Image
O zagueiro e capitão inglês Terry tira de dentro do gol o chute do ucraniano Devic desviado pelo goleiro Hart: na Eurocopa, o lance polêmico que faltava para a Fifa tomar a decisão de usar tecnologia para decidir quando a bola entrou ou não (Foto: EFE)

Os fãs do futebol já sabem que, desde o dia 5 passado, a Fifa aprovou o uso de duas diferentes tecnologias para, em caso de dúvida, confirmar se a bola entrou no gol.

Aquela bola da Ucrânia contra a Inglaterra no dia 16 de junho, pela Eurocopa, que o zagueiro Terry tirou de dentro da meta e o juiz húngaro Viktor Kassai não viu, liquidando com as chances dos anfitriões ucranianos no certame, acabou sendo a polêmica que faltava para por em ação os mecanismos da International Football Association Board (IFAB), supremo (e conservador) guardião das regras do futebol, em Zurique, na Suíça.

Nem todo mundo sabe, porém, que o Laboratório Federal Suíço de Tecnologia testou, a pedido da Fifa, oito diferentes sistemas de checagem antes de se fixar nos dois que acabariam finalmente sendo aprovados: o Hawk Eye (Olho de Falcão), britânico, já aplicado em tênis, snooker e outras competições, e o GoalRef, alemão.

Apesar de a notícia ter sido intensamente divulgada, muito pouca gente viu os vídeos que mostram como funcionam os dois sistemas.

O sistema Haw Eye usa imagens fornecidas por várias câmeras de alta velocidade – podem ser até seis – situadas em diferentes ângulos em relação à área que rastreiam a bola em movimento. Um software calcula a posição da bola com base nos pixels capturados durante a trajetória. A informação obtida, porém, embora fornecida rapidamente ao árbitro, não é instantênea. Confiram aqui.

E vejam, neste vídeo, como funciona o GoalRef – para o qual a bola deve conter um pequeno chip e que atua criando campos magnéticos na área do gol. Ultrapassada a linha, o sistema informa imediatamente se foi gol no cronômetro do juiz.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 − 2 =

1 comentário

Marco em 25 de julho de 2012

Dom Setti: Não consegui ver os clipes no blog, a não ser no you tube, mas de qualquer forma mais uma vez a tecnologia usada como o principal critério na existência da regra para decidir uma questão. Ainda mais no futebol q ilusão é só para torcedor q nunca acredita numa causa justa. Abs.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI