PRESIDÊNCIA DO SENADO: depois de Sarney, Renan. Ninguém merece. Nós merecemos?

Renan Calheiros: menos de seis anos após escândalo monumental, ele está a caminho de presidir de novo o Senado (Foto: Minervino Junior / Agência BG Press)

Sai Sarney — finalmente — mas… entra Renan!

Sim, Renan Calheiros (PMDB-AL), o senador que renunciou à Presidência do Senado em 2007 para escapar da cassação de seu mandato, em meio a uma avalanche de denúncias (leia aqui um resumo da pouca vergonha), prepara-se, lépido e fagueiro, para voltar ao cargo — que parecia pertencer vitaliciamente ao ex-presidente José Sarney — em fevereiro próximo.

E, amigas e amigos do blog, com o apoio integral do Palácio do Planalto. Ou seja, da presidente Dilma Rousseff.

Francamente: merecemos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 3 =

Nenhum comentário

  • Reynaldo-BH

    A volta de Renan é a continuidade do domínio do Executivo sobre o Legislativo.
    Renan não retorna à presidência do Senado só com a própria vontade ou o voto único de si mesmo.
    A bem da verdade, não deveria sequer ter retornado ao Senado. O que dizer da presidência.
    O PMDB que tem o vice-presidente da República é parceiro preferencial do PT que era – há muito deixou de ser – o partido que se auto rotulava como antagônico e alternativa.
    É necessário, em nome desta excrescência chamada “governabilidade”, ter na cadeira que já foi de Ruy Barbosa um manipulador de senadores mesmo que delinquente.
    A dita “governabilidade” parte de um erro brutal para uma consequência desastrosa. Ignora os votos populares que recebeu e aposta nos acordos espúrios, alguns tramados em banheiros do Senado. O partido vencedor das eleições executivas tem que se valer de suas propostas e da justeza das decisões que toma.
    Só é ameaçado quem vai de encontro às aspirações populares e precisa se submeter a algemas que prendem os pulsos do achacador e do docilmente achacado.
    Como o PMDB e PT. Irmãos siameses, dividem a presidência do Brasil.
    E dominam o Legislativo. Seja impondo ao país o presidente da Câmara mais despreparado que já se viu ( o fundo do poço), o tal Marco Maia, ou elegendo Renan em ofensa ao Brasil decente.
    Mas não fiquemos somente nos partidos no poder, que dividem o butim de forma planejada.
    Existem outros senadores. Que votarão em Renan sem um mínimo de nojo.
    A lógica imposta pelo lulopetismo (o “nós x eles”) não permite que estes eleitores (que não deveriam ter sido eleitos) se contraponham às forças do Planalto e da gang em forma de partido. Ou a dois partidos em forma de quadrilha.
    Enfim, as hienas sabem quem é do próprio grupo.
    Só não podemos reclamar da eleição de Renan. Era prevista. E ignorada.
    O desprezo que estes zumbis ressuscitados pelo petismo demonstram ter em relação ao povo só é menor que o desprezo que exibem pela ética, moral e cidadania.
    Afinal, estes termos saíram “de moda”. São conceitos da direita, Como se a esquerda fosse isenta de tê-los. Exigi-los é ser “direitista”, pouco importando a rela posição ideológica, passado ou perspectiva histórica.
    Em estado de anestesia assistimos aberrações como sendo ações entre amigos, que não nos envolvem. Que não nos afetam. Que não nos atingem.
    Nada mais distante da verdade.
    A vassalagem de um poder a outro é uma afronta ao meu direito de cidadão. E ter Rena como presidente do Senado, reforça a obediência (em troca de alguns cargos negociados a cada necessidade, e sempre atendidos pelo Planalto) à dependência venal nascida da presidência da República.
    Não se mede mais sequer a folha corrida do indicado. Tudo passou a ser uma imensa zona. De meretrício.
    Ainda resta o Judiciário. Até quando?
    Não se exige de um presidente do Senado que seja opositor ou da base alugada.
    Exige-se decência. Que Renan provou não ter.
    Mas no fundo, qual a diferença de Renan para Pimentel, Lobão, Dirceu, Palocci, Erenice, Sarney, Maluf, Collor e outros fiéis aliados de Dilma?

  • Artur Souza

    Ô, se merecemos! Merecemos Renan, Sarney, Dilma e muito mais. Merecemos um governo cada vez mais inchado, esbanjador, incompetente e corrupto. Merecemos ser tratados como crianças que não sabem limpar o traseiro e precisam de orientação até para atravessar a rua, senão avançamos com o sinal fechado e o bi-bi nos atropela. Precisamos ser sugados, enganados e roubados de todas as maneiras. Eles têm razão de se comportar como babás de moleques abobalhados. E continuarão tendo, até o dia em que a gente crescer e aprender a votar.

  • carlos nascimento

    Ricardo,
    O grande músico -Renato Russo – em uma de suas músicas famosas, perguntava veemente: que País é esse ? vc talvez não seja fã do mesmo, não queira responder…
    Pergunto eu, que País é esse ? sai sirnei, entra renan…..
    Para piorar o meu dia, vejo o que leio nas manchetes : Caixa Econômica Federal…será a nova patrocinadora master de quem…..do Corinthians, leia-se, andres sanchez,conseguiram, misturar futebol com política braba, espero que vc possa comentar isso.
    abração
    Carlos Nascimento.

    Estatais patrocinam clubes de futebol a três por dois. Como sou contra a EXISTÊNCIA de empresas estatais, em geral, você pode imaginar o que penso disso tudo.
    Bom para o Corinthians, mas será também para o contribuinte, teoricamente “dono” da Caixa?

  • Márcio Domingos

    Caro Setti, faz parte do balcão de negócios montado pelo governo petralha. Os poucos nomes decentes do PMDB (Jarbas Vasconcelos, Pedro Simon e outros dissidentes) não estão no bolso do Palácio do Planalto; restam, então, nomes como o do senador Renan Calheiros. O Brasil decente não merece.

  • Tuco

    .

    O povinho bunda merece!
    Aliás, qualquer castigo
    para um povo bunda é pouco.


    .

  • Vera Scheidemann

    É uma lástima ! É claro que nós e o Senado
    mereciamos coisa melhor. Enfim…
    Vera

  • Bruno Guerra

    Carissimo Setti,
    .
    Quando foi decidida a dosimetria em JD eu comentei aqui que o confronto entre o Brasil que não quer mudar perdeu do Brasil que se quer no futuro – ou algo assim.
    .
    É como eu vejo o que se passa na Ação 470. Um confronto dificil entre a mudança que se deseja para um país melhor e a “zelites” (não são SÓ DO PT) que querem que tudo continue igual para eles poderem continuar ganhando, usufruindo, se satisfazendo, comandando, enfim, no poder !
    .
    Renan é do mais rasca que a politica pode produzir – na minha opinião claro. Collor segue no mesmo caminho. Se juntar o tal de Lyra ou Lira, eu até me pergunto: só tem gente dessa em Alagoas, ou é nestas pessoas que Alagoas se revê ?
    .
    Termino dizendo que as mudanças, ou o país que se quer, também dependem da politica. E essa não se muda no STF. Muda-se no voto. No dia que os brasileiros forem corajosos para dar um sanafão na situação pode ser que o Brasil que se quer seja PARIDO !
    .
    Até lá sigamos: tudo bem, como sempre. Estas “zelites” não são só as do PT. O problema é bem mais grave.
    .
    Abr, BR

  • Fatima

    Setti.Eu costumo dizer que ,cada povo tem o governo que merece!claro que essa frase não é minha.mais agora eu devo dizer;Niguem MERECE isso,nem mesmo o povo brasileiro, que não sabe escolher seus governantes!É isso que dar pagar o mensalinho e não exigir que eles pelo menos ESTUDEM!!!!!

  • Caio Frascino Cassaro

    Prezado Setti:
    Quer saber? Merecemos. É nossa culpa por não cobrarmos das autoridades um nível de educação melhor para o nosso povo de forma que esses pilantras não fossem eleitos. É culpa nossa não pressionarmos o legislativo de modo que um deputado não pudesse se eleger por mais do que quatro mandatos e um senador por no máximo dois. É nossa culpa por não exigirmos que um presidente, após cumprir seu mandato, tenha direito a tentar apenas mais uma vez ser recolocado no posto maior de nossa política. Ganhando ou perdendo, não poderia disputar mais cargo político algum, conforme ocorre nos EUA. Enfim, temos, sim, uma dose enorme de culpa por esses caras estarem por aí assombrando as nossas vidas a tanto tempo. Agora, os petralhas adoram esses caras, pois, segundo o líder deles, o Apedeuta Máximo, os dois não podem ser tratados como cidadãos comuns, sendo verdadeiros baluartes da democracia. Já já aparece um petralha para defender esses canalhas. É só esperar.
    Um abraço

  • jose francisco santoro

    Tivemos Lula e depois…Lula.Temos Dilma e provàvelmente vamos ter mais…Dilma.Tivemos Sarney e Renan e vamos ter mais…Renan.Isso tudo me lembra os filmes Pesadêlo 1,2,3,4,5,6,7,8…

  • Grisson Alves

    Merecemos sim.
    .
    Um país que o povo coloca Collor, Jader Barbalho, Renan, Sarney no Senado. Aceita Maluf dando apoio ao PT. Isso para não falar dos outros políticos que não foram citados e estão na política a vida toda.
    .
    Como disse a Fatima – 19/11/2012 às 22:32 “Cada povo tem o governo que merece” E eu acrescento os políticos e, consequentemente, os Ministros do STF também, pois é o Senado que assina embaixo a indicação dos mesmos. E temos que engolir Toffoli, Levandowiski, Rosa Weber e, provavelmente um outro AGU no lugar de Ayres Brito.
    .
    Viva o incompetente povo brasileiro!!!!!

  • bereta

    Merecemos, caro Setti, merecemos sim! Quando diante de tantos descalabros comprovados, elegemos homens como Haddad, embora isso não queira dizer que Russomano ou Serra devessem ter sido eleitos, concluo que merecemos o pior dos mundos em política. Cada dia que passa somos apresentados a índices vergonhosos de IDEB, de corrupção, de vitória da bandidagem e muitos outros índices. Num país que, a título de proteger a infância e a juventude, proíbe que jovens comecem a trabalhar, nada melhor que um renan ou um sarney ou um jader se poderá esperar. Não vamos para as escolas para aprender o exercício do pensamento puro. Quando o Criança Esperança faz propaganda de si mesmo, não mostra crianças resolvendo exercícios de matemática ou propondo questões sobre sintática. Mostra, sim, e constantemente aulas de capoeira e batuque. E o povão aplaude. Lembra-se da letra do Juca Chaves, quando dizia que “o povo sem comida escuta essas lorotas dos patriotas?”. Bolsas não elevarão o índice de consciência do brasileiro. Poderão aumentar seu grau de degradação, pois é degradante viver de esmolas. Não será com um comentário destes que mudanças ocorrerão, mas fica meu protesto. A única atitude louvável da qual me lembro nestes últimos tempos foi a do Meritíssimo Sr. Doutor Juiz JOAQUIM BARBOSA, quando abalou a base do PT, enquadrando malfeitores. Mas foi do mesmo tribunal que saiu a condenação dos arrozeiros de Raposa Terra do Sol, para dar guarida a mais preguiçosos, não índios, mas gente da Funai, que não quer por preço nenhum, perder sua bandeira. Assim, nada mais natural que um Renan qualquer assuma um dos mais importantes postos políticos do país. Quem alimenta porcos se habitua aos malcheirosos animais. Só há uma maneira de nos livraros do odor, que é deixar de criá-los. E os criatórios brotam como cogumelos no substrato de nossa preguiça e ignorância, binômio inseparável, a meu ver. Um abraço, com raiva de tudo isso que aí está. Não me queira mal.

  • ercilia louzada

    Quando falamos que estamos mudando, depois de presenciarmos a punição dos mensaleiros no STF, parece que a mudança só está vindo pelo judiciário porque quando vejo este tipo de notícia do legislativo vejo que tudo continua a mil maravilhas para as velhas raposas da política. Culpa de quem?? da massa, da massa cuja massa encefálica está atrofiada devido a tantas medidas populistas a favor delas.

  • Renato Tanzi

    Na verdade, ele não teria o apoio da presidente. Dilma tentou um outro candidato, mas, dentro do PMDB, Renan Calheiros controla boa parte dos parlamentares. Mas, fica a questão: por que a imprensa, tão vigilante, deixou de lado as denúncias contra o senador tão logo ele se afastou do cargo? Será que o objetivo era apenas apeá-lo do poder e não o de apurar os malfeitos cometidos? Se foi assim, pode-se dizer que os órgãos de imprensa estavam agindo de acordo com uma politica rasteira.

  • Isaias

    Sim, merecemos. E são cúmplices todos aqueles que omitem o jogo político da falsa oposição PT x PSDB que permite este estado de coisas.

  • Angelo

    Senhores,Sim,merecemos,porque somos um povo com
    temperamento de rebanho,que precisamos ser tangidos
    para a vergonha,para o continuismo mediocre,para o
    continuismo das roubalheiras,para o continuismo da
    podridão politica,o continuismo para quanto pior,
    melhor na Terra Bananeira,nós merecemos!!!!

  • Luis Carlos

    A MER… NÃO MUDA SÓ AS MOSCAS, SAI O DONO DO MARANHÃO ENTRA OUTRO SEM VERGONHA !!!!! ESTÁ DIFICIL VER UMA CARA DECENTE !!!! SOCORRO !!!!! TEM QUE FALAR COM DEUS PARA EXTERMINAR ESSA PRAGA E COMEÇAR TUDO DE NOVO !!!!!

  • toninho malvadeza

    Só mudam as moscas ,a merda continua a mesmíssima.Acorda Brasil.

  • Pedro Luiz Moreira Lima

    Grande Renato Tanzi:
    Independente dos “elogios” de sempre vou copiar seu comentário – assim o “PAU” vai ser dividido por nós dois – somente os xingamentos normais,faltam argumentos :
    “Na verdade, ele não teria o apoio da presidente. Dilma tentou um outro candidato, mas, dentro do PMDB, Renan Calheiros controla boa parte dos parlamentares. Mas, fica a questão: por que a imprensa, tão vigilante, deixou de lado as denúncias contra o senador tão logo ele se afastou do cargo? Será que o objetivo era apenas apeá-lo do poder e não o de apurar os malfeitos cometidos? Se foi assim, pode-se dizer que os órgãos de imprensa estavam agindo de acordo com uma politica rasteira.”
    NO ALVO!!!
    Pedro Luiz

  • Levi

    Nós merecemos.
    Nós elegemos Getúlio, Jânio e Jango Goulart como o estrume que adubou a ditadura militar.
    Nós elegemos Sarney, Color e lula, estrume que está adubando a futura ditadura vermelha.
    Nós merecemos…

  • José Carlos

    SIM. QUEM ELEGEU SARNEY, RENAN E OUTROS CORONÉIS MERECEM.O POVO BRASILEIRO MERECE.