Image
Médica cubana aplica vacina em crianças no Haiti: bem que eles poderiam, sim, vir para o Brasil — e, aqui, só cuidar da saúde dos governantes (Foto: foxnews.com)

No fundo, no fundo é uma pena o governo ter desistido da importação dos médicos cubanos, preferindo médicos com formação menos aprimorada, distante dos melhores centros de pesquisa do mundo, como médicos da Espanha e de Portugal.

Acho injusto que estão dizendo dos médicos cubanos.

Em vez de desistir de importá-los, com todo o seu saber e sua formidável formação técnica, especialmente nas lides com equipamentos de última geração, o governo Dilma deveria tomar a frente na defesa incondicional deles.

Minha sugestão é de que eles sejam recebidos de braços abertos em Brasília; que lhes seja dispensada a revalidação do diploma – onde já se viu duvidar das escolas superiores de um país amigo, ainda mais avançadíssimo em todos os setores, como Cuba?

Após a recepção festiva, os médicos deveriam ser encaminhados à Presidência da República, em particular, e a todas as entidades do Executivo, incluindo as dezenas de ministérios, para tomar a frente da defesa da saúde… dos nossos governantes.

Como são muitos os médicos, milhares, seriam também aproveitados para atender com exclusividade o Legislativo e o Judiciário: deputados, senadores, ministros, desembargadores etc.

Poder-se-ia incluir na lista os governadores e prefeitos do PT que defenderam esses bravos profissionais, tão bem recebidos em países democráticos como a Venezuela.

Assim, o governo dará fé aos diplomas daqueles profissionais que têm sido tão injuriados por aqui; calará a boca da oposição, da mídia golpista e da direita.

Como compensação, além de conquistar um tratamento de primeira, e muito barato, fará uma enorme economia ao dispensar definitivamente os serviços milionários de centros como o Hospital Sírio Libanês, o Hospital Israelita Albert Einstein, ambos de São Paulo, e outros templos do mercantilismo da medicina privada.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + dezessete =

65 Comentários

José Luiz em 15 de julho de 2013

Dica: pessoas que não querem pagar médico particular, por favor, procurar um médico do SUS!

Francisco Cripa em 14 de julho de 2013

Eu estive em Cuba. Vi muita miséria, mas a medicina de lá dá é excelente. Conheci médicos que dão o chapéu em muitos doutores da hospitais chique que só sabem dizer:"virose". Além do mais, a medicina no Brasil virou uma fábrica de ganhar dinheiro. Convênios estão piores que o SUS. Agora, quando a consulta é particular, na mesma hora, o médico que estava sem agenda, aparece para atender. Outra coisa, quanta grana não rola com os quinhentos e um exames que nos pedem? Difícil mesmo é encontar médico como os de antigamente...

Isadora em 14 de julho de 2013

Nossa, cara! Como tem leitor imbecil!

Marcelo Orfeu em 14 de julho de 2013

Seu comentário é ofensivo e foi deletado. Ah, e aprenda português antes de escrever para um blog.

Ronaldo Barra em 12 de julho de 2013

Caro Ricardo Setti, a farsa foi descoberta do por que dos médicos cubanos. O fato é que em 2006 o governo petista fez um concurso fechado para que os filhos de seus dirigentes, deputados, vereadores, senadores e afiliados fossem estudar medicina em Cuba, já que aqui o vestibular é rigoroso. Pois bem estes "estudantes" se formaram em 2012 e agora querem voltar para o Brasil e atuar na profissão. Como o revalida do diploma no Brasil exige uma avaliação de capacitação real para atuar no país e os ditos "formandos" tem medo de se submeter, inventaram esta estória de enviar médicos cubanos sem validar diploma. Com a vinda dos médicos cubanos internacionalistas, que nada mais são que técnicos de enfermagem, os filhos dos petistas entrariam no trem da alegria e iriam preencher não as vagas do interior e sim trabalhar nos gabinetes do Ministério da Saúde com salários altíssimos. Segundo denúncia do governo do Paraguai os chamados médicos internacionalistas(médicos de exportação) são técnicos de enfermagem para trabalhar junto a comunidades paupérrimas para aplicação de injeção, curativos e lavagens intestinais. Aliado a cartilha marxista para apologia do comunismo e captação de militantes.

GEROLDO ZANON em 12 de julho de 2013

O PADILHA quer trazer os mesmos médicos que mataram o ditador CHAVEZ vem de encontro com A propaganda da DILMA( PAIS RICO É UM PAIS SEM POBREZA ) vão matar todos os pacientes que se tratam pelo SUS

Eleitor em 11 de julho de 2013

Quantos milhões de estrangeiros estão vivendo nestepaiz com aposentadorias públicas? Qual a RECIPROCIDADE que os países desses estrangeiros permitem aos brasileiros trabalharem e aposentarem? Esses médicos estrangeiros que não conseguem emprego nos seus países de origem, sabe-se lá o motivo,de temporários vão acabar fixando residência nestepaiz e inchando mais ainda, a PREVIDÊNCIA PÚBLICA. Onde estão os formados no PROUNI? O PROUNI custou bilhões dos contribuintes, mais as isenções de impostos para as escolas particulares e, o programa dos comunistas do PT fracassou??????????

Lucia em 11 de julho de 2013

Importar médicos para o Brasil? Dona Dilma deve mesmo estar mesmo muito atabalhoada, afinal Lulla, o presidente-de-fato foi enfático: "a saude no Brasil está cerca da perfeição".

Sandra em 11 de julho de 2013

Excelente matéria! Deveriam trazer para Brasília o mesmo médico que cuidou do CHAVES...quem sabe ele acaba logo com a Dilma e do Lula como fez com o Chaves.

norberto zanettin em 11 de julho de 2013

Resumindo. A oposição tem que ser OPOSIÇÃO EM TEMPO INTEGRAL!!!!!!!! O PSDB não sabe ser oposição, só sabe apanhar.

Julia Veiga em 10 de julho de 2013

Sugiro que: 1º)Paguemos aos MÉDICOS BRASILEIROS CONCURSADOS, UM SALÁRIO = ao que o POVO BRASILEIRO iria pagar aos estrangeiros! 2º)Se o curso de medicina é tão bom em Cuba (e creio que seja), que a Sra. Presidente do Brasil destine mais verbas às UNIVERSIDADES PÚBLICAS BRA-SI-LEI-RAS.

Marcos F em 10 de julho de 2013

Setti ... nota Dez!

ELISEU TEIXEIRA em 10 de julho de 2013

Exelente ideia caro amigo desta forma assim como o chaves nós teremos acelerado o expurgo destes imbecis do governo sem nehum trabalho....morte natural ..blz de ideia ...aprovado

Ronaldo Barra em 10 de julho de 2013

Este governo não tem intenção de solucionar a grave crise porque passa a assistência médica no Brasil. As decisões são tiradas como coelho da cartola, visando às eleições de 2014. Não existe planejamento nem preocupação real com o problema. Tentaram a vinda de médicos cubanos, que são agentes de saúde com ação política para fazer lavagem cerebral da população mais pobre. Agora tentam inconstitucionalmente obrigar estudantes a fazer atendimento no SUS sem nenhuma orientação e preparo para tal função. Aumentam o tempo de formatura do médico sem discutir com os interessados: a universidade(professores e alunos). Este ministro da Saúde é um burocrata embrutecido pelos gabinetes e conchavos políticos. Ao que parece nunca enfrentou um ambulatório, enfermaria ou bloco cirúrgico de um hospital de verdade. Aliado ao beócio do Aloisio Mercadante saem com uma pérola dessa que não agradou a nenhum setor da medicina, a não ser as pessoas com total desconhecimento dos problemas de saúde do país. As próprias instituições médicas que viviam dando apoio, por pura ideologia ao PT, mostraram-se contrárias as medidas para se ver o desacerto da ação propalada. A presidente Dilma Rousseff encontra-se acuada pelo seu desgoverno e agora deseja ardentemente fabricar uma intervenção que agrade a população coisa que seus assessores mais próximos não sabem como fazer. Governo não é circo que tem um mágico para entreter e enganar o público com truques e pombos que saem da cartola e maravilham a todos!

André em 09 de julho de 2013

Marcondes, vindo de encontro com a teoria que a Medicina de Cuba é fraca, o índice de aprovação no REVALIDA é quase 90%(detalhe muitos de desses "cubanos" são brasileiros filiados ao PT, PC do B e MST e cursaram o curso por indicação política e não mérito, coisa típica dos socialistas). Detalhe a prova é de nível fácil/médio com questões de conhecimento básico de medicina e tem na internet na página do INEP (não é o Conselho Federal de Medicina que faz). Outra coisa, saúde pública não é feita só de médicos, e sim de infraestrutura, promoção e prevenção de saúde, equipe multidisciplinar e tudo falta devido ao financiamento inadequado e péssima gestão do dinheiro público pelo governo (principalmente federal).

André em 09 de julho de 2013

Marcondes, a OMS trata os países como iguais. Acredita nos dados de Cuba, Brasil, EUA como acreditava nos soviéticos. A revista NEJM publica os dados que são informados sobre o sistema cubano (não dá pra saber se são verdadeiros em um país que mal deixa esportistas, oposição, blogueiras sair do país). O problema é que ninguém consegue ir checar independentemente alguma coisa em Cuba.

Douglas em 09 de julho de 2013

Marcondes Witt, eu não tenho nenhum problema que venham médicos estrangeiros (competentes) para trabalhar no Brasil... de maneira nenhuma. Acho muito boa a idéia (eu que formei em universidade federal tive a oportunidade de passar meu último ano de faculdade com 5 deles e posso dizer, são excelentes). O que eu defendo é que eles passem no exame de REVALIDAÇAO para que seja atestado que seus conhecimentos são capazes de supri as necessidades da população brasileira. Conhecimentos sobre doenças endêmicas no BRASIL, conhecimentos sobre a prevalência de doenças no BRASIL, conhecimento sobre o funcionamento do Sistema de Saúde do BRASIL. E não que seja como o Governo quer, que venham quantos médicos ele quiser, do modo que ele quiser para trabalhar onde ele (o governo) quiser. Ahhh e sem mínimas condições. Eu acho que o médico estrangeiro deveria ter seu direito de escolha também ué, por que não?! Mas o que o governo quer fazer é pintar o médico brasileiro como vilão da história, que o médico brasileiro não presta (os cubanos são tão superiores aos médicos brasileiros assim??), que o médico brasileiro é elitizado... um monte de baboseiras... E os investimentos na saúde?? E os outros membros da equipe de saúde (nutricionista, enfermeiros, fisioterapeutas,...)??? E OS MEUS, OS SEUS IMPOSTOS, para onde estão indo??? O buraco é muito mais embaixo. Não é importando a rodo médicos de onde seja no mundo que vai se resolver a saúde... Mas resolver o problema mesmo eles não querem. Porque isso não dá voto (pelo menos não para as eleições de 2014). Isso são apenas medidas eleitoreiras para enganar a população e dizer que o Governo está tentando resolver o problema, mas os médicos do Brasil não deixam. PRECISAMOS NOS UNIR!! Ou você acha que daqui quanto tempo o governo vai começar a "importar" todos os outros profissionais?? Ou só falta médicos no SUS?? Não falta nutricionista, fisioterapeutas, enfermeiros,...?? E as outras profissões?? Não faltam advogados públicos, não faltam engenheiros nas prefeituras,...??? Então meu caro, temos que lutar contra a maneira que o governo quer trazer médicos (não só cubanos mas de qualquer outro lugar) e lutar por investimentos na saúde, planos de carreiras para funcionários públicos, de todos os setores (saúde, educação, segurança...). TEMOS QUE NOS UNIR POR UM BRASIL MELHOR!!!

Suely Fachini em 09 de julho de 2013

Seria uma ótima idéia, afinal, o exemplo tem que vir de cima. Ao invés de povo cobaia, seria governante cobaia. Aprovado. Abraço, Sula.

Lucia S. em 09 de julho de 2013

Verdade. E como dizem que os grandes doutores, ao invés dos 4000 dólares oferecidos, ficariam com apenas 40, nada mais justo que pagar os quarentinhas e embolsar os 3600 restantes, deixando os Castro a ver navios. Não é um bom complemento à sugestão maravilhosa do texto?

Sérgio Martins de Martins em 09 de julho de 2013

Como pode ter tanto imbecil escrevendo asneira neste espaço, os profissionais cubanos não tem culpa por terem nascido num lugar que a meio século sofre de ruina econômica e ditadura política, e que desfruta de uma certa indiferença moral de tendências de esquerda de centro e de até setores da direita. Isso seria uma oportunidade a esses desterrados de amenizarem seu isolamento e sofrimento tendo esperança em nosso amado Pais.

Marcondes Witt em 09 de julho de 2013

Caro André, você quer dizer que a OMS divulga dados sem auditá-los, sem conferi-los? Os dois médicos que escreveram o artigo na NEJM, que referenciei, estão fora da realidade? Veja que estes dois médicos americanos não escrevem apenas flores.

André em 09 de julho de 2013

Marcondes, os dados de Cuba em todas esses artigos são relativos a dados que o governo de Cuba refere como realidade (não tem dados independentes). É tão inocente e burro acreditar nisso como acreditar nos antigos dados divulgados pelo governo da URSS e cia limitada. Já fui pra Berlim e na antiga fronteira de Berlim Oriental com a Ocidental estavão os prédios mais altos e bonitos de Berlin Oriental. Mas você pode perguntar por que isso? Era pra esconder a verdadeira Berlim Oriental das pessoas comuns...

Marcondes Witt em 09 de julho de 2013

Os médicos cubanos realmente são todos apenas espiões comunistas? Por que será que a OMS fala bem das condições gerais de saúde dos cubanos? Alguma infiltração castrista? Óbvio que Cuba não deve ter ultrassonografia, ressonância nuclear magnética e outras modernidades que facilitam o trabalho médico (e também encarecem a medicina). Mas se apesar destas dificuldades a OMS vê algum benefício na saúde, parece que as divergências ideológicas estão turvando os olhos de alguém. Brasil, parece, tem por volta de 400 municípios sem nenhum médico. Ao que consta, os brasileiros não se interessaram por tais rincões. Nestes rincões não precisa de ultrassom, de ressonância. Precisa de alguém com conhecimento de infecções, alimentação saudável etc. Penso que este artigo da New England Journal of Medicine tenha alguma verdade a respeito. (http://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMp1215226). Sugiro ainda olhar o verbete Cuba na WikiPedia, especialmente o item 8.4. (http://pt.wikipedia.org/wiki/Cuba) Será que a WikiPedia está infestada de espiões castristas?

jze em 09 de julho de 2013

Existe no You Tube um vídeo de um curandeiro africano, que tenta curar a enxaqueca de uma homem na base da mandinga e tapas na cabeça. Esse tipo de medicina é que os petistas merecem, vamos trazer xamãs africanos para cuidarem da saúde dos governantes brasileiros!

Danilo Holanda em 09 de julho de 2013

Aberto, parece-me que você tem sensibilidade que a população na sua maioria é desprovida. O que nos falta é representatividade. Venho através deste te pedir que nos ajude a mudar(realmente) o panorama da saúde publica no Brasil!!! A Veja é um excelente veiculo para isso.

Murilo Gimenez em 09 de julho de 2013

Infelizmente, a única forma de virarmos o jogo, será através das próximas eleicoes... Enquanto os PTralhas estiverem no poder, nós ainda passaremos muita raiva.. Parabéns pelo texto!!

Stefanie em 09 de julho de 2013

Meus parabéns pela reportagem! Adorei! Agora seria legal uma reportagem mostrando a real situação do SUS, mostrando a falta de infra estrutura e como os medicos literalmente se viram nos 30 para ajudar a população!

roby em 09 de julho de 2013

Cuba é realmente um portento na ciência, especialmente na Medicina. Hugo Chávez que o diga...

Douglas em 09 de julho de 2013

Bom dia Setti!! Quando suegir que fizesse uma reportagem de capa "contra" a reportagem da revista Isto É, não quis dizer no sentido literal (de maneira nenhuma. Jamais incitaria uma briga entre dois grandes veículos de comunicaçao), apenas quis dizer que a VEJA poderia mostrar o outro (e verdadeiro) lado da moeda. Onde nós médicos, tentamos de tudo (eu mesmo sou médico do SUS, atendo em cidades pequenas aqui de MT, e não muito distantes da capital, Cuiabá, fica apenas a 30Km da capital, mas passo por dificuldades incríveis que não adianta nem eu narrar aqui para voce pois voces jamais teria a real dimensão destas dificuldades. Então o sentido de ir contra a Isto É é apenas para mostrar a realidade, o sucateamento da saúde como um todo, e que a culpa não é nossa, dos médicos (que fazemos de um tudo para tentar driblar esses milhões de problemas). Mas desde já agradeço muitíssimo a sua boa vontade de levar essa bandeira à direçao da revista Veja. E fica aqui o mais sincero desejo de tudo de bom para voce e que continue fazendo reportagens magnífgicas como estas. abraço Obrigado, caro Douglas. Tenho um irmão muito querido que é médico em uma pequena cidade do interior de um determinado Estado e sei muito bem o que os prefeitos safados aprontam com os profissionais. Um abração

Leonardo Saade em 09 de julho de 2013

Boa sacada caro Setti!

Ronaldo Barra em 09 de julho de 2013

Atenção categoria médica brasileira votar em peso contra o PT(Dilma ou LUla) em 2014. O candidato é Aécio Neves. Vamos tirar esta canalha do poder!

luiz em 09 de julho de 2013

Não entendi até agora porque o APEDEUTA não foi se tratar em Cuba, afinal lá eles tem a mais avançada medicina do mundo. Que o diga Hugo Chávez. PT, PARTIDO DA ÉTICA E DA MORAL. FORA LULA, FORA DILMA, FORA PT.

Ronaldo Barra em 09 de julho de 2013

Os jornais de hoje estampam mais uma decisão extemporânea e autoritária da presidente Dilma. Aumentar o curso médico para 08 anos com 2 anos obrigatório no SUS. É provável que a ideia tenha saído do aloprado "ministro" da educação Aloisio Mercadante. Baseado em que este "ministro" chegou a conclusão que o curso tem de ser de 08 anos. E como obrigar um profissional a trabalhar num local que não lhe interessa. Só se for com roupa de presídio e com algemas. Este idiota mostra o seu perfil autoritário e o desejo dos petistas de transformar o Brasil numa grande ilha como Cuba.Os Brasileiros estão fartos destes "guerrilheiros" do PT que tencionam dar um golpe e transformar o Brasil num satélite dos irmãos Castros. A presidente Dilma merece uma internação imediata no SUS para deixar de tomar decisões apressadas e inverossímeis. A medida é inconstitucional e enquanto o país for democrático ninguém é obrigado a trabalhar por força do governo, a não ser que esteja no presídio e por ir de encontro as leis do país.

marcio moura em 09 de julho de 2013

primeiro escravizam os Médicos, em seguida os Engenheiros, depois os Bachareis em Direito e por fim os jornalista...ASSIM SE FAZ UMA DITADURA

marcio moura em 09 de julho de 2013

os Médicos cubanos trabalham em regime de escravidão. agora o PT quer escravizar os brasileiros...

Milton Simon Pires em 09 de julho de 2013

CARTA À PRESIDENTE DILMA Excelentíssima Sra. Presidente da República Dilma Rousseff Permita-me a apresentação: na minha opinião eu sou um médico; na sua um “trabalhador da saúde”. Na minha opinião,medicina é cuidar de pessoas doentes; na sua é fazer “transformação social”. Eu penso em salvar vidas; a senhora em ganhar votos. Como podemos ver, a senhora e eu eu, não temos muito em comum à primeira vista mas existem na minha vida alguns fatos que a senhora desconhece. Assim como a senhora,eu já fui marxista – e dos fanáticos! Brigava com colegas da faculdade no final dos 80 e inicio dos anos 90 para ver seu projeto de poder realizado. Caminhei ao lado daquele seu amigo que gosta de uma cachacinha e costuma ser fotografado com livros de cabeça para baixo..Conversei pessoalmente com o “poeta do sêmen derramado” que agora governa o Rio Grande do Sul.. Não tinha idéia correta daquilo que havia acontecido no Brasil entre 1964 e 1985. Imaginava, como a senhora quer fazer parecer até hoje, que tudo estava indo bem até que militares malvados que não tinham nada para fazer decidiram, com ajuda dos americanos, derrubar o governo brasileiro. Eu só me dei conta, presidente, de quem Lula, a senhora e seu Partido-religião representavam quando comecei a trabalhar com a gente de vocês aqui em Porto Alegre a partir de 98. Duvido que eu estivesse mal-preparado, sabe? Eu já tinha feito 6 anos de faculdade, um ano de residência em Pediatria, um de Medicina Interna e dois de Cardiologia. Gostaria que a senhora visse em que lugar seus “cumpanheros” aqui dos pampas me colocaram para trabalhar...Imagino a senhora doente naquelas condições de segurança, higiene, espaço e administração que a ralé do PT do Rio Grande do Sul nos ofereceu. A senhora tem idéia de como deve se sentir um médico ao ter seu estágio probatório avaliado por técnicos de enfermagem? A senhora sabe o que é receber, depois de tudo que se estudou na vida, ordens de enfermeiras, presidente? Em nome de que? Em nome de um delírio chamado “democratização da gestão”? Em nome de um absurdo chamado “controle social”?? A senhora tem alguma noção de quantas pessoas eu vi morrerem depois que esse seu partido de mensaleiros terminou com o resto da rede hospitalar brasileira “aparelhando” a gestão dela com uma legião de analfabetos, recalcados, alcoólatras e incompetentes que por oferecer uma parte de seu salário ao PT passaram a dar ordens a homens e mulheres com capacidade de salvar vidas ??? Mas por favor, não fique ofendida comigo presidente, de certa forma essa carta é um agradecimento, sabe? Formado há quase 20 anos, eu nunca havia visto os médicos brasileiros tão unidos quanto agora. É mais um mérito seu e desse seu partido a promover a maior humilhação que os médicos de um país sofreram até hoje! A senhora não tem vergonha de apelar para uma ditadura bananeira, para um país que mata, tortura, prende e vigia seus próprios cidadãos para fornecer médicos para o SEU povo? A senhora é brasileira, ou não, presidente Dilma?? Se não tem vergonha da medicina do seu país, tenha pelo menos do seu povo! A senhora nasceu aqui e a primeira pessoa que lhe viu foi provavelmente um médico do Brasil. Provavelmente vai ser algum colega, intensivista como eu sou hoje, quem vai estar ao seu lado no último momento e mesmo assim a senhora quer chamar médicos cubanos para enganar nossa gente pobre e doente a ponto de garantir sua reeleição? Quem lhe deu esse conselho, presidente Dilma? Identifique por favor, um por um, os médicos que lhe cercam e sugeriram semelhante ideia! A senhora e eu já conhecemos alguns, né? Vamos apresentar os demais ao Conselho Federal de Medicina, ou não? Presidente Dilma, até bandidos e prostitutas se ofendem quando tem seu território e ganha pão ameaçados. Nós somos médicos, nós salvamos vidas e não vamos permitir que uma profissão cuja origem se perde no tempo seja levada ao fundo do poço por um partido como o da senhora com o argumento de que estamos sendo corporativistas e o Brasil está sem médicos. Deus lhe proteja na batalha que vai enfrentar conosco, presidente. Se a senhora for ferida vai precisar ser atendida por um médico – e eu duvido muito que ele fale português.. Porto Alegre, 2 de julho de 2013 Milton Simon Pires – CREMERS 20958

Douglas em 09 de julho de 2013

ahhh só mais uma coisa Setti. Nem sei se você teria poder para isso (ou se é com você que eu falo) mas no momento você é única ponte entre o meu mundo e a VEJA. Gostaria de pedir a sua ajuda para que a VEJA fizesse uma reportagem de capa CONTRA a REVISTA "ISTO É". Mais especificamente contra essa reportagem: http://www.istoe.com.br/reportagens/313133_O+BRASIL+TEM+METADE+DOS+MEDICOS+QUE+PRECISA?pathImagens=&path=&actualArea=internalPage Eles distorceram totalmente a realidade médica do Brasil, dizendo que o governo está certo (veja isso, o governo está certo!!!) em querer importar médicos... Precisamos da ajuda de todos!!! E uma reportagem de CAPA da VEJA sobre a realidade médica no Brasil (a total falta de estrutura; as prefeituras que dizem oferecer altos salários mas só o fazem de boca, sem nenhum concurso ou garantias para o médico e SEMPRE (SEMPRE!!!) dão calotes; a falta de investimentos por porte do Governo; entre muitos outros...) para que possamos trazer a opinião pública como um todo para o nosso lado!!! Obrigado A sugestão de uma reportagem sobre a realidade médica do Brasil é muito boa, mas a revista não faria reportagem "contra" outra publicação, caro Douglas. Agora, de fato, os médicos no interior são objeto de um monte de barbaridades. Tenho gente na minha família nessa situação e sei até por isso como são as coisas. Vou sugerir para a revista a sua pauta. Um abraço

Douglas em 09 de julho de 2013

Cara!!! SENSACIONAL!!! precisamos de mais pessoas como você... precisamos de toda força possível para nos livrarmos desse câncer (sem trocadilhos) que é o governo da Dilma. Meu Deus!! Que propostas são essas?? OBRIGAR um estudante a trabalhar para o SUS?? E os meus dois últimos anos de faculdade (que é o Internato, que nada mais é do que atendimento ao público SUPERVISIONADO), servem para que??? Aumentar em 2 anos um curso que já é o mais longo entre todas as profissões??? Trazer médicos de sei lá onde para atenderem comunidades carentes?? então vai trazer enfermeiros também, fisioterapeutas, nutricionistas, macas, remédios, ambulâncias, esparadrapos,...??? EU FICO COM VERGONHA DE ESTAR SENDO GOVERNADO POR UMA MULHER TÃO MAL PREPARADA, TÃO SEU INSTRUÇÃO, TÃO RIDÍCULA COMO A PRESIDENTE DILMA (e sua corja)!! Deus tenha piedade de nós (e ilumine àqueles que votaram nessas pessoas a nunca mais cometer o mesmo erro)

fpenin em 09 de julho de 2013

Essa foi na veia, Setti. E digo mais: causa-me espécie o fato de os nossos petistas oporem-se a que os superespecialistas submetam-se ao Revalida. Com certeza todos serão aprovados, cravando os primeiros lugares. Seria uma maneira de calar a imprensa golpista; o sucesso dos profissionais top colocaria no chão toda a arrogância dos médicos brasileiros aqui formados.

Roberto Silva em 09 de julho de 2013

Não esquecer de incluir nesse pacote de atendimento médico governamental, os familiares de todos os titulares do Plano Cuba. Podem incluir também sogras e cunhados.

miltonbsg em 08 de julho de 2013

Caro Setti, desde que o povo saiu as ruas, o que o governo mais faz é desistir, tudo que foi cogitado como saída, era soluções momentânea, que não chegaria a lugar nenhum, o povo atirou no que viu, e acertou no que não viu, que é a total desarmonia, e descontrole, de um governo, que pretende piorar.

wilson em 08 de julho de 2013

Setti parece que na próxima aventura de Star Wars Os Jedis serão substituídos por médicos cubanos.

alvaro em 08 de julho de 2013

PROPOSTA MALANDRA e INDECENTE O ‘PAC’ da saúde O Governo Federa lança mais um “PAC”. Agora é o PLANO MAIS MÉDICOS PARA O BRASIL. Nas entrelinhas da “proposta indecente” temos convite para os recém formados serem usados como mão de obra barata até atrasarem sua formação de médicos em dois anos. A verdade mais uma vez foi camuflada – tanto em relação a remuneração quanto em relação a opção pelo trabalho na atenção básica proibindo a escolha livre para treinamento na média e alta complexidade. Entre os juízes é assim, mas a recompensa é a carreira de estado como prêmio. Quando o governo diz: “buscaremos médicos onde eles estiverem”, a resposta é: eles estão aqui mesmo, no país, em todos os lugares. E dizem os médicos: façam uma proposta decente. Hoje os médicos não conhecem seus patrões que não mais são as prefeituras. Que nem mais são os prefeitos. São ilustres desconhecidos, sem endereço nem número de telefone. São atravessadores que cobram dos profissionais taxas de administração em torno de 10%. São ONGs, Fundações, Cooperativas que são abrigadas por leis esdrúxulas que burlam as regras trabalhistas a serviço de contratações clandestinas para tirar direitos profissionais. Não pagam férias, 13º. Salário, FGTS, aviso prévio. O profissional de saúde é um número. Um produto descartável. Uma mercadoria política. O Governo Federal acena com um salário de dez mil reais. Subtraia 30% de Imposto de Renda, 12 % de INSS, 10% de taxa de administração do intermediário. Desconte: o 13º. Salário não pago, o valor das férias não pagas, o FGTS não depositado, o direito de licença médica negado. O salário líquido é menor que três mil reais. Diz a presidenta e o ministro em suas falas que o estudante de medicina e os médicos recém formados deveriam não ser encontrados nos hospitais de alta complexidade, mas na atenção básica. Que é preciso humanizar o médico antes de profissionalizar, antes de especializar. Tá bom: só não disse o resto – que o gargalo do SUS está exatamente na média e alta complexidade – que as filas quilométricas, onde alguns pacientes falecem enquanto esperam, é exatamente para transplantes, cirurgias cardíacas, tratamento de câncer. Contradição No.01 (pelo que diz o governo): muito médico especialista X gargalo do SUS na alta complexidade. Pouco médico na atenção básica X Programa de Saúde da Família funcionando de modo regular. Contradição No. 02 (pelo que diz o governo): pouco médico na atenção básica X atrasar a formação de médicos brasileiros em 02 (dois) anos. E até procedimentos relativamente simples em medicina e odontologia são quase impossíveis de se conseguir através do SUS, como: ortodontia, periodontia, exames e procedimentos em oftalmologia, em neurologia, em otorrinolaringologia. O governo diz que os médicos que “virão de fora” não passarão pela revalidação do diploma – O REVALIDA - mas que só terão autorização para atuar nas periferias das cidades pobres. Querendo dizer que no Albert Einsten os médicos importados não podem trabalhar. Lá, os loiros de olhos azuis são tratados de câncer e saem vivos – e escolhem seus médicos. Lá em cuba, de onde querem importar médicos, um presidente foi fazer tratamento de cancer e... virou passarinho. Aqui entre nós, em relação á saúde, temos uma partida de final de campeonato: Biruta de Aeroporto X Neurônio Solitário. Aposto que o placar final vai ser 0 X 0.

Roberto Souza em 08 de julho de 2013

Caro Setti, brilhante ideia, estou disposto a participar de uma passeata em defesa implantação do sistema.

evandro em 08 de julho de 2013

Excepcional texto e muita boa sugestão.Falta a Presidente aceitá-lo, seria muito bom para os nossos políticos.

moacir 1 em 08 de julho de 2013

Setti, Conforme li inicialmente acessando o link fornecido aí pelo Antipetralha e em seguida em outros sites,as tais mudanças que foram anunciadas por Mercadante e Padilha, alterariam o Curso de Medicina,colocando dentro dele uma espécie de residência obrigatória,a qual teria que ser feita pelos estudantes onde o Governo decidisse. Trata-se de matéria claramente inconstitucional. É impressionante como a PresipostA,com 39 ministros e 20.000 petistas,dentro da máquina do Governo para ajudá-la na "gestão",não possua dentro de tão vasta equipe alguém que conheça a nossa Constituição. Abraço

chico valente em 08 de julho de 2013

SENCACIONAL SEU TEXTO! Um dos melhores que li ultimamente. A dose de sarcasmo foi corretíssima, ainda mais quando você fala da democrática inexistente na Ditadura de Nicolas Maduro na Venezuela e que Dilma tanto apoia. Parabéns! Jornalistas como você são indispensáveis para abrir a cabeça desse povo! Parabéns Brasil! Parabéns Manifestantes! Médicos e todos aqueles que amam nossa pátria! Parabéns por não tornarmos esse lindo país em uma republiqueta caudilhesca latino americana. Estou mais do que feliz hoje! Mantenha-mo-nos alertas para que esse Cubanos que, ( embora tenha todo meu respeito como cidadãos), não devem ser trazidos para o brasil e servir como aparelho ideológico de estado.Já basta esses radicais petistas quererem tirar o poder do ministério público e STF como revanchismo no caso das investigações das operações da PF contra deputados petistas. Só para lembrar aos brasileiros. PT NUNCA MAIS! PARABÉNS MEU POVO EU AMO VOCÊS INCONDICIONALMENTE!

hebe em 08 de julho de 2013

Li que a dilmá vai trazer os médicos cubanos para trabalharem no interior vai fazer hospitais,colocar os aparelhos médicos e muitas coisas mais e aí vai uma pergunta:Os tais médicos vão colocar os tijolos dos hospitais?Para a aparelhagem médica não é necessários técnicos especializados?Acho que 1o tem que erguerem hospitais,depois os aparelharem e aí sim,os medicos.Ella vai construir 6000 hospitais também? E os enfermeiros,paramédicos,a limpeza,será feita também pelos médicos?Ora,vai catar coquinhos presidente!isso não se faz nas coxas,viu? Chega de brincar de mandar!!!

Raphael Parente em 08 de julho de 2013

A medicina do Brasil que já não é boa vista de forma ampla, iniciou hoje o caminho para o buraco. Falo como médico com doutorado e mestrado. A abertura desenfreada de faculdades recentemente formou diversos médicos de péssimo nível facilmente identificáveis no dia-a-dia. A pá de cal foi lançada com essas medidas. Esse governo por motivos ideológicos tem ódio de médicos e fará o possível para acabar com o pouco de qualidade que ainda temos. É incompreensível a Dilma não ter criado o cargo de carreira de Estado para médicos para resolver essa "falta". Caso as vagas não fossem mesmo assim criadas, ela teria todos os argumentos para trazer cubanos, bolivianos, etc.. Mas ela preferiu o caminho mais fácil. Pena que não é ela quem vai pagar o pato (salvo um dia tenha um acidente sem ser mais presidente em via pública e seja levada para um PS lotado e atendida por um cubano). Mas a população.

Bruno em 08 de julho de 2013

Caro Setti, . Sua proposta sobre médicos cubanos é entusiasmante... . Estou vendo a foto da "médica" dando uma vacina. . Sugiro que, para além dos "médicos" prestarem assistência a esse prestigiante grupo que vc menciona, as vacinas também venham da industria farmacêutica da ilha... . Acho que tem uma planta que se chama "comigo ninguém pode" (ou algo parecido). É tipo as vacinas "made in Cuba" !!

moacir 1 em 08 de julho de 2013

Prezado Setti, Parabéns! Como dizem os meus filhos: "Cara!Você MOEU!" Abração

Carlos Correia em 08 de julho de 2013

Nessa voce se superou! Adorei a ironia e o sarcasmo!Sugestão correta!

O ANTIPETRALHA em 08 de julho de 2013

Caríssimo Setti, Mas talvez a situação agora esteja pior. Querem obrigar estudantes de medicina a trabalharem para o governo no SUS. Só em países comunistas o cidadão é obrigado a trabalhar para o estado, sem a opção da livre iniciativa. A liberdade profissional está ameaçada pelos petralhas. Querem cubanizar o Brasil com ou sem médicos cubanos, escravizando no lugar deles os nacionais. Cremesp e OAB reagiram e espero que consigam mudar esse absurdo: http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2013/07/08/obrigar-estudante-a-atuar-em-determinado-local-e-inconstitucional-diz-cremesp.htm O ANTIPETRALHA

Kássia em 08 de julho de 2013

Nem Venezuela e Bolívia aprovam médicos cubanos por lá . São '' muy hermanos'' rs

cubanos nao em 08 de julho de 2013

cocnheco os medico cubanos e nao cuabanos que estudaron la e sao uma porcaria vao mata gente no brasil

leia em 08 de julho de 2013

kkkkkkkkk........ Ricardo Setti, BOM DEMAIS....... A LEITURA DO SEU TEXTO É DIVERSÃO GARANTIDA.PARABÉNS PELO BRILHANTE BOM HUMOR!

gabriella em 08 de julho de 2013

Esse governo do PT é muito ruim mesmo

Gabriela Malheiros em 08 de julho de 2013

Veja só aceita comentários contrários ao governo? Deixe VEJA em paz. Este blog é um blog independente que fica no site de VEJA e, obviamente, só responde pelo que publica. Se saem publicados muitos comentários contrários ao governo, minha cara Gabriela, é pelo singelo fato de que os LEITORES os escrevem. Elogie o governo que eu publico, sem problemas. Mas está cada vez mais difícil alguém elogiar a gestão Dilma, por aqui.

Afonso Carioca em 08 de julho de 2013

Comentário ridículo... apesar de todo o cerco imposto pelos Estados Unidos, Cuba na área tem muitos indicadores melhores do que o Brasil... reportagem superficial chula e babaca... Ei, peraí: os dois adjetivos finais de seu texto se referem a você? Ah, bom, agora entendi. E é isso mesmo: quem não sabe distinguir um comentário crítico de uma "reportagem", na melhor das hipóteses, precisa voltar para a escola elementar.

Cidadã consciente em 08 de julho de 2013

Caro Setti, genial seu texto sarcástico! Duvido muito que esse desgoverno tenha desistido realmente dos seus planos maquiavélicos. Talvez esteja fazendo uma retirada estratégica , tal o clamor ensurdecedor das ruas e dos profissionais de saude, que conseguiram acuar e amedrontar esses burocratas nazicapimunista , como no texto postado pelo medico gaúcho Milton Simon Pires, um texto contundente, num tom de alerta, como no ultimo paragrafo: "Deus lhe proteja na batalha que vai enfrentar conosco, presidente. Se a senhora for ferida vai precisar ser atendida por um médico – e eu duvido muito que ele fale português."

Gabriela Malheiros em 08 de julho de 2013

Seu comentário ofensivo, mentiroso e calhorda foi deletado. Aprenda educação em casa e depois volte aqui, se quiser.

Eduardo em 08 de julho de 2013

kkkkkk....boa demais!

RONALDE em 08 de julho de 2013

Por que não construir um hospital em cada capital do país incluindo Brasília somente para empregar esses médicos cubanos. Esses hospitais devem atender somente petralhas de carteirinha, além de vereadores, deputados, prefeitos e governadores petistas. Nome: Hospitais Samaritanos da Rede PT/Cuba.

Joao Pedro em 08 de julho de 2013

VEJA, se voce diz que eles sao tao competentes, por que nao fazer a revalidação do diploma, ja que eles sao tao avancado em medicina, acredito que isso sera um dos menores obstaculos!!!! att, JP

Sylvio Haas em 08 de julho de 2013

Boa, Setti!!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI