Image
O teto da Escola de Arte da Universidade Tecnológica de Nanyang, em Cingapura: enfeita, serve como jardim, diminui o calor e absorve água

Isso é que é prédio verde — literalmente verde. Trata-se do edifício de cinco andares que abriga a Escola de Arte, Design e Comunicação da espetacular Universidade Tecnológica de Nanyang, em Cingapura.

Os telhados revestidos de grama, além de sua função decorativa, de integrar o edifício no verde abundante no campus, servem a vários propósitos: as rampas suaves permitem que sejam considerados uma espécie de jardim, e ponto de encontro para estudantes; o revestimento natural ajuda no equilíbrio térmico; sendo de grama, o telhado absorve água da chuva, canalizada em seguida para reservatórios que permitem sua utilização para a limpeza do próprio campus, cuja vista geral está na foto abaixo.

Image
Vista geral do campus da Universidade Tecnológica de Nanyang

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × dois =

7 Comentários

JT em 12 de agosto de 2011

Caro Jean, já capturei seu texto para o Post do Leitor, que não vai demorar a sair. Abraços e obrigado

JT em 11 de agosto de 2011

Caro Setti, Acabo de chegar de um seminário promovido em Campinas sobre a instituição do CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo), com a participação do presidente da FNA (Federação Nacional dos Arquitetos). Há uma bomba relógio jurídica pronta para estourar a partir de janeiro de 2012, quando o projeto de arquitetura (de uma casa, de um edifício, de uma igreja, de uma escola) será atribuição exclusiva dos arquitetos. Aos engenheiros civis caberá se responsabilizarem por projetos de obras civis (pontes, viadutos, estradas, barragens) e execução/administração de obras de qualquer porte. Assim que elaborar um artigo com mais pormenores, envio para você. Está na hora da imprensa tratar deste assunto. Abraços! Caro Jean, você estará prestando um grande serviço à causa do bem comum se fizer esse post, que eu aguardo com muita simpatia. Abração

GlorInha de Nantes em 11 de agosto de 2011

Taí um belo futuro para alguns trechos do Minhocão! Forma e função requalificadas! . Escolas + Escolas + Escolas + Escolas = Espaço urbano humanizado! . A arquitetura brasileira é reconhecida, citada e valorizada, mundo afora. Entre os brasileiros responsáveis por tal reconhecimento está OscarNiemeyer. É fato! Por mérito e exercício do seu ofício com talento e ousadia. Desafios à Engenharia exigiram o desenvolvimento tecnológico da área, tambèm. . Algo de importante para nossa informação : PauloMendesdaRocha tem presença internacional, a ponto de nossa Engenharia também ser muito respeitada, no exterior. Igual exercício de seu ofício com talento e ousadia! . "Não sei o que esses brasileiros têm, que são tão criativos"__ disse um dos professores a um jovem estudante de curso de especialização, nos USA! Há uma fama! . Apesar de nossa profunda distância das Artes, nos currículos escolares! Imaginem se houvesse incentivo às Artes desde sempre! O conhecimento e o aprofundamento pode ser obtido, autodidaticamente. Livros de arte, sites, exposições, a disposição, muitos sem custo algum, os há, sempre! . ___ Filhos, levem seus pais, bem sucedidos e realizados, neste especial fim de semana, à exposição de Artes de sua escolha! Ambos, após, serão melhores pai e filho! Enjoy it!

Marcos em 10 de agosto de 2011

Niemeyer jamais seria capaz de projetar um prédio bonito assim. Seria bom que aquele comunista embolorado visse essa foto para, quem saber, se envergonhar um pouco, já que aprender (ele ainda é comunista!!!) ele não vai.

Think tank em 10 de agosto de 2011

É só comparar com a obra dos nossos "mestres", o prédio da arquitetura e/ou engenharia civil, aqui da USP ou UNICAMP.

JT em 10 de agosto de 2011

A arquitetura do campus é um exemplo de integração da obra com a topografia do terreno, possui volumetria bem elaborada e uma interessante setorização que, ao invés de isolar os blocos como em outros campus, promove conexões entre as partes,sem cair na tentação da opulência e das formas gratuitas. Sem dúvida, um excelente projeto. Ainda no assunto da arquitetura, estou abismado como a imprensa em geral parece ignorar o fato de que os arquitetos terão um conselho separado dos engenheiros. A partir deste ano o CREA segue sendo a entidade da engenharia e da agronomia, ao passo que o CAU responderá pela arquitetura e urbanismo. Como arquiteto, recebi um convite para participar de um seminário sobre o CAU. A coisa está bem crua e acho nessa os arquitetos mais atuantes dançaram. Levará anos para este conselho se estabelecer até se equiparar com o CREA-CONFEA. Mas também, quem está por trás da montagem do CAU? O sindicato e o PT... Queria ver se, no lugar do CAU, estivesse em pauta a criação de um conselho para jornalistas. A imprensa certamente daria mais atenção. Caro Jean, gostaria de saber mais sobre esse assunto. Por que está se criando esse novo conselho? Quais são as desvantagens? Por que você se opõe? Se quiser escrever um Post do Leitor a respeito, eu publico. Um abraço

Reynaldo-BH em 10 de agosto de 2011

A BELEZA aliada à funcionalidade e respeito à natureza. Sem crítica alguma a ícones centenários do Brasil... Quem sou eu para isso!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI