Image
Casos de pedofilia na igreja católica, como ocorre nos Estados Unidos, acabaram com a acusação ao papa. Mas bispos dos EUA culpam a revolução sexual

Agora que um grupo de vítimas de pedofilia por parte de sacerdotes católicos acusa o papa Bento XVI e vários bispos por crimes contra a Humanidade perante o Tribunal Penal Internacional, talvez haja mais discussão sobre um informe encomendado pela Conferência Episcopal dos Estados Unidos e divulgado há poucas semanas, mas a respeito do qual, estranhamente, pouco se falou na ocasião.

O centro esdrúxulo do informe é a tese segundo a qual a verdadeira culpa dos abusos e violações sofridas por meninos em colégios e paróquias católicas foi – vejam vocês – a revolução sexual.

Em resumo, as mudanças no comportamento sexual ocorridas na sociedade a partir dos anos 60 e 70, por supostamente terem sido “abruptas”, produziram um “estado de confusão” em padres e outros religiosos, de tal forma que não puderam fugir a tentações. É quase como se os religiosos tivessem sido eles as vítimas, e não as crianças e jovens de quem abusaram criminosamente.

O documento foi produzido pelo John Jay College of Criminal Justice, braço da City University de Nova York, e custou perto de 2 milhões de dólares. A Conferência Episcopal dos EUA encomendou o estudo em 2006 – há 5 anos, portanto –, não se sabe exatamente quando foi concluído e nem porque sua divulgação tardou tanto.

Nenhum responsável por abuso foi ouvido

Vítimas de abusos se queixaram a veículos da mídia de que, para chegar a essa conclusão espantosa, os pesquisadores só trabalharam com dados fornecidos por bispos. E, inacreditavelmente, não foram autorizados a ouvir nem a avistar-se pessoalmente com qualquer dos responsáveis pelos abusos.

De todo modo, o John Jay College levantou dados impressionantes, que falam por si. No período de 1950 a 2002 ocorreram 10.667 denúncias de abusos sexuais contra integrantes da igreja católica. O estudo avalia que perto de 7 mil deles eram verossímeis, e, desse total, padres seriam responsáveis por 4.392.

Durante esse período, não se detectou qualquer medida mais drástica por parte da hierarquia católica americana contra os religiosos criminosos, exceto a tradicional providência de transferi-los de um a outro lugar.

Não é por acaso que, mais recentemente, a hierarquia católica americana acabou fazendo acordos em processos por danos morais que superam a casa do bilhão de dólares.

Nâo foram divulgados números relativos ao período que vai de 2002 até este ano.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − 15 =

27 Comentários

pedrao em 04 de janeiro de 2013

Segundo relatório de 2009 do governo alemão, houve nesse país de maioria protestante ,cerca de 300.000 casos de abusos contra crianças ,sendo desse total,cerca de 280 cometidos por clérigos de diversas denominações! Por quê se defende tanto a prisão somente de padres católicos? Esse é um mal da sociedade hodierna, camuflado pela mídia que cria uma cortina de fumaça para as mazelas provocadas pela corrupção moral dos nossos dias! E os membros corruptos, e os há, dentro da igreja católica,tornam-se os bodes expiatórios,expostos pela mídia sensacionalista, de todos os demais corruptos e corruptores da moral que grassam na sociedade humana!

Kaos em 18 de setembro de 2011

Este pessoal que acha que a bíblia serve para alguma coisa deveria começar a estudar Neurociências e Genética. Voces irão até começar a ENTENDER o comportamento humano e por que existem pastores mentirosos, padres pedófilos, pessoas apaixonadas, dependentes químicos, criminosos, e TAMBÉM pessoas inteligentes que sabem usar o CÉREBRO, etc e etc. Somos apenas animais da espécie humana. Pena que a maioria NÃO tem capacidade para estudar estes assuntos e ficam acreditando em deuses, espiritos, almas, céu, inferno, diabos, etc e etc.

Kaos em 18 de setembro de 2011

As religiões só servem para enriqueçer seus donos e enganar os seus fiéis. O papa e o edir macedo são apenas presidentes de multinacionais. Mas tem gente para tudo neste mundo.

Antonio Durão em 17 de setembro de 2011

Saibam os moralistas e incautos que pela Confissão e Penitência até o assassinato da própria mãe é perdoado. Que queriam? A 'inquisição' de seus delírios? Não sou moralista nem, presumo, incauto. Mas o que eu queria era uma boa cadeia para os padres pedófilos.

André Dantas em 16 de setembro de 2011

Basta analisarmos toda a história da igreja católica. Acredito que o iluminismo represente muito bem esta situação, e já podemos prever o fim desse escândalo, tipicamente uma bela "pizza" italiana. Siga @jornalistandre

Lucas em 16 de setembro de 2011

Um processo contra a Igreja Católica deve render uns bons milhões em indenizações, honorários e custas processuais, pra não dizer da fama que os advogados irão adquirir caso ganhem a(s) causa(s). Fico pensando proque pais deixam seus filhos com M. Jackson sabendo que ele gostava de crianças ou porque uma menor de idade sobe até a suíte de M. Tyson sozinha com ele? Bem!, talvez o imortal Freud possa nos explicar, mas garanto que onde há fumaça há gente. Se padres católicos são tão perigosos, por favor sras. e srs. pais afastem seus filhos da Igreja. Eles devem frequntá-la quando forem maiores e souberem se defender. Não se privem de Deus.

Alexandre em 16 de setembro de 2011

patricia m. Eu não conheço o catolicismo praticado no mundo afora, com exceção do catolicismo praticado no Japão. Como você é uma pessoa cosmopolita, e pelo que eu entendi, você estava discutindo o Catolicismo no âmbito geral, daí entendo a sua divergência com relação ao que eu estava comentando. Bom ,peço antes de mais nada minhas sinceras desculpas, reconheço que peguei pesado. Infelizmente já tive problemas com equívocos idiotas anteriormente. Menos mal que o catolicismo não tenha perdido forças.Já no Brasil... Não sei se você sabe, mas infelizmente a Igreja católica está com a imagem chamuscada por aqui.É alvo de críticas.Conheço evangélicos que um dia foram católicos, são extremamente ácidos ao falarem da igreja católica, taxando-o de decadente. Tiro por mim, já fui católico, hoje prefiro me considerar como um mero cristão. Então aquilo que eu escrevi é uma opinião de ordem passional, do qual tento disfarçar a própria revolta, escrevendo aquilo que considero mais ácido possível.Ou seja é a minha percepção e sensação e não a realidade dos fatos. Estou precisando sair do Brasil, respirar um ar diferente, porque se continuar por aqui, sei não, corro sério risco de ficar alienado. Está claro o que você escreveu, espero de forma recíproca a mesma. Quem bom que você está fora do Brasil e poder praticar a sua fé, já não posso dizer o mesmo para a minha pessoa.Por aqui, as igrejas começam a padecer por falta de padre e alguns pontos por fiéis.Então o ato litúrgico está comprometido por aqui. Bom encerro por aqui. Boa sorte e boa fé.

patricia m. em 15 de setembro de 2011

alguns errinhos de digitacao devido ao "fat finger": *inclusive, *pedofilia.

patricia m. em 15 de setembro de 2011

Alexandre: Morei no Brasil a maior parte da vida e moro ha 6 anos no exterior, sendo 4 em Londres e 2 em Nova Iorque. Sou catolica apostolica romana praticante. Tendo estabelecido minhas credenciais, vamos aos fatos: as igrejas protestantes/evangelicas NAO estao ganhando fieis devido a casos de pedofilia na Igreja Catolica. Como se diz la em Minas, minha terra, o fiofo nao tem nada a ver com as calcas. Sacou? A Igreja Catolica perde fieis NO BRASIL (porque meu amigo na Inglaterra e nos EUA, MESMO COM OS ESCANDALOS DE PEDODILIA, ela tem GANHADO FIEIS) porque alguns brasileiros preferem a fe monetarista estilo Edir Macedo ("pague o dizimo para o Macedao que Deus vai te dar em dobro"), ou preferem o casal Hernandez. Inclsuive, so para te esclarecer os fatos mais um pouco, aqui nos EUA E NA INGLATERRA os catolicos estao frequentando mais e mais MISSAS EM LATIM como era antes de 1962!!! Onde voce acha missas em latim ai no Brasil? Eh dificilimo, sei porque ja procurei quando vou ai visitar a familia. Entao, enquanto em outros paises os catolicos querem uma volta à tradicao da Igreja, ai no Brasil eles querem bater palminha na igreja e dancar a aerobica do Senhor (olha, eu nao gosto nem um pouco das excentridades do Pe Marcelo). . Para fechar com a argumentacao que usei no post abaixo: A IGREJA CATOLICA NAO PERDE FIEIS PARA AS IGREJAS PROTESTANTES/EVANGELICAS DEVIDO AO ESCANDALO DA PEDOLFILIA. Perde por outros motivos, muito mais localizados do que genericos. . Espero que me tenha feito entender.

Alexandre em 15 de setembro de 2011

ops, falha minha. devia ter nomeado o comentário. Era a resposta para a Patrícia m. Não era dirigido a sua pessoa. Peço desculpas.

Alexandre em 15 de setembro de 2011

Não se preocupe com as igrejas evangélicas. Já temos imoralidades de sobra além do desrespeito com as outras religiões. Perguntar não ofende: Você mora no Brasil? Você nunca ouviu que no Brasil, as igrejas evangélicas avançam , e que a maioria católica absoluta deixou de existir. Os dados do IBGE é fato, não é argumento. Vejo na prática o avanço dessas igrejas, e vejo isso no meu próprio bairro.É assustador a quantidade num pouco espaço de tempo. Já foi a época quando os evangélicos eram minorias. A própria CNBB está preocupada com perda de fiéis. Já temos padres tomando atitudes pouco ortodoxas a fim de recuperar seus fiéis, a igreja não gosta, porém não faz nada a respeito, se fosse em outra época, com certeza esses padres seriam excomungados. Pior é a quantidade de igrejas evangélicas, de várias matizes, e com bases ideológicas que se diferem de uma e outra.Podemos comparar essas igrejas como partidos políticos.Virou negócio, business, show business. Se Jesus estivesse novamente na vida terrena, presente diante de nós, com certeza ele ficaria triste, com o merchandising que fizeram com o nome dele. Tenho medo das igrejas evangélicas, pois nessas igrejas está evidente o fundamentalismo religioso. E se continuar desse jeito, o conceito do Estado laico estará seriamente ameaçada, graças a nossa condescendência. Nos Estados Unidos, a igreja católica anda desmoralizada, desprestigiada, humilhada, tem uma pré-candidata a presidente dizendo que o Papa Bento XVI é anticristo. Que argumento você tem para isso? O que você acha de tudo isso? Vai dizer que é papo furado? Ôooooo, Alexandre, não estou entendendo essa sua hostilidade... Eu não defendi tese alguma neste post.Não sei porque você me pergunta sobre Estado laico, sobre a igreja católica dos EUA, sobre o crescimento dos evangélicos no Brasil. Tudo o que fiz foi relatar fatos ocorridos: os bispos americanos pediram um estudo sobre a questão da pedofilia a uma instituição, não permitiram que as vítimas fossem ouvidas e o resultado foi o que descrevi no texto. O que tem isso a ver com tudo o que vocÊ me pergunta, inquisitorialmente?

patricia m. em 15 de setembro de 2011

Alexandre, quero deixar bem claro: escrevo com teclado em ingles e nao tenho paciencia em colocar acentos nas palavras. . Em segundo lugar, vou me ater a sua frase: "Ganha força as igrejas evangélicas, protestante entre outras." . Para comecar, ja que voce me bate devido a minha falta de acentos, preste atencao na sua gramatica horrivel. O correto seria "ganhaM forcas as igrejas evangelicas". Se voce nao aprendeu a conconrdar o sujeito com o predicado, NAO TEM A MENOR MORAL em vir me dar licoes de portugues. . Em relacao a mesma frase escrita acima: nao teve nenhum mal entendido. Voce diz que a Igreja Catolica eh imoral e esta perdendo forcas (devido aos casos de pedofilia) E POR CONSEGUINTE as igrejas evangelicas estao ganhando terreno. E eu rebati: como se as igrejas evangelicas nao fosse imorais e nao cometessem pedofilia elas mesmas! Achei o seu argumento para o avanco evangelico TOTALMENTE FURADO.

Alexandre em 15 de setembro de 2011

Patricia m. Você leu direito o que eu escrevi? Mais uma vez, você leu? Aonde está a afirmação que você diz? O que eu disse é que a Igreja Católica está decadente e isso abre espaço para as outras igrejas cristã seja ela protestante, evangélica entre outras(E no caso extremo ateísmo). Pedofilia não é privilégio só das igrejas x,y e z. É um desvio,é uma perversidade sexual que existe na humanidade(reitero: que existe na humanidade)e a religião não é impedimento para as perversidades sexuais fora as outras atrocidades. Pelo contrário criam-se até argumentos para justificar crimes contra o ser humano colocando o nome de Deus, que o fanatismo religioso diga por si só. A questão é o crime ocorrido dentro do espaço da igreja católica, a pedofilia cometida pelos seus subordinados padres. Com relação aos pastores protestantes, temos casos e casos envolvendo esses personagens, inclusive teve um caso de um pastor que perseguia um personagem famoso do Rock, e no final caiu em desgraça ao se envolver com prostitutas(leia-se bem:PROSTITUTA). Pelo jeito você é uma católica bastante devota. Por favor, aprenda interpretar corretamente um texto escrito em português, isso sem levar em conta a ortografia.E não faça afirmações baseado numa premissa que não existe. Não venha com sermões moralistas, não cola, e outra já foi o tempo.Ninguém é dono da verdade, aliás a verdade depende mais das nossas percepções com a realidade.Depois dessa, já nem sei que realidade você vive.

patricia m. em 14 de setembro de 2011

(continuando, apertei o "enter" sem querer). Vou dar a dica, digita "pedophile protestant church" no google e vejam os resultados. Jogar pedra na Igreja Catolica eh facil, ela virou o Judas da vez. Antes de jogar a pedra no telhado do vizinho, Alexandre, veja se o seu telhado nao eh de vidro.

patricia m. em 14 de setembro de 2011

O Alexandre (abaixo) acha que nao tem pedofilia em igreja protestante... Santa ingenuidade. Faz uma busca no google... Vou dar a dica porque parece q

patricia m. em 14 de setembro de 2011

Setti, o John Jay Report ja foi divulgado aqui nos EUA ha um tempo. Isso nao eh de hoje nao. Ja houve ate programa televiso sobre o relatorio. Se voce for na Wikipedia em ingles vai confirmar que a primeira versao do relatorio foi postada em 2004 (!!!). Entao ninguem esta tentando esconder nada de ninguem nao. Alias Setti, uma das conclusoes do relatorio eh que os padres abusadores se formaram apos o Concilio Vaticano 2, coisa que nos (eu me incluo nessa), os catolicos tradicionais, rejeitamos totalmente. Tudo bem, Patrícia. Mas a divulgação não parcial ocorreu há algumas semanas. A primeira versão pode ter sido postada em 2004, mas ele foi concluído em 2006. Não disse que alguém está tentando esconder, cara Patrícia. E sim que, quando dessa divulgação há algumas semanas, a repercussão foi pequena. De todo modo, essa informação sobre os padres formados após o Concílio Vaticano 2 eu não tinha, e agradeço sua colaboração em fornecê-la. Abração

Alexandre em 14 de setembro de 2011

Antes que reclamem, compreendo perfeitamente a palavra "absurdo" colocada pelos outros leitores, e até compartilho a indignação de muitos. Porém não podemos esquecer que a Igreja Católica já fez outros absurdos ou estão esquecidos quanto a esses outros assuntos? Tem um detalhe, em outras épocas as pessoas não tinham tantas informações e conhecimentos como temos hoje, a igreja dogmática sempre contou com a ignorância do povo e até manobrava, encobrimento excessos e até crimes. É irônico ver a Igreja Católica ser vítima das mudanças dos tempos, que ela própria resiste.Portanto que ela pague caro pelo seu dogmatismo.

Alexandre em 14 de setembro de 2011

Não é absurdo, pelo contrário é a decadência da Igreja Católica como instituição e entidade do Cristianismo no mundo. Depois dessa qualquer acusação ou insinuação contra a Igreja Católica,a própria não poderá rebater, já que perdeu e está perdendo moralidade. E uma entidade sem moral,é uma entidade morta. Ganha força as igrejas evangélicas, protestante entre outras. Não admira que o nível de desmoralização descambe no desrespeito como vimos com a pré-candidata Michelle Bachmann, ao afirmar que o Papa é anticristo. Como diria alguns, que Deus tenha piedade dos católicos.

Maria em 13 de setembro de 2011

É um absurdo. Não creio que a Igreja Católica vai ser o "Cristo" da história de novo. Nos últimos sécs. a Rev. francesa, Lenin, Stalin, Fidel, Che Gueivara, Bin Laden são tidos como salvadores, modelos, herois da humanidade e querem detonar o papa? Meu amigo Setti, realmente estamos vivendo momentos de extramoralidade como disse o esquerdopata e terrorista Zizek. Mas esse maldito tinha que ser enforcado. Nietzsche "profetizou" o nazismo, esse m. do Zizek talvez possa ser chamado do profeta do apocalipse da moralidade democrata cristã liberal. Uma lástima, gosto das tardições. somos trad. católicos apostólicos romanos. essa é a origem da humanidade, antes eramos somente "bichos" dotados de inteligência. Pena! E ainda se fala em patrimonios culturais da humanidade.

Rosa Maria Pacini em 13 de setembro de 2011

Que absurdo!!! Não entendo como em pleno século XXI ainda há famílias que enviam seus filhos para escolas católicas. Eu estudei em colégio de freiras, desde o jardim da infância até o ginasial,porque na minha época isso era uma prática comum. Mas sempre contestei as freiras e sua educação repressiva, tanto é que acabei sendo expulsa. O problema é que dois anos depois voltei a estudar em outro colégio de freiras para fazer o clássico. E lá continuei questionando as informações dogmáticas e o assédio, nem sempre velado, para que também optássemos pela vida religiosa. Penso que quem opta por esse tipo de vida, não tem condições efetivas de orientar ninguém, pois vive em um mundo á parte. Só que como nesse mundo a sexualidade é reprimida, a hipocrisia corre solta. E ainda dizem que padres são os representantes de Deus na Terra! Puxa vida, com esse tipo de represante, Deus não precisa nem do diabo para "desviar as ovelhas de seu rebanho", o papa e os padres já se encarregaram disso!

Seilon em 13 de setembro de 2011

Então quer dizer que o relatório tem credibilidade quando destaca o número de casos acontecidos,mas não a tem quando aponta os motivos?Aí não dá,né. O fato de se apontar as causas que contribuíram para sacerdotes cometerem os crimes horrendos que cometeram não alivia a barra de ninguém.Isso serve como parâmetro para que a Igreja tome medida para que outros casos de pedofilia não aconteçam.

Paulo Bento Bandarra em 13 de setembro de 2011

Olha, isto é um prato cheio para o Islã e para os protestantes que atribuem a figura do Papa como do Anti-Cristo. Como indagou Benedictus PP. XVI sobre o Holocausto: Onde estava Deus? Benedictus PP. XVI já sabemos, estava abafando, mas Deus, que tudo sabe, tudo vê, e que nada acontece sem o seu consentimento...

Think tank em 13 de setembro de 2011

Pode se indignar, mas "queimar" donuts dos coroinhas é fixinha se comparado ao que este introduziam nas genitália dos hereges, blasfemos, sacrilégio, e sei lá o que mais, justificavam qualquer atrocidade contra as pessoas durante a inquisição. Estes até inventaram um dispositivo macabro que expandia na vagina/anus e que hoje com as arestas aparadas virou instrumento medico dos ginecologistas.

J.R.Monteiro em 13 de setembro de 2011

Se acabar o celibato obrigatório as crianças poderão ser deixadas em paz. A pederastia mililenar, porem, não sumirá de uma hora para outra.

Giggio em 13 de setembro de 2011

"Porque o bispo tem o dever de ser irrepreensível, casado uma só vez, sóbrio, prudente, regrado no seu proceder, hospitaleiro, capaz de ensinar." 1 Timóteo 3:2 (Biblia Versao Catolica)

Giggio em 13 de setembro de 2011

Melhor lhe seria que se lhe atasse em volta do pescoço uma pedra de moinho e que fosse lançado ao mar, do que levar para o mal a um só destes pequeninos. Tomai cuidado de vós mesmos. Lucas 17:2 (Biblia Versao Catolica)

Pétala Bezerra em 13 de setembro de 2011

É um absurdo se pensar que ainda são cometidos crimes bárbaros por uma instituição de poder tão grande, e pior, que mexe com o bom senso e faz parte da educação e formulação de opiniões no mundo todo. São muitos os fiéis que aprendem a boa convivência na Igreja, e esta nem se quer filtra-se. Crianças que sofrem abuso sexual levam consigo traumas para o resto da vida, e esta infração é digna de uma punição, no mínimo, máxima. Os padres, educados anos e anos a esta função, estão mesmo aptos a "mudarem" princípios tão básicos? É incrível o descaso e o conservacionismo exagerado que só fere a moral de toda a sociedade. A Igreja, que já feriu tantos, continua o seu imperialismo de ideias que não parece cessar nunca, mas agora não somos mas cegos de suas atrocidades, e mesmo assim, não temos como desfazê-las.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI