Image
Amina, em uma das fotos postadas: “meu corpo pertence a mim e não é a fonte da honra de ninguém”

Ela se chama Amina, tem 19 anos de idade, nasceu e vive na Tunísia, país que, teoricamente, tornou-se uma democracia após a chamada “Primavera Árabe” que derrubou a ditadura do eterno presidente Zine el-Abidine Ben AliAmina, em janeiro de 2011.

Mas Amina cometeu um pecado mortal em uma sociedade islâmica — e por essa razão foi condenada à morte por um sacerdote islâmico, enquanto a família tomou suas providências: rapidamente internou-a em uma instituição psiquiátrica em Túnis, capital do país.

O pecado: a jovem postou fotos suas de seios de fora na web page que ela criou, na Tunísia, para o grupo feminista radical ucraniano Femen, constituído por ativistas que se desnudam em público por diferentes causas, sempre protestando contra algo. Uma das fotos mostra Amina lendo e fumando um cigarro, tendo no peito a inscrição em árabe da frase “meu corpo pertence a mim e não é a fonte da honra de ninguém”. Em outra foto, ela aparece levantando os  dedos médios para a câmera tendo no corpo a inscrição, em inglês: “F…-se a moral de vocês”.

Image
Outra das  fotos de Amina que provocaram a reação do clérigo muçulmano

A reação na Tunísia veio pela boca espumando de ódio do pregador muçulmano salafista Almi Adel, segundo o qual a jovem deveria ser “apedrejada até a morte”, uma vez que sua ação poderia causar “epidemias e desastres” e “poderia ser contagiosa e sugerir ideias a outras mulheres”. Ocorre que Almi Adel acumula as funções de clérigo islâmico com a direção de uma Comissão para a Promoção da Virtude e a Prevenção do Vício na Tunísia — órgão oficial com título semelhante aos existentes nos regimes totalitários do Irã e da Arábia Saudida.

Image
Leila, da Espanha, em solidariedade a Amina

Do ponto de vista religioso, ele lançou uma fatwa contra a moça — o que significa que os fiéis estão autorizados a matá-la. Do ponto de vista laico, as coisas não estão claras, mas a mídia tunisiana diz que, conforme a legislação dessa “democracia” árabe, ela poderia ser condenada a até dois anos de prisão.

Image
Meriam, também tunisiana, em apoio a Amina  fotografou-se com os dizeres: ‘Ninguém deveria ter o poder de vida ou morte sobre nós. Apoio Amina e todas as mulheres árabes”

A notícia de que a jovem foi internada pela família num hospital psiquiátrico da capital da Tunísia chegou ao QG do grupo Femen em Paris e foi divulgada por sua líder, Inna Shevchenko.

LEIAM TAMBÉM:

Seios nus na Europa em protesto contra a “condenação à morte” da garota islâmica que postou fotos com os seios de fora

Não é Carnaval, não: de seios nus, são as feministas do grupo Femen “comemorando” a renúncia do papa em plena catedral de Notre Dame, em Paris

Femen: pequena história das garotas da Ucrânia que protestam em topless

Mulheres iranianas no exílio ficam nuas em vídeo de protesto contra a discriminação e os maus tratos

Inna Shevchenko, a líder feminista da Ucrânia: “Protestar em topless é ainda melhor”

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − quatro =

47 Comentários

sally em 16 de abril de 2013

tem pessoas que gosta. se agora virar moda , toda vez que protestar mostrando o seios e sinal feio com o dedo, realmente nao esta bem. se era escrava ante , agora e mais ainda . se a mulher nao agrada,larga ,divorcia, nada de tratar pior que cachorro vira-lata.

Lucas em 12 de abril de 2013

Lucas, você já viu as novas regras para comentários do blog? http://goo.gl/u3JHm

Tato em 11 de abril de 2013

Absurdos acontecem quando se mistura religião e poder político. Por isso sou contra sacerdotes obterem poderes políticos. Essa onda de pastores Evangélicos, se elegendo a cargos políticos, me assusta a longo prazo. Ainda bem que em nosso país, Deus se submete a Constituição.

neuza ladeira em 10 de abril de 2013

os seios para nós mulheres é o vínculo fecundo com a vida Só que nas sociedades eles são vistos como desejosos e pervertido ao olhar os seios As mulheres tem todo o direito de mostra-los Isto é problema de cada um Os SEios vivos e aplacador da fome pertence ao corpo das mulheres Homem algum tem nada com misto Isto é preconceito

R Junior em 09 de abril de 2013

Quero saber qual a opinião de "progressistas" como Erika Kokay, Jean Wyllys, Fernanda Montenegro e outros de mesmo calão, do PT e do PSol,sobre a visão do mundo muçulmano no que respeita aos direitos humanos, notadamente quanto as mulheres e as minorias como gays! Vão ficar caladinhos! Afinal de contas, sua visão torta só enxerga defeito em personalidades do mundo realmente livre e democrático!

Marcelo Cardoso em 08 de abril de 2013

Gostaria de propor aos ateus uma reflexão lógica. Se Deus não existe de forma alguma, tudo no mundo são átomos ao sabor das leis da física. Isso inclui os pensamentos do ateu: meros impulsos elétricos ao sabor da Física. Agora me digam: se eu misturar uma sopa de letrinhas e ver o que aparecer escrito, fará sentido eu acreditar no que apareceu? Apenas letras organizadas ao sabor da Física? Não há razão nenhuma para acreditar que o que apareceu na sopa é uma frase verdadeira. Da mesma forma, não há razão nenhuma para acreditar que os impulsos elétricos ao sabor das leis da Física no seu cérebro formam ideias coerentes que refletem a realidade, a menos que se assuma que há uma inteligência de alguma forma por trás da formação deles. Seria como se eu, de propósito, inteligentemente, formasse uma frase coerente com as letras da sopa de letrinhas. Portanto, dizer que acredita em uma forma de Deus é algo que carece de provas, mas dizer que é ateu é uma afirmação ilógica por si só. Espero que possam ler essa reflexão sem fanatismo religioso ou fanatismo ateísta.

henrique em 07 de abril de 2013

brasileiro é idiota mesmo so saber crititcar na internet , mal sabem o que ta comentando ,e ja quer julgar , vive na porra de um pais que carnaval onde a putaria rola solta é normal e ainda e feriado , e criticam uma moça que vive praticamente no inferno propriamente dito ! povo de merda , deveria existir a pena de morte aki tbm ,pra acabar com uma boa quantidade de lixo que tem por esse pais !

valdir em 05 de abril de 2013

É aquela velha questão: Pra ser racional não se pode ter religião ou aceitar a existência de Deus. Pra esse tipo de comentário eu só posso dar risada! Esse povo não tem nem noção de história e nem cientifica pra ficar falando m****! Ficam tentando comparar a filosofia de Cristo com a de Maomé, isso é um absurdo!

Cleber em 05 de abril de 2013

Então, kd os monstrinhos do grupo "femen" ir lá ofender maomé? não vão né? é mais fácil bater na cara de cristão ,pq não reage, chutar cachorro morto é facil né? esse povo financiado por george soros e instituição ford ´tudo um lixo. O corpo é meu? então vou sair pelado por ae mostrando minhas genitálias? vcs confundem liberdade com libertinagem.

Snowmeow em 04 de abril de 2013

O mundo só conhecerá a paz no dia em que as três religiões abraâmicas - Cristianismo, judaísmo e islamismo - forem definitivamente varridas do mapa.

Jeremias-no-deserto em 30 de março de 2013

O Islã jamais dará voz às suas mulheres,que não passam de objetos de propriedade dos homens muçulmanos.Dar liberdade a elas é renunciar aos dogmas inerentes a essa religião, autoritária e atrasada, onde as pobres mulheres não passam de escravas dos seus senhores maridos.

Ciro Lauschner em 29 de março de 2013

Por mais bobo que possa parecer, o Islã precisa ser afrontado para se civilizar.Está mais de 400 anos atrasado e é necessário que rompa a idiotice reinante nessa que em vez de religião quer ser a dona da vida das pessoas.

TITO LIVIO em 29 de março de 2013

Quem tem uns seios bonitos como esses de Amina tem tudo na vida.

