Amigos, pelos pequenos suplícios a que estou sendo submetido em razão de uma mera renovação de carteira nacional de habilitação, a velha e boa carteira de motorista, constato que minha repulsa à burocracia burra, gorda, gastadora de tempo e de dinheiro é plenamente retribuída.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × três =

20 Comentários

Ailton em 27 de julho de 2011

Verdade!Amigo Ricardo você mencionou o nome PoupaTempo e me fez lembrar, realmente São Paulo tem esse serviço havia alguns anos. Só que na Bahia por ser um serviço pago, e tudo é acima de R$20, com excessão só da renovação da CNH, que fica em R$17. e Carteira de trabalho(graça). Então, tudo funciona muito bem, se fosse de graça, como sabemos, já teriam encerrado esse serviço há muito tempo. Esses SACs existem desde o ano 1995. E vão muito bem em arrecadação, pois o estado e municipio não atendem em nenhum outro lugar a não ser no SAC. Foi entregue a permissionários (Explorado por empesas particulares) por PAULO SOUTO, sob contratos.

Ailton em 27 de julho de 2011

Estados precisam criar SACs no modelo que Bahia possui, essas centrais de atendimentos fazem todos os serviço públicos estaduais e municipais em um único lugar, estão em diversos pontos da cidade, e em diversos Shoping Centers, lá os cidadãos são atendidos em todos os serviços do estado em um único lugar. (todos os serviços são pagos e caros, mas vale a pena) uma identidade custa R$28,00 a 2ªvia (por exemplo), Carteira de trabalho é a única gratis, todos os deemais serviços são pagos e caros. Inclusive serviço de DETRAN. Eu renovei a minha carteira de habilitação CNH em apenas 25 minutos, só paguei R$63,00 pela renovação e R$80,00 da taxa de exame médico e $17,00 pelo atendimento do SAC., dei entrada, e após 20 minutos, saí com o documento na mão, renovada até Outubro de 2015. SAC são heranças do Caudilho ACM. Abaixo: Três exemplos de SAC em shoping centers, idéia baiana foi cópiada por Portugal com sucesso. http://www.sac.ba.gov.br/index.php/IGUATEMI.html . http://www.sac.ba.gov.br/index.php/SALVADOR-SHOPPING.html . http://www.sac.ba.gov.br/index.php/PARALELA.html São Paulo tem, há vários anos, centrais de atendimento ao público onde se pode fazer praticamente tudo o que depende do poder público. Chama-se Poupatempo, implantado durante um dos governos do governador Geraldo Alckmin. Acho que foi o primeiro Estado a adotar a medida. Eu não utilizei o serviço e me arrependi. Mas agora tá tudo bem. Abraços

Joe em 26 de julho de 2011

Olá Setti, depois de algum tempo, estou dando uma passada por aqui. Também renovei minha CNH recentemente, foi uma maravilha. Primeiro peguei uma fila quilométrica no Detran, para alguém fazer alguma observação e mandar-me para outra fila quilométrica tirar fotografia e colher as impressões digitais. Depois disso fui encaminhado para o médico, que não estava atendendo porque o sistema estava fora do ar. Voltei mais dois dias no dito cujo até que consegui ser atendido precariamente. Depois tive que voltar ao Detran para buscar a Carteira. Outra fila quilométrica. Quanto aos aeroportos, estive recentemente em Lisboa - 5 minutos para entrar. Em Barcelona, com seu aeroporto monstro, não mais que 10 minutos. Ao retornar ao Brasil, para meu azar chegarm 3 aeronaves juntas e o resultado foi UMA HORA SOMENTE NO FINGER, sem contar o tempo de fila após ter conseguido deixar aquele malfadado corredor. Que saudades da Europa... Espere só até a Copa de 2014, caro Joe... Abraços solidários

danir em 26 de julho de 2011

Prezado Setti. A burocracia é o esconderijo de pessoas mau resolvidas e que tem ânsia de poder (pelo menos para superarem seu sentimento de insignificância), alem de assim poderem exercer atividades corruptas de venda de facilidades. Se examinarmos todos os procedimentos burocráticos com uma lupa, constataremos que pelo menos a metade poderia ser simplesmente descartada, bastando para isso que aqueles que ganham para servir o contribuinte fizessem seu trabalho com competência e honestidade. Se por exemplo os funcionários públicos estivesses sujeitos às normas da CLT, teriam que prestar contas de sua prepotência; os que trabalham em empresas privadas normalmente não estão capacitados para atender o público e então extrapolam, deveriam passar por processo de seleção mais amplos. Aqueles que comandam esta turma, e que criam os processos burocraticos, tambem não se interessam, pelo aperfeiçoamento, pois normalmente não entram nas filas. Eu pessoalmente tenho nojo de burocracia, e quando sou atendido por este tipo de pessoa, faço questão de brigar pelos meus direitos de cidadão. Não é fácil, pois teríamos que educar esta gente e ter uma sociedade mais justa onde as pessoas lutassem mais pelos seus direitos e pela qualidade dos serviços prestados. Do contrário, ficamos nesta luta inglória onde seus protestos atravez de seu veículo de midia, ou os meus protestos no guiche ou em posts não valem nada. É um desperdicio brutal de dinheiro e de tempo.

JT em 26 de julho de 2011

Fiz uma curta viagem para a Argentina no fim de semana. Das 91 horas que fiquei fora de casa, passei 24 horas em aeroportos, vôos (apenas 5 horas) e translados. Ou seja, mais de 1/4 do tempo desperdiçados com filas e esperas. Se tivesse dirigido 12 horas para ir e 12 horas para voltar, teria chego na Argentina do mesmo jeito! Os aeroportos são um inferno -- e, no exterior, incluem a humilhação das revistas detalhadas. Sempre que posso, vou visitar minha família em Barcelona de navio. Conforme a época do ano, caro Jean, é mais barato do que avião. E a pessoa demora 5 minutos para embarcar, e 5 para desembarcar. Sem fila, sem nada. Visitar minha mãe, irmãos e sobrinhos em Brasília, onde também vou fazer contatos, está virando um suplício, apesar de o Aeroporto Internacional Presidente Juscelino Kubitschek ser, talvez, hoje, o mais confortável (ou o menos desconfortável) do Brasil. Abração

Ismael em 26 de julho de 2011

Ha Ha, também passei por isso. Agora, como bom jornalista, me responde o seguinte: como é que depois de ter colhidas impressões digitais de todos os dedos, apresentado comprovantes de residencia e foto instantânea, um meliante ou contraventor não é identificado dirigindo por aí? Não temos bancos de dados centralizados e disponíveis para as viaturas da polícia, caro Ismael. Fazer um sistema nacional de cadastro de criminosos condenados e de pessoas com passagem pela polícia, e equipar todos os Estados com terminais, custa um quinquilhonésimo do que custará o trem-bala, mas quem é que está preocupado com a segurança pública "neste paíf"?

Kaos em 26 de julho de 2011

Reynaldo-BH-25/07/2011 às 18:53... Quanto aos seus QUEIJOS, procedimento quase perfeito da fiscalização. Vá estudar as normas para controle de zoonoses e doenças infecciosas. Realmente somos um país de gente com má formação escolar.

Paulo em 26 de julho de 2011

Caro Ricardo, aqui na Austria a carteira de habilitacao tem validade indeterminada, nao ha renovacao. Cabendo a voce se manter com os exames de saude e vista em dia para nao causar problemas a terceiros ou danos ao patrimonio. Quase igual ao que vivemos ai na terrinha.... Abracos Paulo

José Geraldo Coelho em 26 de julho de 2011

Contrata um motorista enquanto a burocracia dos Detrans carimba seu processo e emite guias para você pagar, senão você não faz mais nada. Só faltava eu ter motorista, hahahaha... Não sou o Paulo Francis, nem nada. É preciso uma infinita paciência para ser brasileiro, não, José Geraldo? Em cada detalhe. Enfim... Abraços

marco em 25 de julho de 2011

Na linha do inferno kafkiano, garanto, por experiência própria, q nada supera em burrocracia, no Brasil, os trâmites exigidos para a posse e a condução de armas legalizadas.

Luis Roberto SBO em 25 de julho de 2011

CNH vencida...Continuação.....depois de esperar a vontade Polícia Rodoviária em dar as miltas....ele me disse q.apreenderia o carro ou tinha q.arrumar alguém com carteira de motorista em ordem para retirar o carro da vista dele....o q,fiz...esperei parar outra carro, que estavam em duas pessoas e q. o acompanhante tinha a carteira e me ajudou, dirigindo uns 80mts. depois do posto rodoviário e segui ao meu destino.....rsrsrs.

Luis Roberto SBO em 25 de julho de 2011

Na minha penúltima renovação da CM, tive q.fazer exame de vista num ginecologista(tem autorização ou curso), responsável pelo nascimento das minhas duas filhas.Podêêê uma coisa dessa?????? Demorei um tempo de fazer o exame pela revolta, daíí aconteceu q.a Polícia Rodoviária me pegou com a carteira vencida, tomei duas multas(uma pela carteira, outra pelo carro q.estava em nome da minha mulher)+ ou - R$400,00 de multa....rsrsrsr.....depois dessa tacada fui fazer o exame no med-gin...num custo de R$40,00. OBS.: Na época(1 mês antes) tinha realizado um exame oftalmo com melhor médica da cidade e tinha pago particular, mas ella não era do sistema-autorizada, então não tinha efeito nenhum para tal renovação.

Reynaldo-BH em 25 de julho de 2011

Complementando! Como não aceitei (sacanagem tem limites!) vi dois queijos de ovelha, os melhores do mundo, serem cortados, fatiados e regados com detergente! Pinho Sol! Foi para que eu aprendesse que com "ôtoridade" não se brinca!!! Em compensação, espero que a dita aduaneira ganhe um necessaire somente no dia que voar pela TAP!

Heitor em 25 de julho de 2011

Tive a curiosidade de ler o curso de direção defensiva e pude ver a enorme inutilidade e gastança de dinheiro público numa coisa que nada diz quando a pessoa está ao volante. O curso basicamente que nos transformar em enfermeiros.

jonh law em 25 de julho de 2011

Amigão, passei também por esse suplício a bem pouco tempo. Isto é um mínimo de nossa irracionalidade. A Servidora pediu quando cheguei, um documento, então apresentei a CNH, mas o documento com data vencida aí disse a Servidora este não serve! Mas argumentei: ele traz todos os números de todos os outros documentos meus, inclusive o CPF e além disso é um documento do Detran, é seus mesmo. Ela quase me deu "voz de prisão"... Acreditas, tive de voltar em outro dia depois de ter enfrentado uma fila gigante... Entendo perfeitamente suas dores. Abraço.

Reynaldo-BH em 25 de julho de 2011

Teve uma "funcionária" da aduna brasileira, no RJ, que trocou uma necessaire da Navigator da TAP (aquela com cremes, perfumes, etc) pela "permissão" de me deixar entrar com dois queijos da Serra da Estrela! Foi o típico WELCOME HOME!!!! (Fato verídico!).

Paulo Bento Bandarra em 25 de julho de 2011

Brasileiro é tão mal visto em aeroportos que até no próprio país é mal-tratado? Não querem deixar entrar??? Hahahahaha, essa é ótima, Paulo. O pior é que os guichês da gloriosa Polícia Federal estavam ocupados por funcionários terceirizados. A funcionária que olhou meu passaporte era de nível de preparo visivelmente mínimo, e seu grande interesse era saber se eu tinha trazido um "nécessaire" da empresa aérea, daqueles distribuídos por algumas empresas aos passageiros, porque ela queria um de presente... A espera foi para ter essa conversa. Se eu tivesse o passaporte de um outro sujeito 40 anos mais novo ou 30 anos mais velho ela não estaria nem aí. Pra que esse "controle", então?

Rafael Sc em 25 de julho de 2011

Isso sem falar na educação com que você é atendido. Sem dúvida, caro Rafael SC. Este item é indispensável, com as exceções de praxe.

Mari Labbate em 25 de julho de 2011

Você renovou o seu passaporte, recentemente? Eu passei pelos dois processos e constatei que os cidadãos brasileiros não têm voz. E, ainda, precisam engolir tudo, sem água! Renovei meu passaporte há algum tempo. Fora a espera, e para minha surpresa, não tive maiores problemas. Mas lidar com a burocracia do Estado, para mim, é sempre um pesadelo. Quando voltei de Barcelona, há algumas semanas, a fila no Aeroporto de São Paulo/Guarulhos para os brasileiros passarem pela Polícia Federal e entrarem em seu próprio país era interminável. Fiquei uma hora nela. Não tem o menor cabimento, não é? Abraços

Laizis em 25 de julho de 2011

Burocracia! Weber, Weber...deixou muita coisa legal na administração mas esse "papelório" louco...affff! Desconjuro!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI