Image
Bem-vindo, Beatle Ringo (Foto: ringostarr.com)

Por Daniel Setti

Ringo Starr, o beatle que todo mundo gosta de gostar, começa hoje no Gigantinho, em Porto Alegre, a etapa brasileira de sua turnê pelas Américas, que começou no dia 1 na Cidade do México e já passou por Santiago e Buenos Aires.

A primeira excursão tupiniquim do beatle segue depois para São Paulo (Credicard Hall, dias 12 e 13), Rio de Janeiro (Chevrolet Hall, dia 15), Belo Horizonte (Citibank Hall, dia 16), Brasília (Centro de Convenções Ulysses Guimarães, dia 18) e Recife (Chevrolet Hall, dia 20).

O baterista que integrou a maior banda de todos os tempos, cujo talento rítmico para embalar as preciosas canções de Lennon, McCartney e Harrison só é igualado por seu carisma, chega acompanhado de uma nova formação de sua All Starr Band, que comanda desde o final dos anos 1980.

Dela fazem parte músicos de estúdio de longuíssima experiência, como o baterista Gregg Bisonette (já tocou com desde Carlos Santana a David Lee Roth), além de artistas solo reconhecidos, como o tecladista Edgar Winter.

Com mais quatro músicos, eles interpretam joias criadas por John e Paul que traziam Ringo nos vocais, como “Yellow Submarine”, “With a Little Help From My Friends” e “I Wanna Be Your Man”, além de temas da carreira solo do músico de 71 anos e hits perdidos dos anos 1980 (como a melosa “Broken Wings”, da banda Mister Mister, cujo vocalista Richard Page integra a All Star Band).

Curiosamente, nos shows mais recentes ele não tem incluído as duas únicas canções que compôs sozinho para os Beatles, “Don’t Pass Me By” (do White Album, de 1968), e “Octopus’s Garden” (de Abbey Road, do ano seguinte).

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − três =

4 Comentários

Jean Tosetto em 13 de novembro de 2011

Daniel Setti, Para os entusiastas brasileiros dos Beatles o show de Ringo Starr foi mais do que memorável. No momento em que ele pergunta que música a platéia quer ouvir, eu grito, desesperado: "Photograph! Photograph!" Ringo aponta o dedo para mim - quando esqueço da câmera - e questiona: "Photograph?" "Yeahhhh!" - Eu sabia que ele tocaria essa música. Só não imaginava que o registro teria tanto significado para mim: um breve diálogo, mesmo que forjado, com um beatle. Mas tudo que eu tenho é só um vídeo desfocado... http://youtu.be/0BwEzEHEjmk Abraços! Sensacional, Jean! O vídeo é uma prova inesquecível. Demais o Ringão. Um abraço, Daniel

JT em 10 de novembro de 2011

Se o Ringo jogar as baquetas no final do espetáculo, em São Paulo, vou pular mais alto que o goleiro Gordon Banks da Inglaterra, para defender uma cabeçada do Pelé na Copa de 70.

Marco em 10 de novembro de 2011

Amigo Setti: Tu já entrevistou a Dona Maria Tereza Goulart ? Alguma vez ? Apareceu na TV ,um reporter muito parecido contigo na época ? Num programa da TV Com, com ela. Abs. Não tive o prazer. O Augusto, acho que sim, porque ele tem um projeto -- vou contar aqui um segredo! -- de um livro sobre as primeiras-damas brasileiras. Abração

Marco em 10 de novembro de 2011

Amigo Setti: Porto Alegre, está melhorando em termos de Show, tem outra opção modesta q é a do Eduardo Dusek, q tem uma música q gosto muito, q nos ensina a amar, como humilde adoradores,fiéis encantados, q não pedem mais nada ao mundo,senão ela, ainda ela,sempre ela... Cabelos Negros Eduardo Dusek Eu quero seus cabelos negros Nas minhas mãos Eu quero seus olhinhos ciganos Nos meus sonhos Eu quero você minha vida inteira Como doce mania Fosse qualquer maneira Eu queria você assim como é Sem mentir, nem dizer O que não quiser Eu quero você criança Caída no chão Eu quero você brilhando Brincando de mim Pois eu quis você Como o sol e as estrelas Noites de lua Nostalgia E vou ter você Mesmo só pra pensar Nessas coisas de amar Na alegria Eu começo a descobrir Que em meu coração Tá nascendo um jardim Pensando em plantar Você dentro de mim Pois preciso lhe ver Várias vezes florescendo Nas luas crescentes Sentir seu perfume Prá encontrar você Abs.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI