Image
O centro antigo da capital, com o tradicional edifício do ex-banco do Estado no qual tremula há muitos anos a bandeira de São Paulo: palco crucial da batalha de 26 de outubro (Foto: Estadão)

A coisa foi feia, feíssima no maior Estado brasileiro, São Paulo — para Dilma, para Lula, para o PT.

A surra colossal que levaram do candidato do PSDB Aécio Neves no primeiro turno da eleição presidencial não poupou nada nem ninguém do lulopetismo.

São Paulo esteve no coração do enorme susto que o lulopetismo sofreu no dia 5 de outubro. A esmagadora vitória do candidato da oposição, mesmo num cenário com uma terceira candidata competitiva, Marina Silva (PSB), levou o tucano, com seus 10,1 milhões de votos (44,22% dos válidos), a alcançar uma vantagem de 4,2 milhões de votos sobre os 5,8 milhões de Dilma (26%). Por pouco Marina não ultrapassa a presidente, com seus 5,7 milhões (25%).

São Paulo tem 645 municípios, não é mesmo?

Pois bem, o candidato da oposição venceu em 565 cidades do Estado — ou seja, em quase 90% delas.

Só na capital, livrou mais de 1 milhão de votos à frente de Dilma — 2,7 milhões de votos contra 1,6 (44% a 26%).

Sabem onde também Aécio ganhou? Em São Bernardo do Campo, sede do “novo sindicalismo brasileiro”, terra adotiva de Lula, onde o Deus do lulalato começou sua vitoriosa carreira de dirigente sindical, onde vive há meio século com prefeito petista, Luiz Marinho, ex-presidente da CUT.

Derrotou o PT igualmente em Osasco (700 mil habitantes), com o petista Jorge Lapas como prefeito e terra do presidente do PT de São Paulo, Emídio de Souza. O mesmo ocorreu em Araraquara (225 mil habitantes), berço do tesoureiro da campanha de Dilma, Edinho Silva.

Image
Ao lado da mulher, Letícia Weber, do governador de Minas, Alberto Pinto Coelho (de óculos) e do senador eleito Antonio Anastasia, Aécio agradece a votação obtida no primeiro turno. Para o segundo turno, o candidato tucano precisa reconquistar Minas — e avançar mais ainda em São Paulo (Foto: Twitter/Aécio Neves)

Dilma perdeu para o principal adversário em 9 das 10 maiores cidades de São Paulo — além de São Bernardo e Osasco, que integram a lista, igualmente em Campinas, Santo André, São José dos Campos, Ribeirão Preto, Sorocaba e Santos, que já foi reduto petista. Na segunda maior cidade do Estado, Guarulhos, quem ganhou foi Marina.

Ex-líder do governo petista na Câmara dos Deputados, Cândido Vacarezza (PT) não foi reeleito — o Estado elegeu uma bancada de 70 deputados, e Vacarezza ficou em 90º lugar na lista.

Mais: o PT, que uma vez mais não consegue chegar ao Palácio dos Bandeirantes, com a vitória avassaladora do governador Geraldo Alckmin (PSDB) no primeiro turno, perdeu também um de seus dois senadores, Eduardo Suplicy, vencido por larga margem por José Serra, encolheu em seis vagas sua bancada de deputados federais e em oito vagas a de deputados estaduais.

Num partido em que as grandes estrelas, como o hoje presidiário José Dirceu, chegavam a superar meio milhão de votos para a Câmara dos Deputados, seu parlamentar mais bem situado entre os eleitos foi o ex-presidente do Corinthians Andrés Sanchez, o 19º mais votado, com 169 mil votos — meia dúzia mais do que Ivan Valente, do nanico PSOL.

O Estado de São Paulo, que tem a capital econômica e cultural do país, foi origem e sede dos dois partidos políticos que há 20 anos se revezam na disputa pelo poder na República — PSDB e PT –, sede de todas grandes centrais sindicais e das maiores entidades empresariais, dono de um Produto Interno Bruto de 630 bilhões de dólares (dados de 2013), que representa um terço da economia brasileira e é superior ao de países inteiros, como a Argentina e a Colômbia, mostrou com pontos de exclamação que continua sendo uma fortaleza inexpugnável ao lulopetismo.

É claro que restou para Aécio a prioridade absoluta de, no segundo turno, reconquistar seu próprio Estado, Minas Gerais, onde perdeu para Dilma por uma diferença de 3,7 pontos percentuais, situação que obrigatoriamente tem que reverter, e muito, para poder chegar ao Planalto.

Mas, com Marina fora do páreo, e com um alto percentual de votos nulos, em branco e pessoas que não votaram, é absolutamente crucial o papel que São Paulo jogará no segundo turno, graças às dimensões enormes de seu eleitorado — 22,4% do total do Brasil, ou 32 milhões de eleitores.

Image
CENA DE CAMPANHA — Acompanhado por José Serra, candidato ao Senado pelo PSDB, e pelo governador Geraldo Alckmin, que disputava a reeleição, Aécio investiu na campanha paulista. Agora, deve investir mais ainda (Foto: Reprodução/Twitter Geraldo Alckmin)

Em 2010, tendo São Paulo como terra natal e base política, o tucano José Serra venceu a presidente Dilma com uma vantagem de 1,8 milhão de votos. Foi pouco — poderia e deveria ter sido mais. O governador Geraldo Alckmin, em 2006, disparou no primeiro turno da eleição presidencial 4 milhões de votos à frente do adversário petista — e ele era ninguém menos do que o próprio Lula, o “Deus” da ministra Marta Suplicy. Os erros da campanha de Alckmin no segundo turno facilitaram a reeleição de Lula.

No segundo turno deste 2014, com o empenho já declarado por Alckmin e por Serra, é necessário que Aécio amplie a grande vantagem obtida no primeiro turno, uma vez que é muito alta a rejeição a Dilma no Estado. Ao longo da campanha, chegou-se a constatar que 47% dos eleitores diziam que não votariam na presidente em nenhuma hipótese, cifra que atingiu espantosos 49% na capital, a qual, sozinha, tem 8,8 milhões de eleitores — 1 milhão mais do que todo o Estado do Paraná.

ATUALIZAÇÃO

No segundo turno da eleição de 2014,, realizado a 26 de outubro, o candidato do PSDB quase dobrou a vantagem sobre Dilma em relação ao primeiro turno — de 4,2 milhões para perto de 7 milhões de votos, do total de 15,3 milhões que obteve. Mesmo assim, Aécio seria derrotado devido à anteriormente impensável derrota em seu próprio Estado natal, produto de planejamento equivocado e, sem dúvida, de soberba do candidato, que agiu desde o início da campanha como se vencer em Minas fosse um direito natural.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × dois =

36 Comentários

Mario Teixeira para em 10 de outubro de 2014

A derrota imposta ao PT no Estado de São Paulo foi humilhante. Houve, porém, uma comunidade onde a Dilma e o Padilha ganharam de lavada: a comunidade dos presidiários. Nem todo petista é bandido, mas, que na prática, todo bandido é petista, disso não se tem dúvida.

M.M em 09 de outubro de 2014

Realmente conseguimos colocar Aécio no segundo turno, mais não vai servir de nada se o Brasil não se unir CONTRA o PT para dar o troco nesta gente que adora fazer o povo de PALHAÇO.

laercio em 08 de outubro de 2014

Nádia, assisti ao vídeo recomendado pelo Lucas e achei fantástico, principalmente a CORAGEM desse professor em emitir seus comentários claros e objetivos. Sugiro que o vídeo seja visto e compartilhado por demais leitores.

Sérgio em 08 de outubro de 2014

Sou do RS e parabenizo o povo paulista pela lição de civismo ,democracia e liberdade que deram no 1º turno. São Paulo pode ser o fiel da balança no 2º turno. Paulistas, mirem-se novamente nos ideais de 09 de Julho de 1932. Mostrem porque são um exemplo para o Brasil como povo trabalhador, honesto e defensor da democracia, da justiça e da liberdade.

selminha em 08 de outubro de 2014

Setti, se o Aécio quer realmente vencer a eleição, e presumo que ele queira, é necessário que ele demonstre aos eleitores, com clareza, o desmonte que o PT de Lula e Dilma fez na economia brasileira.O povo sente no bolso o peso da inflação, cada vez que vai à feira, ao supermercado, ou à farmácia, onde ele adquire itens básicos para a sua sobrevivência. Só que ele precisa entender que a culpa da alta dos preços é da péssima administração da "gerentona", que, por sua vez, fica matraqueando para os menos informados que a nossa situação econômica é decorrente da crise financeira internacional. Aécio precisará desmontar, uma a uma, todas as mentiras que serão contadas pelos petralhas neste segundo turno, de forma didática, para não deixar a menor sombra de dúvida nas pessoas menos instruídas. Espero que ele tenha bons conselheiros, e que não perca nunca a capacidade de indignação. Aécio presidente! Nós merecemos!

