Image
Maduro (de camisa branca), à sombra de Chávez, tutelado pelos militares (Foto: AFP / Presidência da Venezuela)

Alguém pode imaginar em qualquer país civilizado do planeta um ministro da Defesa dizer, na TV oficial, em rede nacional — algo que, por sinal, não existe em nenhum país avançado — que as Forças Armadas devem estar “unidas” para “levar” alguém a ser eleito presidente da República”?

O que fez ontem o ministro da Defesa da Venezuela, Diego Molero — exatamente isso –, é algo espantoso, inqualificável.

Ele falou em nome de Forças Armadas chavistas, e não das Forças Armadas como instituição que, segundo a própria Constituição “bolivariana” concebida pelo falecido caudilho Hugo Chávez, é uma instituição NACIONAL permanente. Não pertence, ou não poderia em hipótese alguma pertencer, a corrente política alguma.

Ocorre que Chávez, em seus 14 anos de poder, cobrindo de benesses oficiais leais ao “bolivarianismo” e colocando na geladeira os militares mais profissionais, minou as Forças Armadas, infiltrando nelas o vírus da ambição política e a lealdade total e incondicional ao “chefe” — mais do que à instituição ou à Constituição. Um absurdo.

O resultado disso, somado à grande influência que os militares adquiriram durante o reinado de Chávez no governo e nas empresas estatais, e mais ao espantoso pronunciamento do ministro da Defesa será que, eleito o vice Nicolás Maduro para o lugar de Chávez — Maduro é um vice biônico, que não recebeu um único voto e a quem o caudilho nomeou para o posto –, a Venezuela terá um presidente tutelado pelos militares.

A fala do almirante Diego Molero, assim sendo, foi a ante-sala de um golpe militar branco.

Vai depender da habilidade de Maduro, nunca posta à prova, evitar que a Venezuela se torne uma ditadura militar disfarçada.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + oito =

Nenhum comentário

Camilo castro em 11 de março de 2013

Eduardo Galeano demagogo vulgar e subliterato, Chavez ditador, Cristina Kirchner louca, Morales traficante cocalero, Correa anti imprensa livre, Lugo retardado, etc. E assim se escreve a historia SIP, com ajuda de Mario Vargas Llosa, e outros honestos e genuinos ecritores e jornalistas. O que mais chama minha tenção e que os extremistas que aqui postam comentarios achem o livro veias abertas historia antigua e falaz. Não da para negar que o livro ainda è atual, pois no 2002 o intento de golpe contra Chavez foi financiado pelos mesmos que financiaram golpes nos anos 60-70-80 e a midia SIP atuo igualzinho como nos anos 60-70-80 apoiando os golpiostas. Tambem acho o livro atual quando vejo o FHC paseando pelos escritorios da SIP defendendo as ideias neo-liberais do FMI que tanto bem fizeram a AL antes dos governos "populistas". Tem gente que não faz ideia de quanto este livro ainda é atual. Vou assistir o JN para rir um pouco. Chau.

Osvaldo Aires Bade Comentários Bem Roubados na "Socialização" - Estou entre os 80 milhões. em 11 de março de 2013

Para Debates!!! FORO DE SÃO PAULO!!! http://cinenegocioseimoveis.blogspot.com.br/2013/03/foro-de-sao-paulo-em-junho-de-1988-foi.html . Abraço a Todos Osvaldo Aires

Osvaldo Aires Bade Comentários Bem Roubados na "Socialização" - Estou entre os 80 milhões. em 10 de março de 2013

Será verdade? REPORTAGEM DE TV AMERICANA REVELA A FABULOSA FORTUNA DE HUGO CHÁVEZ E SUA VIDA NA BABESCA: http://cinenegocioseimoveis.blogspot.com.br/2013/03/reportagem-de-tv-americana-revela.html . Abraço a Todos Osvaldo Aires

NélsonX em 10 de março de 2013

Segundo informações ouvidas e recebidas, aki em Banânia, como diz RA, as nossas FFAA, já estão em processo de lavagem cerebral, para apoiar essa corja que tá aí. Começando pelas escolas militares. Na China comunista e economia capitalista, os militares são donos de empresas, onde a corrupção corre solta. Na Venezuela, dizem que a alta cúpula militar tá envolvida com contrabando de drogas, como em cuba. Em 2014, a gerentona já tá eleita, ella começou cedo a campanha. Por outro lado, acho ótimo que ella seja reeleita, pq se o próximo governo for da oposição, não consiguirá governar, tendo o PT como oposição.

