RESULTADO DA ENQUETE: Grande maioria de leitores do blog consideraram o banimento da torcida em jogos do Timão como punição adequada

Torcida do Corinthias é liberada em jogos que o mando é do Timão (Foto: João Santos / Dedoc)

Torcida do Corinthias é liberada em jogos que o mando é do Timão (Foto: João Santos / Dedoc)

Violência no futebol foi um assunto lamentavelmente presente nas duas últimas semanas.

A morte de um jovem no jogo entre Corinthians e San Jose, na Bolívia; o torcedor do Santos preso com um arsenal de guerra, composto de porretes de ferro, de madeira e rojões; torcedores do Palmeiras atacando jogadores de seu próprio clube no aeroporto de Buenos Aires; o julgamento do goleiro Bruno, que mandou matar a amante e mãe de seu filho, e acabou condenado a 22 anos de prisão…

Os fatos lamentáveis não deveriam figurar nas páginas de esportes — seu lugar adequado é na de crimes. E, sendo crimes, merecem todo o rigor da lei, mas os organizadores esportivos também têm a obrigação de adotar medidas para prevenir que a baderna criminosa não volte a ocorrer em estádios. Nesse sentido, foi um bom passo o anúncio feito pelo presidente do Palmeiras, Paulo Nobre: que as torcidas organizadas do time não terão mais regalias, como ingressos gratuitos — absurdo que muitos cartolas praticaram e ainda praticam, como parte das disputas políticas contra rivais nos respectivos clubes.

A Conmebol, organizadora da Taça Libertadores da América, puniu o Corinthians com a obrigatoriedade de disputar sem torcida os jogos em que detém o mando, durante 60 dias. Mas ontem voltou atrás e, nas partidas disputadas no Pacaembu, os torcedores poderão estar presentes.

Nossa enquete perguntando Vocês acham que a punição imposta pela Conmebol ao Corinthians pela morte do jovem na Bolívia — jogar sem torcida por 60 dias, até que se esclareçam os fatos — é apurou que nossos leitores, em sua grande maioria (65,0%, 1.344 Votos) consideraram a medida  insuficiente; 25,0% (513 Votos), acharam-na adequada e 10,0% (218 Votos) viram o banimento dos torcedores como providência exagerada.  Votaram, no total, 2.077 leitores.

NOSSA NOVA ENQUETE JÁ ESTÁ NO AR, DO LADO DIREITO DESTA COLUNA.

TEM A VER COM O EMBALSAMAMENTO DE HUGO CHÁVEZ.

NÃO DEIXE DE PARTICIPAR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + 18 =

3 Comentários

  • Marco

    Don Setti; Tb acho q torcida organizada tem q ser independente do clube.
    Abs.

  • Gilberto

    Alguma dúvida que iriam rever a punição ao time da Globo (do poderoso Lula e de muitos jornalistas/torcedores)???
    Alguma dúvida que era “fogo de palha”???
    Afinal, “apenas” um garoto de 14 anos foi assassinado num estádio, durante uma partida de futebol – que deveria ser lazer e não palco de guerra.
    O que é um crime para a Comenbol (ávida por grana) e para os países da América LATRINA???
    Dar um basta à violência não está nos planos de nenhum deles.

  • Leones

    Sr. Ricardo, a torcida do Corinthians tem sim
    culpa mas, se a polícia boliviana tivesse feito seu
    trabalho como deveria essa tragédia não teria ocorrido.Repito,a punicão de 60 dias tinha que ser mantida.