Nadia em 08 de outubro de 2014

Fiquei encantada de ver o vídeo no Facebook em que um professor baiano faz análise dos governos FHC , Lula e dilma.Foi tão equilibrado e crítico que aumentou minhas esperanças no futuro do Brasil. Sugestão do LUCAS cá embaixo, assistam e fiquem esperançosos.

Nadia em 08 de outubro de 2014

Os que não votaram em Aécio em SP deveriam raciocinar um pouco e sentir o que os paulistanos passaram por aqui . Pensei que Nero tivesse ressuscitado . Era tudo queimando e se possível quebrar tudo e acabar com tudo que o povo paulista tinha construído. Eles deveriam saber que os petistas não gostam do paulista. Os que uniram o Brasil e lutaram pra que não se esfacelasse devem estar chorando no além, pois o Lula , a dilma e quem os assessoram estão conseguindo dividir o Brasil.

Na Planície em 08 de outubro de 2014

Tal como Flávio Aécio, "o último dos Romanos", que deteve Átila, rei dos Hunos, também conhecido como "Flagelo de Deus", na batalha dos Campos Catalúnicos, em 20 de junho de 451, Aécio Neves vencerá a arrogante e mal humorada Dilma Roussef, também conhecida como "Flagelo do Brasil", na batalha de 26 de outubro de 2014, que ora se avizinha.

Ismael em 08 de outubro de 2014

Os jornalistas petistas do UOL já aderiram ao discurso da falta de água. O trabalhinho sujo permanece a todo vapor para derrubar Aécio por aqui. Penas que chove antes do segundo turno...

Carlos Grossmann em 08 de outubro de 2014

Sou gaúcho e lamento muito que meu Estado já não tenha dado uma surra nessa corja petista no primeiro turno. Agora, com o apoio da senadora Ana Amélia e possivelmente do candidato favorito ao governo do Estado, José Ivo Sartori, do PMDB, estou seguro de que o Rio Grande seguirá São Paulo, mandando esses vagabundos para casa.

Marcondes em 08 de outubro de 2014

O blog não publica comentários contendo acusações sem provas.

Marcondes em 08 de outubro de 2014

Gente...o que segura, ainda, esse partido de salafrários, é o Bolsa Familia. Aqui no Ceará, o governo já abriu as BURRAS como "******* de eleição" aos prefeitos do Estado. Receberão um rico *********** e já estão quase todos engajados. Que o digam Martinópole e Uruóca. E mais: Ordem dada por Dilma Roussef aos bolsistas,que entre os municipios também está o municipio de Martinópole: SE TRABALHAR NÃO VAI PODER CONTINUAR A RECEBER BOLSA FAMILIA. Os empregados SUMIRAM TODOS...LITERALMENTE. Tanto é que uma fábrica recém instalada no municipio se mudará para um municipio vizinho pois ninguém quer trabalhar. Pois é isso...podem acreditar.

d domingues desousa em 08 de outubro de 2014

arriba! Aécio poeira nela.

Antônio em 08 de outubro de 2014

Aécio bem que poderia usar no programa eleitoral aquele vídeo em que aparece petistas mineiros, revelando o uso correios para entregar propaganda da Dilma.

Moacir 1 em 08 de outubro de 2014

Prezado Setti, O Merval hoje mandou bem... http://oglobo.globo.com/blogs/blogdomerval/posts/2014/10/08/pe-sp-derrubam-pt-551782.asp Abc

kim em 08 de outubro de 2014

O Setti sei q vc e um homem de posiçoes,mas tb sei q e sensato e amante dos fatos,Tudo bem Dilma tomou uma surra em SP,mas aqui pra nos,Aecio perder em seu proprio estado,qdo pedimos votos pra ele algumas pessoas dizem q Minas o rejeitou q esses o conhecem bem,ficamos numa saia justa,nao pra ignorar,gostaria q vc fizesse um poster a esse respeito,dificil engolir isso.

Marcos F em 08 de outubro de 2014

Agora, a caça do Aécio se situa nos eleitores que faltaram ou votaram anulando o voto. Esse eleitor, o desiludido, é quem nós queremos conosco.

Debora em 08 de outubro de 2014

Não acredito. Parece um sonho. Este será o maior presente que os brasileiros do bem receberão após 12 anos de pura desgraça.

Leniéverson em 08 de outubro de 2014

Jose - 07/10/2014 às 20:42 Ora, mas parece que o prefeito de São Paulo é do PT…ou estarei enganado? - Vc usou uma péssima comparação.

Malu em 08 de outubro de 2014

Sou carioca, mas tenho que admitir que em termos de povo evoluído ,os paulistas dão um banho no resto da Nação ! Hoje ate entendo o porque que ja quiseram se tornar um pais independente.

Paulo em 07 de outubro de 2014

Hoje Juca Kfouri postou a coisa mais abjeta que já tive o desprazer de ler, sobre São Paulo, paulistas e até do meu nome. Nem quero passar o link, mas se alguém estiver precisando vomitar, é só procurar o post "na estrada de Osasco" ou coisa assim. Algo típico de um comuna que está vendo que a turminha dele está indo pro vinagre. Uma ressalva: o texto não é de Juca, mas de um sr. chamado Norberto Sales de Oliveira.

MARAT em 07 de outubro de 2014

. Sou Gaúcho, bendigo à DEUS que os paulistas não dormiram no ponto. . Bolsa-Família não é bondade, nem evolução, mas sim, mera esmola; Brasileiros, precisamos pescar, o peixe é consequência do trabalho, da educação e da saúde, coisas que o PT está a nos negar. . ACORDA BRASIL!

Freed em 07 de outubro de 2014

São Paulo é o baluarte da democracia! Foi assim, na revolução constitucionalista de 1932 contra a ditadura Getulista, e assim será agora contra a ditadura Lulo-petista.Vamos esmagar esses vermes vermelhos, essa quadrilha de ladrões, e entre 8 anos limpar o legislativo

Lucas em 07 de outubro de 2014

Vale muito a pena ver esse video !! representa exatamente a mudança com Aécio !! Vamos Brasil, 45 !!! https://www.facebook.com/video.php?v=806241969420753

Ronaldo força em 07 de outubro de 2014

Ricardo Setti, não temos dúvidas São Paulo e o Sul tirarão sem dúvidas a diferença do Norte-nordeste, além do que teremos a adesão da Marina e do grupo de Eduardo Campos. Além do que não teremos o mesmo fraude que ocorreu em Minas Gerais com a atuação dos correios em prol da Dilma Roussef, sempre envolvida em corrupção. A candidatura de Aécio Neves não pertence mais ao PSDB pertence ao povo brasileiro que enxerga um palmo a frente do nariz e não suporta mais o partido da enganação- PT.

Fernando em 07 de outubro de 2014

Li agora que Dilma (PT) terá um plano e propostas especiais para SP. Olha só.. tripudiaram sobre SP durante 12 anos, massacraram os maiores pagadores das contas do país e maior enviador de longe de recursos para Brasilia com um orçamento federal pífio, pouquinho a mais que outros estados diversas vezes mais pobres e agora vão fazer o que? Investimentos minguados federais no metrô de SP, exceção feita ao rodoanel, que participou com 1/3 dos investimentos diretos, sem contar que Lula aproveitou oportunidades para jogar nordestinos contra paulistas em seus discursos! Não nos esqueçamos que Lula e Dilma ridicularizavam Serra (e os paulistas) na eleição passada, dizendo ao Brasil que não se podia governar o Brasil a partir da Avenida Paulista! Agora querem fingir-se de amiguinhos? Suma, corja racista!

Moacir 1 em 07 de outubro de 2014

Prezado Setti, O seu texto é por demais informativo.Desmistifica esse PT visto, até muito pouco tempo atrás,como imbatível.Já não lemos ninguém nas suas caixas de comentários repetindo que : "Está tudo dominado".Isto é bom.E não é pouco. Perceber,além desta vitória acachapante do PSDB em São Paulo,o desgaste do PT e do seu DEUS fazedor de Postes por este Brasil afora é importante.Pernambuco fez barba ,cabelo e bigode do PT. Mesmo onde o PT ganhou ,eu entendo que Lula perdeu.Veja o Rui Costa,por exemplo.O novo governador baiano foi uma aposta do Jacques Wagner.O Poste Axé dos sonhos do Luizinácio era o prezado Sérgio Gabrielli!Imagina! Ou seja ,o Senhor dos Postes está perdendo o faro predador.Também acho que Fernando Pimentel - camarada de armas da PresidentA - foi uma escolha delA.E, embora a derrota política no quintal tenha sido um tapa no bico dos tucanos,foi de leve, passou numericamente de raspão - 500 mil votos apenas.Aécio precisa fazer o dever de casa ,mas acredito que no segundo turno mineiro, a PresidentA vai perder de virada No Rio? A MandatáriA chegou a declarar que " O Lindenbergh é uma invenção do Lula".Deu no que deu. Outra candidatura na qual Lula se empenhou - embora dela a mamãe tenha sido DilmA - foi a da Barbie Gleise.E o Agnello fora da segunda volta ,lava a alma da gente. Voando no Aerolula 51 - o verbete está na Wiki se é que o Planalto ainda não o retirou - rumo ao sepultamento do grande Mandela ,Lula arrogantemente garantiu a FHC:" Eu vou botar meu canditado no Palácio dos Bandeirantes.Ele tem um jeitão tucano". Tinha. Padilha foi para casa. Não dá mais para na p@rr@d@ tentar renovar o concurso de agentes com nomes sacados da veneta do Coroné Luizinácio. Com certeza que o PT e Lula ainda possuem uma grande força política transferida de mala e cuia para o Nordeste. Mas se os de Campos - até mais do que a Marina - fecharem com Aécio - em Pernambuco ele poderá surpreender. Com o Alberto Youssef cantando ,a corrupção voltará a ser um tema importante no segundo turno e é aí que o Senador deverá bater. O Petrolão além de escancarar o assalto dos cofres públicos, demonstra a incompetência administrativa da GovernantA.De resto elA terá que dizer o que diabos pretende fazer com um país que crescerá 0,3% este ano.Tem gente apostando que na realidade o número mais exato do Pibinho 2014 seria menos 0,22%. Dois patinhos se afogando. Nesta maratona, nesta luta,na história desse país, o seu trabalho Setti, faz sem dúvida, a diferença. Vamos em frente.. Abc

Augusto em 07 de outubro de 2014

Setti, o Aécio vai ganhar! Pode apostar! Agora, no segundo turno, ele vai abrir uma vantagem ainda maior aqui em São Paulo. Vai continuar forte também no Paraná, Santa Catarina e provavelmente vencerá em Minas no segundo turno. Dilma pode ter a votação que quiser no norte e no nordeste que não vai levar. Aécio não precisa nem da Marina. Aliás, essa Marina está com muita frescura. Ela não é tão importante assim quanto pensa. Aécio pode vencer tranquilamente sem ela.

Jose em 07 de outubro de 2014

Ora, mas parece que o prefeito de São Paulo é do PT...ou estarei enganado? Tomara que ele se engaje na campanha de Dilma, com sua enorme popularidade de 17%.

Paulo/Curitiba em 07 de outubro de 2014

Nunca estivemos tão perto de tirar a quadrilha petista do poder.

Toninho Malvadeza em 07 de outubro de 2014

Hoje,dia 7 de outubro,20:27. Vou fazer uma previsão: Aécio será eleito presidente da República,com 70 % dos votos.

Virgínia Souza Pereira em 07 de outubro de 2014

Parabéns, São Paulo! Que Aécio reverta sua posição aqui em Minas e amplie seu eleitorado no nordeste para varremos o PT do poder! Deus queira, para sempre!!!

Rosa em 07 de outubro de 2014

Matematicamente, logicamente, verdadeiramente, é Aécio em 01-01-15, tomando posse e me fazendo, pela primeira vez, assistir a toda a cerimônia de posse! E olha se não vou até Brasília! BR45IL!

marco em 07 de outubro de 2014

Parabéns São Paulo, expulsamos os petistas do estado. AÉCIO NEVES FUTURO PRESIDENTE DO BRASIL

Paulo em 07 de outubro de 2014

O texto é irretocável, porém acho que deve ter um pequeno ajuste: o tal deus é com d minúsculo, bem pequenininho mesmo. Aquele deus é só dos seus (deles), mas pra mim é um capeta da pior espécie.

É Aécio presidente! em 07 de outubro de 2014

Aécio - Alckmin - Serra, são exemplos de politicos sérios, competentes, trabalhadores. Não há como nÃo votar neles. Dia 26 faça o azul e amarelo brilharem, vote 45!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI