Image
Senador Valadares (à esquerda), presidente do Conselho de Ética: para evitar “medidas procastinatórias” (Foto: Agência Senado)

O presidente do Conselho de Ética, Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), estima que antes do recesso, previsto para 18 de julho, o Senado terá encerrado o processo aberto nesta terça-feira,8, para decidir se Demóstenes Torres (sem partido-GO) feriu o decoro parlamentar [por suas ligações com o malfeitor Carlinhos Cachoeira].

Valadares reconheceu que a defesa de Demóstenes vai utilizar-se de todos os meios para prorrogar esse processo, cabendo sobretudo ao relator, Humberto Costa (PT-PE), munir-se de argumentos contra manobras “procastinatórias”, ou seja, destinadas a adiar o encerramento do caso.

Nesta quinta-feira, 10, Valadares volta a reunir o Conselho de Ética para a deliberação de requerimentos, entre eles um defendido por Humberto Costa para ouvir-se o contraventor Carlos Cachoeira na quinta-feira da próxima semana, 17 de maio. Será decidido também se o primeiro depoente dessa fase processual será Demóstenes Torres.

Ao advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, Valadares disse que lhe serão dados todos os meios jurídicos para defender seu cliente.

– Todos os meios de prova serão aceitos: depoimentos, documentos, testemunhas, perícias etc – explicou Valadares.

Kakai, como é conhecido o advogado, disse que pleiteará o direito de trazer um perito técnico para avaliar os áudios concernentes ao inquérito de Carlos Cachoeira. Ele arrolará também como testemunha de defesa o advogado goiano Ruy Cruvinel.

Ainda de acordo com Valadares, na hipótese de o conselho de Ética entender que o acusado feriu o decoro parlamentar, o processo será enviado ao exame da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). Ali, explicou ele, o exame será apenas do ponto de vista da constitucionalidade. De lá, o processo seguirá para o plenário do Senado.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + onze =

Nenhum comentário

relume romano em 09 de maio de 2012

"É oportuno fazer-se temeroso enquanto estiver distante, mas, ao vê-lo aproximar-se, é preciso combatê-lo sem medo."

Caio Frascino Cassaro em 09 de maio de 2012

Prezado SettI: Tivesse sempre o Senado essa mesma celeridade e vontade de cumprir com sua obrigação e o país seria outro. Os Renans e Sarneys ali presentes teriam sido defenestrados, trazendo ar fresco a nossa vida política e permitindo ao país avançar institucionalmente na direção da plena democracia. Um abraço

Mari Labbate *44 Milhões* em 09 de maio de 2012

A mesma PRESSA que esse duplo-governo-golpista está utilizando contra o Senador Demóstenes Torres visualiza-se já apontada para esses distraídos-comunistas, porque no Universo a Lei de Causa-Efeito é MERAVIGLIOSA! Amo você, fratello Ricardo Setti. De Eterno-Amor! Grazie tante, Anjos de Guarda.

Caio Rolando em 09 de maio de 2012

Precisamos da mesma agilidade com demais envolvidos nas falcatruas, independente do partido.

Gabriel Birkhann em 08 de maio de 2012

Em defesa da VEJA e da Liberdade de Imprensa: http://buracosupernegro.blogspot.com.br/2012/05/vejao-crime-e-verdade.html

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI