Representante brasileira do afrobeat, big band Bixiga 70 estreia em disco

Bixiga-70-Paulo-Saborido

A banda Bixiga 70 (Foto: Paulo Saborido)

Por Daniel Setti

O afrobeat, explosiva e dançante fusão de ritmos africanos com funk e jazz norte-americano desenvolvida nos anos 1960 pelo nigeriano Fela Kuti (1938-1997), tem há mais de um ano a sua representação “oficial” em terras brasileiras.

Trata-se da banda instrumental paulistana Bixiga 70, formada por dez músicos e batizada em homenagem ao endereço do estúdio onde ensaia, no bairro do Bexiga (Bela Vista), e ao mesmo tempo com menção ao Africa 70, mítico conjunto que acompanhava Kuti.

No próximo sábado (15) a big band lança no Estúdio Emme, em São Paulo, o seu primeiro compacto no formato vinil de 7 polegadas. Não por acaso, o show ocorre em um evento batizado como “Festa Fela”.

O disquinho traz no lado A a faixa “Tema di Malakia”, de autoria do tecladista do grupo, Mauricio Fleury, e no lado B uma versão remixada por um dos produtores responsáveis, o norte-americano radicado em São Paulo Victor Rice, bastante influenciada pelo dub jamaicano.

Clique aqui para escutar o compacto. Abaixo, vídeo extraído da performance do Bixiga 70 em edição do programa Manos e Minas, da TV Cultura, emitida em agosto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 5 =