Image
São Paulo: um terço do PIB do Brasil, e aumentando a participação entre 2008 e 2009  (Foto: Germano Lüders/EXAME)

Amigos do blog, os dados sobre a distribuição da riqueza brasileira entre seus 26 Estados e o Distrito Federal são de 2009, mas foram divulgados hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

São, portanto, os mais atualizados dados oficiais existentes sobre o tema.

O dado aparentemente espantoso de que o Distrito Federal esteja à frente de um Estado dinâmico e industrializado como Santa Catarina deve-se, naturalmente, ao fato de Brasília ser sede do governo e de o dinheiro público ser o grande responsável pela movimentação econômica do DF.

Da Agência Brasil

Rio de Janeiro – Oito estados ainda concentravam 78,1% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional em 2009. O dado foi divulgado hoje (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por meio da pesquisa Contas Regionais do Brasil 2005-2009.

Apenas o Estado de São Paulo concentrou um terço do PIB brasileiro, com 33,5% de participação na economia nacional. Outras unidades da Federação que lideraram a participação no PIB foram o Rio de Janeiro (10,9%), Minas Gerais (8,9%), o Rio Grande do Sul (6,7%), Paraná (5,9%), a Bahia (4,2%), o Distrito Federal (4,1%) e Santa Catarina (4%).

As cinco maiores economias do país, em 2009, mantiveram a posição de 2008. O Estado da Bahia assumiu a sexta colocação no ranking, ocupando a posição que era de Santa Catarina em 2008.

São Paulo foi o Estado que mais ganhou participação no PIB de 2008 para 2009 – passou de 33,1% para 33,5%. Já Rio de Janeiro e Minas Gerais foram os Estados que mais perderam participação. A parcela do Rio na economia nacional caiu de 11,3% para 10,9%, enquanto a de Minas Gerais diminuiu de 9,3% para 8,9%.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 − 2 =

7 Comentários

Marcos em 22 de agosto de 2014

É por explorarem Santa Catarina que sou a favor de separatismo!!

RENATO em 02 de agosto de 2012

Os estados do sul recebem menos de 40% do que pagam a União, não é de admirar que SC venham perdendo expressão econômica. Se esse dinheiro melhora-se a educação e a saúde nos demais estados estaria plenamente justificado, mas na prática serve para enriquecer uma minoria...

RENATO em 02 de agosto de 2012

Infelizmente, devido a um federalismo neocolonial, estados dinâmicos como SP são espoliados e suas rendas redistribuídas para políticos arcaicos em outros estados.

Thiago Lorenzi em 24 de novembro de 2011

Não espalha muito essa noticia senão daqui a pouco farão um "bolsa estado", sobre a premissa da "redistribuição e renda", e nós teremos que bancar os "coitadinhos"..

Dexter em 24 de novembro de 2011

Porquê você acha que o PT do apedeuta e Zédirceu estão inconformados com a nossa, ainda, não evangelização?

alberto santo andre em 23 de novembro de 2011

sera que e por isto, que ciro gomes e os petralhas tendem a demonizar, e ao mesmo tempo desejarem tanto sao paulo ,porem se os roubos petralhas conseguirem o governo de sao paulo, certamente seremos os lideres da perda em relacao ao pib ,todos os estados governados por petrlhas e seus asseclas, mesmo os da oposicao, tendem a subir apenas no ranking da criminalidade e corrupcao.

Pedro Martins em 23 de novembro de 2011

Parabéns, São Paulo!! Continua sendo a locomotiva, apesar de ser criticado e odiado por todos!!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI