Image
O plenário do Senado da República em sessão: muito trabalho — para quem quiser trabalhar (Foto: Agência Senado)

De assuntos triviais, como a doação de aviões da FAB para a Bolívia (epa! mais agrados a Evo Morales…), a outros realmente importantes, como o relatório do Tribunal de Contas sobre a auditoria feita em agências reguladoras, de projeto que pretende maior eficiência no combate à lavagem de dinheiro a depoimentos de pessoas ligadas ao governador goiano Marconi Perillo na CPI do Cachoeira, passando pela discussão, com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, sobre aumentos salariais a quase 1 milhão de servidores, o Senado terá uma semana cheíssima.

Para quem acha que parlamentar não trabalha, vale a pena constatar a quantidade de tarefas que aguarda os 81 senadores nesses próximos dias.

Consulte aqui a Agenda do Senado.

Só não trabalha quem não quer. Assuntos importantes não faltam, como se vê.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + 4 =

Nenhum comentário

G. Carvalho em 04 de junho de 2012

Concordo com você, Ricardo. Trabalho é o que não falta. Já produtividade, na economia, política e administração pública… Fiquemos na política. O Brasil necessita mesmo três senadores por estado? Copia-se tanta porcaria dos EUA; por que não reduzir, como fazem eles com grande sabedoria, os senadores a apenas dois por unidade da federação? Seria bem mais produtivo e se limitaria, ademais, o contingente de bandidos eventualmente homiziados na Casa, não é verdade? Os americanos insistem nessa coisa de manter somente 435 deputados federais. Seguir tal exemplo seria salutar, não só pela economia decorrente do corte, mas também pela provável diminuição do besteirol a que frequentemente se submetem os brasileiros. Copiar nem sempre faz mal. Nosso espírito de inovação institucional é prova disso. Na próxima vez, vou comparar o número criativo de ministérios nossos com o total acanhado de secretarias do governo federal americano. Farei o possível para não relegar os cargos em comissão, caso em que se mostra guinnessca a criatividade política do Brasil.

Sérgio em 04 de junho de 2012

Srs SETTI,o senhor é um fanfarrão mesmo! Para ler seus artigos tem se de contar,1,2,3,4,5,6,SETTI,8,9,10,11...enfim,perde se a conta. Por que o Sr não escreve sobre o Lula que até depois de colocar o pijama esta trabalhando,trabalhando para coagir os Ministros do Supremo para postegarem o julgamento do Mensalão,e essa de doarem aviões da FAB para a Bolívia,acho melhor doarem diretamente para as FARC,ha,não me esquecendo CPI do CACHOEIRA onde todo mundo entra mudo e sai calado,CPI,kkkkkkkkkkkk,que trabalho! Mas nada como um blog tão fanfarrão como esse Se eu sou fanfarrão -- esta ofensa é nova --, você é ou analfabetou ou débil mental, porque tenho tratado em dezenas de posts esses assuntos mencionados. Na home page (sabe o que é?), se você souber ler, já encontrará uma chamada para um post sobre o caso Lula x Gilmar Mendes.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI