Relembrando Dominguinhos: seu vídeo mais antigo e raro disponível na internet, tocando ao lado do mestre Luiz Gonzaga em 1972

Dominguinhos

Dominguinhos, falecido na terça-feira (Foto: Mônica Imbuzeiro – Agência O Globo)

Por Daniel Setti

Seria redundante, diante de toda a repercussão alcançada pela morte de Dominguinhos na terça-feira, repassar aqui toda a vasta e riquíssima carreira do sanfoneiro, cantor e compositor de nascido em Garanhuns, Pernambuco.

Para isso, aliás, está o documentário sobre o músico que, após mais de um ano de atraso, deve sair ainda em 2013.

José Domingos de Morais, como foi batizado há 72 anos, fez história tanto pelo virtuosismo em seu instrumento – dominava o fole de oito baixos desde os seis anos de idade – quanto pelas grandes canções das quais foi autor ou coautor, como “Lamento Sertanejo” (com Gilberto Gil), ou “De Volta Pro Meu Aconchego” (com Nando Cordel). Era, para muitos, o parceiro ideal.

Luiz Gonzaga (1912-1989), seu descobridor e padrinho artístico, foi o primeiro a perceber isso. Tanto que o recebeu no Rio de Janeiro em 1954, quando o prodígio tinha apenas 13 anos, e depois o colocaria em sua banda.

A histórica parceria – a primeira notável de muitas acumuladas por Dominguinhos, que trabalharia com a nata da MPB – aparece em dois vídeos de 1972, quando Gonzagão foi o convidado especial do programa Proposta, da TV Cultura.  Dos registros disponíveis na internet, é o mais antigo e raro com a presença de Dominguinhos.

Atenção para a parte 2, em que o tímido José Domingos aparece como um dos músicos de apoio de seu mestre:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − nove =

9 Comentários

  • Reynaldo-BH

    Daniel, obrigado! Valeu o FDS.
    Lamento Sertanejo é meu hino. (Mesmo sendo um cara nascido de frete para o mar).
    DE Manuelzão e Dominguinhos, uma coisa aprendi: o sertão não te, fronteiras. Nunca teve. O aboio não conhece divisões.
    Acompanhei o fim do Dominguinhos. Por 7 meses. Resistiu tanto porque sertanejo é antes de tudo, um forte. Já dizia Euclydes da Cunha. Mas foi em paz, tenho certeza. Lamento Sertanejo é meu hino. Como diria uma ex-amada, precisa mais? Ou quer que eu use o Paintbrush?
    (Hehehe!).
    Envio o link direto do vídeo citado: http://www.youtube.com/watch?v=Py3HpIafWEw

  • Aaron Spelzer

    Prezado Setti, Dominguinhos foi de fato o grande e honrado pernambucano de Garanhuns.
    Permita-me sugerir este vídeo comovedor no qual o genial artista nos conta sua difícil infância.
    https://www.youtube.com/watch?v=I569QGtZN5w&feature=endscreen&NR=1

  • Dulce Regina

    Caro Daniel Setti, que maravilha ! Que saudade ! Sempre gostei desse tipo de música. Ainda hoje, no meu cantinho da Serra, ouço ao longe esse som, ouvido por moradores do sertão que vieram trabalhar, por essas bandas de cá. Fico sentada na varanda, encantada pelo som da sanfona às vezes, misturado com os dos passarinhos. Pena ter de voltar, para a cidade. PS: Aaron Spelzer, obrigada pela sugestão do vídeo. E Reynaldo BH , gostei mais do vídeo em que o Dominguinhos, canta sozinho. Dê, uma olhada.

  • Kitty

    Caro Daniel,
    Na época de são João é quando mais se escutam as músicas sertanejas para animar as danças juninas como quadrilhas e pé de serra. Músicas tão festejadas pelos pessoenses e campinenses e claro, nos variados repertórios que se apresentam, não poderiam faltar as músicas do sempre e nunca esquecido Luiz Gonzaga e a sua sanfona; mais tarde Dominguinhos começou a ser requerido também. Uma, dentre tantas deste gênero musical, Asa branca na interpretação de Luiz Gonzaga, descobridor de Dominguinhos, é a minha favorita. E de Dominguinhos “Lamento sertanejo”. O que mais me impressionou sempre deste famoso sanfoneiro, era sua habilidade e o domínio do instrumento, a sanfona. Sentiremos a sua falta!//um abraço-Kitty

  • Luiz Carlos

    Garanhuns deu para o Brasil esse músico maravilhoso que todos nós admiramos, mas em compensação deu Lula, o 9 Dedos, esse ****** que abalou as estruturas do País,e que liberou a corrupção a patamares nunca antes visto na nossa política. Portanto fiquemos com o músico e abominemos o molusco.

  • Reynaldo-BH

    Dulce, é este não é?
    Realmente fantástico.
    http://www.youtube.com/watch?v=xz9C9uUfegE

  • Marcia de Oliveira Dias

    Dominguinhos nos deixa muitas saudades. Músicas sertanejas, baião, que maravilha! Tão simples ,
    humilde típico do nossos queridos irmãos nordestinos.

  • Bruno Sampaio

    Além de frequentador assíduo deste blog, sou também violoncelista, e há mais ou menos dois anos postei este vídeo no youtube interpretando “contrato de separação”, uma das mais belas canções do já saudoso mestre, que escolhia as notas com o carinho e a atenção de um ourives ao tocar sua sanfona. Fica aqui essa homenagem a um dos maiores musicos do Brasil, e porque não dizer, do mundo.

    Adeus Dominguinhos, que sempre será uma grande inspiração para quem gosta de Musica, com M maiúsculo.

    http://www.youtube.com/watch?v=FIduxJT4aUs&feature=player_detailpage

  • Adevair Kostha

    prá mim Dominguinhos não Morreu.foi uma pessoal que eu creci ouvido o toco da sua sanfona e seu luiz
    tenho muita saudade dos dois…….
    Eunápolis-Ba- aqui tem o maior pedrão do Brasil.

    Adevair~zé do forró-Milton Guerreiro-Valzinho do acordron.jota Bernado.