RESULTADO DA ENQUETE: Maioria dos leitores acertou a diferença que separou os dois candidatos da eleição presidencial

(Fotos: Ivan Pacheco/VEJA.com)

Reeleita, a presidente Dilma Rousseff (PT) venceu Aécio Neves (PSDB) por pouco mais de 3 milhões de votos (Fotos: Ivan Pacheco/VEJA.com)

Na última enquete aberta antes da votação do segundo turno das eleições, perguntamos aos leitores qual seria a diferença de votos entre o vencedor e o perdedor. Foi uma das pesquisas mais acirradas dos últimos tempos no blog. Em uma semana, 8.542 votos foram contabilizados.

Por pequena margem, venceu o contingente de leitores que arriscaram que uma diferença de 1 a 3 milhões separaria os candidatos — foram 32%, ou 2 705 votos.(A diferença acabou sendo de 3,4 milhões de votos).

Na segunda posição ficaram os 2.596 votantes (30%) que acreditaram numa diferença de 4 a 6 milhões de votos.

Praticamente empatadas, ambas com 19% dos votos, apareceram as escolhas de 7 a 10 milhões (1 595 votos) e de mais de 10 milhões (1 646 votos).

Há uma nova enquete no ar — é sobre o escândalo da Petrobras e suas possíveis consequências.

Não deixe de participar. A enquete fica bem à direita desta coluna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × quatro =

8 Comentários

  • Meia verdade

    O escândalo da Petrobras terá muitos desdobramentos, mas precisamos saber também sobre o mensalao tucano, trem, metro de Sao Paulo, se não passarmos tudo a limpo, a resposta de um será a acusação sobre o outro.

  • soninha

    Com esta vigorosa, força no Senado, não será facil governar como antes. O rolo compressor encolheu. Até que fim a oposição terá voz. Estou tranquila, segundo a Presidente o País está uma maravilha. Então tudo dará certo afinal ela é o coração valente.

  • RONALDE

    Dilma vai colocar mais lulopetistas no STF. Ali a vitória é dela. Resta saber se o próprio processo e comprovação do crime não fará o PMDB impichá-la para Temer assumir.

  • geroldo zanon

    Soninha
    VC tem razão o pais não tem violência é uma maravilha é só ver o DATENA e o MARCELO REZENDE ai vais ver o BRASIL maravilha da DILMA

  • Reynaldo-BH

    Setti, relembrando nossas aulas de Direito, lembro-me de aulas da História do Direito Penal, na Idade Média. Nesta, a defesa maior dos defensores da pena capital era a que “a vergonha não está na execução, mas nos motivos que levaram o condenado ao cadafalso”!.
    Para quem se importa com a própria biografia e com a descendência, ter o nome lançado no livro dos réus – de onde nunca saíra – é a certeza da rejeição da sociedade a quem fazendo parte dela, merece ser execrado pelo que fez contra a mesma.
    NADA muda esta inscrição. Os mensaleiros morreram – e deixarão para os dessedentes – a ignomínia eterna de serem, na vida, gravados como bandidos condenados.
    Será que cometerão novos crimes ao serem transferidos para a prisão domiciliar,pela simples razão que no Brasil não existem presídios para presos em regime semi-aberto? Não sei. São capazes – e já provaram isto – que são capazes de tudo.
    O petrolão dará em impeachment? Duvido. Será somente mais um oportunidade que o tal “baixo clero” cobre em moeda sonante um voto d absolvição. O que me anima é poder olhá-los de cima. Ver a pequeneza e nanismo moral de quem tem o nome lançado no livro dos condenados. Será que para eles isto vale alguma coisa? Sei que não. Mas eu , se encontrar QUALQUER UM DELES pessoalmente, farei que se lembrem que tem o nome no livro dos que foram considerados indignos de pertencer à sociedade a que pertenço.
    Dilma consegue ser – meses antes da posse – uma pata manca. Começa o mandato pelo fim. Começa o exercício do poder tendo que explicar o inexplicável. Tendo que responder a acusações de bandidos que roubaram BILHÕES do povo brasileiro. Que tem que demonstrar o estelionato eleitoral deixando de represar números oficiais que ocultou e aumentos de preços que reprimiu, em nome de um roubo da vontade popular.
    Dilma começa um mandato como quem termina prestes a perde-lo.
    Pouco importa se será presa o sofrerá impedimento.
    O futuro – sombrio – que Dilma escolheu será exposto.
    E ela entrará para a história como uma protoditadora sem limites éticos e sem propostas.
    A mim, me basta. Conto mais com a imprensa LIVRE! _ e esta me basta (em defesa dela, vou às ruas!) que o Poder Judiciário.
    É questão de tempo. De muito pouco tempo.

  • Maurício

    Não fossem os votos dos beneficiários das Bolsas família, das ong’s, do MST, todos sustentados pelos que trabalham, a Dilma teria perdido no primeiro turno. Esse ponto merece atenção especial. Para tanto, invoco o pensamento de dois grandes sábios: Aristóteles e Luiz Gonzaga. O primeiro, 400 anos antes de Cristo, chamou a atenção para o risco do sistema democrático se transformar na ditadura da plebe, o que já está acontecendo, pelo populismo e pelo terror com as ameaças de suspensão do bolsa família. Ou seja, por pouco nossa democracia não existe apenas no papel, enquanto, de fato, somos governados por uma ditadura disfarçada. Luiz Lua Gonzaga, antevendo tudo isso, há mais de cinquenta anos, afirmou: Seu dotô o nordestino tem muita gratidão, pela ajuda do sulista nessa seca do sertão, mas dotô uma esmola a um homem que é são, ou lhe mata de vergonha ou vicia o cidadão.
    Por Cici Costabile

  • Jose Inácio da Luz silva

    Quem ganhou as eleições foi a Urna Eletrônica, o voto deixou de ser secreto pois está vinculado ao numero de seu titulo. Os países de primeiro mundo usam cédulas em suas eleições, porque será. Só nós temos condições de implantar s urna. Investiguem isto e terão sucesso.

  • Nemo

    Reynaldo-BH tem razão!
    “É questão de tempo. De muito pouco tempo.”
    Ha bem pouco tempo,nós os “REAÇAS” não tínhamos coragem de individualmente nos expressarmos , evidentemente com receio da pauleira vinda da esquerda.
    Agora não. Encontramos na imprensa alguns corajosos que deram voz às nossas aflições e pensamento. Estes corajosos abriram espaço para que pudéssemos nos manifestar.Este espaço foi muito importante.
    Estamos bem escorados e não vamos desistir. E vamos falar muito…..
    Parabéns Azevedo,Setti,Nunes,Constantino,Madureira,Lobão,Gentilli,Reynaldo,Merval e tantos outros.
    É muito bom saber que estamos bem acompanhados.