Pesquisa Datafolha favorecendo Marta para a Prefeitura de SP se choca de frente com o instinto (e a vontade) de Lula, que quer fazer do ministro Haddad o candidato do PT

Marta-saiu-na-frente

Marta saiu na frente: será que Lula continuará querendo Haddad?

Amigos, a Folha de S. Paulo publica hoje levantamento do Instituto Datafolha junto a 1039 eleitores paulistanos, segundo o qual a senadora Marta Suplicy (PT-SP) lidera intenções de voto às eleições do ano que vem para Prefeitura de São Paulo. Mesmo sem ser a “indicada” por Lula para representar o PT na disputa – o ex-presidente quer o ministro da Educação, Fernando Haddad -, a ex-prefeita encabeça as pesquisas em todos os diferentes cenários preparados pelo Datafolha.

De acordo com o instituto, Haddad, candidato “in pectore” de Lula, oscila entre míseros 1% e 2% dos votos. O tucano José Serra aparece como principal rival de Marta – 18% contra 29% dela em um dos cenários -, mas a média de diferença entre a pré-candidata e os segundos colocados é de 14%. Outro nome que soa com certa força é o do ex-deputado malufista Celso Russomanno (PP), o líder nas pesquisas quando os nomes de Marta e Serra não participam do cenário.

Será interessante ver o impacto desses dados, que o blog reproduz com a reportagem da Folha, na questão da realização ou não de prévias no PT para a escolha do candidato. Lula é contra as prévias e Marta, que é a favor, tomou a raríssima atitude entre petistas de divergir publicamente de Lula quanto a sua intenção de indicar Haddad.

Os números altamente favoráveis a Marta — embora a mais de um ano das eleições de outubro de 2012 — batem de frente com a intenção do ex-presidente de fazer de Haddad candidato.

Temos, então, de um lado, dados de uma pesquisa. De outro, o poderoso instinto de Lula, que acha Haddad uma novidade na mesmice do quadro político da capital e cujo desempenho no Ministério da Educação, acredita o ex-presidente, será uma credencial para cacifá-lo junto ao eleitorado.

“Marta lidera disputa pela Prefeitura de São Paulo”

“Senadora petista vence em todos os cenários pesquisados pelo Datafolha”

“O ex-governador José Serra é o tucano que se sai melhor; preferido de Lula, Fernando Haddad chega a no máximo 2%”

“A senadora Marta Suplicy (PT) saiu na frente na disputa pela Prefeitura de São Paulo, aponta a primeira pesquisa Datafolha para a eleição municipal de 2012.

Ela lidera a corrida em todos os cenários pesquisados, com vantagem média de 14 pontos percentuais em relação aos adversários.

Sem Marta no páreo, o ex-governador José Serra (PSDB) e o ex-deputado Celso Russomanno (PP) aparecem empatados na ponta.

Lançado pelo ex-presidente Lula, o ministro Fernando Haddad (Educação), que disputa com a senadora a indicação para concorrer pelo PT, oscila entre 1% e 2% das intenções de voto.

Marta obtém sua menor folga na simulação em que Serra é o candidato tucano. Ela chega a 29%, contra 18% do rival -uma vantagem de 11 pontos percentuais.

Nesse cenário, Russomanno é o terceiro colocado, com 13%. Atrás, empatados tecnicamente, aparecem o vereador Netinho de Paula (PC do B), com 8%, a ex-vereadora Soninha Francine (PPS), com 6%, e o deputado Paulinho da Força (PDT), com 6%.

O deputado Gabriel Chalita (PMDB) é citado por 3%. Luiz Flávio Borges D’Urso (PTB) e Eduardo Jorge (PV) aparecem com 2% cada um.

TUCANOS

No cenário em que o candidato do PSDB é o senador Aloysio Nunes Ferreira, Marta alcança 31% e é seguida por Russomanno, com 15%.

Netinho de Paula (9%), Soninha (8%), Paulinho da Força e Aloysio (7% cada um) aparecem tecnicamente empatados em terceiro lugar.

O levantamento testou outros dois pré-candidatos do PSDB. O deputado estadual Bruno Covas atinge 6%, e o secretário estadual de Energia, José Aníbal, chega a 4% das intenções de voto.

No primeiro cenário em que Haddad é o candidato do PT, Serra e Russomanno dividem a liderança com o mesmo índice: 19%. Em terceiro lugar, há empate entre Netinho (13%), Paulinho da Força e Soninha (9% cada um).

Chalita atinge 5%. Eduardo Jorge, D’Urso e Haddad têm 2% cada um.

Quando a lista de prefeitáveis exclui Marta e Serra, Russomanno lidera isolado. Ele alcança 20% se o candidato do PSDB for Aloysio, e 21% nos cenários com Bruno Covas ou José Aníbal.

Nas três simulações, Netinho aparece em segundo, com 15%. Soninha fica com 11%, e Paulinho da Força oscila entre 10% e 11%.

PADRINHOS

Lula deve ser o cabo eleitoral de maior peso na eleição: 40% dos entrevistados dizem que poderiam votar num candidato apoiado por ele. O apoio da presidente Dilma Rousseff (PT) é importante para 26%, e o do governador Geraldo Alckmin (PSDB), para 27%. O indicado do prefeito Gilberto Kassab só teria a preferência de 15%. Outros 38% dizem que não votariam no candidato do prefeito.

A pesquisa também mediu a rejeição aos pré-candidatos: 33% disseram que não votariam de jeito nenhum em Netinho, 32% rejeitam Serra e 30% rejeitam Marta.

O Datafolha ouviu 1.039 moradores de São Paulo na quinta-feira passada. A margem de erro é de três pontos percentuais.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nenhum comentário

  • jefferson

    Meu caro, Setti, o nosso histórico de pesquisas um ano antes da eleição mostra que os primeiros quase nunca se sustentam. Fosse assim e teríamos Roseana e Serra na presidência e o próprio Lula presidente antes de 2002. Portanto, o instinto de Lula comparado aos dados do Datafolha pode ser mais certeiro. Não se pode desfazer os 40% que dizem que votariam em um candidato apoiado por Lula. Marta já é conhecida, pode avançar um pouco, Haddad, com Lula, se torna um potencial candidato forte. Abraço.

  • Reynaldo-BH

    Tenho sempre insistido que Lula não é PT: Lula é Lula! Por isso o termo – lulalato – cunhado por você, se mostra tão forte e verdadeiro.
    Lula usa o PT. Ameaça, afronta e impõe vontades. Sabe que é maior que o partido. O PT sem Lula é o trabalhismo sem Brizola. Acabará em mãos de um congenere de Carlos Luppi. E os petistas sabem disto.
    Lula, já trabalhando para 2014 – o retorno desejado – quer ter maior aceitação em SP e MG. RJ está conquistado, pelo sérgios e eduardos do vida!
    Em MG, aceita uma “coligação com o PSDB e PSB, de modo a evitar o previsível: uma surra histórica de qualquer candidato do PT. Melhor pegar carona em um a vitória eleitoral que ser acusado de uma derrota fragorosa. Mesmo que às custas daquilo que é o maior benefício que Lula fez (e faz)a MG em todos estes anos: a aniquilamento do PT como força política.
    Em SP, ao apoiar uma candidata com alto índice de rejeição (mais do que intenções, creio que devemos observar o índice de rejeição da cada candidatura posta), a jogada é arriscada. O insucesso previsível lhe será debitado, certamente. Mais uam derrota de Lula para o PSDB.
    Ao escolher um poste (o Haddad) cria-se novamente a imagem mítica do “fazedor de reis” que tão bem agrada a Lula. E tento entender.
    Se ganhar, Haddad nada mais foi ( como Dilma é!) uma invenção de Lula e será sempre o ELEITO por ele! Só reforça esta visão de político mais popular “comonuncantesnestepaíz!”
    Se perder, quem perdeu foi Haddad… O PT já havia perdido DIVERSA anteriores em SP, o que seria somente mais uma? Mesmo com o apoio do líder, não deu..
    Ou seja, com Haddad, Lula ganha ou ganha! Sem riscos!
    E assim, continua usando o PT como o curral eleitoral que só coronéis políticos sonhavam um dia ter. Hoje, só ele tem!

  • O instinto de Lula está certo, a rejeição a Marta é imensa, a de Haddad não existe, Lula carregou Dilma rumo a vitória saindo do nada, acho que esta pesquisa feita com tanta antecedência não vai modificar os planos traçados por ele para eleição paulistana, se vai dar certo só o tempo dirá.

  • J.R.Monteiro

    Acho uma tremenda injustiça o que o Lula esta fazendo com a Marta. Só pode ser vingança por ela ter se enroscado com o Argentino. O ciumes é corrosivo, e nos megalomaníacos, infinito.

  • Luiz

    Incompreensível a predileção do Lula pelo HADDAD!!! o que ele tem contra a maior cidade do País???. Será que ele quer transformá-la em um Ministério da Educação que o Ministreco detonou??? Acordem Paulistanos!

  • Think tank

    Qualquer que sejam os candidatos: Zé do Pedágio, Zé do Controlar, Martaxa, Lularápio, e PQP, nada mudará.
    Basta ver a lista das ultimas 3 eleições, seja para prefeito, governador, ou presidente, algum desse poderia ter dado rumo diferente do que se passa hoje no país?
    Na época da disputa presidencial entre o Collor e Lularápio, se tivesse dado o chefe do MENSALÃO-2005 teria mudado o destino da nação?
    Já está mais que claro, e para isso evidencias, indícios, e muitas provas não faltam, pode continuar votam por séculos que nada mudará enquanto a farsa jurídica persistir na Cleptolândia.
    É uma justiça que nunca condena, pois os membros das altas instâncias são todos indicações das gangues de saqueadores dos cofres públicos.
    Portanto o voto obrigatório, apresentado como direito do cidadão, não passa de mais um ritual da farsa enquanto tivermos tipo de justiça hoje vigente.
    Está cansado de fazer papel de palhaço, votando neste bandido ou naquele bandido? Comece exigindo mudanças no Judiciário.

  • Maurelio

    Marta ou Haddad? É escolher entre o lixo e a imundície!

  • Eduardo Santiago

    Coitado dos paulistanos,
    Dois zero a esquerda disputando quem deve ter a chance de ferra-lo…

  • Douglas Corrêa

    Mas no fim os vassalos do novo “CORONÉ” vão pelo que ele determinar. O Lulla não é do PT e sim o PT é do Lulla.

  • Paulo Bento Bandarra

    Quer dizer que o futuro dos paulistanos será negro por decisão própria? Acho como o jefferson que isto é apenas factóides fabricados

  • selminha

    Moro no Rio há muito tempo, mas sou paulista e acompanho com interesse os destinos de minha cidade natal . Será que os paulistanos não êm escolha melhor do que Marta ou Haddad? No Rio, estamos péssimos, com Cabral e Paes, no governo e na prefeitura, respectivamente. Também não teremos grandes escolhas nas próximas eleições. Será que não há mais ninguém decente querendo fazer política? Ai que canseira!

  • Roberto

    Adoro São Paulo, mas quando vejo os candidatos a prefeito, fico feliz por não morar aí.

  • Corinthians

    Do jeito que tá candidato é que não falta…

  • FERNANDO

    Pesquisa etranha essa!
    Com candidatos que não foram definidos por seus partidos e outros que sequer irão concorrer…
    Isso só confirma que “pesquisa” não deveria dizer muita coisa…pois no fim a intenção é induzir o eleitor. Martha em São Paulo? É o mesmo do velho…. vai nadar e morrer na praia. Quem não se lembra e que ela só se elegeu prefeita pq Mário Covas (PSDB) subiu nos palanques com ela. Hoje, seus ossos devem tremilicar de arrependimento.

  • FERNANDO

    Martha é Martha…grãfina empertigada que não aceita um não…nem de LULA. A criatura vai dar um jeito de “passar” a perna em Lula e Haddad…alguem se lembra do que ela fez com o candidato Netinho? e a tentativa de “golpe sujo” contra Kassab (homofobia)? Marta , como todo bom petista, usará os piores golpes para chegar aonde quer…mesmo com Lula. Em festa petista…todos grudam as costas na parede.

  • jefferson

    Escolha melhor que Marta ou Haddad? Tem. O Datena. É de “dápena” a situação em São Paulo.

  • Diocleciano

    A Marta também aparecia na frente nas duas últimas eleições. Mas acabou perdendo tanto para o Serra quanto para o Kassab. Depois que começa a campanha ela acaba sucumbindo às propagandas dos adversários.
    Lula, nesse caso, está coberto de razão: Fernando Hadad é o melhor candidato. 40% dos entrevistados se dispuseram a votar no candidato do Lula. Portanto que venha o Hadad.
    A oposição está rezendo para ser Marta a candidata.

  • Diocleciano

    PS. rezando.

  • Jeremias-no-deserto

    Marta, Haddad e Datena ! O lixão está se acumulando em São Paulo. Nossa cdade não merece tanta porcaria!…

  • Jefff

    O problema dela se chama Antonio Carlos Rodrigues (1º suplente PR-SP) que no caso de eleita ficaria por 06 anos no senado.

  • Luiz Pereira

    Setti, boa noite,

    Euclides da Cunha dizia que o sertanjo era um forte. É mesmo (embora de intelecto fraco), para aguentar os irmãos Cid e Ciro, sarneys e quejandos.
    Agora, se esse “revival” de Marta Therezinha prosperar mesmo p/ a prefeitura, que dúvidas nào restem: o paulistano é um masoquista.
    abs