Amigos, a Índia é um dos colossos mundiais em crescimento econômico, seguindo os passos da China — mas, da mesma forma, é um país onde viceja uma corrupção bravíssima entre os agentes públicos.

Diante dos excessos da roubalheira oficial, vejam o golpe de mestre em matéria de marketing aplicado pelo governador (primeiro-ministro) do Estado indiano de Kerala, Oomen Chandy: para mostrar “transparência”, ele instalou uma webcam que transmite ao vivo, o tempo todo, o que se passa em seu próprio gabinete, no palácio governamental da capital, Thiruvananthapuram.

Kerala é um Estado situado na ponta sudeste da Índia, com cerca de 40 mil quilômetros quadrados de área — pouco menos que a soma de Alagoas e Sergipe juntos — e 33 milhões de habitantes.

O gabinete é uma sala enorme, com fileiras de cadeiras para os frequentadores, onde Chandy despacha.

Confira a webcam em funcionamento no site oficial do governo estadual.

Enquete:
Você é a favor do uso de webcam para evitar corrupção em repartições públicas brasileiras?

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − quatro =

11 Comentários

Lucia s em 24 de julho de 2011

Se esta moda pegasse no Brasil, seria um "deus nos acuda", sairiam ladrões por todos os lados, do planalto até a feira semanal... E nos dizemos um país de gente honesta.

Marcelo Dornelas em 19 de julho de 2011

Setti,porque a VEJA não deixa pública a gravação da conversa do Abramovay com o Tuma Júnior,onde ele diz que a Dilma e o Gilberto Carvalho estavam lhe pressionando para fabricar falsos dossiês?!.Essa conversa foi ano passado durante as eleições foi capa da VEJA e tudo e até hoje ninguém entendeu o motivo de não terem deixado-a pública já que poderia até ter influenciado nas eleições.Com isso a VEJA acaba dando uma mãozinha aos corruPTos. Prezado Marcelo, eu só cuido aqui do meu modesto pedaço. Por gentileza, escreva para o diretor de Redação -- veja@abril.com.br Abração

sergio r r em 19 de julho de 2011

Os Indianos devem ser trouxas que nem nós, os brasileiros. Sim porque aqui, basta alguém mentir bem direitinho que a gente acredita. Pode ser sobre qualquer coisa: política, esportes, estatísticas, religião, sorteios. É só saber enrolar que aqui vira o paraíso. Ah, e o mentiroso pode até ser ladrão que nós acreditamos e votamos nele eleição após eleição.

Think tank em 19 de julho de 2011

Na Índia como na Cleptolândia, tudo não passa de farsa. Quando a corrupção atinge tal nível como a nossa, nem pena de morte resolve, pois o judiciário leniente, indolente, e “coadunante” não condenará ninguém.

elizabeth the Best em 18 de julho de 2011

Eu tambem instalei uma camera aqui em casa para monitorar o Ricardão. Não sei por que ele não para mais em casa.

Marcelo Meireles em 18 de julho de 2011

É preciso muita, mas muita inocência pra acreditar na boa fé dessa medida demagógica. - O ilustre governador indiano não vai a restaurantes? Não recebe ninguém em casa ? Não visita ninguém em casa ? Não voa em avião privativo ? - É o mesmo que acreditar que políticos como FHC, Serra, José Dirceu, Palocci e agora Lula; ganham dinheiro das empresas que os contratam, pelo que dizem nas palestras, em público. - O que interessa a seus contratantes não é bem o que dizem nas palestras, mas sim; o que dizem "em off" no camarim, no "cafézinho" na sala executiva, no almoço ou jantar de "confraternização". -

Vera Scheidemann em 18 de julho de 2011

Os roubos não acontecem necessariamente nos gabinetes dos políticos. Vera

augusto de oliveira martins machado em 18 de julho de 2011

è tão bom ver politicos preocupados com a transparência, que nem dá pra acreditar.Tomara que não seja uma jogada de marketing.

Alexandre em 18 de julho de 2011

Viva o Big Brother!!!

Ronaldo em 18 de julho de 2011

Pra mim é demagogia...

J.B.CRUZ em 18 de julho de 2011

CARO SETTI: JUCELINO KUBSTCHEK DE OLIVEIRA, O MAIOR ESTADISTA QUE O BRASIL JA TEVE, em uma de suas milhares de frases de efeito, dizia e fazia: ¨¨TODAS AS VEZES QUE O GOVERNO LIBERAR RECURSOS PÚBLICOS PARA OBRAS E CONTRATOS, O FISCAL FEDERAL VAI JUNTO¨¨...

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI