Uso de algemas: a democracia brasileira é mais democrática do que a americana? Pois vejam quanta gente importante nos EUA já levou algemas

Amigos do blog, aqui no Brasil algema é considerada abuso de poder, excessos, como mostrou a polêmica acesa com a prisão de membros do Ministério do Turismo, no início de agosto.

Mas trata-se de uma ferramenta de trabalho muito utilizada por polícias de países desenvolvidos.

Alguém acha que os Estados Unidos são uma democracia pior do que a nossa? Os direitos das pessoas, lá, são menos respeitados do que no Brasil?

Pois bem, nos Estados Unidos, como mostram as fotos abaixo, as algemas não têm preconceito de cor, religião, posição social, sexo, nada.

Suspeito de cometer um crime, quando preso, é algemado.

Simples assim.

Confiram:

juiz Denny Chin

Bernard Madoff: suspeito e condenado por fraude financeira

Antes de ser condenado a 150 anos de cadeia por uma colossal fraude de 50 bilhões de dólares, o investidor, gestor de fundos e corretor Bernard Madoff recebeu ordem de prisão do juiz Denny Chin, da Justiça de Manhattan, que já saiu algemado do tribunal.
Scott Sullivan

Scott Sullivan: condenado por fraude contábil

Scott Sullivan, ex-chefe-financeiro da empresa de telecomunicações WorldCom, 47 anos, foi condenado a cinco anos de prisão após ser considerado mentor da fraude contábil de 11 bilhões na empresa.
Kenneth Lay

Kenneth Lay, da Enron, envolvido em fraude financeira

Kenneth Lay, envolvido em uma das maiores fraudes financeiras da história dos Estados Unidos, mediante a qual se criaram empresas que serviram para a gigante energética Enron ocultar a magnitude de suas perdas e fazer o mercado financeiro acreditar que estava financeiramente saudável.

Andrew Fastow e Jeffrey Skilling

Andrew Fastow e Jeffrey Skilling, algemados por fraude financeira no caso Enron

Andrew Fastow e Jeffrey Skilling , comparsas de Kenneth Lay no caso Enron. Fastow foi considerado o cérebro da maior fraude financeira da história dos EUA, e sentenciado a 6 anos de prisão devido acordo com promotoria. Skilling, presidente da Enron, pegou 24 anos de cadeia, e tem recurso sendo julgado.

Keith Ellison

Keith Ellison, algemado em protesto em frente a Embaixada do Sudão nos EUA

O deputado muçulmano por um pequeno partido de Minnesota, Keith Ellison, é preso depois de cruzar uma linha de policiais em protestos diante da embaixada do Sudão em Washington.
Karl Rove

Karl Rove, assessor do presidente, algemado por contar segredo de estado

Karl Rove, principal assessor do então presidente dos Estados Unidos George W. Bush (2001-2009), envolvido no caso da revelação em público do nome de uma agente da CIA como vingança por atos praticdos pelo marido dela (divulgar que alguém trabalha na CIA é crime nos EUA), foi preso e devidamente algemado.
Russel Crowe e Paris Hilton

Russel Crowe e Paris Hilton: algemados

Celebridades não escapam às algemas, naturalmente. O ator Russel Crowe foi preso e algemado, enquanto divulgava um filme seu, por agredir um funcionário de hotel. Já a socialite, herdeira e atriz Paris Hilton foi presa diversas vezes, por dirigir embriagada, posse de drogas, violação de condicional, etc. A riquíssima Paris não escapou das algemas.
O. J. Simpson e Daryl Hannah

Daryl Hannah e O. J. Simpson

A atriz norte-americana Daryl Hannah foi detida em frente à Casa Branca quando participava de um protesto não autorizado contra a construção de um oleoduto supostamente poluidor. O ex-jogador de futebol americano, O. J. Simpson, que já tinha sido absolvido pela morte da mulher, foi condenado por roubo à mão armada e rapto, em Las Vegas.
Randy Quaid e sua esposa, e o popstar Michael Jackson

Randy Quaid e sua esposa, e o popstar Michael Jackson

O irmão do ator Dennis Quaid, Randy Quaid, e sua esposa foram acusado pelo dono de um hotel em Santa Bárbara (EUA) de não terem pago uma conta de 10 mil dólares, algemados e presos. Já o popstar Michael Jackson, falecido em junho de 2011, foi preso e inocentado por abuso sexual, mas não escapou de ser algemado.
Ex-presidente de Taiwan, Chen Shui-bian

Ex-presidente de Taiwan, Chen Shui-bian

A Justiça de Taiwan condenou à prisão perpétua, por roubalheira grossa, o ex-presidente da

República Chen Shui-bian. O ex-líder entrou e saiu do tribunal — agora rumo às grades — algemado.
E no Brasil? Confira as opiniões de ministros do Supremo Tribunal Federal

Ministros do STF Carlos Ayres Brito, Carmem Lúcia, Gilmar Mendes, Eros Grau e Marco Aurélio Mello

“O que se provoca [com as algemas] é um estado de exacerbação, um agravo no estado de privação da liberdade de locomoção. As algemas, quando usadas desnecessariamente, se tornam expressão de descomedimento por parte das autoridades e caracterizam abuso de poder.” (Carlos Ayres Brito)

. . . . . . . . . . . .

“A prisão há de ser pública, mas não há de se constituir em espetáculo. Menos ainda, espetáculo difamante e degradante para o preso, seja ele quem for. Menos ainda, se haverá de admitir que a mostra das algemas, como símbolo público e emocional de humilhação de alguém, possa ser transformado em circo de horrores numa sociedade que quer sangue, porque cansada de ver sangrar. Não é com mais violência que se cura violência. Não é com mais degradação que se chegará a honorabilidade social.” (Cármem Lúcia)

. . . . . . . . . . . .

“A Corte jamais validou esta prática, que viola a presunção da inocência e o princípio da dignidade humana.” (Gilmar Mendes)

. . . . . . . . . . . .

“[O uso de algemas] é uma prática aviltante que pode chegar a equivaler à tortura, por violar a integridade física e psíquica do réu”. (Eros Grau)

. . . . . . . . . . . .

“É hora de este Supremo Tribunal Federal (…) inibir uma série de abusos notados, tornando clara até mesmo a concretude da lei reguladora do abuso de autoridade”. (Marco Aurélio Mello)

 

Leia também:

Amigos, relembrem e contemplem a delícia de ver figurões da política na cadeia, até algemados. Por pouco tempo, infelizmente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

65 Comentários

  • Setti, seria interessante informar ao distinto público desses que foram presos la fora quantos sairam no ‘outro dia’ do xilindró?! Acho que a banalização da prisão (mais das vezes, fortes na razão e frágeis na sustentação técnica jurídica) está passando a idéia, também, que só vão ali e já voltam, todos serelepes em suas traquinagens. Mais do que prender, precisamos ver essas prisões se consolidarem em penas reais, e não somente no espetáculo grotesco da humilhação (temporária).

    Basta você reler o post, caro Nelson, para verificar, ali, os vários processos que terminaram em condenação.

  • Edinei

    A diferença é que nos EUA acreditam na Justiça, portanto é irrelevante o uso de algemas, pois somente mostra a seriedade nas investigações e resultados.
    Aqui no Brasil, o próprio Tribunal sustenta a presunção da inocência, já começando a desacreditar que o processo pode, na sua maioria, estar errado, e o coitado que está algemado é sempre um inocente.

  • Octávio

    A questão não é a de usar ou não algemas mas EM QUEM usar. Preso pobre é sempre algemado, esculachado e despojado de seus objetos pessoais, mesmo quando eles não tem relação com as acusações. As delegacias brasileiras continuam sendo masmorras medievais para o “zé povinho”, mesmo quando ele é inocente. Essa polêmica toda surgiu quando alguns poderosos foram algemados.

    Você tem absoluta razão, caro Octávio. E eu deveria ter feito tais considerações no blog.
    As algemas são intoleráveis quando vão para o pulso de um Jader Barbalho, por exemplo.
    Já se o suspeito é pobre e, sobretudo, se for pobre E negro, aí tudo bem, não é mesmo? Algemas no “vagabundo”, como dizem muitos policiais.
    O x da questão todo é esse: o tema só veio à tona quando a PF começou a colocar algemas em poderosos.
    Um abraço e obrigado pelo comentário esclarecedor e lúcido.

  • fontenelle

    EITA BRASILSÃO!!!!SABE PQ ELES SÃO CONTRA AS ALGEMAS? PQ PODEM SER OS PRÓXIMOS…A CORRUPÇÃO COMEÇA LÁ NO JUDICIÁRIO. PILANTRAS, SAFADOS….VOU PARA OS ESTADOS UNIDOS, LÁ SIM É UM PAIS DE VERDADE…IMAGINEM UM POLICIAL AQUI NO BRASIL ALGEMANDO UM ATOR GLOBAL!!!! VERGONHA OS ALGEMADOS TERIAM QUE TER ERA DO MAL FEITO E NÃO DAS ALGEMAS..

  • Reynaldo-BH

    Minha visão sobre este uso de algemas é bastante simplória e valho-me de um ditado da idade média para expor: “a vergonha não está no cadafalso mas sim nos motivos que levam alguém até lá!”
    A inversão de valores é clara. Trata-se como ofensa o uso de algemas. Na mesma medida que se perdoa – ao menos no momento da prisão – o motivo que faz com que um detido seja algemado.
    No país do mais é menos e o aberto está meio fechado, nada mais coerente.

  • sidney

    Setti
    Esses – caras – amigos inclusive do cara – ainda nao descobriram que A RODA FOI INVENTADA DESDE HA MUITO NAO ???
    Infelizmente aqui no nosso ( ainda ) – BRASIL – as Leis/Portarias etc etc , sao feitinhas por encomenda e ; acabam dando nisso.
    Legal essa – IMAGEM – la fora neee !!!
    Quem sabe um dia desses !!!!!
    Baita abraco

  • Angelo Losguardi

    É que o nosso “supremo” é uns 107% composto de esquerdistas militantes radicais que defendem o tal do direito penal mínimo. A lógica dessa gente é frágil, perversa e autoritária. Dizem que o agente pode algemar o preso se houver alguma motivação, se ele apresentar risco por exemplo. Ora bolas, como saber de que forma um sujeito que você nunca viu na vida vai reagir ao ser preso? O cidadão pode surtar do nada, cometer algum desatino, isso é IMPOSSÍVEL prever. Ou seja, isso sim é carta branca pro autoritarismo – desde que o policial saiba escrever um belo texto justificando o procedimento aí tá valendo, viu? Nos EUA, essa Democracia com D maiúsculo, o cidadão sabe que as algemas são procedimento. Coisa comum com detidos. Mesmo que o detido seja liberado ou inocentado. As pessoas lá sabem que algema significa DETIDO. Se há alguma vergonha, é em ser preso ou detido, não em usar algemas.

  • wilson

    Me facina na república dos bacharéis este zelo
    por bacanas, nós “genti relis” não temos rabulas assim de pronto e que conseguem na calada da noite
    considerações humanistas inatingíveis para estes
    reles mortais.

  • J.B.CRUZ

    Não digo que estou envergonhado de ser BRASILEIRO,mas, envergonhado dos represantes que ora ocupam cargos responsáveis nos 3 poderes (EXECUTIVO,LEGISLATIVO E JUDICIÁRIO)..As 3 INSTITUIÇÕES que ainda merecem certa confiança do povo BRASILEIRO, são pela ordem: IMPRENSA,POLÍCIA FEDERAL e ………………….

  • Zé Trouxa (trabalha, paga impostos e se for preso, então pode ser algemado)

    Eu acho que aqui o uso de algemas causa ojeriza porque muitos ministros e políticos têm culpa em cartório, no mínimo grandes relações com amigos corruptos, etc e tal. Não será isso?

  • Zé Trouxa (trabalha, paga impostos e se for preso, então pode ser algemado)

    Aqui tem até “DISCRIMINAÇÃO DE PULSOS”.
    Pulsos de políticos, autoridades e criminosos de colarinho branco são “inalgemáveis”, pois como o cara poderá pegar o pacote de dinheiro do bolso para acertar as “despesas”?
    Equanto pulsos de pés de chinelo não tem pedigree e nem dinheiro nos bolsos, uai!

  • Manoel João Joaquim Fidalgo

    Nós que somos quatrocentões, descendentes da elite portuguesa que chegou ao Brasil juntamente com D. João VI, somos a nata da sociedade do Rio de Janeiro, não podemos concordar com os críticos a favor do uso indiscriminado das algemas. Vejam bem…

  • Essa prática viola a dignidade dos criminosos? E a dignidade das vítimas (e todo crime tem vítima, lembrem-se), como é que fica? Não seria preservada pela repugnância que passar pela cena das algemas causa nos potenciais criminosos?

    A algema viola a presunção da inocência? Então propõem os nobilíssimos convocar advogados, juri e juiz in loco e impromptu para eliminar a hipótese de inocência antes que aguém seja algemado neste país (sendo a lei igual para todos)?

    Não é com mais violência que se cura violência? Então deveríamos desarmar todos os policiais do Brasil, já que suas armas não tem outro fim senão a violência a serviço do estado, que por essa tese causa (e não cura) a violência na sociedade?

    Senhores, que FEBEAPÁ!

  • Guilherme Outeiro

    Mais uma vez os senhores ministros do STF reforçam o conceito que cadeia foi feito para dois tipos de pessoas: negro e pobre.

  • JMello

    Esses ministros vivem em qual planeta?
    O interessante foi que esse assunto das algemas só começou a ser discutido e levado como uma afronta ao princípio da dignidade humana quando a turma de terno gravada começou a ser presa. Antes ninguem falava do abuso de poder. Aqui, representado pelas algemas. Ou seja, um exemplo flagrante do preconceito em relaçao aos brasileiros de camadas sociais mais baixas. Disfarçam o elitismo com um discurso cinico que defende as diferenças sociais. Confirmam, no entendimento dos ministros, que o Brasil é constituido por uma sociedade de castas, onde uns tem mais direitos que outros, inclusive o direito de ofender os leis impunemente.

  • JMello

    Fiz o comentario e nao ahvia lido os comentarios anteriores. Desculpe por ter ficado redundante!

  • JMello

    Ah! e so acrescento um outro comentario curto. As prisoes ainda sao todas legais, pois so podem ser executadas apos a expediçao de um mandado de prisao. E o mandado de prisao tem que ser muito bem embasado, com razoes solidas e apoiados em provas. Provas essas que muitas vezes sao conseguidas através de um trabalho de anos de investigaçao!

  • Eduardo

    Carlos Ayres Brito, Carmen Lúcia, Gilmar Mendes, Eros Grau e Marco Aurélio Mello, merecem ser todos eles algemados, sobretudo a língua.

  • veiaco

    Pelo notório saber jurídico de nossos magistrados só existe no país, presunção de inocência, não de culpa, apesar de provas. E a dignidade dos lesados vai pras cucuias. Na realidade esse tipo de saber é o responsável pela corrupção e impunidade que corre solta. O próximo que deveria ser algemado, o ministro apaixonado, logo sai aplaudido na transferência de cargo no planalto, inclusive por sua paixão.

  • Observador100

    Caro Setti
    É claro que a opinião destes “ilustres” deva ser contrária ao uso das algemas. No futuro, nunca se sabe…..
    abraço

  • Gamal

    Algemas de ouro cravejada de diamantes para os ricos como Dantas ou políticos poderosos como Maluf.
    Algemas de couro para os pobres como os traficantes Nem e Beiramar.

  • Mari Labbate *44 Milhões*

    Se aqui no Brasil algemas significam “abuso de Poder”, deduz-se que os PODEROSOS TEMEM USÁ-LAS, NOVAMENTE… A imobilização mostra aos meliantes os seus erros. Portanto faz parte da Terapia de Recuperação! ALGEMAS NELES…

  • Natal

    Michael Jackson algemado… imagine Roberto Carlos algemado! Claro que o nosso rei ao que consta, jamais cometeu algo que o levasse para a prisão. Mas, é só uma comparação. Coisas assim é que dão vontade de ser americano!

  • Markito-Pi

    O que é apenas rotina policial, em qualquer lugar do mundo, no Brasil virou demanda no Supremo.Não por abuso conra qualquer cidadão, mas por justiça a gente como Jader Barbalho, Celso Pitta , Paulo Maluf et caterva. O que não combina, não orna, é ver Maluf SEM as algemas.

  • Eduardo

    Um pouco fora do tema, mas nem tanto. Mesmo em espanhol, este texto é interessante e parece ter sido escrito ontem na Praça dos Três Poderes. “Cuando advierta que para producir necesita obtener autorización de quienes no producen nada; cuando compruebe que el dinero fluye hacia quienes trafican no bienes, sino favores; cuando perciba que muchos se hacen ricos por el soborno y por influencias más que por el trabajo, y que las leyes no lo protegen contra ellos sino, por el contrario, son ellos los que están protegidos contra usted; cuando repare que la corrupción es recompensada y la honradez se convierte en un autosacrificio, entonces podrá afirmar, sin temor a equivocarse, que su sociedad está condenada.” Ayn Rand (1950)

  • Think tank

    Essa turma que nos embroma o MENSALÃO-2005 até hoje, precisa ter suas línguas algemadas e ensinar lhes quem os sustentam e para quem deveriam estar trabalhando.
    Seus comentários não deixam margem de duvidas que estes trabalham para as gangues que os puseram no STF.

  • Luiz

    No Brasil é inútil investir na fabricação de algemas.
    Não é por falta de usuários, mas porque nossa justiça é benevolente com os infratores.

  • BETHS

    Simples: legislando em causa própria!

  • Mairalur

    Eu faria coro com os ilustres magistrados se, vez por outra, um colarinho branco fosse condenado.

  • Jeff

    O navio da vale está afundando junto com a reputação do Roger Agnelli, da ex-vale do rio doce e de muitos jornalistas que adoravam babar na gravata do “executivo competente”. Fez bem o governo em espinafrar aquele inutil.

  • Renato

    No Brasil, o espírito de corpo não se restringe a categorias. Nossos bravos juristas estão falando não em nome da classe que representam, mas, de um específico grupo de “homens de bem”. Estes podem pagar bons advogados, são respeitáveis, e, no entender dos doutores, jamais devem ser constrangidos pelo uso de algemas. Afinal, são pessoas de nível. Quanto à ralé, esta pode, deve e merece passar por todos os constrangimentos. Nessa visão elitista, são cidadãos de segunda classe, para os quais a justiça tarda e falha.

  • Ismael

    Aqui, ao contrário dos USA, a política é um meio de ascenção social. Estar acima da Lei, portanto, é uma prerrogativa de quem faz a Lei para manter-se no poder. Logo, o supremo reproduz essa prática.

  • Wilson-SP

    Ricardo,

    Para completar esta visão absurda do Suprema, falta citar, se ainda estiver em vigor, a lei que permite a prisão especial para quem tem 3.º grau.

    É um absurdo e uma vergonha, Wilson, mas o Supremo não tem culpa: trata-se de uma legislação inteiramente absurda e discriminatória, que parte do princípio de que, se o sujeito já é privilegiado pela vida, merece mais esse privilégio da Justiça.
    Quem precisa mudar essa lei é o Congresso.
    Uma vergonha.
    Abraços

  • Rafael

    Setti, não há dúvida que a algema ajuda a garantir a segurança dos agentes da lei, mas em minha opinião, ela também serve, por incrível que pareça, para proteger o preso.

    Ao tornar o preso indefeso, o Estado assume total responsabilidade por ele. Uma pessoa algemada não pode cometer suicídio dentro de um camburão, não pode ser agredida por resistir à prisão ou tentar evadir-se, não pode, enfim, sofrer qualquer dano físico sem que a culpa do Estado seja automaticamente presumida.

    Se um dia eu for preso, faço questão de ser algemado na presença do maior número de pessoas possível. Vai ser meu seguro de vida.

  • Luiz

    O problema é o MEDO de um dia serem algemados; é legislar em causa própria; imaginem os ministros apeados do cargo com algemas???

  • João Menezes

    Caro Setti.
    Só pra entender: No caso da prisão de um torturador, quem responde pelo crime de tortura, o detido ou o policial que o algemou? Ministro Eros, tortura é o brasileiro ter que conviver com a corrupção estatal e a estagnação (putrefação) do judiciário; isto porque o legislativo já se encontra devidamente inumado.

  • Pedrodoon

    Daqui uns dias, vamos prender nas cadeias os cidadães de bem e soltar todos os bandidos: Justiça do Brasil.

  • Júnior

    Tenho sérias dúvidas em tomar os EUA como parâmetro de democracia. Com o devido respeito – e sem desmerecer a sua opinião -, acredito que é preciso demonstrar que os EUA vivem sob um regime materialmente democrático para, só então, estabelecermos a comparação.

    Lógico: não quero dizer absolutamente que o Brasil é paradigma de democracia. O que pretendo é apenas questionar esse “axioma” de que EUA são, de fato, uma democracia. Isso não me parece verdadeiro a priori.

    Qual é o regime vigente nos Estados Unidos, um dos países mais livres do mundo? Ditadura?

  • marcelo campelo

    A Corte jamais validou esta prática, que viola a presunção da inocência e o princípio da dignidade humana.” (Gilmar Mendes), mais a corte sempre validou os politicos robarem descaradamente os cofres puplicos, e ainda
    finge-se de cego quando seus colegas magistrado praticam algo ilicito, quantos processos envolvendo magistrado estão engavetados no supremo tribunal de justiça…

  • Já que não podemos usar em Brasília, não podemos usar em lugar algum!!!! Reforma no Judíciario já!!!

  • CHANG CHE WEN

    Não somos mais democratas que os americanos , em matéria de direito , é que eles são mais rigorosos na aplicação da lei , não existe morosidade na Justiça e filosoficamente , sendo o país mais democrático do mundo , quem ultrapassa os ditames da lei , recebe todo o rigor dela , que , aliás é consuetudinária , baseada nos costumes ….

  • admilson pinto

    a diferença da democracia brasileira é o dinheiro e o poder, pobre é algemado e jogado no camburão, no BRASIL existe duas interpretação p/ constituição, a lei é igual p/ todos, todos os pobres, e todos os ricos.

  • Pra mim, o uso de algemas é a satisfação á sociedade do trabalho da Justiça, mas é usada como separação de castas.

  • Sergio

    Mas os caras proibiram algemas até em julgamentos.O prêso fica soltinho.

  • AFORTUNATTA

    Brasil, o Paraíso da Corrupçao !!!

  • Francy Granjeiro

    Francy, lamento dizer que deletei seu comentário pelo uso de linguagem muito vulgar. Fica para a próxima.
    Um abraço

  • augusto

    Caro Ricardo,
    Especificamente sobre a suposta foto do Karl Rove algemado e puxado por dois policiais, tempos atrás recebi um e.mail dando tal foto como uma montagem. Até aonde, inclusive, eu me recordo sobre esse episódio envolvendo a ex-agente da CIA, o Rove foi indiciado mas não chegou a ser preso. Acho que ‘sobrou’ mais para um ex-assessor do então vice Dick Chenney. Enfim, apenas para o seu conhecimento e eventual apuração.
    Forte abraço,
    Augusto

    Obrigado, caro Augusto. Vou checar isso.
    Abração

  • Celso Val

    São uns dementes!!!

  • Wilson-SP

    Ricardo,

    De fato a lei da prisão especial para quem tem curso universitário é tarefa do Congresso mudar. Como tenhos cá os meus canudos, sou favorecido por essa, mas é mesmo vergonha nacional.
    Outra genialidade brasileira é aquele exigência para que as autoridades informem ao motorista que a via que ele está usando tem radar. Não bastaria a placa que informa o limite de velocidade?
    Outra é a que permite que a pessoa se recuse a fazer o teste do bafômetro.
    Segundo gente do ramo, o direito brasileiro tem este vício do garantismo. O problema é que o que mais se garante em muitos destes casos é a impunidade.
    Um abraço.

  • alberto santo andre

    POLITICO NO BRASIL, SO PODEM SAIR ALGEMADOS SE A IMPRENSA ESTIVER COBRINDO, E CASO ELES CONSIGAM FAZER PARECER QUE ESTAO DEFENDENDO O POVO ,MESMO QUE ESTE PSEUDO POVO, JA ESTEJAM CONDENADOS POR ASSALTOS,TRAFICO DE DROGAS, HOMICIDIOS E LATROCINIOS .

  • wilson

    Impunidade tem as estatais e seus doutos diretores
    temos um petroleiro construido a galega em PE e
    inaugurado para a eleição que deverá mudar o nome
    para “leite glória” pois desmacha sem bater.
    Há esta petrossauro realmente é supimpa.Tem 60
    episodios este ano de vazamento e a bandida é
    só a chevron.Desvalorisou o patrimonio em 100(cem)
    bilhões de dólares e como toda estatal dane-se.
    Para os neófitos : O navio com problemas no casco
    no ME, não é da Vale que tá entalada nas gargantas
    dos saqueadores do $$ público, é afretado , o dono,
    o estaleiro vão arcar com a falha.
    Estatal é só boa para: político, sindicalista, e
    politíco sindicalista , quero o meu em $$$$$$
    sem papinho de patrimônio nacional.

  • Augusto Guedes

    Sempre achei que os americanos gostam do “teatro” da prisão. Mas tem um pró e um motivo. O pró é que não distingue ninguém. O motivo é pra inibir o cidadão.
    Mas sou contra o teatro deles. Acho que o meliante só deve ser algemado se for perigoso.

  • João Lavador.

    No meu entendimentos: Sem comentários para essas verdadeiras firulas desses interpretadores brasileiros.O algemar é simbolo, internacional,do momento de aprisionamento e/ou condução de um infrator da lei.

  • Lapeno R

    Claro, imagina que os proprios delinquentes que temos nesse STF iriam ser a favor de algo que eles mesmo correriam o risco de ser colocado nos pulsos deles algum dia.

    Vamos la, qual das 2 palavras (justica ou impunidade) e o sinonimo mais proximo de BRASIL ?

  • Luiz Pereira

    Setti,
    No nosso mundo político todos são cúmplices. Algo do tipo, “não me ajude, mas não me prejudique”.
    abs

  • Por uma questão de simples descriminação.
    quando fui vever nos EUA, fiquei surpreso quando vi que na ficha de pedido de emprego nunca perguntaram idade, data de nascimento, orientação religiosa, sexual, politica, etc….depois me disseram que é um crime grave pedir este tipo de informação. Bem isto mé respeito e ausencia de paramentros de uma possivel descriminação. Da mesma forma eles algemam TODOS. No crime tambem não existe descriminação, todos são algemado nas mãos e nos pes. Ja aqui, pelo que vejo os figurões são protegidos pelos ministros do STF, enquanto os pobres são levados ao pau de arara……

  • Frederico Oliveira

    É Ricardo. Toda esse palavrório sem qualquer nexo, vem provar mais uma vez (vide mensalão) que a justiça no Brasil, com algemas e prisões, são para os do lado de lá, já que os bandoleiros de estimação têm de ser tratados com carinhos, afagos, habeas corpus preventivos e outras mazelas.

  • WILLIAM TELLES

    BOM, PENSANDO BEM,DE MANEIRA MUITO CRITERIOSA, UMA VEZ QUE SÓ TEM SANTOS E MADRES TERESAS DE CALCUTÁ ESPALHADOS NO PAÍS SE TIVER DE ALGEMAR TODOS OS POLITIQUEIROS DA NAÇÃO VAI FALTAR ALGEMAS E CADEIA PARA ENJAULAR ESSA QUADRILHA DE GATUNOS DO BRASIL.

  • cleverson lobo buim

    PARABÉNS PELA MATÉRIA. MAS, PENSO QUE FALTOU CITAR A FONTE.
    SAUDAÇÕES
    CLEVERSON LOBO BOIM

  • Bile

    Se colocarem aqueles que assassinaram a juíza do Rio de Janeiro frente a frente com os digníssimos do Supremo Tribunal Federal com certeza irão exigir que estes sejam algemados para a segurança DELES, e depois irão cobrar explicações da Polícia porque não foram algemados, nessa hora tranca né?

  • dionizio Gonçalves

    Sempre soube que os direitos constitucionais de um cidadão, ao ser preso, ficam imediatamente suspensos, por isso, o uso de algemas não fere nenhum código penal ou constituicional, inclusive, é amparado legalmente para garantir a integridade da autoridade conduzente e a própria integridade do preso sob a custódia do estado, assim, passa a sociedade a ser, e é o único organismo merecedor de proteção.
    Um individuo ao ser preso, ficam suspensas todos os dispositivos legais diante do arresto, seja por crimes individuais ou coleivo.

    Por isso, algemem-se os bandidos! E cumpram-se as leis desse país.
    Pelo menos, foi isso que aprendi

  • Dijalma

    No Brasil a nossa chamada “Corte”, que se diz chamar Supremo Tribunal perde tempo discutindo um assunto resolvido em diversos países desenvolvidos. Enquanto isso problemas mais sérios flui em água corrente. Precisamos de algema sim! independente do réu, acho que os ministro são coniventes com a roubalheira. Provas de imparcialidade já foram dadas pela mídia.

  • Dijalma

    E parabéns Ricardo pelo seu trabalho. A favor da algema, acho que os Ministro tem medo do futuro.

    Obrigado pelos parabéns, caro Dijalma.
    Abraços

  • Alison Ribeiro

    Parabéns Ricardo pelo ótimo trabalho.
    Observo hoje que em nosso país tem um certo capricho quanto à utilização da algema. Em países como nos EUA, assim que se inicia a abordagem o cidadão já é algemado para se resguardar a integridade física do policial, depois da averiguação é que se libera ou não o cidadão. Aqui no Brasil o que se vê é um medo da divulgação de imagens de ‘figurões’ algemados, por isso que se questiona tanto o uso das algemas. Existe uma hipocrisia no ar dizendo: ah, todos podem ser algemados mas uma celebridade, um político, etc, não pode ser algemado não. Aí isso já vira um abuso de autoridade, ou uma restrição aos direitos primordiais daquele cidadão de colarinho branco que está sendo algemado, vira um verdadeiro show para a mídia. Acho que eles deveriam questionar é a liberação dessas imagens pela mídia, visto que fere o direito da imagem da pessoa, porém estes geralmente são fatos públicos e notórios, escândalos e esses senhores não querem bater-de-frente com a imprensa, porque senão desdobra-se para censura à liberdade de imprensa, e isso ‘eles’ não querem. É melhor colocar como um abuso de autoridade.
    Obrigado

  • gilmar j silva

    algemado e jogado em um mala de um carro,junto com o estep.a democracia brasileira e mas democrata que a USA?.
    Quem escrevel esta materia passa um dia com a policia no Brasil ou em Pernambuco.estou falando em acusado de um crime.