Sai Ricardo Teixeira, entra Marin, o embolsador de medalhas alheias: ninguém merece

O velho cartola José Maria Marin: ressuscitado (Foto: Greg Salibian / Folhapress)

Ricardo Teixeira, o eterno dono da CBF, que comanda como quer, sem prestar contas a ninguém, desde 1989, enfim se vai — numa conveniente “licença para tratamento médico” de doença que se ignora e por prazo que não se sabe.

(Leia no site de VEJA)

Sai, e deixa uma herança maldita: o velho e carcomido cartola José Maria Marin, 79 anos, misto de dirigente de futebol rastaquera e político chinfrim, que Teixeira escolheu a dedo para permanecer em seu trono durante sua vilegiatura.

Marin foi jogador de futebol, atuando por dois anos e em 20 partidas pelo São Paulo, de que era reserva. Nunca conseguiu, em sua carreira política, passar de deputado estadual em São Paulo, mas se tornou vice-governador — e, durante 9 meses, governador do Estado mais rico da Federação — pela via biônica: eleito indiretamente junto com (vejam só) Paulo Maluf, em 1978, assumiu quando Maluf, em 1982, renunciou para candidatar-se a deputado federal pelo então partido da ditadura, o PDS.

Marin, como quem não quer nada, embolsa a medalha que deixou o goleiro do Corinthians sem o prêmio que conquistou (Reprodução TV Bandeirandes)

Como cartola, de sua gestão medíocre na Federação Paulista de Futebol ninguém se lembra. Mas voltou às manchetes em janeiro passado quando, na solenidade de entrega de medalhas para os jogadores do Corinthians que venceram a Copa São Paulo de Futebol, tranquila e sorrateiramente apanhou uma delas como lembrança e a colocou no bolso, deixando o goleiro Matheus Caldeira sem o prêmio a que fez jus.

É este, em linhas gerais, o dirigente responsável, por ora, pelo “melhor futebol do mundo”.

Falando sério: ninguém merece, não?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 Comentários

  • Ricardo-MG

    Não, Xará, ninguém merece mesmo. À medida que o tempo avança e adentro ao patamar dos sexagenários, confesso que sempre fico imaginando que já vi um pouco de tudo nessa vida. Ledo engano. A cada dia as safadezas ficam mais revoltosas. Só Jesus na causa!
    PS: aquêle furto ocorreu com o meu Corinthians…
    Durma-se com um barulho desses!!!

  • Edison Fernandes

    Não vai sobrar uma taça na CBF! Imagine na copa, tem que colocar detector de metal só para o individuo.

  • Jefff

    È uma entidade de direito privado e como toda entidade privada as posições de chefia são consagradas por “merito e eficiencia”?

  • Luiz Pereira

    Setti, boa noite,

    Típico caso em que as coisas ainda vão piorar antes de sequer vislumbrarmos melhora.
    Marin vai partir para fazer tudo o que Teixeira fez no pouco tempo que tiver de mando.
    abs

  • ze do matogrosso

    marin e teixeira dá mais de 120 anos de ladroagens, canalhices e outras ações menos votadas…Esses crápulas não tem moral nem para envelhecer com dignidade..O tinhoso tá ficando ruim de serviço…Deve ter sido abduzido pelo caixa 2 do Pt, ou tá dando consultoria….

  • carlos nascimento.

    A foto é ´”estarrecedora”, o meliante surrupiando a medalha, tentem entender o caráter desse dirigente, topa qualquer parada, até em ludibriar jovens atletas.
    O País está em total decadência de valores morais, precisando oxigenar (O) o futebol, nos é imposto goela abaixo, um legítimo representante do enxofre (S ).
    Estão abusando da nossa paciência, depois não venham dizer que não foram avisados.
    Em qualquer País decente, essa figura jamais teria condições de olhar de frente para filhos e netos,no Japão seria obrigado a praticar o suicídio, caso contrário viraria morto-vivo, enquanto por aqui,é laureado.
    Senhor não nos abandone, eles já perderam a vergonha e o respeito.

  • Mari Labbate *44 Milhões*

    Com toda essa confusão, o Brasil perderá a realização da Copa do Mundo, em 2014! Posso pensar na Alemanha como sede, Setti? Afinal, a Merkel I envolveu-se bastante com a Dona Diluíza II, nessa questão!

    A regra 3 da FIFA para o caso de o Brasil fracassar — algo para que não torço, evidentemente — é o Reino Unido, cara Mari.

  • Francy Granjeiro

    Não lhe digo quem é corrupto porque tive educação em casa. Não preciso de sua presença aqui no blog. Favor desaparecer e ir despejar sua frustração e ódio em outro lugar.

  • Roberto

    Na próxima solenidade ele vai roubar sorvete e doce das crianças.

  • carlos nascimento.

    Ricardo,
    Ricardo Teixeira saiu de cena.
    Agora, creio eu, o andrés sanchez(o tonto)tenha finalmente conseguido verificar a sua profecia, que era ver o Sargento Garcia prender o Zorro……rs.rs.rs.
    Dois fatos pesaram para consumar a renúncia:
    1)- a saúde de rt está abalada, a diverticulite é séria.
    2)- a ficha de rt junto à Dilma e Blater, estava pra lá de suja, não conseguiu furar o bloqueio, dançou.

    O que vai mudar, o surrupiador de medalhas é panela velha, faz parte da turminha da continuidade ao mesmismo, se ficar assim, será trocar seis por meia-dúzia.
    Vamos aproveitar e exigir reformas, eleições, mudanças gerais, para o bem do esporte, caso contrário, podemos vir a ter saudades do falso zorro.
    Carlos Nascimento.

  • carlos nascimento.

    Ricardo,
    Como o assunto é extremamente importante, ouso delongar meus comentários, espero não estar abusando do seu precioso espaço, vejamos:
    O Governo atual tem uma boa oportunidade de fazer história – uma boa história – caso a Presidente esteja realmente focada em ajustar essa área, poderá vir a ser lembrada como a líder que finalmente encarou a máfia do futebol brasileiro e a própria Fifa. Ela terá um encontro decisivo nos próximos dias, recebendo Blater, com firmeza e habilidade poderá negociar os pontos divergentes, desde que, Blater libere apoio para as mudanças no comando de gestão da cbf, permitindo uma intervenção branca , promovendo ELEIÇÕES GERAIS, fazendo um expurgo dos atuais quadros,todos amplamente comprometidos com a gestão que se esfarelou.
    Não sei se via Congresso Nacional, poderia ser votada uma Lei que permitisse respaldo para essas mudanças, caso não seja possível, que Blater assuma o compromisso, via pressão da Fifa para exigir essas alterações.
    O futebol brasileiro ficaria eternamente devedor de sua liderança.
    ALGUMAS BANDEIRAS
    – Formação da Liga dos Clubes.
    – Quebra do monopólio das transmissões esportivas.
    – Profissionalização do Quadro de Árbitros.
    – Obrigatoriedade dos Campeonatos de Aspirantes, fazendo as preliminares dos jogos principais.
    – Obrigatoriedade, todos os clubes que disputarem os Campeonatos Brasileiros da série A+B+C+D, terem equipes formadas disputando o campeonato de Aspirantes.
    – Eleições Gerais a cada 4(quatro) anos.

    Isso seria um grande avanço,rumo a modernidade de gestão do futebol brasileiro.
    Não é possível, Clubes como Flamengo, Corinthians, estarem quebrados e a cbf nadando em recursos.
    Abração.
    Carlos Nascimento.