Andre em 29 de março de 2013

Eu também acho que com o próprio corpo a pessoa deveria ter o direito de fazer o que quiser. A maioria das questões humanas reais estão enraizadas no abstrato. É só olhar a forma que cada um se relaciona com aqueles que amamos. Sempre há uma conexão abstrata que é mais forte do que o físico e é isso que deve prevalecer sobre todas as coisas.

Miriam em 29 de março de 2013

É isso que os evangélicos talibãns querem implantar no Brasil.

MAYHEM em 28 de março de 2013

Não sou católico; não sou cristão; escuto bandas do periodo do Inner Circle da Noruega (quem conhece sabe o que estou dizendo), mas uma coisa eu falo: O CATOLICISMO AINDA É MUUUUITO MAIS FLEXIVEL (PRINCIPALMENTE O BRASILEIRO). É como a Leia diss: cade as colegas de causa para dar a cara pra bater e defende-la???

silvia lakatos varuzza em 28 de março de 2013

E existem mulheres, no Brasil, que optam por aderir ao islamismo em vez de aproveitarem o fato de viverem numa sociedade que AINDA É OFICIALMENTE LIVRE...

Felippe em 27 de março de 2013

Fala, Setti. Esta, chutou o balde, hem? O mundo está se islamizando a passos de cavalgadura e este tipo de manisfestação não alcança o pueril. Uma ação desesperada e revolucionária dentro de um regime revolucionário; algo como uma cobra de duas cabeças, mas apontando na mesma direção. Muitos dizem que 'escolheram' um papa ao sul do Equador para combater os pentecostais, crentes e tal. Acho que o buraco é mais embaixo. O quartel general da prelazia está de olho mesmo, e receoso, no avanço da onda islamita nas Américas, isto sim. Mas agora, tarde demais. Dificílimo frear tal vaga, 'inda mais se pensarmos que os comunistas são irmãos corsos dos devotos de Mohamed - salvo promovam um MMA entre Maomé e Marx, o que não é improvável... Não gostaria de ir à praia aqui no Rio e dar de cara com mulheres de burca - um hijabzinho ainda vai, não é mesmo? :) Já falei demais. Grande abraço,

luiz em 27 de março de 2013

essas merdas de religião, deus não existe Caraí!

Leia em 27 de março de 2013

Porque as feministas não vão lá defender ela. Fazer protesto no Ocidente é fácil, agora ir dar a cara para bater elas não querem. FEMINSITAS SÃO COVARDES

TÚLIO PEREIRA em 26 de março de 2013

Eu só acho que atacar a moral dos outros como ela atacou, que é perigoso. Ela deveria respeitar o respeito que os outros tem pela moral porque com certeza, feliz, esta moça, não é. Mulher, homem que faz este tradicional gesto com o dedo para as câmeras em nossa direção, não tem o mínimo de respeito é com ninguem, daí...as pessoas precisam aprender, principalmente as que tem cérebro, que dependendo do regime em que vive, deve-se ficar alheio as vontades revolucionárias porque senão, morre e morre mesmo. Ou então, quando uma nação toda se revolta, é outra história.

Salinas em 26 de março de 2013

Seu comentário é grosseiro e não será publicado.

Susy em 25 de março de 2013

Boa noite! Nesse assunto. Deles os muçulmanos. Quem nao tiver pecado... atire a primeira pedra.

Marinho em 25 de março de 2013

Tem que apedrejar a mulher do Amil,que deve ter uma tremenda baranga em casa.

Antônio Marmo em 25 de março de 2013

"Nadie tuve mas religion que un cuerpo de mujer"... Nadie tuvo não...

Antônio Marmo em 25 de março de 2013

Ainda não atinei com o caminho para enviar material procê mas um protesto desse tipo tem a foto de uma mulher seios à mostra com a escrita: "Nadie tuvo mas religion que un cuerpo de mujer". Fantástico! Você pode enviar material como comentário, caro Antônio Marmo. Eu não publico mas uso o material. Vários leitores fazem assim. Obrigado desde já. Abração!

Brasilino Brasa em 24 de março de 2013

A liberdade religiosa foi um grande avanço, desde que a religião se mantenha no seu campo de atuação. A doutrina religiosa e sua forma de se impôr em uma sociedade é uma coisa de grande importância para que seus "defeitos" não sejam trazidos ou interfira na vida da sociedade do país em que está se instalando. É exatamente o caso do islamismo. Em árabe, Islã significa "rendição" ou "submissão", normalmente cega. Ou se submete ou será um infiel. É uma religião que deve ser acompanhada de muito perto pelas autoridades de qualquer país em que se tenha instalado. Neste caso e em outros, a religião deve ter seu grau de liberdade bastante calculada. Ou até proibida conforme o caso.

Ronaldo Barra em 24 de março de 2013

Desculpe, o nome do livro é Infiel.

Ronaldo Barra em 24 de março de 2013

Caro Ricardo Setti, esta foto da linda Tunisiana representa um enorme desafio a ignorância e hipocrisia dos clérigos muçulmanos. Eles devem ter babado de desejos os mais impuros, porém resolveram por não possui-la condenar a jovem à morte. São uns fanáticos pecaminosos que só pensam naquilo. Uma mulher fumando, lendo e com os seios à mostra é de uma beleza indiscutível. Ela pagou pela afronta a uma religião medieval que continua na era da escuridão. Quem quiser entender a situação da mulher nestes países insanos deve ler o livro da escritora da Somália Ayaan Hirs Ali que vive escondida nos EEUU, após ter sido cidadã e deputada na Holanda, por ter denunciado o tratamento dado às mulheres no mundo muçulmano. Esta jovem não merece ficar confinada num hospício, ela deveria ser libertada para viver no Ocidente. Qual o seu nome, temos de lutar pela sua libertação.

Papo de tia | Pitacos da Pi em 24 de março de 2013

[...] Acredito que seja ponto pacífico que as moçoilas do FEMEN são ridículas. Mostrar os seios, a bunda, o dedo médio não são e nunca serão forma de protesto válida. Mas, né… Entre ser ridícula e ser condenada à morte há uma longa distância… Ou não?! [...]

Anjo Maldito em 24 de março de 2013

TheMrGeniús, você já pensou na possibilidade de voltar para a escola? Teu português é horrível.

Tuco em 24 de março de 2013

. Tudo foi dito - sempre com muita propriedade! - no corpo do post. Há, ainda, manifestações das mais diversas nos comentários. Que o corpo pertence a ela, não tenho dúvidas! Mas que ela o cuida bem mal, é fato! Cadê a cintura da menina de 19 anos de idade? E esse cigarro, a emoldurar um rostinho que nem com tanta maquiagem (quase um fotochópi!) melhora? Vai se cuidar, Amina! A família deveria tê-la colocado numa academia - nunca num hospício! .

TheMrGeniús em 24 de março de 2013

Ólha...tenho conhecimento biblico,e este povo islamico é uns fanaticos nos vélhos testamentos,até parece que Deus pra eles é o terror dos Juizes. Lá um tempo bem distante quando Deus regia u univérso ele dava as hordens para um só homem a fazer o que ele quiria. Mas a Vinda do Messias Jesus Cristo,entregou todo reinado ao seu unico filho. Hoje jesus disse que somos livres. E ste ato me lembra Éva e Adão,nem Deus o condenou,Deus disse farei uma roupa de pelo de animal para Eva e Adçao. Aonde a fogo ae tem fumaça.eles usa este ministério pra ser Juiz de humanos parece ser um Deus poderoso o unico. Eles tambem deveria seu levado a pena de morte pela doutrina que tem.pois eles tambem condena a morte.pessouas.tipo Ritle. Ta liberado e completo.temos até prais dos Nus por aqui,que diria alguem que vem aqui e ver as mulheres peladas. São todos loucos e fanaticos e culpado de mandar matar pessouas pena de morte. Meu desabafo de raiva.

Lia Gadioli em 24 de março de 2013

Veja, quando li a reportagem acima me perguntei: mas a Tunísia não aboliu a pena de morte?? Assim fui atrás de mais informações sobre o caso e achei as reportagens abaixo: http://www.feminismo.org.br/livre/index.php?option=com_content&view=article&id=99995447:o-que-nos-ensina-os-peitos-de-amina-a-garota-da-tunisia&catid=99:opiniao-e-analise&Itemid=620 http://nasreenvrblog.wordpress.com/2013/03/22/lo-que-ensenan-los-pechos-de-amina-la-chica-de-tunez/ Em que pese eu ser totalmente contra a pena de morte por uma pessoa usar o próprio corpo para se expressar, me parece que as reportagens indicadas acima tem um fundamento mais lógico do que o que está sendo divulgado no mundo... Qual é a verdade então?? O post deixa claro, claríssimo, que se trata de uma condenação religiosa -- só que, entre extremistas islâmicos, a "fatwa" emitida por um imã ou clérigo tem grande possibilidade de ser cumprida por qualquer fiel. Não é por outra razão que o escritor britânico de origem indiana Salman Rushdie viveu sob forte proteção policial durante mais de uma década, diante da "condenação à morte" absurda que sofreu por parte do falecido aiatolá Khomeini, do Irã. O post também deixa claro, claríssimo, que, sob a legislação laica, ela está sujeita a uma pena de prisão. Aqui entre nós, prezada Lia: você leu mesmo o post, ou só deu aquela rápida olhada no título e já passou a criticar? Um abraço

glaci em 24 de março de 2013

tenho 59 anos e vou morrer vendo mulheres repremidas por ignoracia e por mero capricho de homens afinal eles saem de onde seus idiotas

Roberto Miguel em 24 de março de 2013

O engraçado é que esta mesma revista apoiava as revoluções que ocorriam pelo mundo árabe sem nem ao menos dar as sensatas explicações de que ele se baseava em lutas entre esferas de influência, a americana e a russa-chinesa, sendo que nenhuma é necessariamente democrática. É, Roberto, a revista não sabe nada. Suas centenas de profissionais são todos idiotas e analfabetos. Inclusive eu. Sobretudo perto de seu saber incomensurável. Agora, será que você percebeu que este blog é apenas um modesto espaço tocado sob minha responsabilidade, e não "A REVISTA"?

Elizabeth em 24 de março de 2013

Na boa, se não deseja seguir mais a religião ilâsmamica é só abandoná-la; agora criar "7 ondas" sobre a doutrina da religião na minha opinião é querer criar ibope. Não quero criar "7 ondas" coisa nenhuma, Elizabeth. Sou contra a barbárie de certas tendências radicais do islamismo. Condenar a morte? Como, assim? Quem o idiota do clérigo pensa que é? O problema é que sempre surgirá um fanático disposto a seguir a "fatwa" e tentar matar a jovem.

Simon em 23 de março de 2013

Pseudo-democracias amparadas em votos entorpecidos por pregadores e esmolas sociais

Bruno Sampaio em 23 de março de 2013

Moças corajosas, de verdade. Muito diferente de protestos contra dissidentes cubanas em visita ao Brasil. Pra fazer isso num país islâmico, tem que ser muito macho mesmo!!!

valdeci em 23 de março de 2013

LIDERES RELIGIOSOS DE SUA PROPRIA CAUSA E BOLSO ASSIM COMO OCORRE COM TANTOS PSEUDOMORALISTAS E AMIGUINHOS DE DEUS AQUI NO BRASIL!!PAU NELES

alvaroa em 23 de março de 2013

Morte para Almi Adel o clérigo maldito já estou cansado de ouvir esses extremistas ameaçarem as pessoas de morte. Morte para Eles disfarçados de religiosos.São os assassinos do Islã seguidores de Maomé.

arilson sartorato em 23 de março de 2013

NÃO É POR NADA NÃO, MAS OS BARBUDOS NÃO SÃO CHEGADOS NUMA MULHER.PREFERM VIRAR A BUNDA PARA MECA.

Francisco feitosa em 23 de março de 2013

Reprovavel so o cigarro. No demais inteiramente a favor. Sao uns loucos, familia inclusa

jonas em 22 de março de 2013

Ataca a moça malafaia..

toninho malvadeza em 22 de março de 2013

Ortodoxo,radical e idiota esse clérigo.Viesse ele ao Brasil pra ver em nossas prais tantas bundas...

joel pinheiro em 22 de março de 2013

a Amina manda no seu corpo, inclusive para protestar. De maluca ela não tem nada. Um pouco de vergonha na cara, pelo menos, não lhe faria mal nenhum, pelo contrário.

Marco em 22 de março de 2013

D. Setti, legítimo o protesto, é visível q essa moça perdeu a paciência com a omissão longa e silenciosa, com "esses" líderes religiosos. Abs.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI