É estranho que órgãos da grande imprensa estranhem que o ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, insista na tese de que não saíram do presídio federal “de segurança máxima” de Catanduvas (PR) as ordens para a baderna criminosa que assolou o Rio.

É mais do que evidente que não convém ao ministro nem ao governo admitir que há falhas de segurança no presídio, um dos quatro estabelecimento federais inaugurados com estardalhaço como sendo uma solução para isolar chefes de quadrilhas especialmente perigosas. Os demais estão localizados em Porto Velho (RO), Campo Grande (MS) e Mossoró (RN).

No Brasil, usa-se a algo solene palavra “federal” para supostamente conferir mais eficiência ou rigor a instituições. Na prática, isso se esfumaça. Veja-se, para ficar em apenas um exemplo, a absolutamente congestionada e lentíssima Justiça Federal.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − cinco =

Nenhum comentário

Marcos Aarão Reis em 30 de novembro de 2010

A Câmara é federal, assim como o depº Alfredo Kaefer [PSDB-PR], que introduziu na MP 472, destinada a prorrogar benefícios fiscais, duas emendas, isentando de PIS/PASEP e de Cofins o abate e a venda de aves e suínos. Kaefer é proprietário da empresa Globo Aves [4ª do setor de aves e suínos] e do frigorífico Diplomata [6º em abate de frangos]. Ele foi reeleito este ano após uma campanha que custou R$ 4,2 milhões, dos quais suas empresas pagaram R$ 2,7 milhões. O fato não foi divulgado pelo MST, mas pelo jornal Valor Econômico.

joão lavador em 30 de novembro de 2010

No meu entendimento:Corrupção existe no mundo todo. A diferença do Brasil é que a fiscalização é desidiosa bem como"vista grossa" e, quanto às punuções: Além de ridículas e até "premiadoras",a execução das "ridículas" na maior parte das vezes só acontece no papel.

Álvaro Henrique Rodrigues em 30 de novembro de 2010

O PODER DE UM CRACHÁ , Um deputado federal do PT vai a uma fazenda e diz ao dono, um velho fazendeiro: - Preciso inspecionar sua fazenda. Denuncia do MST O fazendeiro diz: -Ok, mas não vá naquele campo ali." E aponta para uma determinada área. O deputado P. ' da vida diz indignado: - O senhor sabe que tenho o poder do governo federal comigo?" e tira do bolso um crachá mostrando ao fazendeiro: -Este crachá me dá a autoridade de ir onde quero... E entrar em qualquer propriedade. Não preciso pedir ou responder a nenhuma pergunta. Está claro? me fiz entender?” O fazendeiro todo educado pede desculpas e volta para o que estava fazendo. Poucos minutos depois o fazendeiro ouve uma gritaria e vê o deputado do governo federal correndo para salvar sua própria vida perseguido pelo Santa Gertrudes, o maior touro da fazenda. A cada passo o touro vai chegando mais perto do deputado, que parece que será chifrado antes de conseguir alcançar um lugar seguro. O deputado está apavorado. O fazendeiro larga suas ferramentas, corre para a cerca e grita com todas as forças de seus pulmões: - "Seu Crachá, mostra o seu CRACHÁ!

Silvio em 30 de novembro de 2010

Pode-se até construir uma lista quase sem fim, de áreas federais que não funcionam.Só para começar vamos citar algumas: Correios,Rodovias,Aeroportos,Portos,Agências Reguladoras,Pac,Saúde,Serviços Públicos,etc..Federal é muito mais sinônimo de incompetência do que algo que valha à pena.

Estamos aí em 30 de novembro de 2010

Setti, o problema não está no presídio em si...está no fato de traficante de alta periculosidade ter direito a advogado, como s 3 presas dias atrás fazendo o papel de pombo-correio do tráfico...a maioria da população não tem acesso à justiça, mas estes marginais têm....digo e repito: o atraso do Brasil encontra-se no arcaísmo e na visão reacionária de casta que impera no Judiciário....somente quando o Judiciário passar a ter visão republicana e não de casta teremos um país com Justiça para todos e menos desigual

gaúcha indignada em 30 de novembro de 2010

Tudo que é "FEDERAL" nos últimos oito anos - somente funciona com desvios, descaminhos, maracutaia, taxa de sucesso, enfim, é uma vergonha para o cidadão brasileiro. Com muito orgulho, não votei nos "federais", estou entre os 44% dos eleitores indignados com toda esta situação!!!

Marco em 30 de novembro de 2010

Caro R. Setti: Discordo do amigo, eles são os melhores atores, sim !Eles tem o sono da virtude, a delicadeza da vergonha, a maldade é rara, e inocente, ilimitável filantropia, prazer e instinto social, pudor, justiça distribuitiva. Amigo Setti, estou quase a beira da cascata. Depois de ouvir na TV Justiça o Ministro Ayres Brito, falar q o único patrimônio de quem não tem patrimônio é o Estado. Tu acredita em todo esse voluntarismo ? Pois é . Ainda prefiro os religiosos... Abs. Forte Abs.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI