Image
Teste de mísseis da Coreia do Norte: armas capazes de atingir o Japão e, quem sabe, o Alaska, nos EUA (Foto: KCNA)

Amigos do blog, a tensão entre as duas Coreias, a do Sul, capitalista, rica, próspera e país de ponta em matéria de avanço tecnológico, e a do Norte, comunista, miserável, submetida a um regime de escravidão e fome por uma ditadura que passa de pai para filho, é uma das últimas fronteiras da guerra fria.

E perigosa, perigosíssima, porque o desvairado regime do ditador Kim Jong-il muito provavelmente dispõe de bomba atômica, e, apesar da miséria do país, possui mísseis de médio alcance que podem atingir até o Japão. Há quem calcule que igualmente tenha capacidade de alcançar o Alaska, nos Estados Unidos, que, por sinal, mantêm tropas e uma força de dissuasão nuclear tanto na Coreia do Sul como no Japão.

Negociações para estabelecer a paz entre as Coreias existem desde que terminou a Guerra da Coreia, em 1953. A tentativa de desarmar nuclearmente a Coreia do Norte vem sendo empreendida, desde 2003, por meio de negociações entre seis partes: as duas Coreias, a China, os Estados Unidos, o Japão e a Rússia. Já se prometeu à Coreia dinheiro, comida, desenvolvimento de energia nuclear para fins pacíficos – o diabo, e o ditador ainda não cedeu.

Como um garoto chupando pirolito no meio de um tiroteio

Pois bem, eis que, aqui no longínquo Brasil, como um garoto chupando pirolito em meio a um tiroteio entre gangues de traficantes, vem o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) e propõe, oficialmente, que o novo embaixador do Brasil em Pyongyang, capital da Coreia do Norte, diplomata Roberto Colin, tente “ajudar” na paz entre as Coreias por meio do futebol brasileiro.

Como se não tivesse mais nada de importante a fazer, Suplicy apresentou a proposta durante sessão da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional que sabatinou e aprovou a indicação do diplomata para o cargo, fazendo o mesmo com o diplomata Eduardo Gradilone para embaixador na Nova Zelândia.

Image
As Forças Armadas da Coreia comunista: 1,1 milhão de soldados e 6 milhões de reservistas (Foto: KCNA)

Suplicy lembrou o famoso “Jogo da Paz” da Seleção brasileira no Haiti devastado por uma guerra civil, em 2004, realizado pouco depois de o Exército desembarcar no país como parte da missão pacificadora da ONU. E disse que a popularidade dos jogadores brasileiros “poderia ajudar a reduzir a tensão atual entre a Coreia do Sul e a do Norte”.

Sugeriu, então, que a equipe brasileira participasse de duas partidas contra um time misto das duas Coreias: uma em Seul e outra em Pyongyang, respectivamente capitais da Coreia do Sul e da Coreia do Norte.

Polido, o futuro embaixador em Pyongyang disse achar boa a ideia e afirmou que fará o possível para colocá-la em prática.

Image
O embaixador Colin (esq.), o senador Fernando Collor, presidente da Comissão, e o embaixador Gradilone, na sessão em que Suplicy propôs que a Seleção Brasileira tente pacificar as Coreias (Foto: Agência Senado)

Imagino o que não deve ter pensado, intimamente, do nobre senador., que cada vez mais se empenha em ser campeão de abobrinhas e não perde uma oportunidade de aparecer.

A notícia completa da brilhante ideia de Suplicy para estabelecer uma paz que as grandes potências tentam há décadas, em vão, está neste link da Agência Senado.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × dois =

28 Comentários

jader pereira em 12 de dezembro de 2011

Eu que sou anti-petista quase que empedernido,simpatizo com o senador Suplicy.É uma boa alma que,acredita piamente no que sugere.Tenho certeza que o faz com a melhor das intenções.Mas daí a crer na viabilidade da coisa..Como diz a tchurma aqui da minha comunidade:Acorda pra vida manôôô!!!

Xande em 01 de dezembro de 2011

O Brasil é o canteiro dos gênios. Será que os jogadores da Coreia do Sul poderão entrar em campo usando coletes à prova de balas? Eh!, lógico que não dá pra confiar no presidente Ping Pong da Coreia do Norte, dizem que o cara não gosta de perder. PS - O Suplicy vai querer assistir ao jogo no estádio?

Corinthians em 01 de dezembro de 2011

Setti, Eu acho que o Jeff te ama :). De verdade! -- P.S. É só uma brincadeira, não fiquem nervosos por favor.

Markito-Pi em 30 de novembro de 2011

É excelene idéia. Sem jogo. Basta o senador ir para lá e ficar conversando com os líderes de ambas as Coréias e jurar que não sai de lá até que se entendam. Em menos de uma semana virá a paz eterna, desde que o Lord Gaga vá embora logo.

Jeff em 30 de novembro de 2011

Se vc acha mais relevante fuçar em algumas bobagens inocuas que o senador suplicy diz ao inves de se preocupar com o escandalo que respinga em outro senador de são paulo o problema é seu e não meu. Continuo achando importante o tema. Eu já sofri tanto com ofensas e discriminação que não dou a minima para o que acham ou dizem de mim.

Jeff em 30 de novembro de 2011

Mania de perseguição...pensei que isso era coisa de petista!

Jeff em 30 de novembro de 2011

E por falar em senadores um post a respeito do João Faustino Ferreira Neto, suplente do senador José Agripino Maia (DEM-RN), que foi preso em Natal durante a Operação Sinal Fechado, deflagrada pelo Ministério Público Estadual não seria ruim. João Faustino foi subchefe do Gabinete Civil do governo de São Paulo (na época comandada pelo atual Senador Aloysio Nunes Ferreira). Bacana né o nº 2 da casa civil de são paulo veio do Rio Grande do Norte para trabalhar em são paulo. Ué isso não era coisa de petistas? O ex- nº 2 da casa civil de são paulo é preso e não vimos nenhum post por aqui como foi feito com a Senadora Marta Suplicy. E isso ai dois pesos e duas medidas...e um post que não trata de nada relevante. Parabéns! Você só encontra razões de críticas aqui no blog, Jeff. Nem sei por que lê. Se eu for comentar todos os escândalos, prisões e suspeitas estaduais, preciso redigir 100 posts por dia. Mas você prefere atribuir a ausência deste ou daquele assunto à má-fé. Então fique com sua opinião a meu respeito, que eu fico com a minha a seu respeito.

Jeff em 30 de novembro de 2011

Não sei o que é pior a ideia do suplicy ou um post tratando disso!

Para o mano Suplicy, uma musiquinha do tempo dele: em 30 de novembro de 2011

Vou Batê Pá Tú (Orlandivo / Arnaud Rodrigues) ¨ Falou, é isso aí malandro Eu vou bate pá tú, pá tú Bate pá tua patota Vou batê pá tú Bate pá tú Pá tú batê Vô batê pá tú, batê pá tú Pá tú batê Vô batê pá tú, batê pá tú Pá tú batê Vô batê pá tú, batê pá tú Pá tú batê Amanhã a pá não me dizer Que eu não bati pá tú Pá tú pode batê O caso é esse Dizem que falam que não sei o que Tá pá pintá ou tá pá acontecer É papo de altas transações Deduração um cara louco Que dançou com tudo Entregação com dedo de veludo Com quem não tenho grandes ligações

Think tank em 30 de novembro de 2011

Existe humilhação maior que perder a mulher para um argentino que se diz francês? Tal humilhação somados a convivência com os megalonanicos deve ser o resultado da causa desta bravata.

Banania S.A. em 30 de novembro de 2011

A vida é bela. De repente dá certo. Por que não tentar? A Coréia do Norte está se abrindo ao capitalismo. Vejam no site oficial.

Henrique em 30 de novembro de 2011

Caro amigo Setti: O "ilustríssimo" senador Eduardo Suplicy é um zero à esquerda. Em dezembro de 1998, Suplicy juntamente com Lula, Greenhalgh e outros petistas fizeram um movimento em defesa da libertação dos sequestradores do Abílio Diniz, que estavam fazendo greve de fome. Em 2009, Suplicy se tornou uma espécie de advogado de defesa do terrorista italiano Cesare Battisti. Fez vários discursos no Senado em defesa de Battisti. Fez um papel ridículo. Prestou um desserviço à sociedade brasileira. Além disso, avacalhou a imagem do Senado usando uma sunga vermelha. Não dá para entender como 9 milhões de eleitores paulistas votaram nesse cidadão em 2006. Sem contar que ele já tinha sido eleito senador em 1990 (4,2 milhões de votos) e em 1998 (6,7 milhões de votos). O povo de São Paulo é o povo mais educado, mais informado e mais politizado do país. Então, eu pergunto: Porque os paulistas sendo tudo isso, elegeram Eduardo Suplicy três vezes para o Senado Federal? O que Suplicy fez de importante em prol de São Paulo no Senado nesses 21 anos? Mais uma vez parabéns pelo blog, Setti. Está cada dia melhor. Um abraço, Henrique. Suplicy teve papel importante no passado em várias áreas, como na moralização que promoveu na Câmara Municipal de São Paulo quando foi seu presidente. Também esteve do lado da promoção dos direitos humanos em muitos episódios. Crescentemente, porém, vejo sua atuação como um contínuo promover-se, em geral por meios esdrúxulos. Obrigado por seus parabéns. Abração

Natal em 30 de novembro de 2011

Quando termina o mandato desse zero à esquerda?

Gilvani Lima em 29 de novembro de 2011

Eu até imagino oq o futuro embaixador deve ter pensando na hora que ele disse "achar boa a ideia e afirmou que fará o possível para colocá-la em prática". Uma coisa dessa, só vindo de pessoas como o Suplicy mesmo, na verdade eu nem sei oq esse cara ainda tah fazendo no Senado...É Lamentável!!!

wilson em 29 de novembro de 2011

Suplicy tem fisique de role para dar recados para aquelas moças que só dizem sim.

SCF em 29 de novembro de 2011

KKKK! Bem, dos males o menor: já que é um político petralha, melhor elegerem o patético e inócuo Suplicy Mogadon do que mais um antiético e prejudicial, como tantos petralhas no congresso...

Pedro Goulart em 29 de novembro de 2011

Já passou da hora de interditar esse senhor...

celeraman+ em 29 de novembro de 2011

São Paulo, nas próximas eleições, saberá dar ao Senador a retribuição por mais este "relevante" serviço prestado ao paulistas moradores de ambas as Coréias, especialmente aqueles submetidos à fome e escravidão do regime comunista do Norte.

Ronalde em 29 de novembro de 2011

Ricardo, você deve lembrar-se o que Paulo Francis falava sobre esse homem. É inimaginável que uma pessoa completamente fora da realidade, boboca, motivo de piadas de opositores e amigos continue no senado brasileiro. Antes o Tiririca.

Teresinha em 29 de novembro de 2011

O senador Suplicy já está na categoria de caricato.

Reynaldo-BH em 29 de novembro de 2011

A banalização da função legislativa leva ao aparecimento - com contínuas reeleições - destas figuras como Suplicy. Tem a seu favor ser honesto. O que seria uma obrigação, nesta casa de tolerância chamada Senado Federal, passa a ser virtude. E se suporta os loooongos discursos plenos de nada, as defesas sem sentido da expulsão dos boxeadores cubanos, a serenata na tribuna, as idéias estapafúrdias que seriam admissíveis em um novato na política. Trata-se de um ex-professor universitário que criou um mundo próprio em que jogos de futebol unem países divididos, reconduzem à democracia regimes de tiranos e conquiostam corações e mentes com Blowin'in the Wind. "Quantas estradas precisará um homem andar antes que possam chamá-lo de homem?" Por enquanto Suplicy ainda não saiu da adolescência.

Mendes em 29 de novembro de 2011

É o famoso Mogadon (apud Paulo Francis).

sidney em 29 de novembro de 2011

Setti Que empregao heim senador !!!!! E o pior eee que somos nos que pagamos ok !!!! Quem sabe um dia muda !!! Baita abraco

Lynott em 29 de novembro de 2011

Prezado Ricardo Setti, tecnicamente, as duas Coreias ainda estão em guerra, o que existe é um armistício.

Tuco em 29 de novembro de 2011

. Com todo o respeito que o Grande RSetti merece, mas é um tópico para não se passar do título (pese embora sempre há um texto interessante da lavra do autor!). Pô... Suplicy? Esse cara é matusquelo à centésima potência! Um caso a ser longamente estudado, sem a menor chance de cura - ou simples melhora... .

Ismael em 29 de novembro de 2011

Como diria Marta, sua ex, não sei como ninguém havia tido essa idéia brilhante, KKKKKK. Mas falando sério, por que diabos o Brasil mantém naquela P um embaixador?

Luiz em 29 de novembro de 2011

COM A PALAVRA OS ELEITORES DE SÃO PAULO, QUE INSISTEM EM ELEGÊ-LO.

Marcelo Meireles em 29 de novembro de 2011

Suplicy é gagá de nascença. E agora, senil; é nítido que está completamente fora de si. - Não consigo entender por que ainda insistem em votar nele. E ele é sempre bem votado. - Quanto ao jogo de Futebol Brasil x Coreia do Norte rsrs já tivemos um. E houve uma belíssima demonstração de pacifismo do Dunga, na coletiva após o jogo, xingando o Alex Escobar entre dentes. - mesmo eu sendo eleitor do PT em várias ocasiões rsrsrs proponho a interdição do Senador Suplicy. - Alguns não tem condição moral de estar no Parlamento. Suplicy, ao que consta tem. Mas não tem, nunca teve, condição mental, psiquiátrica mesmo. Mas o senador que um jogo do Brasil com um time misto das duas Coreias... -

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI