Image
Pela democracia: o espanhol Felipe González, o mexicano Jorge Castañeda, o chileno Ricardo Lagos, o uruguaio Júlio Maria Sanguinetti e FHC (Foto: R. Setti)

Os 10 anos do Instituto Fernando Henrique Cardoso foram comemorados hoje no Teatro Eva Herz, em São Paulo, com um seminário de alto nível reunindo, sob a mediação do ex-presidente, o ex-primeiro-ministro da Espanha Felipe González, os ex-presidentes Ricardo Lagos, do Chile, e Júlio Maria Sanguinetti, do Uruguai, e o escritor e ex-chanceler do México Jorge Castañeda.

Com a autoridade de um líder socialista que venceu quatro eleições consecutivas, governou e transformou a Espanha durante 14 anos (1982-1996) e é velho conhecedor e amigo da América Latina, Felipe González chamou a atenção, entre outros pontos, para o fato de que na região está faltando “a vigilância sobre a legitimidade do exercício da democracia”.

Referindo-se à Venezuela, González criticou quem é eleito de forma democrática “mas governa de forma não democrática”, violando a separação entre os Poderes do Estado, esmagando a oposição, cerceando a imprensa e reprimindo manifestações de protesto. Deteve-se em lembrar como um exemplo a mais de abuso a “espantosa” disparidade de meios de propaganda nas eleições presidenciais de 2013 em favor do hoje presidente Nicolás Maduro e em prejuízo de Henrique Capriles, candidato da oposição, assim mesmo derrotado por percentagem mínima.

Com isso, remeteu a plateia à intervenção inicial do ex-presidente FHC, que designou como “democracias autoritárias” regimes que, eleitos pelo voto, atropelam depois as instituições democráticas, “como se uma grande votação concedesse um alvará para que o poderoso [eleito] vire um pequeno ditador”.

O ex-presidente chileno Ricardo Lagos (2000-2006), por seu turno, lembrou que a grande diminuição da pobreza ocorrida em diferentes países do continente não diminuiu na mesma proporção a “iníqua” distribuição de renda, e que este é um dos grandes desafios a serem enfrentados pelas democracias.

Já Júlio Maria Sanguinetti, duas vezes presidente do Uruguai (1985-1990 e 1995-2000), ecoou uma preocupação geral ao lembrar que a América Latina, a despeito de haver criado diversas organizações unilaterais, ainda não consegue falar “com uma só voz” justamente num período como o atual, de globalização, em que “as regras do mundo estão sendo traçadas em lugares aos quais temos pouco ou nenhum acesso”.

O ex-chanceler mexicano Jorge Castañeda (2000-2003), escritor e professor de universidades latino-americanas, norte-americanas e europeias, lamentou a omissão das democracias latino-americanas diante das violações de direitos humanos em países “bolivarianos” e mencionou como ameaça à democracia também a utilização da máquina pública por presidentes de outras nações que buscam a reeleição a qualquer custo.

Os cinco debatedores concordaram que as novas formas de manifestação popular por meio de novas tecnologias representam um elemento novo no cenário político, com o qual as democracias tradicionais e suas instituições ainda não sabem lidar apropriadamente.

Vejam agora o vídeo em que, em poucos segundos, FHC define com precisão as “democracias autoritárias” do tipo bolivariano:

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + 20 =

24 Comentários

Yara em 19 de maio de 2014

Excelente! Obrigada por publicar esse trecho do seminario... sempre aprendo com ele! 47 segundos de sabedoria vindos de um dos nossos maiores presidentes.

geroldo zanon em 18 de maio de 2014

Não publico elogios a ditadores.

dino em 15 de maio de 2014

caro setti, sinto um certo rancor da sua parte, uma opinião fechada às divergências e uma mágoa com aquilo que não acha importante mostrar os erros do IFHC como o calote de R$ 6 milhoes ao tesouro nacional? ou vamos manter debaixo do tapete? Não há calote nenhum, meu caro. FHC é um homem de honestidade exemplar. São burocracias do governo, papelada que faltou, esse tipo de coisa. Ele está tranquilíssimo em relação à regularidade das contas do Instituto. Você acha que um ex-presidente da República do porte dele iria ficar exposto a essa vulnerabilidade? Vou me informar sobre a quantas anda o fato e vou publicar algo a respeito, a partir de seus comentários. Abraços

dino em 15 de maio de 2014

e os seminarios do instituto lula nao vao mostrar? Não. O blog é meu e eu mostro o que acho importante. Não pretendo divulgar as atividades do lulopetismo, que combato. Este não é um blog noticioso, é um blog de opinião. E seu titular é crítico implacável do lulopetismo e de seus males.

Mari Labbate-44 - São Paulo em 15 de maio de 2014

Faltam princípios éticos, no processo político da América Latina. A Internet é um maravilhoso presente de Jesus Cristo ao Planeta Terra: sem censura. TUDO aproveita-se, no Universo. As pessoas aprenderão a utilizar esse poderoso recurso, adequadamente. A Lei de Causa e Efeito é um eficiente mecanismo de aprendizagem. O Instituto FHC não é democrático. O experiente estadista recebe, somente, pessoas famosas. Até hoje, aguardo uma entrevista sua para ilustrar o meu livro. Eleições manipuladas pela máquina estatal não são consideradas pelos Anjos como, realmente, democráticas. Conhecemos bem... Solução: Não permitir reeleições, e punir, decentemente, participações de políticos nas campanhas. Ouviram, distraídos ditadores-comunistas-golpistas??? Juízo, Juízes-Eleitorais!!!

Camilo Castro em 15 de maio de 2014

Setti: Desculpe se ofendi o senhor com minha maneira de enxergar o mundo. Concordo com o senhor que "não sei coisa alguma sobre coisa nenhuma" e também comparto, em parte, sua apreciação sobre o exelente trabalho do sr. Felipe Gonzales em favor da ESPANHA apadrinhado pelos Estados Unidos e pelo camuflado franquismo da época. Não é casualidade que hoje Felipillo se encontre em terras colombianas com o sr. Capriles para tentar intervir nas democracias da AL. No espetacular governo de Felipillo a Espanha fez espetaculares negocios na AL, Telefonia, hidrocarburos, mineria, recursos hídricos, etc. estes exelentes negocios só foram exelentes para España. Setti voçe não pode me injuriar ao me taxar de apoiador das FARC, isto e muito grave. Sou uma pessoa de paz e não apoio nenhum canalha assassino, nem guerrilheiros como Carlos Losada nem paramilitares como o SR. Alvaro Uribe Velez. Bush ou Saddam Hussein, Losada ou Uribe são a mesma coisa independentemente da ideologia, ASSASSINOS. Aguardo suas desculpas pela grave injuria. Sinceramente quero lhe dizer que apesar de nossas diferenças ideologicas gosto muito do seu blog mas tinha esquecido do porque deixe de opinar neste espaço. Le mando un abrazo y me despido nuevamente de su espacio de opinion. Não vou lhe pedir desculpas, caro Camilo, porque não escrevi que você apoia os assassinos das Farc, embora tenha me referido a eles, os assassinos, na resposta que dei a seu comentário. Só que não cometi qualquer injúria contra você. Releia o que escrevi e certifique-se de que me referi a "cegueira ideológica", algo que mantenho, mas não o coloquei do lado dessa gente que vc menciona. Acho um delírio você considerar que Felipe González, líder do Partido Socialista Operário Espanhol, governou apoiado pelo "camuflado franquismo" da época. Discordo frontalmente de sua opinião a respeito dele. Mas tudo bem, é a sua opinião, e aqui está ela, registrada. Abraços

Alzira Maria Tedeschi em 15 de maio de 2014

FHC continua em plena forma. Parabéns, Presidente!

CAMILO CASTRO em 14 de maio de 2014

Cade Fujimori, Menem, Alvaro Uribe? Só faltaram eles para completar a seleção sudamericana de entreguistas privatas. Poderiam ter explicado para os tontos como eu o porque da situação de calamidade da Espanha hoje. Ou simplesmente explicar porque quando eles governaram, os latino-americanos migraram mortos de fome para Europa e hoje os espanhois mortos de fome migram para os paises "populistas" da America Latina. Estes paises que ano após ano (segundo a ONU) melhoram indices de pobreza, analfabetismo, etc. Democracia só serve para o establishment quando quem governa os representa. ET DIXI. Você não sabe coisa alguma sobre coisa nenhuma. Os 14 anos de Felipe González, por exemplo, representaram um salto espetacular na modernização, inclusive cultural, da Espanha. Mas a cegueira bolivariana é mal incurável, pelo visto. Não confunda Fujimori, ditador e ladrão, com Uribe, eleito e reeleito democraticamente. E bateu DURO nas Farc, empurrou as Farc pras profundezas da Amazônia colombiana, tornando a vida dos "voluntários" um inferno diário, prendeu, deportou ou simplesmente liquidou em combate importantes lideranças desses canalhas assassinos que se travestem de guerrilheiros.

SR. EUDES em 14 de maio de 2014

Perdoe, Ricardo, o meu comentário vai até ...TEM HAVER COM O NOSSO !!!. Se aprovado queira, por favor, eliminar o restante. O meu comentário: De repente, me vem à mente o desabafo do meu vizinho setentão (78 anos) Gersi : “-AGORA EU POSSO FALAR O QUE QUISER, ONDE QUISER” referindo “aos direitos” da sua faixa etária. Pelo que se observa, o aludido ENCONTRO DE IDOSOS EX-GOVERNANTES nada trouxe de benéfico Á LUZ DE AÇÕES, efetivamente. Nada mais do que cordial encontro de ELITIZADOS VELHOS CONHECIDOS LATINO AMERICANOS…COM DINHEIRO NO BOLSO !. Para nós, cidadãos comuns, sabe o que isso significa: Nada!. O MUNDO DELES NADA TEM HAVER COM O NOSSO !!!.

Thereza Chaves Leite Barros em 14 de maio de 2014

É impressionante a lucidez, a clareza de pensamento e a inteligência do presidente Fernando Henrique. Durante seus oito anos de mandato, tive orgulho de ser brasileira e orgulho de meu presidente. Nunca sentira isso antes, nem muito menos senti depois.

Samuel em 14 de maio de 2014

Setti, Acredito que as realizações de FHC não devem ser esquecidas. 20 vitórias de FHC sobre Lula e Dilma, a imagem com os dados: http://i.imgur.com/7VbUWgX.png

Marcelo Augusto Monteiro Ferraz em 14 de maio de 2014

É curioso que, mesmo dotados de lucidez e distantes anos luz do universo da esquerda anacrônica, os ex-chefes de estado que protagonizaram o evento tecem suas críticas com pertinência, mas em tom carregado de prurido politicamente correto, com uma construção de frases, expressões e palavras suscetíveis de gerar interpretações ambíguas, como "democracia autoritária". É óbvio que democracia e autoritarismo são mutuamente excludentes. Felipe González derrapa ao criticar quem é "eleito democraticamente, mas governa de forma não democrática”, numa alusão indireta ao que tem ocorrido na Venezuela a partir de 1999. Que eleições democráticas são estas que tem ocorrido naquela república bananeira desde então, com regras de campanha eleitoral que sufocam a palavra dos candidatos de oposição, censura à imprensa, aparelhamento dos 3 poderes etc. etc. etc.?

Guilherme Coutinho em 14 de maio de 2014

Os tempos mudam a ideologia? Os partidos não democráticos da América Latina, como num samba do crioulo doido, já criaram o SOCIALISMO DEMOCRÁTICO, o COMUNISMO DEMOCRÁTICO agora criam a DITADURA DEMOCRÁTICA, ou seja não importa que tipo de regime contra as liberdades individuais e o estado de direito seja desde que tenha no seu nome composto que o segundo nome seja democrático, aí tudo bem.

o desPTtizador em 14 de maio de 2014

Se alguns ******* do PSDB tivessem usado estes dois vídeos aqui [q mostram apenas A VERDADE!] em 2006 e 2010, estes ******** do PT já tinham sido extirpados: 1) http://www.youtube.com/watch?v=NHr_xsc–90 [reunião secreta do PT] 2) http://www.youtube.com/watch?v=AGh_mqcrz7E [o Brasil não é do PT] . O PT vai dar um golpe no Brasil e implantar a DITADURA COMUNISTA AQUI!!! Eles mesmos avisaram em sua propaganda partidária em 2013! Repito: ELES MESMOS AVISARAM! Se nem em 2014 o PSDB usar esse vídeo [ou essa ideia], aí já era! 3) http://www.youtube.com/watch?v=KTsLXcDGdh0

Nemo em 14 de maio de 2014

Caro Setti , FHC é conhecido também pelo senso de humor. A mim me parece que entre o oitavo e décimo segundo do vídeo anexo , ao mudar o tom de voz , FHC dá nome ao boi.

Roberto Souza em 13 de maio de 2014

Pois é, caro Setti, quarenta e sete segundos bastaram e nada de importante sobre o assunto deixou de ser dito pelo nosso ex presidente. Há dois dias, nossa atual presidente disse não ter certeza se a China tem um bilhão ou um trilhão de habitantes. As coisas mudaram meu amigo. Deus sabe que sim... Abração, caro Roberto.

Ronaldo força em 13 de maio de 2014

A Venezuela além de ser uma ditadura, está sendo governado por um elemento sanguinário que incentiva o assassinato de jovens estudantes. Infelizmente, o seminário promovido pelo FHC usa de semântica para classificar o governo ditatorial da Venezuela. O Maduro é antes de tudo um assassino que deveria ser condenado como infrator dos direitos humanos. Além do mais deveriam os participantes denunciar a cumplicidade do governo brasileiro com a ditadura bolivariana e, também, com a ditadura cubana. Botar panos quentes em atitudes de ditadores assassinos como Madura e os irmãos Castro é tergiversar e fechar os olhos para a ação destes bandidos.

Meia Verdade em 13 de maio de 2014

Sinceramente não vejo espaço nenhum, na América latina, para o regime bolivariano. Ficaria muito preocupado se Venezuela e Argentina estivessem numa situação econômica favorável a eles..mas não estão, muito pelo contrário o desastre é explicito. Na Venezuela o único líder que tinham era Hugo Chaves, o de hoje nem sombra faz. A Argentina, Cristina, tentou e tenta, mas nunca chegou a uma liderança que lhe desse sustentação. A Bolivia é um país pequeno, que não chega a fazer "cocegas" a esse proposito. Por fim o Brasil, que estrategicamente por sua força, poderia ser a base bolivariana, através do Lula, eu digo Lula por ser a única liderança restante desse sistema. O PT sem ele, com certeza, vai virar vários PT's, são várias ideologias, que não há entendimento se não for através do Lula. Mas o desgaste político que teve com a Dilmes o mensalão, copa do mundo entre outros, dificilmente teria espaço para isso. O único perigo que vejo é um distúrbio social e aproveitadores tomarem o poder, como solução. Como eu vejo esse sistema......"é como um parente ou amigo necessitado, que você acaba ajudando todo mês, depois de um tempo isso vira obrigação, e depois de mais um tempo, torna-se pouco."

Henrique em 13 de maio de 2014

Caro amigo Ricardo Setti! Eu sei que o que eu vou escrever não tem a ver com o tema do post, MAS é uma coisa que me deixa revoltado. É o seguinte: Lula que não tem diploma universitário, não gosta de ler jornais e revistas porque dá azia e prefere fazer uma hora de esteira do que ler uma página de um livro (palavras que ele mesmo pronunciou), pois bem, esse cidadão já recebeu DOZE, ISSO MESMO, DOZE títulos de doutor honoris causa de universidades federais brasileiras. Sabe quantos títulos doutor honoris causa o FHC já recebeu de universidades federais brasileiras? ZERO. A minha pergunta: você não acha que a ideologia de esquerda e a partidarização do corpo docente nas universidades públicas já ultrapassou todos os limites? Basta ver o que eu escrevi aí acima: o Lula que em matéria acadêmica não tem NADA a apresentar ganha 12 honoris causa. E o FHC, um sociólogo, intelectual, poliglota não recebe nenhum e ainda é alvo de gozação por por petistas babacas, "colectivos" lulo-chavistas e blogueiros sujos. Concorda comigo que é revoltante? E outra coisa: lembra quando a Marilena Chauí disse: "Eu odeio a classe média". Pois bem. Quando ela falou isso, o Lula DEU RISADA. OU SEJA, ele acha engraçado uma filiada do PT odiar 40 milhões de pessoas QUE ELE DIZ ter colocado na classe média. E ele ainda tem a cara de pau de dizer que não existe nenhuma outra pessoa que ama mais o povo brasileiro do que ele. HAJA CINISMO. Caro amigo Setti, se você não quiser comentar, NÃO precisa. APENAS gostaria que você me dissesse se as minhas colocações SÃO OU NÃO SÃO pertinentes. Se você discordar, FIQUE A VONTADE para você rebater qualquer colocação minha. MUITO OBRIGADO! Desculpe ter escrito demais. Mais uma vez, PARABÉNS PELO BLOG. Prezado Henrique, desculpe pela demora na resposta. O que tenho a dizer é que é muito difícil discordar de tudo o que você escreveu acima. Um grande abraço e obrigado pelos parabéns.

Moacir 1 em 13 de maio de 2014

Prezado Setti, As palavras de FHC resumem muitíssimo bem a Venezuela: um pequeno ditador inculto e despreparado,eleito pelo voto encabrestado por programas sociais,um legislativo de figuração,um judiciário amestrado,a oposição perseguida,a mídia amordaçada e por aí vai. Eu costumava dar um passada rápida pela Venezuela diariamente enquanto tomava meu café da manhã.Parei de fazer isso ,pois a leitura estava me provocando azia .Mas hoje , tive acesso à informações sobre o novíssimo programa de governo da DilmA 2, apresentado com pompa e cerimônia em São Paulo, dia destes, pelo Partidão. Em meio a berros em homenagem aos seus heróis mensaleiros, a cartilha a ser cumprida pela PostA nos próximos 4 anos,foi divulgada com pompa e declara - ENTRE ASPAS! - que irá promover * "A ACELERAÇÃO E RADICALIZAÇÃO DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA E CARIBENHA E UMA POLÍTICA EXTERNA QUE CONFRONTE OS INTERESSES DOS ESTADOS UNIDOS E SEUS ALIADOS", * o que traduzido para bom português significa que vamos nos juntar aos chavistas para combater o Império. Viva o Foro de Sum Paulo! Resolvi então, ler os jornais venezuelanos para ver como está se saindo por lá o cumpanheiro Maduro, esse paladino dos direitos humanos,esse revolucionário contrário ao capitalismo perverso e nosso futuro parceiro comercial preferencial - embora não pague a ninguém- a se acreditar nos planos petistas para um quarto desgoverno bem autoritário. Olha só as notícias que los hermanos tem que viver sem ler - nós pelo menos ainda lemos! - todo santo dia bolivariano : // * A Guarda Nacional e a Polícia Nacional atacaram os acampamentos de protesto de estudantes em Baruta .Muitos foram detidos. * Atenção para a qualidade da água potável em Caracas. * Diretor da ONG defensora da liberdade de imprensa Un Mundo Sin Mordaza está detido. * Programa de rádio oposicionista Plomo Parejo suspenso no ar. * Diretores de escolas particulares críticos do governo no estado de Bolívar são atingidos por disparos * Jornal El Universal só tem papel por mais algumas semanas. * Falhas param a Refinaria Amuay . * Maduro admite que 20 % das indústrias da Venezuela não estão funcionando. * Em 2014 houve menos dólares desembolsados ​​para as importações do que no mesmo período de 2013. * Indústria de queijo prestes a ir à falência , devido à falta de material de embalagem . * Câmara Venezuelana de embalagens para alimento diz que a indústria está paralisada devido à falta de dólares. * Indústria de aço está em greve há quinze dias. * 4 bilhões dólares de créditos não recebidos do governo faz as companhias aéreas considerarem deixar a Venezuela. * Cias aéreas buscarão arbitragem jurídica internacional para receber. * Venezuela pode ficar ilhada * Governo deve as montadoras 2,8 bilhões de dólares. * Racionamento de energia elétrica em Zulia . * Tentativa de motim em Los Teques deixa vários feridos - presos manifestantes e seus familiares. // Pense num exemplar aliado!Numa missão impossível. Num pesadelo! E atenção! Los hermanos hoje até que não tiveram tantas más notícias.Um dia normal... Tentei imaginar - com o velho estômago mareado - como seria o futuro bolivariano desta Banânia , se não conseguirmos parar o bandidismo desse concurso de agentes petista. Não consegui .Bota imaginação nisso. Abraço

Malu em 13 de maio de 2014

Esse sempre será o meu Presidente querido!

Teresa Cristina em 13 de maio de 2014

Pois é, o Brasil vive há 11 anos uma democracia autoritária. Parte significativa da imprensa é subsidiada ou subserviente, o congresso nem precisamos entrar em detalhe, a oposição reduziu-se a mingua sendo declarada inimiga do povo, o STF foi parcialmente aparelhado, e os movimentos sociais são verdadeiros guerrilheiros a serviço do petismo transformando a população em reféns quase que diariamente (quem mora na zona sul de SP sabe muito bem que dia sim e outro tb manifestantes impedem que trabalhadores sigam sua vida decente normalmente. Por conta do Estado ser governado pelo "inimigo" (do poder e não do povo, é bom que fique bem claro), sabotagens são comuns nos trens, manifestantes agridem policiais, tudo na tentativa de desmoralizar o governo local. Mas as vezes o tiro sai pela culatra como no tarifa zero que pretendia atingir o governador através da segurança pública mas a população aderiu e deu no que deu em Junho/13, até que os Black Blocks apareceram. Já o prefeito, o "Novo", ao se ver encurralado pelos manifestantes que reivindicam moradia em área de mananciais (organizados por profissionais de arruaça subsidiados pelo PT), não teve dúvida jogou o problemas no colo dos vereadores para ter seu plano diretor aprovado. Depois de muita bagunça, quebradeira e imagens deprimentes esse que se diz ser o "NOvo", mostrou-se um politico ******* **** e ******* tal qual um Malufista. A eleição foi democrática com a maioria dos brasileiros elegendo um presidente, mas o partido tomou posse do Estado e das Estatais como se tudo pertencesse ao partido e não ao Brasil dos brasileiros.

Alexandre Duguinho em 13 de maio de 2014

Fica aí o alerta do grande FHC. Cada voto CONTRA o PT é importante, para não dar ao partido respaldo eleitoral para tentar implantar uma ditadura "democrática". Já ouvi eleitores ingênuos, dizendo que "a Dilma já ganhou, vou para a praia e justificar a ausência", ou "vou votar em branco" ou "na minha idade não preciso mais votar, que se dane"! Nada disso! TODO MUNDO QUE PUDER VOTAR, QUE VOTE!

Santana*100 em 13 de maio de 2014

Não nos esqueçamos que o próprio FHC é um grande perigo para todos nós, afinal de conta ele é um grande defensor da liberação das drogas e um esquerdista juramentado.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI