tem em mãos, as maiores economias do planeta.
    E onde não se aplaudem – como nas organizações sul americanas sem expressão, nascida de uma política externa que não é política e menos ainda externa, pois não representa a cultura e o povo das nações lá representadas – baboseiras e barbarismos que eles (os insanos) julgam ter atenção do mundo.
    Menos mal para o Brasil.
    Dilma na Bolívia enquanto o mundo está em Davos, dá a exata importância desta personagem que está – sempre – à procura do aplauso fácil.
    E nós, brasileiros, seremos poupados da vergonha que seria tê-la como representante do Brasil.
    No Brasil de hoje, Dilma na Bolívia é a presidente certa no lugar certo.
    O Brasil agradece.

  • Jair Sergio

    Pelos comentários lidos, percebi que a maioria acredita que existe ruptura no PT, o que é lamentável pois, é uma artimanha pra preparar Lula 2018, dividir as esquerdas, criar uma falsa crise, uma falsa ruptura, não se esqueçam o PT é do Foro de São Paulo, Marina Silva, Marta sabem disso e concordam com tudo que está definido lá, trabalhavam e vão continuar trabalhando para que o projeto vá em frente, simplesmente é mais um nome à esquerda que dividirá o eleitorado que não tem nenhum conservador a altura de ser candidato pois nem partido conservador existe, Lula pode ser tudo, menos burro, não vão deixar o poder de mão beijada prá ninguém, não se esqueçam, Lula entrou de cabeça na campanha da Dilma, tá tudo sob controle da parte deles, devem estar rindo da reação dos que se opõem à eles, “Enganamos mais uma vez”.

  • carmen

    esse partido tem que ter um fim antes que acabem com o Brasil, começando pela **** de Vermelho

  • CARMEN

    As regras para publicação de comentários no blog, conforme relembrei aos amigos leitores incontáveis vezes, não aceitam textos escritos somente em maiúsculas, em respeito à boa educação, aos leitores e seguindo uma norma internacionalmente praticada na web.
    Como presumo que você saiba, palavras em maiúsculas significam palavras gritadas, não é mesmo?
    99% dos leitores escrevem assim, como neste texto, em maiúsculas e minúsculas.
    Peço que você faça o mesmo das próximas vezes.
    Confira as regras no link http://goo.gl/u3JHm
    Obrigado

  • ana monteiro

    Ridícula…Não sou PT, mas está evidente que está pulando fora do barco que está afundando e trindo os ”companheiros”…até parece que ela é boa bisca…inútil, nada fez de bom, só apoiava idéias de LGBTs e assemelhados…Ainda bem que não foi reeleita…não somos todos idotas!!Parte do povo ainda tem juízo!!

    Pois é, prezada Ana, acho que você ficou distraída quanto às últimas eleições. Ela não foi reeleita porque não concorreu. E não concorreu porque, tendo sido eleita para o Senado em 2010 — o mesmo ano em que o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB) foi o mais votado da história da República –, e sendo o mandato de senador de oito anos, Marta ainda permanecerá outros quatro anos no Senado.
    Abração!

  • soninha

    Este ParTido, nem mudando, já acabou…a dona relaxataxa, desarvorada, corre o risco aqui em São Paulo, de ser acolida pelas ciclofaixas de seu ex-pupilo.

  • domenico

    Que maravilha e felicidade da Nação, o dia em que o “Partido das Trevas” acabar e levar consigo o “lixo” que destruiu um tanto do Brasil ! Com certeza, a luz da esperança dos brasileiros por um Brasil melhor, voltará a brilhar !

  • razumikhin

    A cumpanhêra çossalaiti Martha Suplycio deve ter estóraz prá cumtá. Treme PT!

  • Desouza

    O meu medo está exatamente aí, petista migrar pra outras siglas e contaminar outros (já não muito confiáveis) partidos. Dificilmente um petista da atualidade deixará de ser petista mesmo que mude de partido. O petismo é uma desgraça maligna que se encrava geralmente na alma de pessoas sem caráter.

  • Leniéverson

    Fernando de Campos – 13/1/2015 às 9:04
    Oposição fraquinha, aprenda com a Marta.

    Será, que dá certo?Dá não, é a pior ideia.