PT está bravo com Temer, mas deveria estar com Quércia

O comando do PT está eriçando os pelos para o vice-presidente eleito Michel Temer, responsabilizando-o pelas tratativas para incorporar ao PMDB grande parte do pessoal do DEM, derrotado nas eleições gerais de outubro. A coisa começaria — como já começou — pela deglutição do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

O problema é que, embora Temer obviamente esteja acompanhando a transação, quem a originou e começou os primeiros contatos foi o ex-governador Orestes Quercia, presidente do PMDB de São Paulo. Mesmo em tratamento da recidiva de um câncer de próstata, Quércia está ativo politicamente.

A idéia não é apenas cooptar políticos do DEM para o PMDB — aí haveria a questão da fidelidade partidária, que atingiria o próprio Kassab caso mudasse de partido. O de que se cogita é uma fusão do DEM ao PMDB, e as conversas, adiantadas, incluem os dois partidos em Santa Catarina, que foram aliados na eleição do governador Raimundo Colombo (DEM) e ex-governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) para o Senado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + um =

7 Comentários

  • Amadeus

    Pois é Setti.

    É o capataz do “roçado de escândalos” arregimentando forças.
    Nada mais apropriado que vá buscá-las no DEM.

    E imaginar que um dia, por incompatibilidade ética com essa nobre figura, nasceu o promissor PSDB.

    Será que o Quercia conseguirá levar o Silvícola do Leblon?

  • Paulo Santos

    Mas dizem que é o Temer que esta levando a turma do Kassab para o PMDB e não Quércia.

  • http://twitter.com/kika_vintecinco

    Ricardo pintando o Setti, come on… se é o Quércia q está maquinando tudo como é q as conversas estão adiantadas em SC e ñ incluem o Rio Grande do Sul?!!!
    O problema dos jornalistas é q estão sempre correndo atrás da notícia, ao invés de correrem na frente da notícia… tadinhos ;)))

  • detinho

    Não acredito muito nisso. Apesar da decadência do DEM alguns nomes serão contra. Como fica os 44 milhoes de pessoas que acreditaram na oposição. Será um suicídio eleitoral e o PSDB de São Paulo ficará bem na fita, tendo em vista que não tem adversários por aquelas bandas.

  • celsoJ

    Mistura de cobra com porco-espinho dá arame farpado?

  • Memyself

    Se o pmdb vai mesmo jantar o DEM, alguém aí se habilita a criar um novo partido? Um partido conservador, democrático? Tem 44 milhões de votos esperando.

  • Rodrigo Prado

    Por esse fato, mostra porque o PMDB é o maior partido político do país, a cada eleição muda direção e mantém as coisas exatamente como estão.
    Não conseguiu colocar um vice em 2002, mas em 2010, está aí.
    Conseguiu, com maestria, colocar um vice na chapa da situação e enquanto isso, ficou aliado da oposição no estado mais populoso da federação. E nínguém, nem mesmo situação ou oposição, falou algo contra, aceitou como se fossem normais essas coligações.
    Se Serra tivesse ganho, quanto tempo lvearia para o PMDB voltar para os braços do PSDB?