A César o que é de César.

Não é absolutamente justo que se atribua a políticos próximos ao Palácio dos Bandeirantes a invenção da expressão “partido da boquinha” para designar o futuro Partido da Democracia Brasileira (PDB), que o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, quer fundar para levar consigo gente do DEM e de outras legendas para, posteriormente, aderir, com parte de suas fileiras, ao governo Dilma.

O copyright da expressão “partido da boquinha” pertence, de fato e de direito, ao ex-governador do Rio Anthony Garotinho, então do PDT, que se elegeu em 1998 em coligação com o PT da vice-governadora Benedita da Silva e, mesmo sendo quem é, ficou estarrecido com a volúpia com que os companheiros disputavam a tapa cargos públicos, e o uso que deles faziam.

Além de a expressão ter autor conhecido, antes do PDB o partido da boquinha ficou devidamente identificado como sendo o PT, o que o mensalão, em 2005, e fatos posteriores – sem contar alguns anteriores – viriam a comprovar plenamente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 4 =

Nenhum comentário

Michael em 29 de janeiro de 2013

Nunca pensamos isto! Sabemos que é o partido da BOCARRA("BOCONA")!!! É a sucursal do partido comunista da Rússia-China, servindo aos interesses deles. Constituição Federal, em seu artigo 144, caput, afirma: Art. 144. A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, através dos seguintes órgãos. O ministro disse: Vamos ocupar, dar o combate, o "bicho vai pegar". Estimulando a dissolução das legitimas aspirações do povo brasileiro à paz política e social, que está agora profundamente perturbada por conhecidos fatores de desordem, resultantes da crescente a gravação dos dissídios partidários, que, uma, notória propaganda demagógica procura desnaturar em luta de classes, e da extremação, de conflitos ideológicos, tendentes, pelo seu desenvolvimento natural, resolver-se em termos de violência, colocando a Nação sob a funesta iminência da guerra civil; levando ao estado de apreensão criado no País pela infiltração comunista, que se torna dia a dia mais extensa e mais profunda, exigindo remédios, de caráter radical e permanente. Então **** ***** ***** ****** ....

SergioD em 03 de março de 2011

Ricardo, de novo. Meu micro parece ansioso e manda o comentário antes de eu termina-lo. RSRSRSRS. Vamos lá: Rodrigo Acho que você não conhece o Dep. Eduardo Cunha. Ele adora ter colocar afilhados em altos cargos em estatais. Só falou isso por que barraram suas pretensões em FURNAS. Um abraço

Jefff em 03 de março de 2011

O contraditório é saudavel em qualquer espaço. Todos nós somos passiveis de critica inclusive a midia. Hipocrisia é lamentavel seja de onde venha.

Jefff em 03 de março de 2011

Estou aqui porque mesmo que vc não concorde comigo vc sempre defenderá meu direito de expressão. Muito obrigado Setti.

Jefff em 03 de março de 2011

Amazonino está fazendo escola!

Jefff em 02 de março de 2011

Nesses dois dias de chuvas intensas Kassab estava em Paris (a trabalho e não pediu uma licença sem remuneração). Com absoluta certeza não haverá manchetes na Veja com os dizeres "Kassab em Paris e São Paulo afunda". A hipocrisia dessa revista e dos (e)leitores é de doer. Vá procurar sua turma, Jeff. Você já encheu o suficiente. Se acha tão ruim o blog e tudo o que se refere a VEJA, procure outro lugar onde despejar sua bílis -- ou, no caso, seus aplausos. Mais do que tenho criticado o prefeito...

SergioD em 01 de março de 2011

Ricardo, o ex-governador Garotinho não é nem nunca foi a pessoa mais indicada a emitir juízo de valor sobre qualquer outro partido, haja vista sua desastrada passagem pelo governo do meu estado. Aliás, dele e de sua mulher, que o sucedeu. Tão desastrada que ele não para em partido algum. Agora, cá pra nós, somente o PT pode ser considerado partido da boquinha? A corrupção no Brasil começou somente depois que o PT assumiu o governo em 2003? Não esqueçamos que a tecnologia do mensalão foi iniciada no Valerioduto do Tucanato mineiro. Um abraço

Rodrigo em 01 de março de 2011

Definição ainda melhor do PT fez o colega deles e de Garotinho, Eduardo Cunha: o PT é o partido que bate sua carteira e grita "pega ladrão".

Rosa Maria Pacini em 01 de março de 2011

Setti eu não me lembrava mais disso, mas o fato é que o Kassab deu margem ao resgate dessa "marca"ao criar um partido com a sigla PDB. Assim como ele quer embarcar em um partido da base aliada, também está pegando carona na marca cunhada para o PT. Na verdade seria mais adequado chamar o PT de PARTIDO DOS TROMBADÕES, em vez de "partido da boquinha". Ahahahaha, vai acabar pegando, esse apelido... Abraços

Markito-Pi em 01 de março de 2011

Na época deste 171, boquinha era verdade. O Partido dos Trambiqueiros foi ao poder, e "boquinha" era apenas uma "modéstia inclusa". Agora, a boca começa em 100 mil dólares. Bocão.

Picheu em 01 de março de 2011

R7, me lembro muito bem do quão indignados ficaram os petralhas com a justa qualificação dada por Garotinho. Naquela época eles ainda constituíam o Partido que não "róba nem dêcha róbar".

Paulo Bento Bandarra em 01 de março de 2011

Da boquinha e da irresponsabilidade fiscal!

Noah Shuster em 01 de março de 2011

Eles se merecem.

JT em 01 de março de 2011

O protomalufista neolulista deveria ser mais criativo com a sigla de sua nova legenda: PTBL. - Partido Transitório Burlando a Lei.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI