A tragédia do Japão mostra que as redes sociais não servem, na política, apenas em eleições e, como no caso de vários países árabes, para mobilizar multidões contra tiranos.

Entre as incontáveis providências que o governo japonês tem adotado para permitir um grande fluxo de informações sobre os problemas decorrentes do terremoto, do tsunami e do vazamento da usina nuclear de Fukushima, o primeiro-ministro Naoto Kan recorreu ao Twitter. (Leia reportagem a respeito aqui).

Se principal objetivo foi combater os boatos sobre contaminação radiativa, mas também visa os estrangeiros, tanto é que Kan criou seu perfil em inglês.

O primeiro-ministro também divulga os horários de programas de orientação pela TV e, como bom japonês, dirige apelos para a economia de energia e para a solidariedade entre os cidadãos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × três =

3 Comentários

Estêvão Zizzi em 18 de março de 2011

Hoje não há mais espaço para "receitas de bolos" para tirar o foco do povo. O Twitter é liberdade de expressão do cidadão. Com ele uma linha com poucas palavras pode mudar o rumo da história! www.linhadiretadoconsumidor.com

Abdul Haikal em 18 de março de 2011

MINISTÉRIO PUBLICO DA BAHIA( SANTA CRUZ CABRALIA) INVESTIGA LÔ POLITI POR CRIME DE FRAUDE E FALSIFICAÇÃO DE CERTIDÕES PÚBLICAS RELAÇÕES PERIGOSAS RONDAM O PLANALTO O escandaloso envolvimento da publicitária SONIA POLITI ASSUNÇÃO ,conhecida no meio artistico como Lô Politi, em crimes de fraude de documentos públicos envolvendo homicidas e traficantes de drogas na tentativa de se apossarem de um terreno no sul da Bahia, poderia ser apenas mais um dos milhares de crimes, praticados diariamente contra cidadãos deste país, não fosse por um impressionante fato. Lô Politi sócia da Zeppelin Filmes , foi Diretora Executiva dos programas de TV da campanha eleitoral da então candidata á Presidencia Dilma Roussef. A publicitária, sua companheira Genofeva Rosa Riva, o traficante de drogas Luiz Henrique Franco Timóteo, a homicida Sandra Cássia Souza de Oliveira Santos ( mãe do ex- goleiro Bruno do Flamengo) além do ex- Secretario de Infraestrutura de Cabrália, Mário Jorge Assis B. de Andrade, estão sendo investigados pelo Ministério Público Estadual da Bahia por crimes de falsificação de documentos e certidões públicas e fraude processual em ação em que tentaram se apossar de um terreno no povoado de Santo André cidade de Santa Cruz Cabrália ,distante 22 kms de Porto Seguro. Se é possivel deduzir, que a proximidade com o Planalto, explica preferencia da Caixa Economica Federal em contratar Lô Politi ,para fazer os comerciais do banco público e influenciam a aprovação pela ANCINE de vários projetos para captação de milhares de reais, pela Lei do Audiovisual, tambem é possível imaginar,que á revelia de Dilma e longe de seu conhecimento , Lô use o tráfico de influencia para buscar impunidade pelos crimes cometidos na cidade de Santa Cruz Cabrália. De forma sutil e discreta "Genô e Malú" como são conhecidas em Santo André usam e propagam a proximidade com a Presidenta Dilma, para pressionar personagens do novo processo judicial ,onde tentam ,pela via judicial ,dar aparencia de legalidade ao objetivo de usurpar posse de um terreno, cujo dono é possuidor há 26 anos mesmo tempo de registro em cartório. No processo, aleguem ter comprado a escritura de "boa fé", apresentaram uma "cadeia sucessória" de escritura,onde aparece como "proprietária primária por esforços próprios", a homicida SANDRA CÁSSIA SOUZA DE OLIVEIRA SANTOS( mãe do ex goleiro Bruno do Flamengo)que tinha MANDADO DE PRISÃO POR CRIME DE HOMICIDIO EMITIDO PELA JUSTIÇA DE RONDONIA( Cacoal) em 1998 e como segundo proprietário LUIZ HENRIQUE FRANCO TIMÓTEO, em cuja ficha criminal consta PRISÃO EM FLAGRANTE POR TRÁFICO DE DROGAS na cidade de Cachoeiro de Itapemirim e inquerito policial instaurado pela Policia Federal de Vila Velha pelo mesmo crime. Testemunhas, nativos do pequeno povoado de apenas 800 habitantes, afirmam que Luiz Henrique (operador da fraude da escritura) morou por um ano em uma casa de propriedade da irmã de uma amiga de Genovefa e Lõ ( beneficiárias diretas do crime) e que lá todos se conhecem. Bem relacionadas conseguiram que o ex Secretário de Infra Estrutura de Cabrália , Mario Jorge Assis emitisse certidões falsificadas para fazer prova em juízo cometendo litigância de má fé . Os crimes não param por aí, elas mandaram invadir,sorrateiramente, a propriedade particular, e para construir clandestinamente uma pequena "residencia" (queriam simular a posse do terreno) devastaram centenas de m² na Area de Proteção Ambiental de Santo Antonio, cometendo crime ambiental. Luiz Henrique tinha o apelido de "Lula" e de acordo com os nativos era ele quem fornecia drogas para a "elite" que habita Santo André onde o interesse de viciados e traficantes se fundem e se confundem. No povoado de Santo André o assunto domina as conversas entre os moradores que ora se manifestam com preocupação , hora fazem chacota uns com os outros. Na ação Lô Politi disse que "passava as férias duas vezes por ano na casinha" onde não há luz,agua ou energia em meio há mata cheia de mosquitos apesar de possuírem alí próximo uma mansão de 500 mil doláres. "Nem os índios Pataxós conseguem passar uma noite alí", diz Jonas, morador do povoado há 25 anos e atual caseiro da propriedade. Mas a preocupação domina as conversas: - " Desse jeito ninguem tá seguro, é só aparecer um rico que tem conhecimento com os home lá de cima e armar um esquema na justiça ,pra tomar a casa que a gente vive há 30 anos", diz Dendê, nascido e criado no pequeno povoado, que viu seus terrenos sofrerem uma mega valorização. Apesar do poder e da influencia de Lô Politi e Genovefa Rosa Riva o Ministério Pùblico Estadual da Bahia, diante de farta documentação comprobatória, comprovando a ativa participação dos 05 personagens nas fraudes, instaurou procedimento e colocou todos sob investigação policial por crimes de fraude e falsificação de certidões públicas. Até onde a proximidade com o Planalto pode garantir a impunidade de Lô Politi, fraudadora que tenta se beneficiar de ações criminosas de um traficante e uma homicida? Ou até onde interessa manter por perto do gabinete da Presidencia da Republica, pessoa com este perfil? São perigosas relações que rondam o Planalto e que começam com uma homicida,passam por um traficante e vão desembocar nas fraudadoras que cochicham no ouvido da Presidencia. Manter a influencia de Lô Politi na esfera do Governo Federal é o mesmo que dizer: Vai,minha filha! rouba,falsifica,esbulha e expolia um chefe de família que nós aqui vamos garantir sua impunidade ,já que controlamos as instituições e o silencio da imprensa! É a supremacia da impunidade sobre o direito e as garantias individuais, claúsula pétrea da constituição, que entre outros, protege o direito á propriedade. A semente e os frutos de um Estado Democrático de Direito são regados pela atuação firme e independente do Poder Judiciário. PROMOTOR QUE PROMOVE A INVESTIGAÇÃO: DR. MAURICIO MAGNAVITA/SANTA CRUZ CABRALIA VITIMA: ABDUL HAIKAL TEL 02176900909 É na Justiça que reside a esperança de se fazer justiça!

JT em 18 de março de 2011

Se eu estivesse muito próximo a uma fonte de radiação e não pudesse sair da cidade, além de ficar em casa como recomenda Naoto Kan, eu esvaziaria uma segunda geladeira (a mais velha da casa) e deitaria ela no banheiro (revestido com azulejos de cerâmica) transformando a mesma num sarcófago de proteção, onde caberiam duas pessoas agachadas. Agora só preciso encontrar um meio de explicar isso em apenas 140 toques.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI