Petição à Casa Branca para que os EUA “ajudem” contra a “marcha para o comunismo bolivariano” no Brasil quer que os EUA resolvam problema que é dos brasileiros. E tem o sinal da vocação para capacho

Dilma com Obama na Casa Branca: a verdade é que o presidente americano pode até se preocupar com os rumos do governo lulopetista, mas querer que se imiscua em assuntos internos do país é voltar a uma submissão que ficou para trás (Foto: planalto.gov.br)

Dilma com Obama na Casa Branca: a verdade é que o presidente americano pode até se preocupar com os rumos do governo lulopetista, mas querer que se imiscua em assuntos internos do país é voltar a uma submissão que ficou para trás (Foto: planalto.gov.br)

Publiquei ontem, no blog, notícia sobre a petição pública assinada por mais de 100 mil pessoas que, utilizando um recurso propiciado pela Primeira Emenda à Constituição dos Estados Unidos, pede à Casa Branca, afirma que a presidente Dilma Rousseff ganhou as eleições de forma ilegítima e comanda um processo de transformação do regime vigente no país em um “comunismo bolivariano”, em moldes “propostos pelo Foro de São Paulo”.

Diz, mais adiante, que os Estados Unidos “precisam ajudar” os “promotores da democracia e da liberdade no Brasil”.

No parágrafo final, a petição pede o seguinte:

“Nós pedimos uma posição da Casa Branca em relação à expansão do comunismo na América Latina. O Brasil não deseja e não vai ser uma nova Venezuela, e os Estados Unidos precisam ajudar os promotores da democracia e da liberdade no Brasil”.

Publiquei a notícia e, como não comentei, pode ser que haja leitores imaginando que eu concorde com o documento.

DE FORMA ALGUMA! As questões brasileiras — dificuldades, tropeços, dramas e tragédias — só cabe a nós, brasileiros, resolver. E de forma pacífica.

Acho que, SIM, o PT tem laços poderosos com o movimento bolivariano que aos poucos vai engolindo nações outrora plenamente democráticas da América Latina. Mas toda e qualquer reação a isso tem que partir dos brasileiros democratas que se opõem a essa aproximação e a esse alinhamento — como, aliás, ocorreu com os 51 milhões de eleitores que votaram em Aécio Neves na eleição do mês passado.

O que a petição à Casa Branca faz, na prática, é sugerir, se é que não PEDE, uma intervenção norte-americana no Brasil!

É o fim da picada. Somos tão viralatas que não podemos lidar com nossos próprios problemas?

Sem contar que o governo do presidente Barack Obama está obviamente atento e preocupado com os rumos da política externa e interna do lulopetismo, mas o mundo de hoje não comporta que os EUA se imiscuam em questões internas de um país do porte do Brasil. É inconcebível.

Que me perdoem os signatários de boa-fé, mas a petição caracteriza uma enorme vocação para capacho.

O porta-aviões "USS Forrestal", nau-capitânea da força-tarefa naval enviada pelos EUA ao Brasil nas proximidades do golpe de 1964 -- que deu meia-volta porque o governo Jango já fora derrubado (Foto: US Navy)

O porta-aviões “USS Forrestal”, nau-capitânea da força-tarefa naval enviada pelos EUA ao Brasil nas proximidades do golpe de 1964 — que deu meia-volta porque o governo Jango já fora derrubado (Foto: US Navy)

Essa atitude desastrada nos remete aos idos de março de 1964, quando o embaixador dos Estados Unidos, Lincoln Gordon, acertava com o então presidente Lyndon Johnson a chamada “Operação Brother Sam”, que mobilizou uma força-tarefa de nove navios de guerra da 4ª Frota americana, sob o comando da nau-capitãnea, o USS Forrestal, então o maior porta-aviões do mundo, que deslocava 59,5 mil toneladas para transportar uma tripulação de 5.500 homens e 90 dos mais modernos aviões do arsenal dos Estados Unidos.

A revelação completa do projeto de intervenção armada dos EUA no Brasil foi revelada, mais de uma década depois, por uma série de reportagens do grande jornalista Marcos Sá Corrêa, no Jornal do Brasil, resultado principalmente de sua paciente garimpagem de documentos mantidos secretos por muitos anos, mas depois tornados disponíveis na Biblioteca Presidencial Lyndon Johnson, em Austin, no Texas.

O grande jornalista Marcos Sá Corrêa: foi ele quem descobriu todos os detalhes sobre a "Operação Brother Sam", em fantástica contribuição à história do país (Foto: Arquivo Pessoal Marcos Sá Corrêa)

O grande jornalista Marcos Sá Corrêa: foi ele quem descobriu todos os detalhes sobre a “Operação Brother Sam”, em preciosa contribuição à história do país (Foto: Arquivo Pessoal Marcos Sá Corrêa)

As reportagens — uma preciosa contribuição à história contemporânea do país — foram depois reunidas no indispensável livro 1964, Visto e Comentado pela Casa Branca, publicado em 1977 pela Editora L&PM e esgotadíssimo — é uma tal raridade histórica que mesmo no sebo Estante Virtual, que reúne 12 milhões de livros de livrarias de todo o país, havia, hoje, um único exemplar disponível.

Capa do livro de Marcos: raridade

Capa do livro de Marcos: raridade

A task force levantou âncoras no dia 31 de março, mas foi desativada pelo embaixador Gordon já no dia 3 de abril, quando ainda singrava o Mar do Caribe, por absoluta desnecessidade. O governo de João Goulart já tinha caído de vez na véspera.

É justo dizer que não era só o embaixador que chamava os marines.

Os políticos reunidos em torno do então governador da Guanabara, Carlos Lacerda, e de dois “centros de estudos” conspiratórios ligados ao general Golbery do Couto e Silva, com a maior parte da elite empresarial brasileira e de executivos de grandes multinacionais, sem descartar praticamente toda a grande imprensa, estavam mergulhados até o pescoço na conspiração para derrubar o governo.

Parte considerável da opinião pública mostrava-se claramente — e infelizmente — em favor do golpe e do ataque à Constituição, como ficou claro nas chamadas “marchas da família com Deus pela liberdade” realizadas em várias cidades.

A quase-intervenção norte-americana, que contava com o silêncio cúmplice de generais golpistas, caso julgassem realmente necessária, foi um episódio de submissão que envergonha os brasileiros de bem, como ocorre com toda nação que preza sua soberania e dignidade.

A petição dirigida ao presidente Barack Obama, se não pede claramente intervenção armada, vai na mesma direção de submissão e complexo de viralatas.

Se nós, brasileiros, abrirmos mão de resolver nossas próprias encrencas, não merecemos o país melhor, mais justo, mais livre e democrático que desejamos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

202 Comentários

  • reis costa

    Realmente,somos uma nação soberana,temos que resolver os nossos próprios problemas

  • jose amaro

    Assino em baixo parabens

  • eduardo

    eu acho engraçado! Os Ptbas podem pedir re-julgamento dos mensaleiros, fazer passeatas pró-aborto, fazer passeatas pró-comunismo, fazer discurso apoiando “reviluções bolivarianas” e outras imbecilidades.
    Mas basta unzinho de nós falar qualquer coisinha que não seja muderninho, que agrade aos PTbas mais moderados, e já somos tachados de imbecis, de direitalha, de beócios, de antipatriotas e de tudo o mais que deixa os PTbas mais calminhos! Ora ! vão PaTrulhar outro!

  • Mendes

    O lado mais cômico dessa petição é que BHO é um comunista que está fazendo de tudo para detonar a constituição americana e fazer dos EUA um país socialista. Ele deve estar chorando de tanto rir.

    Obama, comunista? Quer detonar a Constituição americana? Cara, o que você andou tomando? Chorando de tanto rir estou eu.

  • jr

    Já ficou provado que não podemos resolver nossos problemas, então se vier, a ajuda vai serem muito boa hora!

  • Duda

    Seu comentário era grosseiro demais para ser publicado neste blog.

  • EU VIVI... quem não vieu, se conforma com o que lhe contam ....

    Não publico em hipótese alguma comentários que defendam, estimulem ou mostrem tolerância com a ruptura da ordem constitucional.

  • Ex-marxista

    Não publico em hipótese alguma comentários que defendam, estimulem ou mostrem tolerância com a ruptura da ordem constitucional.

  • Carla Pola

    Setti.

    Todo mundo sabe que o governo americano não dirá nada.
    Essa petição só tem um objetivo: Chamar a atenção da mídia internacional para o que ocorre no Brasil e na América Latina diante do bolivarianismo do Foro de SP.
    E virão mais petições para chamar a atenção do mundo sobre o comunismo se espalhando por essas paragens latino-americanas.
    Não é nada mais que isso.
    E já chamamos a atenção por lá, pois já saiu na imprensa americana que é o objetivo real da petição.
    Os venezuelanos estão penando e o mundo não está nem aí. Temos que espernear, sair na mídia internacional. 😉
    Beijocas

  • Rafael

    Setti, há uma questão estratégica que você não conseguiu ver. Primeiro, concordo com o ponto de vista do seu texto, e ficaria muito feliz se os problemas internos fossem resolvidos por nós mesmos. Torço por isso! Mas algo que é muito simple: Não há problema nenhum em pedir uma xícara de açúcar para o vizinho, quando você não tem mais açúcar em casa, não é? Pois então, não há nada de errado em pedir ajuda a outro país, principalmente quando não há quem replique a sua voz, na imprensa de seu país natal. Aí eu chego, justamente, na estratégia que havia dito, porque acompanhei essa petição em seu início, e sei que com essa petição, não se espera que os EUA façam alguma coisa, mas sim que se pronunciem à respeito, e com isso, obrigue a imprensa aqui a tocar nesses assuntos. Bom, parece que já está dando certo, pois está aqui no seu blog, correto? Então já cumpriu muito de seu papel. E é o que se espera, que pelo menos, a Casa Branca se pronuncie, o resto, as pessoas – democratas – que estão despertando aqui, farão o que estiver ao seu próprio alcance, aliás, já estão começando a fazer. Então Setti, sem perceber, você já está reverberando e contribuindo com a causa. Espero que tenha compreendido agora. Mas se acha que estou errado, digo que para entender como age a direita, precisa pesquisar o que realmente pensa a direita, mesmo que você não se encaixe nessa descrição, por exemplo, acompanhe as postagens de Olavo de Carvalho, isso seria o mínimo, aliás. Ah, parabenizo-o pela citação ao Foro de São Paulo, antes mesmo desse post sobre a petição, quando citou sobre como foi noticiado na Guatemala, o resultado das eleições brasileiras. Abraços.

  • Sivini

    Engraçado, o PT cansou de denunciar o Brasil na OEA e nenhum jornalista comentou. Nas eleições, uma firma venezuelana, envolvida em fraudes eleitorais nas Filipinas e em Chicago, foi responsável pela contagem de votos, de forma secreta, na apuração presidida por ex funcionário do PT, o Toffoli, e a mídia quieta. Agora usa-se a página da CB para divulgar está bolivarizacao e o colunista tem um faniquito.

  • Moacir 1

    Prezado Setti,
    Parabéns pelo post.Irretocável.
    Eu só faria um questionamento aos saudosistas verde-oliva que, de medo da venezuelização das nossas instituições – que ainda funcionam!!- clamam pelas casernas e, agora, pelos marines.
    Seguinte:
    Quem é que comprando o petróleo venezuelano, fornece os petro-dólares que alimentam a revolução bolivariana do Maduro?
    Abc

  • Duda

    Meu comentário anterior foi grosseiro de acordo com a moderação, pois bem, não aceito que nenhum pais interfira em nossos assuntos internos, a maioria elegeu e ponto final. (Apesar ser contra a crença de muitos).
    muitos falam em um pais divido, sim estamos divididos, mas nada justifica pedir que outra nação interfira em nossa soberania, já basta um VENEZUELANO vir aqui para treinar uma quadrilha que quer pela força e com apoio de certas autoridades invadir, destruir e inviabilizar áreas de plantio que durante os últimos 13 anos seguraram a balança comercial e possibilitou o aumento e a continuidade das politicas sociais (Bolsa isso ou aquilo).

  • Ex-marxista

    Ok, Setti. Foi um desabafo pessoal e um modo de dizer que não devemos obedecer a qualquer ordem estabelecida. As tiranias justificam a rebelião e o “bolivarianismo” é um modelo de tirania (dissimulado de democracia).

    Servir a uma ordem “bolivariana” é que é traição à liberdade e à verdadeira democracia.

    E não se deve esquecer que o projeto é continental e não se circunscreve ao Brasil. pensar o contrário é ingenuidade.

  • Romano

    Sr.Setti,

    Não sejamos ingênuos: o mundo está todo conectado e a política se dá em meio à guerra de pressões, confrontos na mídia e propaganda. Esta petição é apenas mais uma peça nesta guerra. Será que o senhor não sabe disso?

  • Mike

    Setti, que você não concorde, tudo bem. É direito seu que eu respeito. Mas não acho que seja “complexo de vira-latas” ou coisa pior. É apenas e tão somente pu-bli-ci-da-de, botar a boca no trombone, mostrar para o mundo lá fora o que se passa aqui, só isso!
    É óbvio que quem vai resolver a parada somos nós. Washington jamais interferiria aqui — esses tempos são outros — ainda mais tendo um presidente como Obama, tão soft.
    O que temos aqui e que você talvez não tenha percebido, é uma disputa assimétrica entre aqueles que estão no poder e os que a ele se opõem. Com raríssimas exceções, poder econômico e mídia disputam a tapas a primazia de puxar o saco oficial, quase ninguém se dispondo a patrocinar ou divulgar o que temos a dizer. Assuntos como Foro de São Paulo continuam como tabu na imprensa e é neste foro que o dinheiro do BNDES, refinarias expropriadas e nunca pagas, perdões de dívidas estrangeiras, maga-portos e que tais são “negociados” entre compadres. Assim posto, que mal há em procurar ouvidos menos moucos noutras praças? Na minha opinião de vira-lata-que-morde, nenhum!

  • Paulo Suniga

    Essa petição foi de uma ingenuidade sem tamanho, a aberração que é o comunismo se combate com mais democracia e voto consciente e não com e não com demonstração de incapacidade.

  • mario fernandes

    Não publico em hipótese alguma comentários que defendam, estimulem ou mostrem tolerância com a ruptura da ordem constitucional.

  • ROBERTO

    Valeu, Setti. Mas o fato é que realmente somos incapazes de resolver nossos problemas internos. Eu mesmo me cansei da promessa do Brasil ser um país do futuro. Escuto isso desde criancinha. Infelizmente, o Brasil é um ACAMPAMENTO DE PIRATAS. É um roubando o outro ou querendo levar vantagens. Olhe para as cercas de arame farpado, os cacos de vidro nos muros ou as câmeras de proteção ao redor das casas. É de causar espanto! O Brasil sempre foi explorado ou saqueado de diversas formas, desde sua colonização. O DNA do brasileiro, que tem o germe de piratas, exploradores, sanguinários, corruptos etc continua o mesmo, apenas se aperfeiçoou com o tempo. Muitos dos nossos parlamentares são financiados pela máfia (drogas, empreiteiras e outros tipos de tráficos). A população não sabe bem disso. Nossas leis e o sistema penal, como um todo, não funciona, e a intenção é essa mesmo. Afinal, eles não querem ser alvo da própria torpeza. O número de pessoas bem intencionadas que querem reverter esse quadro não vence uma eleição presidencial; já os alienados, mal formados ou dependentes do governo só aumentam. Nossa educação é péssima, e é estatística que o brasileiro produz muito menos do que qualquer outro trabalhador do primeiro mundo. Desde a CF/88 não houve uma reforma significativa na legislação tributária ou na CLT. Os sindicatos são o quinto poder nesta república (um poder quase que paralelo). Possuem ideologia partidária e interesses próprios – acima mesmo dos interesses dos trabalhadores. As coisas não avançam. Reforma política e eleitoral, nem pensar; nunca tiveram interesse em fazer. E, assim, o gado é mantido confinado e alimenta toda essa estrutura podre para o bem dos detentores do poder, que agora contam com o uso estratégico da mídia (o sexto poder da república). Não bastasse este quadro desolador, volta e meia vivenciamos, na América Latina, um bando de vagabundos frustrados na sua juventude brincando de anos 60, e com todas aquelas idéias ou ideologias falidas marxistas ou socialistas – mortas há mais de 25 anos, desde a queda do muro de Berlim. Não é a toa que muitos brasileiros que perceberam isso, e não querem usar o resto de suas forças de vida em vão, gastando vela para defunto, estão vivendo em outro país. E, para muitos que chegaram a esta conclusão, não há diferença entre ajuda externa internacional ou a simples troca de nacionalidade.

  • jose

    Porque voce e outros jornalista no passado nao nos alertou,de que o PT e de esquerda socialista, comunista, marxsista,pois o Brasil e terreiro dos Estados Unidos.

  • joel lima

    O único lado bom de falar sobre esse petição sem pé nem cabeça é que me relembrei do Marcos Sá Correia. Até guardei uma vez um artigo dele em que ele mencionava os relatos do então prefeito Graciliano Ramos – isso em plena era Collor, se não me engano. Se o velho Graça só tivesse parado naqueles relatórios já teria seu nome garantido no olimpo dos grandes escritores brasileiros. Dei uma pesquisada para ver onde ele estava e descobri, chocado, que ele sofreu um acidente e, parece-me, está afastado da imprensa. Espero que ele esteja bem.

  • Anderson C Moraes

    Eu gostaria de lembrar a todos que quando Hitler estava dominando o mundo e já estava dentro da França pronto para invadir a Inglaterra, e aí seria o domínio de quase a totalidade da Europa, o EUA foram o fiél da balanca contra o regime autoritário que tirava vidas e mais vidas da terra.
    Hoje temos um regime que caminha para uma tentativa de autoritarismo resguardadas as devidas proporções e não se pode sequer comunicar a grande potência econômica e liberal para ao menos fazer suas restrições ao modelo por ora querendo dominar a America Latina

  • Anônimo Paulistano

    Setti pergunta: “Somos tão viralatas que não podemos lidar com nossos próprios problemas?”. Somos sim, temos pencas de problemas insolúveis, governo central corruptor e corrompido, economia, educação, segurança, infraestrutura, tudo em frangalhos, para complicar um judiciário que não está acima de suspeitas, sistema eleitoral idem, caixas de empresas estatais servindo de pasto gordo ao partido do poder, temos sido incompetentes, sim, para não dizer vira lata que é um animalzinho pra lá de nobre e não merece figurar nesta peleja imunda, isso não quer dizer que não lutamos diariamente para mudar este rol de situações asquerosas que meteriam nojo em qualquer cidadão que exerça de fato a sua cidadania, sinto muito, mas por enquanto a nossa incompetência está perdendo é de lavada para o banditismo instalado.

  • Winston

    O ministério dos sonhos de um governo de todos, por todos e para todos os brasileiros, não poderia deixar de ter na pasta das Comunicações, um jornalista.
    Afinal, por que até hoje, a pasta das Comunicações, costumeiramente, é passada ao largo de quem entende do assunto, sobretudo nesses dias em que, mais do que nunca, “a imagem é o veículo”, ou, “o meio é a mensagem”, como sentenciara, profeticamente, Marshall Mcluham?
    Bem, no ministério dos sonhos, dos melhores das diferentes partes, o nosso ministro das Comunicações deveria ser, sem favor nem incenso, Ricardo Setti.
    Por quê?
    Porque, quem escreve um texto como esse, com ampla perspectiva, e intensa profundidade, numa síntese de meia dúzia de parágrafos, demonstra dispor, com sobras, da experiência, maturidade, visão e valores compromissados com o que há de mais essencial para conferir legitimidade e credibilidade às instituições democráticas, a soberania, a autodeterminação dos povos e o estado de direito.
    Disparado, com todo o respeito e deferência aos excelentes blogueiros de Veja, Setti passeia por todas as searas, do futebol á política, da estética à ética, do entretenimento às artes cênicas, com uma desenvoltura poucas vezes vista.
    Sempre de forma independente, crítica e apegada à verdade factual; sem deixar de lado o jornalismo de opinião, na melhor tradição de Gay Talese.
    A coluna, neste post, deu um “show” à parte, de política e relações internacionais, diplomacia e soberania nacional, com a elegância de sempre.

  • geova de souza

    A ordem institucional ja esta rompida pelo pt so nao ve os idiotas e covardes q estao dexando o paiz naufragar.

  • golpista da oscar freire

    Há tempos venho deletando seus comentários imbecis, e assim continuarei a fazer. Hoje, porém, quero lhe enviar uma mensagem: vá para o diabo que o carregue.

  • Sciment

    Ok, Setti talvez você tenha razão. O problema é que as nossas instituições que deveriam zelar por nossa democracia, estão infectadas com a praga comunista; STF, OAB, TSE… e não resta a menor dúvida de que esta eleição presidencial foi uma TREMENDA FRAUDE, o presidente eleito, não assumiu. E pra encerrar, Obama é um comunistinha enrustido, a petição foi para a pessoa errada, não está na terra quem pode livrar o país do inferno bolivariano.

  • Maria de Lourdes

    Pois é Setti, e não é que a nossa petição já está dando resultados??? O objetivo era esse mesmo, apenas chamar a atençao lá fora, já que aqui a mídia é chapa branca. Não falam nada sobre o Foro SP e as verdadeiras intenções deles, para com o Brasil e América Latina. O desgoverno Dilma favorecendo as ditaduras comunistas nunca foi questionado a fundo. É isso que queremos, chamar atenção para os desmandos no Brasil. Ninguém espera pelo desembarque da tropa do Tio Sam no país. Agora, que vocês deram muito espaço a muitas loucuras ditas e feitas pelo Lula e Pt antes e durante o desgoverno dele, a isso vocês não podem negar. Em fim, ganhamos espaço no seu blogg. Queremos que vocês questionem o Foro SP. Muito obrigada! Fora comunismo bolivariano! Democracia, sim!

  • marcus

    Me desculpe, mas prefiro ver o Brasil um mero protetorado americano do que nas mãos desa corja que aqui esta. Prefiro ter minha liberdade “cerceada” pelos EUA do que ter esta “liberdade” pregada por esta corja.

  • Jose Maria

    Temos problemas sérios a resolver, o comunismo bolivariano (cubano) nos cerca por todos os lados, governo e seus seguidores espalhados em toda a América Latina. Qualquer ajuda será bem vinda.

  • André Guedes

    Setti, você não entendeu nada… O objetivo é chamar a atenção do mundo para o que está ocorrendo na América Latina – e isso não tem nada a ver com solicitação de intervenção norte-americana.
    .
    Vocação pra capacho é ficar no Brasil almejando tirar o PT do poder pelas vias democráticas convencionais (urnas eletrônicas), cujo papa é ninguém menos que Dias Toffoli. É impossível cortar a cabeça da hidra enquanto outras vinte estão nascendo. É necessário chamar atenção internacional para o que está acontecendo no Brasil e gerar comoção popular. A única maneira de tirar o PT do poder é informando as pessoas do plano nefasto que pretendem para o Brasil, tornando o ambiente hostil a qualquer investida bolivariana.

  • Neile

    Não concordo com você por várias razões :1 -O bolivarianismo está se propagando na América Latina e os Estados Unidos podem ,sim,tomar algumas providências. 2- Resolvermos os nossos problemas sem ajuda de ninguém é muito difícil porque o PT domina quase tudo.Ex:Poder Judiciário,o
    Poder legislativo ,uma grande parte da mídia e por aí vai.Você acha mesmo que os envolvidos no Petrolão vão ser castigados?Se os Estados Unidos não tivessem forçado a entrega de dados para investigação,o Petrolão iria acabar em pizza.Veja que indiretamente eles estão nos ajudando.3 – A globalização não permite que você viva como uma ostra e de qualquer forma a petição chega ao conhecimento dos desgovernos da Bolívia ,em Cuba ,na Argentina ,no Equador , na Venezuela ,etc
    4-É uma maneira de chamar atenção para o que reivindicamos e de certo modo pressionar por todos os lados para que sejamos ouvidos.
    Esperar interferência direta deos Estados Unidos ,jamais.Queremos mostrar ao mundo que estamos sendo reféns de um bando de ladrões.

  • mariza

    Essa vai para o Paulo Suniga aí embaixo:
    Vc falou em voto consciente para combater o comunismo. Nós votamos consciente, mas com essas urnas eletrônicas, impossível eleições decentes no Brasil. A corrupção é um câncer e corruptores e corrompidos não abrirão mão do poder. As petições servem para chamar a atenção “lá fora” do que se passa aqui, uma vez que a boa parte da imprensa brasileira trabalha a favor do governo.

  • Ana Paula

    Então , se enquadre como capacho , por que a investigação da Petrobrás , só não vai acabar em Pizza por que tem um grupo Americano na parada !!!!

    Eu compartilho da indignação generalizada contra a nossa vergonhosa política externa, contra o baixar cabeça para Cuba e outras ditaduras, Ana Paula. Só acho que um erro não justifica outro.
    Quanto à Petrobras, mecanismos dos Estados Unidos estão se movimentando para investigar a roubalheira em virtude de LEIS existentes, e do fato de que as ações da empresa são negociadas na Bolsa de Nova York.
    Espero que essas investigações frutifiquem e ajudem a levar gente para a cadeia, sobretudo se constatarem – não sei se poderão fazer isso – que o roubo se destinou aos cofres de partidos que apoiam o lulalato.
    Esperar que LEIS e tratados internacionais funcionem não configura qualquer viralatismo.

  • glauco kurtzman

    um pais que nāo consegue nem fazer saneamento basico por conta própria é mais do que capacho, é latrina mesmo.

  • Sandro

    Não publico em hipótese alguma elogios, enaltecimentos ou mesmo justificativas para o golpe militar de 1964.

  • RONALDE

    Setti, você concorda com a intervenção americana a favor da Ucrânia, contra o Irã, contra o EI, contra Cuba? Se concorda, por que os EUA não podem interferir no país com medidas econômicas para tentar impedir a cubanização e a venezualização do Brasil?

  • Rodrigues

    Tudo bem que não precisa chegar a tanto, todavia, toda nação que culturalmente preserva as lições das barbáries provenientes de certas ideologias políticas tem o dever de vigiar, alertar e até intervir, não militarmente, mas, com políticas de pressão que esvazie o poder de ação desses alucinados, prova disso é o que está sendo feito agora contra a Rússia, por discordar de suas iniciativas. Todo adulto é responsável pelos seus atos, e a lei os condena pela sua transgressão porque tem o dever de saber o que é certo ou errado, não é assim com uma criança, porque é inocente quanto aos seus deveres, um povo oprimido e ignorante dos seus direitos, feito súdito de velhacos dominadores, pode estar sendo digno de proteção como criança, mesmo que seja estrangeira.

  • Luciana S.

    Sou totalmente contra qualquer retrocesso que possa nos fazer retomar o caminho do autoritarismo, mesmo porque vivi aquela época. Jamais admitiria qualquer atitude nesse sentido. A ordem constitucional não deve ser rompida, concordo plenamente. Dito isso, gostaria de reforçar minha preocupação como cidadã brasileira que faz parte dos 51 milhões que foram as urnas dizer não ao PT e que diante de tudo que está acontecendo no país, não confia mais nas instituições que estão vergonhosamente sendo aparelhadas diante de nossos olhos incrédulos. Em uma democracia o povo tem as armas mais poderosas nas mãos, que são o voto e a imprensa livre. Contamos nos dedos os jornalistas isentos que podem nos ajudar nessa luta. A única coisa que nos cabe então, é esperar a próxima eleição e depositar em vão, nossa esperança em uma maquininha de votar que pode ‘transformar’ os números a conveniência deles? Nesta toada, nunca seremos maioria e o governo que deveria ser o primeiro a garantir toda a transparência necessária a uma verdadeira democracia, definitivamente não cumpre este papel. Se desalento me torna uma vira lata, devo pois aceitar resignada meu destino. Só posso lamentar muito ter nascido no Brasil.

  • Sheila Prass

    Capacho já estamos sendo….de Cuba.

    Também acho, Sheila. Nossa política externa é uma vergonha, como já externei aqui, por escrito ou na TVEJA, incontáveis vezes. Mas um erro não justifica outro.

  • Tânia

    Setti, a petição teve o objetivo de alertar os americanos ( não propriamente Obama, visto que, ele é vermelhinho)sobre o mal comunista que se alastra pelo mundo, tendo como ponto de partida, a comunização da América Latina e do Caribe. Se ligue mais no que se passa no teu país, caro Setti e una-se aos que estão tentando fazer algo por esta pátria.

  • Dean

    Jamais pensei que em 1 única semana ia discordar 2 vezes com você Ricardo. Com todo respeito, discordo TOTALMENTE deste seu artigo. Apoio 100% a petição! E lembro que também discordo da sua opinião de que o Brasil não está dividido (está dividido sim!). É bom discordar, mas confesso que desfrutava muito mais as identificações que tinha com seus escritos. Acho que você deu uma guinada para o lado da ingenuidade… ultimamente você anda expressando mais seus próprios desejos do que quer enxergar, do que a dura realidade. Tudo sem mencionar que ignora o que acontece na Venezuela, Argentina, Bolívia etc… no sentido de que NO percebe que exatamente o mesmo está acontecendo no Brasil… e ao invés de denunciar, colocar a boca no trombone, gritar aos quatro ventos… você se preocupa com bobagens, superficialismos etc. Mas ainda não desisto de você, e continuarei lendo suas postagens.

    Apesar da brutal injustiça que significa afirmar que eu “ignoro” o que acontece na Venezuela, Argentina ou Bolívia — que foram objeto de pelo menos 200 posts, DU-ZEN-TOS posts, neste blog –, publico seu comentário porque este é um espaço democrático.
    Quanto ao Brasil dividido, não foi opinião minha, foi uma CONSTATAÇÃO magnificamente feita pela revista VEJA que mostra, sim, um país dividido. Mas, se você realmente leu o post e não o está criticando sem ter lido (coisa muito comuçm por aqui), verá que o que a reportagem levantou foi que houve, de fato, uma divisão — mas não geográfica (Norte/Sul), e sim por faixa de renda.

  • zico

    Esse papo de vira-lata é coisa de petista ,ta com medo de ser explorado por imperialistas e acha mesmo que temos oposição e justiça para barrar esses criminosos , perai amigo , é pra chamar a atenção ou acha mesmo que os americanos vão invadir essa zona , melhor invadir o iraque lá tem menos assassinatos.

  • Ira Santa

    Me desculpe, mas vejo essa petição mais como uma ‘carta aberta’ ao mundo civilizado sobre o que acontece por aqui.
    Dada a política externa que o Brasil tem executado nos últimos anos, é muito bom termos um canal de expressão, no caso, essa petição.
    A realidade, é que 53 milhões votaram no Aécio, mas foi Dilma e seu projeto bolivariano é que ganharam.
    Fato.
    Não houve vitorioso ‘moral’, houve a derrota dos democratas.
    Se não temos como atingir democracia plena no Brasil, não somos vira-latas por fazer um apelo e uma alerta ao mundo sobre o que acontece aqui.
    Não creio em intervenção americana, mas o recado tem de chegar ao mundo civilizado, que por anos a fio tratou a pão-de-ló nossos comunistas.
    Passamos anos sendo envergonhados pelo mundo inteiro por Lula, Dilma e Itamaraty.
    Que saibam que nem todos no Brasil idolatram essa corja.
    E não sou vira-latas coisa nenhuma.

  • Kalá Junqueira

    Ironia …pensarmos que pode a Justiça Americana “resolver” POR NÓS a mega roubalheira na Petrobrás e nós, nem tanto. Assinei a petição esperando zero desse Obama, mas torcendo por publicidade mundial sobre este problema que não é do Brasil, apenas. É internacional.

  • GUILHERME

    Ricardo, vc já considerou que podemos estar no início de uma Segunda Guerra Fria? A CNN já está considerando…
    http://edition.cnn.com/interactive/2014/11/world/russia-west/?hpt=hp_c1

  • DIROFF

    Não publico em hipótese alguma comentário que defenda, exalte ou memo tolere a quebra da legalidade constitucional.

  • jaimeff

    Não sejamos ingenuos,jamais sairemos sozinhos.

  • Zeno

    Uma agradável surpresa o posicionamento do blog contra esse besteirol insano, uma vez que, frequentemente, este espaço serve de reduto para a adoração aos EUA. Por outro lado, é lamentável observar a ridícula subserviência de muitos leitores.

  • FILÓSOFO

    Congratulações ao jornalista Setti pelo excelente “post” – demonstrando além do seu conhecimento histórico e jornalístico, a sua vocação democrática. Em “post” anterior fui insultado pelos signatários desta vergonhosa petição, que acima de qualquer ideologia, é um atentado à soberania do país e nos expõe a humilhante condição de “capacho” dos EUA. Como bem afirmou um esclarecido leitor naquele “post” :
    “O esdruxulo e patético pedido já foi devidamente ridicularizado pelos americanos ,que ,por sinal, avisaram aos tais pedintes (liderados e incitados pelo notório Olavo de Carvalho através de sua pagina no Facebook) q ali não é lugar de reclamação de estrangeiros, diz respeito apenas a petições de cidadãos americanos”.
    OBSERVAÇÃO : Obviamente o ilustre filósofo e prof. Olavo de Carvalho, o guru da “DIREITA RAIVOSA”, tinha que estar envolvido nesta “quartelada”.
    .
    .
    Vou aceitar prazerosamente a sugestão literária do Setti e inteirar-me da obra do Marcos Sá Correa, sobre a “assistência” que os EUA deram ao Golpe de 64.
    Além disso, a revista SUPERINTERESSANTE editada pela EDITORA ABRIL CULTURAL ( a mesma que publica a VEJA ) em sua edição nº 330 ( Março/ 2.014 ) traz uma reportagem de capa assinada pela jornalista Jennifer Ann Thomas cujo título é : OS EUA NO GOLPE DE 64 – Arquivos secretos recém-revelados não deixam dúvidas : sem o OK dos Estados Unidos, o Golpe Militar não teria acontecido.

    https://d35x247ltsc0dr.cloudfront.net/catalogue/magazine_issue_cover/uploaded_image/53172ab6052fab296300007d/cover_51f33d5d-07c9-419b-a632-64888fbf9bb1.png?cover_etag=3f89f54b73bf0923a4a1e9b826d97957

    Desculpando-me pelos arrazoados e abstendo-me de criar mais celeumas, despeço-me então,

    EMBRACES.

  • DIROFF

    Você menciona pessoas que se “vendem” com grande familiaridade. Experiência com a própria família?

  • Renzo

    Com o judiciário todo aparelhado a quem mais podemos recorrer ? Setti, acho q vc não entendeu a intenção da petição. O principal objetivo dela é chamar a atenção da maior democracia do mundo a se pronunciar contra o bolivarianismo e expandir o debate, e não implorar p uma intervenção americana.

  • marco

    Toda ajuda será bem vinda para tirar essa CORJA do poder.

  • SANDRA

    Essa petição eu assinei sim, acho que se 51 milhões de brasileiros votou contra esse governo, porque não conseguimos provar a vitória. Essa petição quer chamar a atenção para o que está acontecendo nesse País, tendo em vista que a oposição contra esse vermelhos comunistas, não está conseguindo. Diga nos em quem contar? não somos capachos de maneira alguma! Temos mesmo que que exigir que não queremos o comunismo.

    Contar conosco, como nossa capacidade de mobilização, de pressionar as instituições e, se necessário, ir pacificamente às ruas, como milhões foram durante o magnífico movimento das Diretas Já, em pleno regime militar.

  • maria medeiros

    SETTI, A MEDIDA QUE VOU LENDO OS COMENTÁRIOS, SINTO QUE MINHA INDIGNAÇÃO NÃO VEM SOMENTE DE MIM, POIS ESTOU INDIGNADA COM A SUA POSIÇÃO NOS CHAMANDO DE VIRA LATAS!! queremos chamar a atenção mundial para o que esta ocorrendo em nosso país,onde estamos reféns de um partido maldito, que compra e corrompe tudo e todos com nosso próprio dinheiro, onde não adianta tentarmos nos livrar deles democraticamente,pois as urnas são fraudadas e todos os setores aparelhados por esta quadrilha!!Somos 50 milhões, e estamos de mãos atadas, porque, a midia é comprada, a jusiça é comprada, e os chamados de oposição são frouxos e coniventes !! Espero que vc entenda agora a nossa angustia, e nos ajude a encontrar soluções, ao invés de ficar nos criticando!!

    Uma das soluções foi encontrada, em outubro, por 51 milhões de brasileiros.
    Há várias outras. Basta você pensar um pouco.

  • celia

    Fiquei chocada! Os brasileiros perderam a esperança com todas as INSTITUÍÇÕES. Aqui no Brasil tudo acontece, e só depois um ou outro começa a tomar alguma atitude de não dá em NADA. Todos que assinaram a petição sonharam com o fim desse CRIME que assola o país e ninguém consegue fazer mais nada. O BRASIL ESTÁ QUEBRADO.. A maioria da oposição dormiu esses anos todos e o MAL caminhou à passos largos. Venho sempre ler seus artigos. Espero que reveja nos chamar de vira latas. No meu conceito os vira latas são esses que ficam esperando que alguém aqui no país bandido tome atitude. Vai tomar NADA! Vivemos só de palavras e palavras. Cadê ação pra retirar essa criminosa do PODER que não chegará ao fim, pq não é presidente do Brasil é sim uma criminosa que finge que governa. Que pena! Temos uma oposição gelatina, e os apoiadores vira latas..

  • Augusto

    Seu comentário covarde, canalha e mentiroso foi deletado. Vá para o diabo que o carregue. Você fala por experiência própria, no texto que foi para o lixo?

  • Marco Felix

    “Se nós, brasileiros, abrirmos mão de resolver nossas próprias encrencas, não merecemos o país melhor, mais justo, mais livre e democrático que desejamos.”.
    Realmente, como está no final do texto, o Deputado Federal Paulo Maluf não pode sair do Brasil porque tem ordem de prisão internacional contra ele e determinado pela justiça Norte Americana, motivo lavagem e não para porco mas de dinheiro da prefeitura de São Paulo.
    A justiça Britânica confiscou milhões de reais desse mesmo deputado por ter sido desviado da mesma prefeitura a de São Paulo e agora a justiça Francesa já marcou o julgamento para março do mesmo, sim ele, o Paulo Maluf por lavagem de dinheiro e o julgamento será em Paris e claro não estará presente pois senão será preso pela ordem de prisão anterior.
    E sem falar que um banco Alemão já fez um acordo com o MP paulista para não ser processado por ter “lavado” involuntariamente dinheiro do Paulo Maluf e agregados.
    E aqui, o que as autoridades, sejam lá da onde forem essas autoridades fizeram? nada e com a Petrobras provavelmente será o mesmo. Até agora o Teori nada fez e já se passou tempo de mais e pelo menos alguma determinação já deveria ter sido produzida e nada.
    Brasil? sim Brasil e pelo jeito vamos ver alguma providencia sendo produzidas por outro país pois lá as leis são rígidas e quando não cumpridas, pune-se os que tiverem que ser punidos e com rigor.
    Sim vergonha nossa e só nossa.
    Até quando?

  • Dacem

    Sr Ricardo Setti, vou ser educado com o Sr. Não sou viralata e não tenho vocação para capacho. Tenho 67 anos e trabalho desde os cinco anos. Nunca votei no PT e sempre procureiVotei no Aécio

  • Sherlock

    Setti,
    Respeito sua posição, mas discordo.
    Assinei a petição e assinaria novamente.
    Não vi a iniciativa como um pedido de socorro ou de intervenção dos EUA no Brasil. Mas tão somente como uma tentativa de fazer a expansão bolivariana, socialista, totalitarista (ou outro nome que queiram dar) ganhar manchetes e, quem sabe, chamar a atenção de mais pessoas para as parcerias perversas pelas quais o governo petista vem optando, pois muitos parecem ainda não ter se dado conta disso. Quem sabe uma palavra ou duas da Casa Branca faça o não-assunto virar, finalmente, assunto!
    Abraço.

  • julia

    Infelizmente nao se trata de complexo mas de constatacao. Somos vira latas. Num pais que 50 mil sao assasinados por ano, 40 mil morrem no transito, bilhoes se esvaem pelo ralo da corrupcao, nao nos resta alternativa alem de nos reportarmos a um pais visivelmente melhor que o nosso para implorar socorro. Nao existe mal nenhum em reconhecer limitacoes. Humildade é sem duvida um otimo recomeco para um pais infestado de ladroes e fascinoras em todos os niveis da sociedade assombrando as pessoas de bem.

  • Dacem

    Sr Ricardo Setti, vou ser educado com o Sr. Não sou viralata e não tenho vocação para capacho. Tenho 67 anos e trabalho desde os cinco anos. Minha vida sempre foi trabalho e quando pude estudei com recursos próprios. Nunca votei no PT porque sempre desconfiei da honestidade desse partido e sempre senti o fedor maligno que se desprende do espírito do Lula. Votei no Aécio acreditando que os brasileiros teriam um porto seguro a ser buscado. Constatei que o Brasil não tem oposição política de confiança e o povo está ao Deus dará. Se o Obama fosse uma esperança ainda que tênue e distante, porque não buscá-la ? Não sei para onde o Brasil vai. O povo não tem esperança naqueles que deveriam representá-lo. Não podemos alterar o que está aí porque nos falta união e determinação. E aí alguém nos rotula de viralatas capachos. Obrigado Sr. Setti, e o SR. não passa de mais um cego.

  • marcello fonttes

    Interessante, belas palavras, até deixa vislumbrar resíduos de sadias intenções. Mas, a realidade não se dobra a bons propósitos ou a vocábulos virtuosos.
    Qualquer pessoa com um pouco de bom senso será contra qualquer submissão e/ou violência. Mas, o ignorante brasileiro está cara ‘a cara com a situação que durou 70 anos na antiga União Soviética e que hoje está entregue a máfias que antes eram mílicias do governo. A Coréia do Norte desde os anos 1950 vem violentando os cidadãos, que hoje, carregando estígmas gerados pela servidão, pouco se diferenciam de uma criança pré-escolar, tamanha incapacidade de discernimento adulto. Ainda vivem na idade de culto e veneração de uma personalidade que, com alguma indulgência poderíamos denominar de personalidade psicopática – aliás, Moisés precisou de quase 30 anos vagando pelos desertos para que as gerações mais antigas retiradas do cativeiro egípicio, deixassem de influenciar os hebreus, pela morte -. Só poderemos continuar falando em LIBERDADE se desfrutarmos de alguma. O comunismo já está ditando normas diárias. Sei que nada dura para sempre, mas, também sei que somos os únicos responsáveis pelos nossos destinos.
    Não assinei nem assinaria uma petição, mas, entendo o desespero que começa a se instalar no coração das pessoas que começam a ler nos fatos de todos os dias, os quadros pertubadores que anunciam a grande catástrofe chegando. Quando o náufrago perde as forças costuma se agarrar a qualquer coisa ou a qualquer um. Não há vergonhas nem culpas no sofrimento não buscado.
    Nao sei quanto ao ilustre jornalista, mas, no meu peito já não cabe mais o tamanho da indignação. Alguma coisa precisa ser feita. Acredito mesmo, que a época só das palavras, findou. Já estamos no ponto sem retorno… . Rogo ‘a Deus para estar enganado!

    Se você não conhece minha indignação é porque nunca leu o blog ou nunca me viu na TVEJA. Espero que o faça a partir de agora.

  • Angelo Losguardi

    Setti,

    Você não ignora o perigo deste clubinho bolivariano pro Brasil, mas muitos chefes de estado mundo afora ignoram ou fingem ignorar a situação. Até um dia desses, um cachaceiro proto-ditador era chamado de “o cara”. A petição, como diz claramente em seu enunciado, não é pra cercar o Brasil de esquadras, mas sim para que eles SE POSICIONEM. Detonar a democracia do Brasil no escurinho é muito mais fácil, mas se não contar com a negligência ou cumplicidade dos países relevantes aí pode ser que a coisa complique. Acho que você está fazendo tempestade em copo d’água.

  • Raphael

    Você está equivocado em sua análise, Setti. A petição pede apenas uma posição da Casa Branca sobre a expansão do comunismo na América Latina – ainda que o termo bolivarianismo fosse mais preciso. O pedido é que a Casa Branca se manifeste sobre a expansão desse populismo de inspiração socialista na América Latina, um fato bastante perceptível. Essa manifestação pode ser, e seria o mais provável, uma simples menção de repúdio a esse modelo de governança e reafirmar o compromisso de colaborar para fortalecê-la no mundo. Os EUA são a mais importante democracia do planeta, reconhecidos mundialmente por defendê-la, assim como as liberdades individuais.Nada absurdo em solicitar apoio dos EUA para quem compartilha os mesmos valores, lhes dão a mesma importância e deseja protegê-los diante de uma ameaça real. É óbvio que se houvesse uma menção seria sutil, elegante e genérico, para não causar uma crise diplomática numa interferência agressiva na política nacional. Porém, seria perfeitamente razoável que os EUA sinalizassem uma atenção com a solidez da democracia no continente. Você distorceu o propósito da petição, fazendo uma conjectura sobre uma intervenção hiperdimensionada, quando o que se pede é apenas uma posição, como aliás o Brasil deveria ter tomado em relação à Venezuela, por exemplo. A manifestação de apoio ou repúdio sobre determinados temas em relação a países ou regiões faz parte da diplomacia mundial – o Brasil se manisfestou recentemente sobre o conflito entre Israel e o Hamaz – e não significa necessariamente uma interferência desrespeitosa. Pensar assim é incorrer em um nacionalismo estúpido, alinhado com um tacanho discurso de “anti-imperialismo”, tão comum nas esquerdas.

  • Fernando Pawwlow

    Caro Setti, o momento de dar o grito para o mundo foi quando anunciou-se como o Segundo Turno seria conduzido pelo Min.Tóffoli.Penso que uma renúncia à candidatura por parte de Aécio Neves acompanhada de carta ao mundo(que incluísse narrativas documentadas de eleitores que tiveram a surpresa de encontrar seus votos já feitos a chegarem ás seções eleitorais)explicando que uma eleição baseada em ataques pessoais e intimidação aos beneficiários de programas sociais não poderia ser legitimada com a permanencia da candidatura teria tido eficácia letal aos planos do PT.Agora é tarde-é labutar na oposição, dando o melhor na denúncia das mazelas que certamente marcarão presença neste mandato.A estrada é longa e não será uma petição à Casa Branca que configurará atalho.
    Saudações do Pawwlow

  • Dean

    Ricardo, com todo respeito:

    1) Se a gente assina petições fora do Brasil, é porque não sentimos nos nossos políticos, jornalistas e mídia em geral, a oposição que o grave momento do Brasil demanda. Os poucos jornalistas potáveis (você, Revista Veja etc), ademais de poucos, ainda as vezes dão mancadas feias apoiando o inimigo. E eu entendo perfeitamente seus direitos e liberdade de expressão/pensamento. Apenas peço para você não atacar o direito de 140 mil pessoas, que assinaram essa petição.

    2) O Bolivarianismo, assim como EBOLA, é uma doença que chega de fora. Portanto, não existe nenhum problema em fazer denuncias internacionais, inclusive alertando outros países da infestação e contágio da doença no Brasil. É ridículo o que você escreveu de intervencionismo ou brasileiro cuidando de brasileiro.

    3) Algumas percepções suas são em tempo PRESENTE, sem enxergar o FUTURO. No PRESENTE você não enxerga determinados perigos, e isso leva você ter percepções ingênuas e superficiais. Esse foi o sentido da minha frase sobre Venezuela, Argentina, Bolívia etc: Você conhece o PRESENTE, mas acha que o FUTURO jamais ocorrerá no Brasil. Esse é seu erro. Aliás, é o erro da maioria dos brasileiros, que acham que o Bolivarianismo é uma paranoia, que jamais ocorrerá no Brasil.

    4) A reportagem reproduzida no seu blog, que nega uma divisão no Brasil, não afirma apenas a mera existência de uma divisão baseada na faixa de renda, e sim, comete inúmeros erros, dentre os mais graves: Alimentar os falsos mitos do PT, de que é um partido dos pobres, que suas políticas sociais são exitosas etc.

    Volto a repetir: Sou seu leitor de longa data, me identificando com a maioria dos seus aportes. Mas é justamente por me sentir muito identificado com suas costumeiras análises, que reajo quando NÃO me sinto identificado. Ao meu ver, um erro seu é mais grave do que um erro dos inimigos (faço questão em chamar o Bolivarianismo / PT de inimigo).

  • ubrazil

    Boa noite, Ricardo:
    Tomo a liberdade de ocupá-lo um pouco mas gostaria que me esclarecesse um ponto: concordo com você quando diz que devemos resolver nossas próprias encrencas, mas fica uma interrogação: devemos ficar assistindo de braços cruzados nosso país ser sub-repticiamente invadido por Cuba, Venezuela, Bolívia, Nicarágua e outras republiquetas tais com seus escatológicos ideais bolivarianos? Você acredita mesmo que nossa democracia está apta a tal embate? Tomemos como exemplo nossas recentes eleições onde o corruPTo fez o diabo e muito mais, sob os olhares lenientes do STE e do STF. Creio ser prudente tornar internacionalmente públicas as pretensões antidemocráticas dessa enxovia travestida de partido político, você concorda?

  • Adalberto Silverinha

    Mas é bom escancarar para o mundo a vergonha que é este desgoverno maldito do PT que esta ai, subvertendo a ordem, se apoderando do estado, justiça dominada, eleições fraudadas, votos comprados, agem como verdadeiros fascista que são.

  • uilton

    Uai, so! A dona Julia mostra que sim, o Brasil e um pais de viralatas. Estamos ate fazendo trafico de escravos com os parceiros da ditadura castrista. Quem mais indignidade do que isso? nunca pensei que iria viver para ver a Lei Aurea revogada no Brasil. Alguem tem que fazer alguma coisa.

  • Raphael

    Retificando: Você está equivocado em sua análise, Setti. A petição pede apenas uma posição da Casa Branca sobre a expansão do comunismo na América Latina – ainda que o termo bolivarianismo fosse mais preciso. O pedido é que a Casa Branca se manifeste sobre a expansão desse populismo de inspiração socialista na América Latina, um fato bastante perceptível. Essa manifestação pode ser, e seria o mais provável, uma simples menção de repúdio a esse modelo de governança e reafirmar o compromisso de colaborar para fortalecer a democracia no mundo. Os EUA são a mais importante democracia do planeta, reconhecidos mundialmente por defendê-la, assim como as liberdades individuais.Nada absurdo em solicitar apoio dos EUA para quem compartilha os mesmos valores, lhes dão a mesma importância e deseja protegê-los diante de uma ameaça real. É óbvio que se houvesse uma menção seria sutil, elegante e genérico, para não causar uma crise diplomática numa interferência agressiva na política nacional. Porém, seria perfeitamente razoável que os EUA sinalizassem uma atenção com a solidez da democracia no continente. Você distorceu o propósito da petição, fazendo uma conjectura sobre uma intervenção hiperdimensionada, quando o que se pede é apenas uma posição, como aliás o Brasil deveria ter tomado em relação à Venezuela, por exemplo. A manifestação de apoio ou repúdio sobre determinados temas em relação a países ou regiões faz parte da diplomacia mundial – o Brasil se manisfestou recentemente sobre o conflito entre Israel e o Hamaz – e não significa necessariamente uma interferência desrespeitosa. Pensar assim é incorrer em um nacionalismo estúpido, alinhado com um tacanho discurso de “anti-imperialismo”, tão comum nas esquerdas.

  • JB Figueiredo

    Os bolivarianos venceram e nao vai chegar socorro nem do espaco. Vai faltar papel higienico e agua tambem. Sugiro armazenar jornais e revistas para o futuro.

  • sérgio

    Essa é a primeira vez que discordo de um post seu. Acompanho o Prof. Olavo de Carvalho todos os dias no Facebook, e semana passada ele foi o primeiro a postar essa petição, e ele também não disse que foi á pedido dele. Ele explicou e incentivou que todos assinassem essa petição somente para chamar a atenção da mídia conservadora americana, pois ele mesmo já havia dito que o governo Obama não iria resolver nada. E depois de uma semana, parece que já está surtindo efeito, pois a Forbes e um jornal alemão, do qual não me lembro o nome, já publicou o assunto. Quanto á suposta contribuição do governo norte americano para o golpe de 1964, há controvérsias, pois ninguém sabe o nome de pelo menos um agente da CIA que esteve no Brasil para ajudar os militares a derrubar o presidente Jango. Gostaria que você assistisse esse vídeo, onde mostra o professor de história, Mauro Abranches, traduzindo arquivos secretos da KGB, relatando os nomes dos agentes secretos soviéticos que estavam ajudando o presidente Jango Goulart. Esses documentos secretos são fontes primárias.
    PS: Hoje o Brasil já está sendo capacho dos irmãos Castro! https://www.youtube.com/watch?v=lh-K79cFt04

  • Sandro

    Lamento dizer, mas você é um leitor FRACO. Deleto e continuarei deletando opiniões simpáticas ou mesmo tolerantes ao golpe militar que mergulhou o país nas trevas em 1964.

  • Carbar

    Seu comentário mentiroso e cafajeste foi pro lixo. Que é para onde irão outros semelhantes. Já que você manifestou sua opinião imbecil a respeito da publicação de seu comentário anterior, ele está sendo, também, deltado.

  • Anthony

    Setti, num país onde 56 milhões de pessoas recebem bolsa-família (a maior compra de votos do universo), você espera que as coisas mudem num simples gesto de vontade? O brasileiro não consegue resolver nem os seus problemas mais básicos, vai fazer revolução sem ajuda? Pago para ver.

  • JB Figueiredo

    Nas proximas eleicoes podera haver mais de 100 milhoes recebendo bolsa familia alem de milhoes de cargos nos governos dominados pelo nazipetismo. E provavel que ate os jornalistas opositores vao comecar a falar mais manso e se chegar ao coxo do nazipetismo. Questao de sobrevivencia atraves da subserviencia.

  • Mauro Melo Silva

    Setti, Uma peticao dessas a meu ver tem um significado simbolico como que pedindo socorro, seja de onde vier. E’ um grito quase que no vazio, sabemos que ninguem nos escutara, mas se tivermos uma tenue esperanca de nos libertarmos desse emaranhado em que nos encontramos hoje ja e’ uma esperanca, pequena que seja. Esse grito aprte de todos os brasileiros que veem o que esta acontecendo, o PT comendo pelas beiradas e nos assistimos impassiveis a tudo. E’ o PT cometendo os mais deversos tipos de crime de suborno, corrupcao, mentiras e nos de bocas atadas, assitindo a tudo, impassiveis….e’ o PT infiltrando a cada dia seus militantes nas esferas chaves da nossa maquina que dirige o pais, seja nas instituicoes judiciarias, seja nas estatais ou seja no legislativo. Sentimos que estamos com as maos atadas, olhos vendados e boca amordacada. Somos um zero `a esquerda, literalmente. E’ dificil ver, so para citar um exemplo, um cidadao como o Maluf proibido de viajar para o exterior devido `a sua condenacao em varios paises por crimes contra nossos cofres e aqui ele vive impune; vemos os condenados do mensalao que mal entraram na cadeia e ja estao siado e gozando daas regalias da vida livre…cada um `a sua maneira, dando um jeitinho aqui e outro acola, sempre achando uma brechazinha nas nossas leis e que ao serem julgados deparam-se com um militante petista travestido de seriedade mas nos seus bolsos possuem uma carteirinha de filiacao do partido vermelho… e’ realmenete um pais maravilhoso para os corruptos, uma escola onde nossos filhos aprendem que nesse pais os melhores sao os mais espertos, os que estao do lado desse governo maldito, sao os que mentem, sao os idealistas que pregam maiores igualdades, desde que sejam para os outros. E’ uma pena…e’ decepcionante ver o pais mergulhado nessa lama e cada vez mais sem saida.

  • Paulo Henrique

    É por textos como estes é que elegi com muito prazer o grande jornalista e cidadão brasileiro Ricardo Setti como uma das minhas grandes referências intelectuais e de figuras jornalísticas com indiscutível credibilidade.
    Aquelas pessoas que conhecem de fato a História do PSDB e as razões que levaram a sua fundação, jamais apoiariam uma tolice dessas. Pois, um partido fundado por homens da grandeza e de sólidos princípios democráticos e republicanos, como Franco Montoro, Mário Covas, José Serra e Fernando Henrique Cardoso deve repudiar veementemente uma aberração, que é um documento que vê com bons olhos uma nova intervenção militar no Brasil. É só lembrar aos lunáticos que o excelente governo democrata do Bill Clinton deixou os regimes fechamos do Oriente em péssimas condições e que foi o estúpido do Bush, com a absurda intervenção no Iraque que foi condenada com vigor por toda a comunidade internacional e com a sua sequência no chamado ” Eixo do Mal ” é que levou nações como Irã, Coréia do Norte e Síria a retrocederem na abertura democrática, em nome da soberania nacional. Coisa que o Brasil, uma nação bem maior do que todas reunidas, não é capaz de fazer, segundo essas criaturas.
    Mais uma vez, um grande abraço no amigo Ricardo Setti e dizer que, apesar de diferenças pontuais, é maravilhoso enxerga-lo como um aliado na construção do Brasil que eu tanto sonho. Fica com Deus!

  • Carla Pola

    Querido Setti.
    Eu assinei essa e assinarei todas as outras que chame a atenção do mundo normal, verdadeiramente democrático.
    Concordo com quem disse que capachos já somos de Cuba, Venezuela, Bolívia, Argentina e todo e qualquer comunista bolivariano.
    Esqueceu que o Maduro já chama a América Latina de Grande Pátria??
    Deus nos defenda desse bando de psicopatas!
    Vou te dar uma dica. Leia, se puder, um livro chamado PONEROLOGIA, PSICOPATAS NO PODER. É de um psiquiatra polonês e é fantástico. Juro para você que depois que li esse livro entendi de vez aonde estamos metidos.
    Portanto, para nos livrar desses psicopatas, temos que pegar em todas as frentes.
    Eu sei que é difícil para você aceitar que o Brasil já não é mais uma democracia. As Instituições estão aí?? Estão, mas aparelhadas. Todas. Se unificarem as polícias estaduais e as colocarem subordinadas ao poder central, aí já era e o projeto está em pauta.
    Essa Força Nacional nada mais é que um balão de ensaio.
    E a regulação da mídia?? E o tal plebiscito golpista que ela tanto quer fazer para a tal Reforma Política?? Com essas urnas fraudadas você não sabe qual será o resultado?? Eu sei e 51 milhões de brasileiros sabem.
    Nem adentrarei em outras coisas como a corrupção, por exemplo.
    Não há ingênuos aqui. Sabemos do que estamos falando. São anos e anos tentando evitar o que acontece exatamente hoje por essas paragens.
    Te confesso que lá pelos idos de 2000 eu também não queria acreditar, mas a verdade pulava nos meus olhos e resolvi me aprofundar mais e mais. Só que era fácil para a corriola do PT e afins fraudarem e aparelharem o que quisessem porque o povo brasileiro pensa pelo bolso e pelo estômago. Enquanto o crédito era fácil e a economia ia bem poucos perdiam tempo reclamando, como eu, por exemplo. Só que aquela aparente democracia agora foi para o ralo porque já se sente no bolso.
    O povo brasileiro tem um caráter leviano. Quantos diziam e não eram poucos, que deixassem o Lulla¹³ roubar porque todo mundo rouba e elle¹³ estava fazendo pelos pobres?? Tantos que perdi as contas.
    Agora todos os desmandos que antes não davam a mínima começam a ficar imensos, pois agora o povo começa a fazer o somatório.
    Acontece que fechamos os olhos com a aparente estabilidade e eles foram tomando conta de TUDO. Só falta calarem a mídia que ainda sobrou e unificarem as polícias estaduais. No mais teremos que correr atrás do prejuízo e não será nada, nada fácil mesmo.

    Admiro você e sempre admirei. Te acompanho desde o início do teu blog. Sei que é um jornalista sério, digno. E sei também que não é fácil para você ver o que está vendo e aceitar que nossa democracia, depois de tanto se lutar por ela, está definhando.
    Mas sei também que como jornalista você pesquisa e tem melhor facilidade em lidar com a realidade que o Reinaldo, por exemplo, (desculpa a comparação). Ele é muito teimoso e acredita que vivemos uma democracia.
    Quem dá as cartas por aqui é o Foro de SP e faz anos. Na verdade os Castro. Não viu quando o assassino do raul Castro veio ao Brasil se instalou como dono de tudo na Granja do Torto e recebia aos subordinados como chefe e não como um visitante???
    Sei que você é amigo do Professor Olavo de Carvalho, um homem guerreiro, que não cansa de mostrar o óbvio e sei que ele também te admira como homem e jornalista que é. Então te peço que o leia, converse, sei lá.

    Deixo aqui as atas do Foro de SP para você ler. Há também os vídeos deles no 1º encontro aqui no Brasil nos anos 90, em SP, por isso ficou o nome.

    http://www.midiasemmascara.org/arquivo/atas-do-foro-de-sao-paulo.html

    Creia, Setti. A coisa ainda é pior do que vemos e ninguém é inocente para achar que a Casa Branca intervirá. Mas precisamos chamar a atenção do mundo.
    Vira-latas e capachos estamos sendo quando através dos nossos impostos sustentamos o que há de pior na América Latina e em outros países totalitários, comunistas. Quando financiamos o golpe comunista bolivariano, que assim como na Venezuela, trará muitas mortes e desgraças.
    Quando fazemos petições estamos pedindo que o mundo nos ouça, já que por aqui poucos estão nos ouvindo.

    Beijocas

  • Augusto

    Sr. Ricardo Setti: devo pedir-lhe desculpas pelo uso da expressão “maricón” e “está com medinho”. Concordo que fui extremamente indelicado com o senhor. Por outro lado continuo achando que o senhor exagerou em nos tachar de “vira-latas”, a nós que acompanhamos e apreciamos o seu blog. Mais uma vez, minhas escusas pela indelicadeza. Cordialmente. Augusto.

    Agora melhorou.
    Um abraço

  • Descartes

    Concordo ccom a maioria das opiniões postadas, pois a petição não “pede”, em momento algum, a intervençåo norte-americana, mas leva ao conhecimento daquele governo a intervenção comunista no Brasil (médicos cubamos disseminando a ideologia castrista, guerrilheiros venezuelanos treinando pessoal do campo e sabe-se lá mais o quê a ser descoberto). Infelizmente, com raríssimas exceções – como é o caso de Veja – os meios de comunicação parecem apoiar tais iniciativas e muito pouco ou quase nada é divulgado para a sociedade. No fundo, não se trata de uma petição, mas de uma denúncia. O mundo precisa voltar os olhos para o Brasil e ver que estamos cercados em nosso continente. O comunismo bolivariano se instala no Brasil e precisamos detė-lo com o auxílio de todos os meios e modos legais.

  • JB Figueiredo

    Os americanos tem la esse mecanismo de fazer peticoes ao presidente. Quando atingem um certo numero eles obtem resposta. Nao quer dizer em absoluto que vao ter os desejos atendidos. Mas e um mecanismo democratico que falta aqui e provavelmente com a ascencao do nazipetismo ate a liberdade de expresao sera cada vez mais suprimida.Mas podem ter certeza de que a NSA deles sabe mais sobre o Brasil do que a maioria dos governantes e governados da banania.

  • Charles A.

    . Sr Setti,esse artigo é sua opinião,não a realidade.O sr opõe-se, aqui,às manifestações populares que ocorreram à época, repudiando o COMUNISMO! Foram legítimas,assim como o são as que ocorreram espontaneamente há alguns dias e as que se avizinham,apesar dos descontentes e desacreditados opinadores da maior parte da nossa vetusta porém covarde imprensa.O pt, que se apropriou da República e de grande parte das instituições ,e que quer calar a imprensa que ainda respira,é democrático? O Sr sabe,pois é muito bem informado, que a Venezuela, ou Cuba, por meio da Venezuela, anda se intrometendo militarmente no Brasil. Não é complexo de vira-latas ficar em genuflexão diante de nações infames e de ditaduras assassinas?Bom, talvez “complexo de vira-latas” não seja o nome adequado para tal situação;”complexo de mula” ou “complexo de jumento” são certamente nomes mais apropriados.Pobres vira-latas,tão mal compreendidos e tão brasileiros… Que tal perguntar a todos os que ainda se lembram do contragolpe de 1964, o que acham do que aconteceu? Ora;foi um momento ruim da história do Brasil que poderia ter sido muito pior!Poderíamos ser tido por aqui uma ditadura comunista soviética! O Sr ,hoje,com certeza, não estaria escrevendo este texto. Por que rejeitar a ajuda de uma grande democracia quando ela é necessária? Por um antiamericanismo descabeçado,que só serve ao esquerdismo internacional,dirigido sempre aos idiotas úteis,e que pretende fazer o Brasil espelhar-se em “repúblicas” de bananas compostas por ditadores assassinos ,hoje com roupão da Nike e bengalas,cuja bandeira é “el paredón”, mantendo-os no poder absoluto,nepotista e escravagista.A ajuda pretendida não é militar,é de uma manifestação internacional contra o que nos impõe esse governo corrupto por meio da força bruta,sim, ainda que disfarçada de “movimentos sociais” e black blocs, da criminalidade e mortalidades injustificáveis,da demonização da polícias e das forças armadas, da distribuição de cargos com base em critérios político-ideológicos, corrupção , aparelhamento das instituições,bolsas-reféns, além do apoio a ditaduras sanguinárias e assassinas,dentre outras amenidades.Não lhe ocorreu que as pessoas agem assim porque estão sentindo-se desamparadas ?Se não se pode pedir ajuda ao congresso, que é do pt,ao STF, que é do pt, nem ao exército,que está proibido de se manifestar pela “intelectualidade “e pela imprensa engajada e bem remunerada,que são do pt ,quem poderá nos ajudar;o Chapolin colorado? Se tiver alguma ideia melhor, avise…

  • Antonio R. Melo Jr.

    Não Seu Setti. Quem assinou tal petição, da qual eu não me incluo, o fez não por complexo de vira-lata, nem por se tornar capacho.
    O fato é que o brasileiro comum, trabalhador, pagador de impostos NÃO SUPORTA MAIS essa quadrilha que se instalou no poder e nele pretende se perpetuar. E como eles mesmo disseram, farão qualquer coisa, farão o diabo para se manterem no poder.
    Esse brasileiro que você desrespeitosamente chama de vira-lata e de capacho simplesmente não acredita nas instituições brasileiras.
    O Mensalão levou mais de 10 anos para ter as sentenças condenatórias. E onde estão os criminosos condenados do PT? TODOS EM CASA.
    O STF está se transformando num legítimo aparelho do PT, basta dizer que exceto 3 ministros, TODOS os demais foram nomeados pelo PT e alguns até são militantes.
    O PT não exitaria em dar um golpe e transformar o Brasil numa república bolivariana. É tudo que eles querem, é tudo que o Lulla deseja, para virar o nosso “comandante em chefe”, nosso Fidel tupiniquim.
    O resultado dessas eleições, com mais de 70% a favor da Dilma no norte e nordeste de fato dividiu o Brasil.
    Eu sempre fui contra, mas agora sou a favor do separatismo. Como cidadão penso ser um direito meu.
    E num iminente golpe do PT só espero que nossos oficiais de alta patente das FFAA não sejam um batalhão de borra botas como os oficiais da Venezuela, por exemplo.
    Se mais de 100 mil pessoas assinaram tal petição é porque não confiam, e com razão, nas instituições brasileiras. E acho que merecem respeito, mesmo eu não concordando com elas e nem você.

  • Antonio R. Melo Jr.

    Em tempo.
    Nós lutamos pela democracia e sua consolidação, e eles, do PT, querem instituir uma ditadura. Isso sim que é golpe.

  • pati

    Dicordo totalmente de sua analise.O brasileiro esta desesperado pedindo ajuda aos EUA,pois se depender da nossa oposicao ficaremos sentados.
    Algo precisa ser feito,estamos assistindo a democracia indo pro brejo,estou me sentidopior que na didadura.
    Palavras amaveis nao me confortam e preciso sim que as pessoas assinem.Discordo totalmente com a sua analise

  • Marcondes Witt

    Muito bem, vocação para capacho. Quem não concordar com o resultado das eleições – até prova em contrário com lisura – que apresente melhores propostas e alternativas no próximo pleito. O resto é “não saber perder”.

  • Lucas Lopes

    Perdão Setti, leio sempre seus artigos, mas esse foi de doer os olhos.

  • Beatriz C

    A cada dia que passa fica mais difícil ser brasileiro. STF aparelhado, CPI e CPMI da Petrobras bloqueadas no Congresso, mensaleiros soltos na rua, TSE comandado por Toffoli, urnas made in República Bolivariana da Venezuela, muita mídia comprada, campanha suja… Que mais vira-latas podemos ser? Ah sim, sarnentos! A petição visa a chamar a atenção da comunidade internacional pro que aqui acontece. Já te mandaram o link dos arquivos do serviço de espionagem tcheco (que ninguém daqui teve interesse de pesquisar pra continuar repetindo a estória montada pelos esquerdistas). Veja a interferência da União Soviética na época do governo Jango e a quantidade de jornalistas brasileiros na folha de pagamento da URSS.

  • Lucas Lopes

    Setti, de que adianta ir às ruas se o governo nos ignora. Como pressionar as instituições se estão aparelhadas. Como confiar em um “processo democrático” totalmente arbitrário? Sabemos que o esquerdismo inerente do senhor Obama não permitirá que ele tome alguma atitude, uma das intenções desse projeto foi chamar a atenção da mídia, o que já ocorreu.
    Cordialmente,
    Lucas Lopes

  • Ernesto Barros

    Política pode ser um troço chato, maçante. A maioria não acompanha o dia a dia, o varejo, do Congresso. Só volta a atenção para o Senado ou para a Câmara quando alguma coisa muito importante, histórica, está pra ser votada. Mas, depois do que aconteceu este ano, do vale tudo petista na campanha eleitoral, seria prudente mudar de atitude. Afinal, é no dia a dia que um nome altamente questionável é aprovado pelo Senado para ocupar uma cadeira no STF, que uma CPI naufraga (salvando corruptos e mantendo o desvio do dinheiro que compra os partidos aliados, entidades outrora respeitáveis, parte da imprensa). Não adianta querer correr atrás do prejuízo durante a campanha, a cada quatro anos. Eles fazem o diabo o tempo todo!

  • Susan Sonntag.

    Quem nao fez eye contact perdeu.

  • Carlos Steinsfield

    “O voto consciente é a melhor solução” – Vamos ser realistas? Na atual conjuntura, infelizmente, esta frase soa no mínimo, ingênua. Temos sim, que nos mobilizarmos de todas as formas! Porém, acredito que a mais eficiente, seja irmos às ruas, aos milhares, aos milhões, em todas as ruas, em todos os bairros, em todas as cidades, em todo o Brasil. E de forma pacífica, protestarmos contra este governo corrupto e incompetente; mas, temos que atuar constantemente . Toda semana. Todos os dias. Todas as horas – Vamos mostrar para esta quadrilha, que os donos deste país, somos nós, O POVO

  • Tupiniquim do Sul

    Prezado Setti,
    Eu assinei a petição, mas não pelo objetivo a que ela se destinava, mas sim para que reverberasse na imprensa a insatisfação e a preocupação que temos com esta petralhada e o foro de são paulo. Pelo jeito está funcionando e continuarei apoiando qualquer iniciativa que traga este debate ao grande público.

  • Antonio Celso Tavares

    Sr. Ricardo Setti, assinei e assinaria mil vezes esta petição,com a única finalidade de externar minha indignação com os rumos tomados pela política deste governo e ao mesmo tempo alardear, para não dizer, gritar aos países democráticos o que nos espera. Acho que isto já conseguimos e seu Blog, por incrível que pareça tem ajudado muito.Dizemos não à intervenção estrangeira, Não ao sermos taxados de vira-latas e sim a luta que travaremos dia a dia para combater os avanços autoritários do Partido dos Trabalhadores,que infelizmente ajudei a colocar no poder, votando quatro vezes nesta figura deplorável chamada Luís Inácio Lula da Silva.
    Nas eleições passadas, um certo otimismo tomou conta de mim, mas nos últimos dias vejo uma oposição inerte e de mãos amarradas sem saber o que fazer.Como pode, uma oposição aceitar passivamente o terrorismo eleitoral contra muitos brasileiros e o uso indiscriminado da máquina pública(vide correios), acatando e até cumprimentando o “vencedor”? Estamos orfãos e céticos!
    Meu ceticismo cresce ainda mais, quando ouço e leio que a miséria voltou a subir.E é nisto, Sr. Setti, que este governo vai investir, ou seja, dividir ainda mais este país em “pobres e ricos”, “nós contra eles”, insuflando a luta de classes.Que venha o Chapolin Colorado para nos defender, que venham os EUA, Inglaterra, Alemanha e Japão com suas pressões democráticas e econômicas , nunca militaristas, pois eles sabem da importância do Brasil para o nosso Continente e o Mundo.
    O Sr. Obama mostrou-se um fraco, pois estão “deitando e rolando” em cima dele.
    Não sou a favor de quarteladas,Regime Militar Nunca Mais, mas avisos entrelinhas já podiam estar sendo espalhados, principalmente no que tange as rupturas das ordens democráticas.

  • JB Figueiredo

    Esse tipo de peticao so tem o efeito de atrair a atencao de jornalistas decentes como Anastasia O’Grady do Wall Street Journal que denunciou o trafico de escravos entre Cuba, Brasil, Venezuela e outras ditaduras bolivarianas. Aqui, a ditadura ainda nao esta consolidada mas vao chegar la, com a omissao, complacencia e cumplicidade necessarias. Nao se surpreendam se forem tratados como gado e sujeitos ao mesmo tratamento que os cubanos recebem hoje.

  • Ex-marxista

    Cuba pode estar envolvida em fraude eleitoral.

    http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2014/11/general-venezuelano-revela-como.html

  • rosa do luxembourg, o jardim

    Eu assinei esta petição, assim como assinei a do impeachement de Dilma Roussef. E assino quantas forem necessárias para marcar a minha posição indignada contra este partido corrupto que é o Pt. Faço e farei o que for necessário para que esta gente seja alijada do poder. Se precisar ficar gritando sozinha da minha varanda, mesmo que isso não modifique nada, eu o farei. Se quero que os Estados Unidos invadam o Brasil ? Ora não me faça rir ! O que quero é que o povo americano saiba o que está acontecendo por aqui. Que atores deslumbrados parem de fazer o joguinho desses ditadores de ****** que temos na América do sul e no Caribe e se conscientizem que não somente as ditaduras de direita são perversas, mas TODAS as ditaduras o são. Lamento saber que a minha profunda indignação por tudo o que vem acontecendo em nosso país não encontre eco em você. Lamento muito.

  • Miele L'Abbate*59 - San Paolo

    É NECESSÁRIO acudir o País. A oposição não está lutando pelo processo de impeachment. Alguns irmãos aceitam a intervenção militar, que não significa a volta da ditadura. Outros pediram ajuda aos EUA, inequivocamente, a Nação que-sempre-socorre-os-necessitados por missão planetária. Alguns, como eu, defendem a conquistada Independência-do-Sul-51. Empurrar com a barriga é comportamento irresponsavel. Morrer-Sem-Luta = Suicídio. Setti: prefiro transformar-me em um lindo vira-lata-livre, do que ser devorado pelo leão-comunista-8243. No meio-do-oceano, agarrar-se-ia a uma tabua??? Então… Os Anjos da Terra, agora, escolherão o mecanismo ideal de nossa libertação. É NECESSÁRIO acudir o País.

  • Marcos F

    Não tem jeito, Setti. No Brasil, ainda há muita gente em 1964, muitos mais em 1968 e ainda um monte em 1917.
    Marxilena ainda sonha com Podgorny.

  • Fábio Luís Inaimo

    Isso é resultado do SUFOCO que o brasileiro que trabalha esta passando, e de quebra vendo sua tão democracia indo ralo abaixo.
    Já vi Países entrando no bolivarianismo comunista, mas nunca vi nenhum país saindo dele.
    Agora o Brasil e seu povo vão recorrer a quem??
    Eles tem um esquema internacional que mobiliza Cuba Russia, Venezuela, Equador, Bolívia, Argentina , e até Irã. Isso com contrato assinado como as deliberações do “Foro de São Paulo”, E o Brasileiro tem o que?? Urnas Fraldadas , Mídia Chapa Branda, Blogs sujos, MST, MTST, STF aparelhado.
    Enfim, correr pra onde, recorrer a quem?

  • Brasil melhor

    Caro Ricardo,
    Concordo em parte com a sua colocação. Eu mesmo assinei a petição, mas o fiz não esperando uma atitude do Obama, e sim como mais uma forma de denunciar o que se passa em nosso País. Na verdade, nós o povo de bem e trabalhador do Brasil estamos órfãos: nossas crianças e jovens estão sendo escancaradamente aliciados para um pseudo-socialismo decrépito, nossas Instituições estão infestadas de vermes insaciáveis pelo erário e nossa oposição é inoperante visto estar de rabo preso. Só nos resta então denunciar ao mundo, e esta denúncia, juntamente com as manifestações pacíficas na rua, é a forma que nos resta para salvar o Brasil nesse momento angustiante para a nossa tênue democracia.

  • Brasil melhor

    Ao pt, a História lhe reserva uma amarga e cruel memória: o partido que imolou a PÁTRIA AMADA BRASIL no perverso altar da pátria grande bolivariana de fidel, maduro e lula.
    -.-
    pt: partido do aparelhamento do estado e imprensa, da corrupção institucionalizada, da hipocrisia como método, da incompetência administrativa e da podridão moral.
    -.-
    TODOS NA RUA no dia 15/novembro, de verde e amarelo, com serenidade e dignidade, pela libertação da PÁTRIA AMADA BRASIL. Nem vem que não tem: ELA NOS PERTENCE.
    Palavra de ordem: O BRASIL É NOSSO! FORA PT!

  • Vitor

    Essa petição, assinada por mim, é um ato de desespero. Não sabemos mais o que fazer para alertar a mídia e a oposição do perigo que corremos. O intuito, acredito, nem foi pedir uma “intervenção”, mas chamar a atenção da imprensa internacional para o assunto, que até hoje desconhece o Foro de São Paulo e suas conspirações.

  • Vitor

    A opinião pública internacional, infelizmente,ainda tem uma visão muito mistificada do Brasil. Eles não sabem dos problemas que vivenciamos. As manifestações de 2013 foi que começaram a chamar a atenção para o fato de que as coisas por aqui não andam muito boas. Mas é preciso mais. É preciso que saibam dos planos do governo petista e de sua articulação com Havana e Caracas para erguer uma nova cortina de ferro sobre a América Latina.

  • Frederico

    Tenho o maior interesse e respeito na leitura praticamente diária de suas colunas. Interesse pela variedade de temas e respeito quando se trata de idéias e convicções suas. O respeito não implica, claro, em concordância e, até mesmo, me parecem por vezes um tanto sonhadoras e deslocadas se vemos a realidade brasileira. “Gente de bem”, “dignidade e respeito”, “resolvermos nossas próprias encrencas”, ótimo, mas como? Quem faz parte do “nós” envolvidos nisso? De 4 em 4 anos eleger nova corja de inúteis e aproveitadores? Aceitarmos esse foro de São Paulo e nos curvarmos aos pés de Cuba, da Bolivia,da Venezuela desse inútil Mercosul? Sua visão de resolvermos nós mesmos seria mais útil ainda se acrescida de sugestões.Mas sugestões que se possam aplicar agora e não daqui a 50 anos quando as novas gerações forem livres, dignas e esclarecidas. Posso segui-las, meu vizinho talvez, mas o país como um todo, o povo como um todo, jamais. Uma sugestão é recorrer a alguém que realmente possa fazer alguma coisa se quiser e desejar. É o caso dessa petição.
    O colunista deve conhecer bem Bruno Bettelheim, respeitado como psicologo, psicanalista, pensador e educador. Execrado também como impostor, despreparado,aproveitador de crianças, etc. Tudo bem mas seus ensaios são fascinantes nos raciocínios e imagens. Num deles ele questiona o fato de milhões de judeus terem ido disciplinadamente para os crematórios do nazismo, passivos e comportados, sem que lhes tenha ocorrido revoltar-se e eventualmente mudarem a historia. Bettelheim argumenta que os judeus se acostumaram ao “business as usual”, e a eles se aplicaria um conceito cientifico, o “principio da inercia”. Neles os nazistas aprenderam a colocar pequenas coisas, primeiras restrições, pequenas ordens, pequenas extorsões, até que se deixaram levar pela inercia. Aplique-se o conceito da inercia ao Brasil e ao nazipetismo que já temos aqui e poderíamos catalogar anos e anos de pequenas coisas, pequenas leis, pequenas medidas provisórias, pequenas exortações sem sentido, uma oposição apática, covarde e acomodada, totalmente inserida no “business as usual”. Chegaríamos, e chegamos, onde estamos hoje. Já passei do tempo e da idade para sair pelas ruas arrebentando coisas ou portando faixas. Assinei aquela petição. E assinaria de novo e assinarei outras que apareçam. É a tentativa pequena mas individual que atraiu tão poucos judeus a recorrer a medidas mais drásticas para mudar uma situação.

  • Caio Frascino Cassaro

    Prezado Setti:
    Não concordo com você. Há formas de uma nação se posicionar em socorro a uma democracia que não seja através de uma intervenção militar. Por exemplo, investigando de forma isenta a maior estatal brasileira que tem ações negociadas na bolsa de Nova Iorque e identificando e punindo os culpados. Ou se posicionando contra a maneira torpe e truculenta do governo nas eleições, que minou a credibilidade do processo, rebaixando a legitimidade da eleita. Ou ainda pousando um olhar crítico às inúmeras tentativas de manietar-se a imprensa ou usá-la como órgão de partido através do uso escuso de verbas estatais.
    Enfim, há um sem número de atitudes que podem ser tomadas e que passam muito longe do envio de tropas, impensável nos dias que correm. Finalizando, é uma forma legítima, utilizando os canais legais, que uma parcela importante de quem se opõe ao Lulopetralhismo encontrou para manifestar sua indignação ao projeto de poder em curso. Isso não é nada mais nada menos que fazer política. Os petralhas – para mim hoje não existem mais petistas. Só restaram os petralhas. – cansaram de enviar moções a organismos internacionais reclamando disso ou daquilo e nunca vi ninguém achar ruim. Pediram renúncia de FHC dias após a eleição de 1998, passando boa parte do segundo mandato gritando “Fora FHC”, sem que isso provocasse escândalo na nossa mídia, ao contrário, sendo fortemente anunciado por ela em matérias de capa. Com essas várias atitudes está se fazendo política. Está se fazendo OPOSIÇÃO. Espero sinceramente que os tucanos entendam e larguem de ser frouxos.
    Em tempo: eu assinei o manifesto. Assino qualquer coisa desde que seja para se opor a essa súcia.
    Abs

  • Revoltados

    Alôooooo, a petição foi apenas um meio para que a IMPRENSA americana noticiasse a situação interna que vivemos aqui.

  • Laercio

    Acredito que sua análise neste assunto , do ponto de vista prático e estratégico , é ingênuo e infeliz. Pois bem , se a força deste movimento bolivariano de esquerda demanda exatamente da união de líderanças externas com uma mesma linha de pensamento ideológico na busca de um mesmo objetivo , nada mais inteligente do que buscar a união de forças para combatê-lo . Seu raciocínio prega que devemos nos isolar internamente para combater um INIMIGO que nos ataca por todos os lados numa coalisão de forças externas?
    Já perdeu a guerra antes mesmo de entendê-la.
    Obs:Sendo tudo verdade sobre 64 , te pergunto ;QUEM ganhou? Os comunistas?

  • Gaia

    Acho extremamente perigoso que aqueles todos que respeitam o estado democrático de direito, que lutam por isonomia, sigam bondosamente, como carneirinhos, vendo aqueles que aparelham o estado com fins claramente autoritários, que pretendem o partido único, vejamos sem fazer nada equivalente, essa gente há mais de 12 anos criar escolas dentro do MST que prepara para tomar o poder e que cria já agora lugares no brasil onde a policia não entra, enfim…. eles estão se preparando, criando a crianças para o conflito, pregando a guerra.. se preparando pra guerra… e nós só protestando de modo pacífico….é de se perguntar: prá que serve a História afinal?

  • Jayme Guedes

    Setti, a vocação para capacho mencionada por vc não é maior do que a que transparece nas nossas relações com Cuba, Venezuela, Bolívia e assemelhados. Patriotadas à parte, é preciso reconhecer nosso tamanho. Capacho é o que somos e entre ser pisado pela Venezuela, prefiro ser pisado pelos USA.

  • ps

    Caro Setti, concordando ou não com a tal petição, vejo um grau elevado de exagero nas suas conclusões. Precisamos sim usar de todos os meios legais para barrar e evitar que essa escumalha petista nos “avance” para um passado recente. Apesar dos 51 mi de opositores do que aí se instalou, você sabe bem que ainda não terminou e essa gente ainda pode muito mais. Não devemos nos sentir capachos ao denunciar a Nação mais democrática do mundo o que vem acontecendo por aqui, até mesmo porque o outro lado se alia, financia e busca apoio dos que nos querem realmente submissos. Desculpe-me mas apoio, integralmente, os que, neste caso, divergem de suas colocações aqui na coluna.

  • Mauro Moreira

    Não assinei, mas acho que houve sim um desrespeito aos leitores ao chamá-los de “capachos”. Sempre tentou justificar o texto, mas sem se desculpar uma única vez pela grosseria. Lamentável!

  • Discordo

    Discordo de tudo que você, Setti, disse sobre 64. Os protestos, na época, pediam que o exército atuasse para evitar o caos e o golpe que estava em andamento por parte da esquerda. E o exército o fez. Lamentavelmente, depois, eles resolveram continuar no poder. Era para terem devolvido o poder aos civis depois do Castelo Branco. Inclusive, o país estava um caos absoluto e as pessoas pediam que as forças armadas fizessem sua função constitucional de manter a ordem. E elas o fizeram. Depois se perderam. No mais, embora não tenha assinado a tal petição, respeito aqueles que o fizeram. Vocação pra capacho de Cuba(destino abominável da Venezuela) é que nós não temos. Eu, como você, Setti, já fui de esquerda. Mas, infelizmente, você parece ter aceito a versão pertubada da esquerda sobre a época. Só falta dizer que ALN, VPR e coisas do tipo lutaram pela democracia (apesar de eles terem escrito em seus documentos que pretendiam e lutavam para instalar uam ditadura do proletariado).

  • Berlatto

    Setti, entre virar uma Venezuela e virar capacho do EUA, eu, cidadão brasileiro, escolho a segunda opção.
    Sim!, prefiro ser subserviente aos gringos do que virar um ente coletivo/bolivariano.
    já pensaram nos irmãos Castro, Maduro, etc, nos dizendo, dizendo não, ordenando o que temos que fazer com nossas vidas, nossas famílias, nossos negócios, nossa liberdade? Como sempre digo: os gringos já fizeram muita burrada (quem não fez?), mas, sempre vou fazer opção por eles. Por quê? Porque são a melhor democracia do mundo, onde as leis são respeitadas, onde corrupto vai preso, onde a meritocracia prevalece. Querem mais?
    Que venha os gringos. Rapidamente daríamos um salto em qualidade. Na educação, na saúde, na segurança, em tecnologia. Nosso PIB também daria um salto.
    E tem mais, quando tem problema no mundo, que é que vai lá e resolve? Claro que são eles, “usamericanú”, ué!

  • Discordo

    Ser claramente contra a ditadura militar não significa ter que aceitar as mentiras que a esquerda, que lutava na época por sua própria ditadura, conta sobre o período. É simples assim. O país estava um caos sim, o povo e a imprensa em peso apoiaram 64 sim, e os militares meteram os pés pelas mãos ao não restaurar a democracia. Foi aos poucos que os militares perderam apoio. Isso é história. O fato de eu não gostar de ditaduras, nem de esquerda, nem de direita, não faz com que eu tenha que aceitar, sobre a época, a visão pertubada de uma esquerda que transforma a ALN em heróis da democracia burguesa.

  • Bruno Sampaio

    Não assinei esta petição para que o governo americano, de qualquer maneira, tomasse alguma providência concreta, não sou tão ingênuo. O fiz apenas como denúncia. O mundo precisa saber o que se passa aqui. O governo do pet~e e seus satélites ainda mais à esquerda(!) estão fazendo tudo EXATAMENTE como foi feito na Venezuela, como uma receita de bolo que sabemos bem onde vai dar. É um pouco mais lento? É. Mas apenas por razões conjunturais que nada tem a ver com as INTENÇÕES dessa corja que quer instalar o bolivarianismo por aqui.
    .
    jamais compactuarei com esta aberração, e usarei as armas que estiverem a meu dispor para tentar impedir isto.

  • Paulista

    Caros, por favor não ofendam os vira-latas, uma certa camada da sociedade, aproximadamente 52 milhões, não chega aos pés dos maravilhosos bichinhos.
    É preciso para com esse ufanismo inócuo, tão falso quanto as promessas de campanha da represidente.
    Precisamos de ajuda sim, e ajuda de países que não mancham a sua constituição de vermelho, haja vista, que a propalada democracia, palavra e sistema banalizados e distorcidos pelos brasileiros, não existe de fato e nem de direito, pois, somente há um poder em ação, no comando: o Executivo.

  • Heitor

    Você fala aparentemente com grande conhecimento de causa sobre “capachos”.
    Experiência própria? Experiência da família na prática?
    Em todo caso, não preciso de leitores de sua laia aqui.
    Pode sumir, desapareça!

  • Mairalur

    Não acho nada patriótico a gente desmoralizar ainda mais nosso País lá fora. A exasperação toma conta de nós, mas precisamos botar a cabeça no lugar. Nós elegemos deputados e senadores em maior número, desta vez. Se alguém tem de ser “cutucado” para dar jeito nisto que estamos vivendo, são eles. Vamos apertá-los ao máximo. Se preciso, partamos para elaborar um projeto de lei , de iniciativa popular como o da ficha limpa, para termos direito ao recall de mandatos. Pode não dar em nada, mas vai assustar a tigrada, que se elege para depois cair no colo dos comunas vermelhos que detêm a caneta e o Diário Oficial.Aos militares, peçamos que trabalhem com a competência e dedicação costumeiras. Para dar jeito em nossas esburacadas fronteiras, em conjunto com o lado bom da Polícia Federal.Não é um bom caminho?

  • celina romeu

    Caro jornalista, felizmente uma voz do bem senso, da dignidade, da hombridade e do patriotismo se ergue para criticar uma iniciativa por tudo infeliz. Tenho lutado no Facebook contra este complexo de vira-lata dos brasileiros, que pedem que John Wayne os salve dos índios malvados, isto -e, os comunistas. E que babam nos coturnos militares pedindo ao papai durão que os salve dos bandidos malvados, isto é, os comunistas.
    Lavei a alma com seu texto. Não fui ouvida, eu que sofri a ditadura militar na carne e que me envergonhei dos brasileiros que pediram a ajuda de americanos contra o Jango, o grande estancieiro comunista, vê se pode!
    E agora, há uma discussão intensa no Face contra… Barak Obama e a favor dos Republicans como chama a guru do grupo. Pode?
    Acorda, Brasil! E muito, muito obrigada pelo texto impecável.

  • Corinthians

    Grande Setti,

    Discordo e muito de sua opinião neste caso.
    Os tempos são outros, a globalização – para desespero da esquerda – é uma realidade cada vez maior, não só nos negócios, mas nas comunicações também.
    A petição pede um posicionamento da Casa Branca sim, mas não de maneira intervencionista – até por que mesmo que fosse desejado pela ampla maioria dos brasileiros não seria aceita pelos EUA.
    Vira-lata pra mim é a posição brasileira com sua siplomacia megalonanica, e suas posições automaticamente anti-americanas por um viés pseudo-ideológico. É termos o Bolsa Família como o maior programa social hoje, servindo principalmente como compra de votos nas regiões mais pobres.
    Agora, não podemos também ser extremamente otimistas (como acredito que seja por exemplo o jornalista André Petry ao dizer que somos uma democracia consolidada) e achar que sabemos resolver nossos problemas. As cartas estão na mesa – não sabemos não. Estamos chafurdando sim, lentamente, no bolivarianismo, na Venezuelização do país. A situação é crítica.
    O que a petição deseja, assim como eu, é um posicionamento dos EUA contra as práticas hoje adotadas no Brasil. Um discurso, uma resposta que seja, já terá repercussão o suficiente para abrir mais alguns olhos iludidos para a desgraça petista que se abala sobre nós, sem previsão de encerramento.
    Queria eu que fosse possível tal petição ser criada também para Inglaterra, Alemanha…

  • luis

    A petição foi simbólica Sr. Colunista. Simbólica.

  • Salete

    Não haverá solução pacífica. Os EUA representam o mundo livre e milhoes de brasileiros estão empobrecendo para sustentar as pessoas coitadas usadas pelo PT. E os que estão tendo vantagens com cargos e mais cargos e corrupção desenfreada.

  • Salete

    As regras para publicação de comentários no blog, conforme relembrei aos amigos leitores incontáveis vezes, não aceitam textos escritos somente em maiúsculas, em respeito à boa educação, aos leitores e seguindo uma norma internacionalmente praticada na web.
    Como presumo que você saiba, palavras em maiúsculas significam palavras gritadas, não é mesmo?
    99% dos leitores escrevem assim, como neste texto, em maiúsculas e minúsculas.
    Peço que você faça o mesmo das próximas vezes.
    Confira as regras no link http://goo.gl/u3JHm
    Obrigado

  • Pedro Luiz Moreira Lima

    Caro Setti:
    Parabéns pelo artigo e sua opinião do COMPLEXO VIRA LATA de uma fatia mínima o POVO BRASILEIRO – o primeiro POST deu a entender seu apoio ao manifesto – para surpresa e indignação de muitos.
    Agora com seu comentário sobre a petição VIRA LATA de uma minoria e o resgate histórico do Golpe Civil Militar de 1964, mostra o verdeiro Setti do NÃO ENFÁTICO ao GOLPISMO.
    Pedro Luiz Moreira Lima

  • Sandro

    E eu continuo dizendo: leitor FRACO, além de mentecapto.
    Suma daqui.

  • Expedito

    E a aceitação da interferência do BOLIVARIANISMO-leias-se irmãos Castro,Maduro, Evo Morales et caterva-nos assuntos internos do Brasil seria complexo de que, na sua opinião, Setti?

  • marcelo

    Prefiro ser capacho dos EUA, do que do Fidel. No entanto, acho que quem tem vocação para capacho são aqueles que se abstém de falar sobre o FSP, essa organização narco-criminosa que foi eleita(?), inclusive no Brasil. Esses dias a Graça Salgueiro publicou uma matéria sobre o apoio de Castro ao Evo Morales. Ela não tem vocação para capacho. Nem nós. Em 1964 quando Jango quis se perpetuar no poder, ele foi posto para correr sem nenhum tiro. Quanto à petição, creio que ninguém quer a intervenção dos EUA, mas sim dar publicidade a esse câncer latino americano, que se chama Foro de São Paulo, o qual a mídia amestrada (essa sim é capacho) quer ocultar do brasileiro.

  • flavio zabotto

    Setti, com todo respeito e o respeitarei sempre por seus criteriosos comentários e longe de mim qualquer intervenção militar que não esteja dentro dos parâmetros da Constituição, tampouco intervenção de fora! Mas, vejo da seguinte maneira e pergunto: Se onde moro, meu vizinho da esquerda anda a ameaçar minha privacidade e meu sossego com demonstração de arrogância, mentiras e bravatas, além de fortes suspeitas de roubo, e, mesmo não gostando muito do meu vizinho da direita, devo comentar e mesmo
    alerta-lo de meu medo, buscando nele um aliado, pelo menos moral? (foi o que imaginei para a maioria que assinou a petição)

  • Felipe

    Caro Setti,

    Violação da soberania de um país (Foro de São Paulo), não é uma “questão interna”, é uma questão internacional. Devo lembrar que essa petição repercutiu na mídia independente americana, o que ajuda a expandir para o mundo o conhecimento do que aqui se passa. Ademais, o pedido de uma posição americana não é um pedido para que os EUA resolvam um problema brasileiro, mas que tornem-se cientes e se posicionem a respeito. O senhor falsificou a premissa. Concluindo: a América ainda não se posicionou, mas um dos mais notórios colunistas do Brasil o fez. E da pior forma possível. Lamentável!

    Não falsifiquei nada. Não julgue os outros pela sua própria regra moral.

  • karina

    Se para nos livrar do PT e do comunismo podemos ser chamados de capachos, é um preço até barato.

  • Tony

    Caro colunista, é preciso ser muito ingênuo, e até incapaz de compreender a realidade, para supor que a tal petição foi criada com o objetivo sugerido por sua interpretação literal.
    Só um IMBECIL criaria uma petição na Casabranca, destinada aos cidadãos americanos, para ser assinada por estrangeiros, com a esperança de que seu pedido fosse atendido.
    É ÓBVIO E ULULANTE, mas neste país as obviedades tem de ser explicadas, e a prova disso é o estabelecimento da hegemonia esquerdistas corolada com 16 anos de governo petista, que o intuito da petição era criar um fato jornalistico, principalmente no estrangeiro, com esperança de furar o bloqueio midiático resultado da dominação de todos as redações no país.
    O mundo e o USA em especial não se interessam pelo Brasil e não o conhecem, mas quando precisam, fazem-no pela lentes de correspondentes, fontes secundárias que se informam, por sua vez, por nossa imprensa – aí se estabelece a propagação viciosa da verdade oficial.

  • Celso Rangel

    Setti , antes vc demonstrou simpatia pela petição.. Agora deu uma ”tucanada” e voltou atrás ?

    ”Operação Brother Sam” ? Ora me faça o favor..Isso é delírio esquerdista.. No início de 64 os EUA estavam numa turbulência dos diabos por causa do assassinato do JFK , a situação no Vietnã se agravando cada vez mais , vc acha mesmo que eles iriam dedicar tanta atenção a uma republiqueta de bananas como o Brasil ? É evidente que eles apoiaram ideologicamente qualquer medida anti comunista na AL , mas daí a despejar recursos aqui para que os nossos generais aplicassem o golpe ? Pra que ? A tal revolução saiu baratinho. Os generais eram bem crescidinhos e sabiam que precisavam fazer : tirar do poder o golpista Jango e seu cunhado castrista Brizola.. A traição dos milicos veio depois , quando se recusaram a devolver o poder aos civis em 65.

    A Operação Brother Sam é história, e foi levantada por um dos melhores jornalistas brasileiros de todos os tempos, cujo trabalho você ofende com seu comentário metido a brincalhão.
    Não é delírio “esquerdista”, é HISTÓRIA.
    A tal revolução não saiu baratinho, não. Pelo menos para democratas como eu, que tiveram a boca fechada, amigos e parentes perseguidos, amigos e colegas “desaparecidos” e assassinados.
    Mas, claro, tem quem goste, como parece ter sido seu caso.
    Eu prefiro, em qualquer circunstância, o Estado de Direito.
    E eu NOTICIEI a petição no primeiro post. Infelizmente, há pessoas destituídas da capacidade mental elementar de diferenciar relatos de opiniões.
    Minha opinião está no texto em que, exatamente, opino.

  • Frederico Derschum

    Só um pequeno parêntesis, em novembro de 1963 houve o assassinato de Kennedy. Os serviços secretos americanos estavam muito mais preocupados nas teorias de conspiração lá do que aqui.

    E neste seu parágrafo “Parte considerável da opinião pública mostrava-se claramente — e infelizmente — em favor do golpe e do ataque à Constituição, como ficou claro nas chamadas “marchas da família com Deus pela liberdade” realizadas em várias cidades.” a palavra “infelizmente” infelizmente está deslocada, não precisava estar lá.

  • Lucas

    Vergonhosa essa petição, pra termos uma verdadeira democracia madura é necessário aceitar a derrota nas urnas e seguir em frente, não ficar com essa imaturidade de pedir golpe ou intervenção estrangeira, se o PT faz isso é problema deles, não se pode descer ao mesmo nível, afinal se o fizermos então seremos iguais a eles. O EUA é uma das nações mais desenvolvidas do mundo sem dúvida, mas não é perfeita, e o interesse deles é melhorar seu próprio país e assegurar a qualidade de vida dos norte-americanos, é uma ingenuidade achar que eles se importam em “melhorar o mundo”, sendo assim já teriam invadido a Arábia Saudita, não o Iraque, mas não o fazem por ser seu parceiro. Tal como o golpe que aplicaram no Brasil em 1964 foi pra se proteger do avanço do poder Soviético, não para “salvar os brasileiros”.

  • Caco

    Alguns pedindo que os militares interfiram no governo e outros pedindo que os americanos interfiram no governo… Isso só ajuda essa canalhice comandada pelo Lula. Vamos às ruas protestar pelo que acreditamos ser justo. Quem tá louco para dar um golpe no País, é o próprio governo.

  • pedrao

    Da forma como o petismo aparelhou o estado brasileiro,cooptando adeptos em postos chaves;
    Da forma como o petismo se relaciona com ditadores criminosos e movimentos revolucionários de ideologias dinossáuricas;
    Da forma com o petismo se utiliza de Foros traiçoeiros e clandestinos, senão secretos, para procrastinar a ordem e a organização da nossa sociedade;
    Da forma como o petismo está pisando na constituição para tentar manter-se indefinidamente no poder;
    Da forma como o petismo está emparedando as forças defensoras da ordem constitucional;
    Só resta mesmo apelar para o poder de fogo da maior democracia do mundo!
    E mostrar que a metade democrática do país não aceita ser tratada como capacho do estúpido petismo!

  • JulioMad

    Vamos ao cenário que está se desenhando e vamos ver nossas alternativas, visto que, também eu, acho que não deveríamos precisar de ajuda externa nenhuma para resolver nossas guerras internas, mesmo que o outro lado já esteja fazendo exatamente isso: Milícias Bolivarianas já estão bem preparadas para descer o pau em opositores ao “progressismo” do socialismo latino. Milícias venezuelanas na Bolívia, milícias cubanas na venezuela, o MST, braço armado do PT, sendo treinado por comunas bolivarianas. ELES estão se preparando para uma guerra. Volto a perguntar: O que podemos fazer para equilibrar as forças? O Brasil é quase um continente de tão grande e a língua portuguesa pode dificultar a infiltração de guerrilheiros de língua espanhola, mas, e nosso pequeno e defasado exército nos defenderia? Contraria ordens da comandANT* presid*NTA para que não se intrometam em assuntos que “não lhes dizem respeito”? ELES tem certeza de que a luta DELES é legítima e a nossa, não. O que fazer, então? Parece que estamos caminhando para uma guerra civil com a população bem dividida e definida, seja ideologicamente ou por pura ignorância. E aí?????????

  • Ex-marxista

    Setti, você já percebeu que somente os comunistas elogiam o seu texto? Hehehe

  • Ex-marxista

    A primeira não-comunista que louvou o artigo foi a Mairalur. Hehe

  • Luiz C.

    As intervenções Americanas em outros Países, dificilmente ocorrem por questões ideológicas; basta ver a Venezuela que é o berço do “bolivarianismo”, mas os EUA “não tão nem aí” afinal a quase totalidade da produção de petróleo é exportada para os pagos do Tio Sam. Enquanto a questão não for “Money”, esqueçam…

  • Ciro Lauschner

    Setti: Deve haver algum deputado, que a exemplo de Dante de Oliveira, teve a idéia de apresentar um projeto de eleição direta, no fim da ditadura militar e Ulisses Guimarães comandou as manifestações.Hoje algum deputado deveria apresentar o projeto de impeachment da Dilma e Aécio assumir as ruas para as manifestações e derrubar essa corja de *******.É uma grande oportunidade para acabar com essa malandragem que todo dia fica mais mansa.

  • Angèlìka

    Se, quem está, de “pai/mãe” da Nação, não é confiável…recorremos ao padrinho.
    EUA independentemente de Obama, não quer ter em seu quintal, um país quase continental, recheado de terroristas! Mesmo que chinfrins.
    Causam estragos sérios e exalam mal cheiro.
    -Implica também que não vemos uma proteção à nossa soberania.
    Simples assim.

  • Cida

    É preferível ser capacho dos Estados Unidos do que de Cuba e Venezuela. Esse Foro de São Paulo é um cancer para nossa democracia. O Brasil só aparece no noticiário internacional com notícias péssimas e desastrosas. A petição foi um meio para que a impressa americana notiiasse a situação caótica que vivemos.

  • Reynaldo-BH

    É tão difícil – e ainda mais raro – discordar do mestre Setti que é preciso reler o motivo da discordância. Não para buscar argumentos que reforcem a discordância, mas para o oposto.
    Onde errei? Onde enxerguei o que minha miopia não com seguiu enxergar?
    Quando mesmo com as releituras do texto sempre brilhante ainda mantenho minha discordância, dou-me o desconto do entendimento errôneo. Pois que nunca pretendi – nunca seria um Lula – estar certo em todas minhas visões.
    Obama – et por causa, a administração Obama – classificou Lula de “o cara”. Naqueles tempos em, que Lula era respeitado, quando hoje é exemplo de desgoverno, corrupção e delírios de grandeza.
    Na petição comum nos USA, que democraticamente obriga que quando mais de 100.000 assinantes tenham uma resposta a uma demanda por parte do Governo americano, se pede não uma intervenção militar.
    Mas, pelo que podemos imaginar uma maior atenção ao que ocorre neste país infelicitado por uma doutrina aqui regada a dinheiros roubados, em um jardim de corrupção.
    E que faz parte de um projeto de poder já antes tentado, mesmo com o retorno nunca desejado. Com uma brutal diferença: não nasceu de modo claro, das ruas, mas sim de conchavos de direitistas que ajudaram a criar uma longa noite de escuridão.
    A administração dos USA já sabe disto, dos fatos expostos?
    Impossível não saber. Até o Serviço de Burrice Oficial dos Quadrúpedes da Venezuela sabe. E atua a favor.
    A novidade? Ou quais as novidades?
    A primeira o recado CLARO que o Brasil que rejeita nas ruas com cidadãos que PENSAM e são decentes é o mesmo que tenta ser potência continental e é arrogante. Mas, não passa de um rato que ruge frente a quem ECONOMICAMENTE sempre – por razões históricas, que caberiam em outro comentário – teve a economia amarrada de modo umbilical. O que é normal. E não nos representa.
    Seja a indústria automotiva. Ou a de saúde. 100% dos equipamentos médicos que trataram Dilma e Lula e foram usados por Chávez, são de pesquisas e fabricação ianque. Que nossos telefones e equipamentos (e softwares) de informática, são produtos made in USA.
    Não creio que a petição peça (ou mesmo insinue) a necessidade do impossível nos dias atuais: uma nova esquadra americana a caminho do Brasil.
    Mas, a diplomacia pode sim atuar de forma mais intensa. Mais presente. Economicamente atuando contra os “selvagens do Sul” que querem nos transformar em índios. Quando esta ameaça nasce de símbolos distantes de nossa história (a figura distorcida de Bolívar, – que 9 em cada 10 brasileiros desconhecem – ou de índios ao altiplano andino de Morales).
    A economia da Venezuela somente sobrevive pelo comércio bilateral (ou somente das compras americanas) com os USA. O Foro de São Paulo seria uma casa de (mais) loucos se não houvesse um “fantasma” a ser acusado pelo mal que nos aflige. Se antes a imagem do comunismo era usada para justificar a selvageria militarista, hoje o “imperialismo americano” (em um mundo globalizado) é a pedra de toque da existência deste hospício que – infelizmente – se espalha como erva daninha no continente sul-americano. A outra face da mesma moeda.
    Se antes o senador Aloysio Nunes era o ponto de apoio na Europa, chamando a atenção do mundo para a barbárie, hoje quem sabe uma petição faça a mídia mundial entender que Lula não é Perón e o Brasil não é a Nicarágua?
    Por fim, nada disto seria necessário se houvesse maior confiança (ou alguma) no Judiciário brasileiro. Nas medidas jurídicas que impedissem a transformação de uma nação em um estereótipo farsesco de republiquetas que preferem adotar o passado como caminho de futuro.
    Assim, prezado Setti, ouso discordar.
    Avisar ao MUNDO (e somente os USA possuem um mecanismo de DENÚNCIA no gênero) o que o tal Foro de São Paulo (e exemplos inúmeros e crescentes) faz com o Brasil, não é um complexo de vira latas.
    Talvez seja uma reação de um pit bull.
    Como diria Sérgio Vieira de Melo, não quero tanques nas areias de Copacabana. Mas, gostaria muito de ver o Brasil REDUZIDO (não enquanto país ou nação, mas enquanto GOVERNO!) ao nanismo que escolheu como atuação diplomática.
    E para tanto, é necessário dizer a TODOS o que este movimento descerebrado, ditatorial, censor, corrupto e sedento de mais poder, pretende e está fazendo.
    Grande abraço!

    Reynaldo, amigo querido, só posso dizer que, se todos os que discordam fossem como você, “que maravilha viver”, como diz a canção.
    Abração!

  • Tupiniquim do Sul

    ESPECIAL! GENERAL VENEZUELANO REVELA COMO FUNCIONA O SISTEMA BOLIVARIANO DE FRAUDE ELEITORAL ELETRÔNICA E DENUNCIA A EMPRESA SMARTMATIC, A MESMA QUE O TSE CONTRATOU PARA OPERAR AS ELEIÇÕES NO BRASIL

    http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2014/11/general-venezuelano-revela-como.html

  • MARAT

    .
    Correto Setti.
    .
    Roupa suja se lava em casa, ademais:
    .
    1º O que temos hoje no País, é culpa nossa. Por omissão, comodismo, “jeitinho brasileiro”, etc., fomos nós que permitimos, assim esse câncer se instalou em “nosso seio”.
    2º O Câncer se instalou através do voto. Através do voto DEVERÁ ser extirpado. Portanto, vamos para às ruas, vamos educar nossos filhos e mostrar-lhes essa patologia esquerdopata;
    3º Não adianta gritar: “Papai Exército, vem me salvar!”. Falhamos e precisamos corrigir nossa falha, além de que, clamar pelo Exército é por analogia, o mesmo procedimento de quem espera uma “Bolsa-Família”, ou seja, que alguém faça algo por ti;
    4º Exército intervindo, ocorreria somente em uma quebra institucional, o que não é o caso atual, senão não seríamos uma Democracia;
    5º Pare de reclamar, parecem o palhaço carequinha cantando: “Manhê o tunico me bateu, roubou meu saco de pipoca, meu pirulito e picolé, e depois inda por cima mamãezinha deu uma pisada no meu pé.”
    6º Vá para as ruas, vista o Verde/Amarelo, empunhe a bandeira do BRASIL e grite: Não ao Comunismo.
    .
    Eu vou! Gritarei até ficar rouco. E digo mais, se algum dia, um castelhano qualquer, entrar em meu PAÍS com intenções belicosas, seu sangue escreverá o FUTURO!
    .
    BRASIL! Espero que um dia ACORDES!

  • Levi

    Tudo bem, mas tem alguém fazendo algo mais além disso? Não há nem um sinal! O Lula e sua quadrilha continua fazendo **** no Brasil e **** **** ***** com a Constituição. E tudo parece correr às mil maravilhas.

  • SCF

    Prezado Setti, essa notícia deveria ser tratada como apenas um factóide sem maiores consequências. Por outro lado, o bolivarianismo e o estelionato eleitoral lulopetranka é um fato comprovadíssimo. Falar, ainda por cima, em ‘capacho dos EUA’, etc. e tal é fazer o jogo do PT. Por favor não faça isso. Obrigado,

    Caro Silas, desculpe a franqueza, mas não preciso de lições sobre como tocar meu blog.
    Patrulhas de vocabulário não fazem parte de meu universo.

  • Alberto Porém Jr.

    Parabéns pelo posicionamento.
    Como disse Malcom X: “Se você não for cuidadoso, os jornais farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo.”
    Aqui no nortão de Mato Grosso temos a comprovação cabal e inequívoca de: Colhe o que se planta, se mal plantou, mal colherá.

  • Mairalur

    Ex.marxista das 13:16, não se trata de ser comunista, ou não comunista, de louvar ou não o post. Alguém disse muito bem por aqui que não devemos ficar esperando por uma bolsa-libertação. Ou somos uma nação, ou não somos nada. Se não somos nada, que venham de volta os portugueses.E começamos tudo de novo.

  • Justiceira

    Concordo com você, Setti, mas isso apenas revela o desespero do povo para se livrar dessa corja dita comunista que se instalou no poder. Ninguém agüenta mais!

  • AECIO 45 FORA PT

    Lamentavelmente não publicarei seu comentário, caro amigo. Não publico comentários que elogiem, preguem ou tolerem a quebra da legalidade constitucional.

  • Pedro

    Então Ricardo, que tal fazermos uma petição à própria Dilma para que ela e o PT nos devolvam o Brasil ?? What if…

  • Celso Rangel

    Setti , deixa de tolice.. Quando eu disse que saiu baratinho eu me referi à ”operação” de derrubada do Jango. Não custou nada mesmo.. nenhum tiro foi dado , nenhuma gota de sangue derramada. Repito , estou a me referir especificamente aos episódios do dia 31 de Março de 1964.. É lógico que o custo democrático foi altíssimo e não menos relevante foi a perda de vidas.. Não li o livro do Sá Correia , mas li 30 anos esta Noite do Francis , que aliás , já era jornalista em 64 e foi testemunha ocular do golpe e pôs por terra metade dessa bobajada conspirólotra de que os americanos financiaram a revolução de 64

  • sandovalsader

    Caro Jornalista,
    Sei que aqui não é bureaux de informações mas tomo a liberdade de perguntar por onde anda o Marcos Sá Correa. Leio os grandes jornais e revistas e não o tenho visto nos ultimos tempos.
    Agradeço sua atenção.

  • Denise

    Caro Ricardo Setti!

    Sou sua leitora assídua, acompanho o seu blog diariamente! Gosto muito dos seus textos! Sinceramente! Desculpe-me a franqueza, mas assim como eu, parece que vários de seus leitores não entenderam muito sua mudança de posição (ou aparente mudança de posição) neste caso da petição! Você decidiu trazer este assunto para a sua página, pois o considerou uma notícia interessante. Não a vi em nenhum outro blog, pelo menos até agora! Se o seu intento era fazer uma crítica à idéia da petição em si, seria mais normal, acho eu, que o seu primeiro texto já viesse com a crítica! Diferente do que você respondeu a um dos seus leitores (“Infelizmente, há pessoas destituídas da capacidade mental elementar de diferenciar relatos de opiniões.”), você nos apresentou o relato sobre a petição, emitindo uma opinião: “A coisa pode não ter maiores consequências diplomáticas, mas não é propriamente uma boa propaganda para o governo da presidente Dilma Rousseff e para o PT.” E foi exatamente esta sua opinião que nos levou a acreditar que você, mesmo não apoiando necessariamente a petição, não a via como o fim da picada (com termos fortes como viralata e capacho), como no seu segundo texto!

    Um abraço

    Denise

  • Léa Nilse Mesquita

    Setti,
    As perspectivas que levam uma pessoa a um ato podem não ser as proclamadas. Assinei a petição. Ao fazer isso, nem me passou pela cabeça que o governo Obama (claramente esquerdista) iria tomar alguma providência contra o governo brasileiro. Acreditava (e acredito), porém, que, vindo a público, a petição poderia fazer a elite pensante americana acordar para a situação brasileira e latino-americana de franco processo de cubanização, haja vista a submissão de tantos países de nosso continente às diretrizes do Foro de São Paulo, entidade multinacional que reúne governos e partidos comunistas, grupos terroristas e narcotraficantes. Fundado por Lula e Fidel, por si só, o Foro de São Paulo evidencia o quanto falseia a imagem de moderados que tantos americanos têm de Lula, Dilma e do PT. Como é de suma importância desfazer essa ideia falseada (pois ela leva muitos a apoiarem nossos governantes como se fossem anteparos aos “extremistas bolivarianos”), o documento me pareceu relevante. E penso que muitos dos seus signatários veem as coisas assim e tiveram motivação semelhante à minha quando assinaram o documento. Mas reconheço que fica difícil compreender que foi isso que nos moveu, principalmente porque aqui se prefere a fantasia aos fatos. Assim, é melhor pensar que somos capachos. Como é conveniente continuar subscrevendo a versão de que o golpe militar de 1964 foi planejado e subsidiado pelos americanos mesmo depois da confissão de Ladislav Bittman, ex-chefe da inteligência soviética no Rio de janeiro, de ter sido ele quem inventou tal versão. Forjar documentos, muitos sabem, foi exercício exemplar da KGB. Principalmente por entender que subsidiariam jornalistas à cata de comprovação para seus fabulosos exercícios de interpretação dos fatos, como esse da frota desativada por Lincoln Gordon que prova a intervenção dos americanos na queda de Jango. Felipe Moura Brasil, seu companheirinho na Veja, por seu estreito vínculo a Olavo de Carvalho, que não se cansa desmascarar essa vigarice trasvestida de história, tem as melhores condições de esclarecer essa questão. Fala, Felipe!

  • Beatriz C

    Percebo, desanimada, que muitos comentaristas confundem os interesses dos Estados Unidos com os interesses dos metacapitalistas (Fundações como Ford, Rockfeller, Clube Bildeberg, George Soros e similares), que andam de mãos dadas com os comunistas porque, afinal, o comunismo é apenas uma forma de governo em que Estado tenta comandar tudo. Toda a economia é capitalista. Como o sistema comunista quebra a economia, os metacapitalistas ganham mais dinheiro emprestando pros países quebrados ou comprando tudo baratinho. No incidente ocorrido recentemente com Hugo Carvajal, indicado para o cargo de cônsul da Venezuela em Aruba (dependente do Reino dos Países Baixos, vulgo Holanda), o mesmo foi liberado da prisão (e da extradição pros EUA, por indicação da DEA) devido aos interesses da Schell, que pertence à coroa holandesa, que participa do Grupo Bildeberg.

  • Heitor

    Se possível me desculpe se ofendi, não foi a intenção.

  • neusa

    Assinei a petição, mas acho a discussão uma Santa Besteira Batman! Os EUA estão cheios de problemas internos para resolver e um deles se chama OBAMA! Eles não dispensariam uma bala (nem gummi bear) para nos ajudar mesmo se 200 milhões assinassem a mesma. Além do que estamos longe da solução, bem longe, pois o problema não reside apenas nos nossos governantes mas na mentalidade que temos. Nossos líderes são apenas reflexos das nossas atitudes!

  • Luciana S.

    Adorei saber que meu complexo de vira latas subiu de posto e passou a categoria de reação de pit bull. Minha auto estima agradece! Obrigada Reynaldo-BH (12/11 14:45) pelo comentário (ou melhor, texto) tão inteligente e bem escrito. Perfeito em todos os sentidos.

  • Luciano

    Se o PT usa de todas as armas e toda AL, e por aqui tudo está dominado e contaminado é antipatriótico, pedir SOS, quando em quase 12 anos nada foi feito?. Retórica não ganha nada!.

  • Luiz Paulo

    Chega de desinformação VEJA! Ricardo Setti, você está fazendo propaganda comunista sem perceber (ou não).
    Não houve operação “brother Sam” – é mentira inventada pela KGB: o velho artífice do fábrico de notícias e acontecimentos falsos!
    Não havia sequer 1 agente da CIA lotado no Brasil. Mas haviam vários agentes da KGB e STB aqui. Procurem se informar a respeito destes codinomes de colaboradores comunistas dentro do nosso parlamento à época: “macho”, “cabo”. Procurem nos arquivos europeus que tratam do assunto.
    Mas, se estiverem agindo de má-fé, aviso: Morram seus comunistas safados!

    E quem falou em agente da CIA?
    As reportagens de Marcos Sá Corrêa, inteiramente documentadas, são uma referência na história contemporânea do Brasil, exceto para quem é cego — por ideologia, conveniência ou burrice.

  • Zizi Cat

    Meu amigo Setti. Os petistas contam com pruridos desse tipo da parte dos opositores. Eles porém não tem tem nenhuma vergonha ou orgulho em pedir ajuda a qualquer um ! Até mesmo o Diabo! Não acho que ” pedir ajuda” é ser capacho ! Aliáz, no amor como na guerra vale tudo! Quando é que as pessoas de bem vão compreender que estamos à beira do abismo? E que não é hora de escolher o anjo que nos serve?

  • royrogers

    O Brasil nos arquivos de espionagem do bloco soviético — KGB / STB A verdadeira História!

    https://www.youtube.com/watch?v=Dbt1rIg8FbI
    https://www.youtube.com/watch?v=eHMQeu2WuBU

  • Ex-marxista

    O leitor Luiz Paulo está confundindo a “operação brother Sam” com a “operação Thomas Mann”, esta sim, inventada pela KGB.

    http://www.midiasemmascara.org/artigos/desinformacao/10980-operacao-brother-sam-uma-operacao-fantasma.html

  • Marcelo

    Permita-me discordar, caro Setti. Esta provado que nao temos capacidade de resolver nossos proprios problemas.
    O Brasileiro ja percebeu que nao tem mais a quem recorrer: Congresso Nacional? Justica? Imprensa? Parece ate piada.
    Ha um momento em que a retorica tem que ser deixada de lado. Entenda de uma vez a gravidade da situacao, muitas pessoas pedem intervencao das Forcas Armadas, recorrem a Casa Branca, recorrem a imprensa internacional e voces nao perguntam o basico: POR QUE? eu respondo: porque nao acreditam mais nas instituicoes brasileiras meu amigo.
    A peticao funcionou sim! Sabemos que os EUA nao vao interferir mas ja produz resultados.
    Ou vamos confiar na oposicao do PSDB que acabou de levar uma pernada do PT no acordo da CPI?

  • jfaraujo

    Estão dizendo que aquele Avaaz é administrado por petista, e que por isso o pedido de impeachment não vai entrar em pauta. Eu votei em deputado e senador do PSDB, mas o partido não apóia o impeachment. Ou seja, a quem recorrer?

  • john bagaceira

    Prezado Sr Ricardo, vejo com extrema preocupação este pocisionamento de varios ‘Democratas’ por aqui, chorando por um ‘terceiro turno’, gostaria de lembra-los que a corrupçao é um traço do carater do brasileiro! Tenho certeza que mtos desses que por aqui rogam pela intervenção(sic) do Obama, já deram a famosa ‘cerveja’ ou ‘cafezinho’ para os guardinhas da vida, atire a primeira pedra que não?! Por ultimo, com a venia de não me alinhar com nenhum partido politico, afirmo que o PT tem os seus Demonios, mas e os outros??? E o Aécio? Ele é um anjo de asinhas branquinhas? E os escandalos do PSDB??? Vamos respeitar o resultado das urnas e defendermos a nossa Constituição e fiscalizar o Governo legitimo q está aí! Parabens por seu espirito democratico!!

  • julia

    Setti. Ontem tivemos prova de que existem sim paises mais serios que o nosso brasil ” vira latas”. A Holanda é um deles e, pessoas de bem devem e vao usar todos os recursos legitimos, como esta peticao.
    Vergonha é nao tentar.

  • LARAPIOS MENTIROSOS

    COM esse aperto de mão da dilmaxobama , obama devia verificar se ficou com a aliança e o relogio de pulso, por preucação, vai saber né, criatura esdruxula de um lula*****

  • Ana Paula

    A petição não fará os EUA , mandarem seu arsenal bélico para cá .Creio, que a intenção seja dizer :_Enquanto a ***** ocorre aqui (Brasil- América Latina) nem todos estão dormindo e/ou satisfeitos…Ja que por aqui não temos a quem recorrer…

  • Humberto

    Antes capacho de americano do que de petista safado vagabundo.

  • Angèlìka

    Caro Setti.
    Obrigada por não desistir de nós em um momento tão delicado.
    A situação é muito séria.
    O que há por trás das intenções do PT é assombroso.
    Estamos na mira de uma força devastadora.
    Xingá-los, mandá-los embora, exigir impeachment, pedir socorro às FA, gritar ao vizinho forte por S.O.S não vai adiantar.
    Ninguém levou a sério a atitude da Dilma, (representante do PT) quando na ONU defendeu o IE.
    Fizemos deboche. ERRAMOS FEIO!
    A ROTA do TERRORISMO INTERNACIONAL entrou no nosso país por nossas fronteiras.
    ESTAMOS SITIADOS.
    Dia 15 de Novembro não será fácil.

  • FILÓSOFO

    Ex-marxista

    13/11/2014 às 0:04
    .

    EX-MARXISTA :
    .
    A “OPERAÇÃO THOMAS MANN” não foi inventada por KGB nenhuma – daqui um pouco vocês da DIREITA vão culpar os russos pelo Golpe de 64 :
    .

    LYNDON JOHNSON atolado com a Guerra do Vietnã repassou a bola para THOMAS C. MANN, novo coordenador da ALIANÇA PARA O PROGRESSO ( programa de combate ao comunismo criado por KENNEDY ), para tratar da derrubada de GOULART. Em 18/03/1964 THOMAS MANN se reuniu com todas as autoridades envolvidas na América Latina – desse encontro saiu a DOUTRINA MANN : os Estados Unidos reconheceriam o governo de qualquer aliado, mesmo sob regime autoritário, contanto que continuasse “anticomunista”. No caso do BRASIL, havia a “OPERAÇÃO BROTHER SAM” : não é paranóia ou teoria da conspiração – caso os “golpistas” precisassem de uma força, os Estados Unidos tinham mobilizado um porta-aviões, um porta –helicópteros, tropas de paraquedistas, seis contratorpedeiros com 100 toneladas de armas e os quatro-navios petroleiros ( havia receio que faltasse gasolina para os revolucionários ). Aqui no Brasil quem servia de “ponte” entre os golpistas e os E.U.A. era o embaixador Lincoln Gordon e o folclórico Vernon Walters. A frota americana estava a caminho, quando ocorreu antecipadamente o golpe, tendo então que retroceder ou dar meia-volta – não sem antes exigirem que o empossado fosse o Castello Branco – posteriormente ainda mandaram a conta da “fatura” ( despesas de locomoção, apoio logístico, etc ).
    .
    .

    https://www.youtube.com/watch?v=eWdcS5UMO54
    .
    HAVE A NICE DAY.

  • rafael

    As regras para publicação de comentários no blog, conforme relembrei aos amigos leitores incontáveis vezes, não aceitam textos escritos somente em maiúsculas, em respeito à boa educação, aos leitores e seguindo uma norma internacionalmente praticada na web.
    Como presumo que você saiba, palavras em maiúsculas significam palavras gritadas, não é mesmo?
    99% dos leitores escrevem assim, como neste texto, em maiúsculas e minúsculas.
    Peço que você faça o mesmo das próximas vezes.
    Confira as regras no link http://goo.gl/u3JHm
    Obrigado

  • IVO ANTONIO

    Não posso publicar, é contra meus princípios, caro Ivo, comentários que defendam a ruptura da ordem constitucional.
    Os militares existem para cumprir missões definidas pela Constituição, a começar pela defesa do país contra agressões estrangeiras, mas muitas mais.
    Para pessoas civilizadas, livres, fora do Estado de Direito, da Constituição e das leis não há salvação.
    As saídas para se opor ao crescente autoritarismo do PT começaram a ser mostradas nas eleições: metade do país votou contra.
    Temos instituições, temos Justiça, temos um Congresso renovado e temos o recurso de sair, pacificamente, às ruas, como fizeram MILHÕES de brasileiros em plena ditadura, clamando pelas Diretas
    -Já.

  • sandra

    Ricrado, se você pensar um pouquinho, vai retirar este artigo….afinal…só com a justiça americana e holandesa, é que parece que não vai acabar em pizza. Somos sim incompetentes, incapazes de nos governar, haja vista quem foi eleito para presidente nos últimos doze anos. Já que as urnas, são fraudadas, o CGU não vê nada de irregular na Petrobrás, nem com o réu confessando que pagou propina, réu confesso, e topando ser punido, só nos resta recorrer a ajuda externa mesmo….não temos vocação para capacho, somos capacho, pois um povo que elege um partido uma presidente analfabeta funcional, atestou sua incompetência para escolher seus governantes, e os militares foram completamente desmoralizados, num país sério, já teriam tomado o poder.

  • Fernandes

    Olá Setti,
    Acho valida como forma de chamar atenção dos americanos que estão sendo enganados pela falsa imagem de moderados dos nossos vermelhos, eu também fui enganado e votei no cara 2 vezes….
    Uma grande parte da nossa imprensa fecha os olhos para o avanço Bolivariano no Brasil e nossa liberdade de opinião já esta sendo cerceada! Percebo a grande ansiedade das pessoas, que como eu, descobriram que eles sao comunistas sim!

  • domenico

    Prezado Setti, não tive a oportunidade de assinar a petição, mas luto por outros meios para que o Brasil se livre dessa quadrilha que se instalou no poder. Infelizmente, o Brasil está correndo perigo e não podemos esmorecer em nossa luta ! Vamos em frente, sempre pela democracia e liberdade !

  • Carlos Eduardo Pereira

    Vergonhoso é ver nossa pátria ser invadida por um ministro venezuelano armado, para ensinar o MST a fazer revolução e, quiçá, matar brasileiros. Vergonhoso é ver o FORO DE SÃO PAULO a todo vapor; a fraude nas eleições com os bolsas vale tudo; nosso suado salário ir parar nas ditaduras falidas e assassinas. GOD SAVE EEUU.

  • Nina Mayor

    Prezado Ricardo,
    Muito me impressionou a quantidade de comentários contrários ao seu artigo. Isso só confirma o que você disse, inclusive pelo baixo nível (em todos os sentidos) dos textos. Vira-latas e capachos assumidos. Triste.
    Venho há tempos observando a tendência brasileira a não se responsabilizar por nada. Isso está refletido em muitas áreas da sociedade, desde o micro até o macro universo.
    Recentemente li ou ouvi uma frase que me chamou a atenção e provocou uma boa gargalhada: “A culpa é minha, eu jogo ela em quem eu quiser.” É mais ou menos assim que o Brasil está funcionando. Eu só substituiria a palavra culpa por responsabilidade e, tristemente constato que falta amplitude de visão. Louvar os EUA e a Holanda, incondicionalmente, como se pudessem ser “salvadores da (nossa) pátria” é fechar os olhos para as interferências negativas desses países em nossas terras e em tantas outras.
    Certa vez perguntei a um holandês, que criticava a falta de competência brasileira para lidar com a preservação da floresta amazônica, o que ele achava do fato de grande parte dos navios que transportam madeira ilegal da Amazônia para a Europa serem de nacionalidade holandesa. Em resumo, a resposta que recebi foi: “Nós não usamos madeira ilegal, nós só transportamos.” Acho que esse relato dispensa comentários.
    No mais, só nos resta a esperança de que possamos aprender a valorizar o que temos e a assumir as responsabilidades que nos cabem, com uma atitude ética e sábia.

  • Marcos

    Faço minhas, as palavras de Denise 12/11/2014 às 16:55: Se era para depois criticar o assunto e fazer os que assinaram a lista se sentirem ofendidos com suas palavras, era melhor não ter trazido o assunto para o blog.

  • Angela Maximo

    Se é pra escrachar que seja no primeiro mundo. Prefiro ser capacho de Obama, do que um lindo tapete persa
    de Cuba (Castros), Cristina Kirchner, Maduro ou Wladimir Putin. Faça-me o favor…

  • Vinicius

    Acho que tens razão, passaríamos a ter mais uma vergonha no leque de vergonhas. Mas é melhor ter uma intervenção do USA, do que uma de Cuba.

    Acho que a petição não surtirá efeitos práticos, militares como estás a supor, não acredito neste tipo de intervenção pelo próprio texto que escrevestes. O Brasil é grande e fortemente armado, nem todos estariam disposto a aceitar uma intervenção militar, mas uma intervenção política, para que a política bolivarianista de hoje, caia, isso sim eu acredito e até de certa forma espero que aconteça.

    Vi um documentário da Band, de como é a Cuba de hoje em dia e fiquei com vergonha pelos cubanos. Mães de família precisam se prostituir, porque é única maneira de fazer dinheiro e tentar sair da miséria, que não foi resolvido com o discurso populista vermelho, semelhante ou quase idêntico do PT. Só nos últimos anos é que as pessoas puderam comprar e vender carros e alugar imóveis.

    A vida lá é uma desgraça, ruim em tudo e é mentira dizer que hospital é bom. Não se pode ser bom se você não tem acesso a tecnologia. O país vive 80 anos de atraso tecnológico, sociológico … Eu não quero o Brasil assim daqui a 80 anos por causa de um sonho que não é do Brasil, este sim, é um desejo interno de Cuba, Venezuela, Argentina …

    Não temos nenhuma coligação ideológica ou histórica que comporte a aceitação da visão de mundo que eles têm. Somos um povo que apesar dos pesares fez questão de ser livre.

  • Carlos Henrique

    Eu reconheço na petição uma forma de chamar atenção; esse tipo de coisa não é noticiado pela grande mídia. Sou jovem, ensinado pelo brasil a ser vira-lata. O próprio fato de a Dilma – e o PT – ter a força que tem. Não vejo o menor sentido ter atitude de bravata, nunca levou nenhum país à nada, o Brasil é um país que claramente não sabe se virar, não vejo nenhum problema os Estados Unidos ou qualquer país minimamente decente intervir aqui, aliás: não sou nada contra o Brasil ser anexado por qualquer país minimamente decente, nem ser desmembrado. O PT me da vergonha de ser brasileiro; e o fato de ter aval do povo me faz ter vergonha até do povo, que eu sempre achei ser muito superior ao Brasil, mas a força do PT prova que o povo é igual o PT. O Patriotismo no Brasil pelos menos pros jovens como eu, mostra que o gira no sentido contrário; quanto mais gosta do Brasil; mais tem asco do Brasil.

  • Santana*100

    Vinicius – 15/11/2014 às 17:00
    Parabéns pelo seu comentário!
    Santana*100

  • Marcelo

    Ricardo, vi o ex Presidente FHC dizendo, a poucos dias, que a dona Dilma não é uma criatura de todo imprestável, eu não tenho a mesma opinião. Mas imaginemos que ele tenha razão e que alguns petistas possam ter algo de bom, de decente, algum valor moral, seja qual for. Se tiver, o pedido ao governo estadunidense será válido.
    Pessoal e subjetivamente temos nossos valores a preservar, mas enquanto nação precisamos de humildade. Pois tenho medo de que nem manifestações populares possamos fazer, num futuro não muito distante.

  • Cissa Leite

    Acho sua matéria tendenciosa – Ricardo Setti. Ontem foi o Reinaldo Azevedo que não precisava escrever sobre os intervencionistas e hoje vc. Para quê serve sua matéria, haja vista que a petição já conta com mais de 142 mil assinaturas? E digo mais, antes ser capacho do EUA do que lamber as botas do facínora Fidel, e cheirar o traseiro do Maduro!!!

  • George Gratz

    Acabo de ler uma matéria em que foram feitas 114 viagens de Hercules – avião de transporte, carregando blindados e tropas venezuelanas e cubanas, através de nosso território, contra poupulações tentando fazer o que fazemos, lutar pelka democracia.Só para um dos lados vale? Por que não pedirmos TODO auxílio possivel, principalmente de uma nação aonde os americanos NÃO FOGEM DE JANGADA PRA Cuba.

  • Renato B.

    Prezado, meus sinceros parabéns por mostrar que ainda existem colunistas com noção. Seu último parágrafo foi de uma maturidade que a maioria dos brasileiros ainda precisa desenvolver. Andamos devagar, mas ainda chegaremos lá.

  • Ex-marxista

    Assaz suspeito o teco-teco do Renato B.

    O B. seria de bolivariano? Hehehe

  • Emmannuel

    Nem tão lá … e nem tão cá.
    O mundo era outro, o Muro de Berlim era uma evidência e, é claro que a União Soviética financiava os chefetes não apenas em Cuba e quejandos, mas aqueles que se embrenhavam nas florestas brasileiras.
    O mundo é outro, exceto por alguns detalhes: o Muro caiu e, supostamente não há milícias no interior do país: o que temos são médicos.
    Vamos agora testar a aspiração democrática do povo brasileiro, vendo se consegue se livrar da corja que infestou o poder no Brasil; e terá que fazê-lo sozinho, e espero que consiga.
    Quanto ao desdém americano em relação às inclinações políticas da América Latina, isso é facilmente explicável: Partido Democrata …

  • Emmannuel

    É …. convenhamos, lendo todos os comentários – e foi o que eu fiz – percebe-se que você perdeu uma oportunidade de ficar calado, em razão de não perceber aquilo que os signatários da dita petição tinham em mente; e eu não assinei coisa alguma.
    Ainda que intervenção militar – nacional ou americana – seja um exagero, não podemos bancar as cinderelas: o site do ministério das comunas na Venezuela – e isso foi fartamente noticiado; até o delinquente mor veio aqui – já recebe jovens brasileiros para “intercâmbio”. Você acha que eles estão fazendo o que? Treinando basquete?
    Desconfiar da “tchurma” se tornou um verdadeiro exercício de “auto preservação” e zelo pelas instituições democráticas ainda incipientes.
    Parabéns para quem, de forma honesta, aqui se manifestou.

  • vania

    Essa é uma opinião sua Sr Ricardo Setti. Não concordo com você. Porque os lulopetistas jogam sujo, não dando chance para a democracia. E tem mais, um país como o Brasil tornar-se comunista é um perigo para o mundo todo e explico porque: 1- o Brasil permite a entrada de terroristas em nosso território. 2 – possuímos tecnologia de enriquecimento de urânio, inclusive para armamentos nucleares. 3 – governos comunistas não costumam respeitar tratados internacionais, daí produzir tais armas é questão de pouco tempo. 4 – agora imagine a terrível união comunas+terroristas+armas nucleares. Por isso é bom que o governo americano considere a questão e ajude a matar o filhote de cobra no ninho, porque se a cobra crescer vai sair engolindo tudo e todos.

  • wanderlei

    As regras para publicação de comentários no blog, conforme relembrei aos amigos leitores incontáveis vezes, não aceitam textos escritos somente em maiúsculas, em respeito à boa educação, aos leitores e seguindo uma norma internacionalmente praticada na web.
    Como presumo que você saiba, palavras em maiúsculas significam palavras gritadas, não é mesmo?
    99% dos leitores escrevem assim, como neste texto, em maiúsculas e minúsculas.
    Peço que você faça o mesmo das próximas vezes.
    Confira as regras no link http://goo.gl/u3JHm
    Obrigado

  • Marcos Pereira

    Senhores, não dá mais para esconder. Quem estava efetivamente envolvido no golpe de 64 era a KGB, através do serviço secreto Tcheco STB. As informações estão disponíveis na internet conforme pesquisa do historiador Mauro Abranches.
    Os americanos, principalmente Lincoln Gordon foram pegos de surpresa. Veja que a mobilização das forças americanas foram feitas a partir de 31 de Março – contra golpe já consumando SEM DAR NENHUM MÍSERO TIRO – e, praticamente desmobilizadas em seguida.
    Muitos de nosso atuais políticos, intelectuais e jornalistas, estavam a serviço/pagos pela KGB/SBT.
    Só não publicam a lista pelo fato de que, não saber quem aderiu espontaneamente, ou foi coagido.
    Portanto não adianta ir contra a história real, contra os fatos e evidências.
    Aprendam: GOLPE É COISA DE REVOLUCIONÁRIO.
    Com relação aos comunistas desinformantes, apenas lhes digo: A VERDADE NOS LIBERTARÁ de forma Geral e Irrestrita.

  • solange sabina de macedo

    Sabendo que no Brasil todas as instituições foram corrompidas como pude ver no tv senado,pela internet,fora ainda a comissão da verdade feito por dilma,realmente ,so´restava pedir ajuda aos estados unidos,pois o eleitorado do pt é um jumento que não tinha como se aliar a oposição,totalamente cego,sem noção que o povo é um só!! Nada mais justo pedir ajuda sim !!!