Luiz Pereira em 09 de março de 2013

Setti, Não vale um tópico , explorando a quebra da Constituição venezuelana, conforme aventou o leitor Geová mais abaixo? O Paraguai foi suspenso por cumprir sua Constituição (mesmo que ela permita uma "ligeireza" como foi o afastamento de Lugo, foi tudo dentro das normas). A Venezuela recebe apoio do Brasil por empossar Maduro ao arrepio de sua Constituição. Mercosul casuístico, hem? Se eu fosse paraguaio saía às ruas para alugar uma base pros americanos. Esses bolivarianos iam endoidar! abs

Luiz Pereira em 09 de março de 2013

Setti, bom dia, Um off topic interessante, que tem a ver com a Venezuela "pogressista" de hj e que, esperamos pois há tempo, não atinjamos: o artigo de Adriano Pires, hj na pág 17 d´O Globo. abs

Luiz Pereira em 08 de março de 2013

Setti, No mesmo nível de "Veias abertas" só mesmo "História da Riqueza do Homem", de Leo Huberman. Meu Deus!, pensar que em meados dos anos 70 eu li esse troço a sério! abs Esse Galeano é um demagogo vulgar e um subliterato.

Luiz Pereira em 08 de março de 2013

Camilo castro, Com todo respeito, não tenho poliomielite intelectual... Veias abertas da AL... Mais atual, só " O Capital". Se vc ainda acredita nisso, deleite-se. Deve ser ótimo morar na Venezuela: plebiscitos contrários aos governantes são desrespeitados, indústrias fechando, criminalidade em alta, "mídia democrática" favorecendo os áulicos de Chavez, povo cada vez mais tutelado pelo assistencialismo demagógico. Maravilha! Só falta vc lá! Vai pra lá! Sobre história do Brasil, vc não entende muito, pelo visto. Mas de veia aberta, ô!!! abs "Veias Abertas", lido hoje, parece um livro cômico, ou escrito em Marte. E o autor é um demagogo que enriqueceu com as "denúncias" sobre a miséria na AL.

Estêvam em 08 de março de 2013

Da frigideira para o fogo. A Venezuela já era uma ditadura, agora será uma ditadura tutelada e logo dirigida diretamente pelos milicos. Eta América Latina...

Geová Elias em 08 de março de 2013

Rapaz, a cada instante a Venezuela nos surpreende. Quando agente pensa que vimos de trudo sempre somos surpreendido com novos absurdos. Uma pergunta fica no ar. com esse atropelamento da ordem constitucional venezuelana como fica sua situação no Mercosul? Fica como está, porque só o Paraguai -- o Paraguai! -- resistia ao ingresso da Venezuela, mas foi "suspenso" do Mercosul por causa do impeachment de Fernando Lugo. Então, os amigões de Chávez, aí incluídas Dilma e Cristina Kirchner, aproveitaram para introduzir a ditadura venezuelana embaixo do pano no Mercosul. Eu não acredito, infelizmente, que o Mercosul vá para a frente. Estamos sendo passados pra trás pelos acordos bilaterais de comércio que se multiplicam entre países da AL e a Europa, os EUA e a China.

wilson1 em 08 de março de 2013

Chaves fez mais de 20 universidades .... Mas a que preço seu? O sr. não vê a situação que a Venezuela se encontra seu? Tudo cooptado, juízes cooptados, militares cooptados, jornalistas cooptados, etc, etc. O país dividido. O sr. não dá importância a essa declaração do ministro da guerra, se entrometendo na política, e tantas outras coisas mais. O sr. não dá valor à liberdade, à moral, à ética. Vocês esquerdopatas ou sei lá o que, talvez ignorantes, são capazes até de apoiar uma ditadura militar se ela pender para a esquerda. É a mesma coisa em Cuba, isto é, claro que em Cuba é muito pior, são 54 anos sem liberdade. Mas vocês aplaudem por ninguém passar fome, por ter todas as crianças nas escolas, mas eu pergunto a que preço seu? Os que estão sem liberdade, milhares fugiram arriscando a própria vida. Não, só a mente de perturbada de vocês para admitirem esta opção. Não, não há e nem pode haver, uma escolha como esta: ou viver a própria vida com moral, ética, LIBERDADE, ou ENTÃO não passar fome.

José Ernesto Guillem em 08 de março de 2013

Muito boa e muito original essa análise. Me parece corretíssima. Não vi nada disso nos jornais. Parabéns! Obrigado, caro José Ernesto. Um abração -- e volte sempre ao blog!

Corinthians em 08 de março de 2013

Tenho que repetir meu comentário feito em outro post, por que já não me parece mais lapso ou erro momentãneo de escrita, e sim outra coisa... ########### Ó… Chavez é tão super e tão preocupado com os pobres que ele ganhou 16 eleições de 15. Tudo isso em 14 anos! Incrível! Isso que é democracia… e matemática. Mas os números oficiais são nada menos que o resultado da tal contabilidade criativa, não é mesmo ?

Camilo castro em 08 de março de 2013

Patricia: Chaves fez o que nenhum governante do pais mais rico em petroleo do mundo fez. Mais de 20 universidades, aumento o numero de estudantes do ensino superior em 1.405.000, aumento o numero de crianças na escola em 7.000.000, hoje Venezuela tem Zero analfabetismo. Creou-se 7.873 centros medicos, aumentou o numero de medicos por habitantes em 400% de 20 para cada 100.000h para 80 para cada 100.000., reduziu a taxa de desnutrição em 405, a mortalidade infantil em 49%, baixo a taxa de pobresa de 42,8% para 26,5%, ganhou 16 eleições de 15 em 14 anos. E TU SABE CONTAR?. OK se sabe intão podes pesquizar os dados que lhe pasei nos sites da ONU, CEPAL, OEA, e tantos outros aonde o "ditador" não enfia a mão para lhe enganar. Abraço e disculpa meu portugues

Camilo castro em 08 de março de 2013

Luis: Com tudo respeito lhe recomendo um livro que lhe aclarara como os "descompresores" entregarão as riquezas do Brasil e da AL. O nome do livro e: AS VEIAS ABERTAS DA AL, Chavez lhe deu este livro a Obama. Com tudo respeito, acho que não conheces a historia do teu pais. Descomprimir? meus deus!!! no meu pais os "descompresores" estão apodrecendo na cadeia pois la os assassinos, estupradores, torturadores, ladrões de crianças, não são vistos como "descompresores". Sera que os "descompresores" no Brasil foram tão bons como Mahatma Gandhi. Pelo que contam Jó Soares, Caetano Veloso, e muitos artistas, jornalistas e cidadaõs comuns não foi bem assim. Continua a procurar pelos no ovo com ajuda da midia golpista, aquela midia SIP cumplice do golpe em 2002, aquela que ajudou é ajuda a "descomprimir" governos como o do Chaves que inaugurou 22 universidades em 14 anos, recuperou os recursos naturais, baixou o nivel de pobreza de 60% para 30%, acabou com o analfabetismo, etc. Abraço.

Marcos em 08 de março de 2013

Por aqui os comunas afirmam: Regime militar foi ditadura! Mas lá, por causa de ideologia comunista capenga com certeza os apedeutas defenderão e afirmarão: É democracia! Ou seja, ditadura de esquerda pode e que se perpetue no poder! Que coisa não?

Luiz Pereira em 07 de março de 2013

Setti, Espanta-me que tantas pessoas aqui elogiem o governo patriótico de Chavez. Sejamos justos, estas pessoas poderiam perfeitamente viver aqui durante a nossa ditadura. Nossos milicos eram patriotas e tinham mais pudor que os de Chavez. Tudo era nas internas. Depois de Medici houve eleições para Câmara e Senado. A de 74 foi determinante para que Geisel visse que o regime não duraria eternamente. Os senadores biônicos, decorrência de 74, brotaram. Mas foi um modo de descomprimir o regime do o modo como Geisel via as coisas, "uma distensão lenta, gradual". Não há aqui qq justificativa para tais atos. Apenas constatação. Na Venezuela, resultados são burlados não para descomprimir coisa alguma. É o contrário. Burla-se para se perpetuar. Voltando aos que elogiam Chavez e os que agem como ele, "de modo nacionalista", cabe lhes pedir que sejam íntegros em seus comentários. Indo ao ponto, desejariam eles viver na Venezuela, em Cuba, na Bolivia, com os mesmos apertos e agruras da média da população? Se mudar para estes cantos com os privilégios do aparatchik local é mole. Eu não troco meu canto aqui por outro idêntico na Venezuela. Mas poderia fazê-lo morando em um país da Europa Ocidental ou os EUA. Outra coisa: o negócio de americano é fazer negócio. Pensar que hj em dia os EUA matariam uma gorda galinha dos ovos de ouro é tolice. Os EUA estão se lixando que a nomenklatura venezuelana fale mal deles. Com o superávit que os venezuelanos lhes propiciam, mesmo os reaças do Tea Party entubal as loas do Sean Penn, do Oliver Stone, etc. "Falem mal de mim. Me deixem ganhar grana de vcs", é o pensamento americano. A Venezuela ajuda a manutenção do império americano. abs

patricia m. em 07 de março de 2013

Camilo castro - 07/03/2013 às 18:02 "Se a Venuzuela não é um pais avançado não é por culpa de Chavez," . Incrivel como esquerdalha gosta de jogar a culpa sempre na heranca "maldita", ne. Meu bem, o Chavezito estava ha 14 anos no poder, CATORZE ANOS, sabe contar?

kitty em 07 de março de 2013

Caro Ricardo, Excelente e brilhante o seu post, define muito bem as dificuldades que Maduro terá de enfrentar. A herança de Chávez não é uma Venezuela mais justa nem mais independente. É uma casa dividida. Confronta a dois setores, separados pelo ódio. A reconciliação será muito difícil e custa pensar que possa ser muito próxima. Abriu-se um período incerto. A sucessão não está decidida e o aparente herdeiro, Nicolás Maduro, procura disfarçar sua fraqueza mostrando-se mais chavista que Chávez. O infeliz comentário de que os Estados Unidos poderia ter inoculado o câncer ao líder poderia causar uma perigosa instabilidade política. às suas costas se adverte uma sombra nada tranquilizadora: a de Diosdado Cabello, presidente da Assembleia Nacional, que controla de fato às Forças Armadas e que também almeja o cargo de presidente. A oposição está iludida com a vitória de H. Capriles nas próximas eleições. Claro que seu ascenso significaria uma mudança, mas teria que enfrentar o chavismo, multidões exacerbadas, e as Forças Armadas Bolivariana com um grande contingente de efetivos e mais a Milicia Nacional Bolivariana, criada por Chávez para armar a setores civis. No seu texto você disse uma grande verdade e que será a crua realidade que Maduro enfrentará: Governará tutelado pelos militares!!!Para Cabello lhe foi muito difícil de engolir que Maduro lhe disferiu um golpe seco a excluí-lo da linha de mando. Durante o cortejo fúnebre Cabello estava ausente e cabisbaixo...É provável que a próxima semana quando baixem as emoções, sairá fumaça branca dos dois setores...Um abração da amiga Kitty desde Baires...

moacir em 07 de março de 2013

Setti, Ontem comentei aqui que todos os blogs venezuelanos estavam em silêncio.Comentários ( 0 ).Cheguei a acreditar que todos os comentaristas tivessem aderido ao cortejo fúnebre,ou estivessem capturados pelas suas imagens televisivas. Hoje o El Universal,publicou uma post sobre o discurso de Diego Molero - enfatizando aquele trecho conciliador e ponderado no qual o Ministro conclama os cidadãos venezuelanos a, em prol da paz social penso eu , "DAR EN LA MADRE A TODA ESA GENTE FASCISTA DE ESTE PAÍS"! Que grande orador!Estilo Chávez. Na post do El Universal 272 pessoas comentaram. Pensei que finalmente iria ler EL PUEBLO.Pobre de mim e do povo.Ao tentar chegar até os comentários me deparei com os seguintes dizeres: "El Universal ha decidido restringir recepcion de comentários en sus noticias del dia" Entendi tudo.Como disse Molero lá existe um braço forte e armado respaldando "el pueblo". Do qual não fazem parte os coitados dos comentaristas,é evidente. A corrupção que existia antes de Chávez na Venezuela - e ela era enorme - não justifica a corrupção atual . Com certeza o povo venezuelano, mais do que um passado sujo e um presente populista e hipócrtica,merece um futuro com reais possibilidades de realização pessoal e social. Diego Molero está metido,assim com a maior parte das grandes estrelas das Forças Armadas,em tráfico de drogas até o nariz.Chegou a ter contas em seu nome e recheadas de milhões de dólares,bloqueadas nos bancos dos EUA,onde é investigado pelo crime. À epóca foram parados e presos militares de alta patente e confiscado um caminhão carregando duas toneladas de cocaína,numa província venezuelana.Apesar de todas as evidências,Chávez,mais uma vez,reinventou a vida:nomeou Molero Ministro da Defesa. No entanto,não podemos esquecer uma coisa:se Cabello chama-se Forças Armadas,Maduro chama-se Cuba.Num primeiro momento as facções se aglutinam para fazer de Maduro presidente.El Rey Hugo I,o apontou como seu herdeiro.E lá se foi a Constituição.Sem qualquer problema,pois Chávez refez a Constituição como bem quis e ainda assim, parecia gostar de metamorfoseá-la,conformes as suas necessidades e aos seus humores bolivarianos e históricos..Ou seja,sob Chávez a Constituição existia só para ser contrariada... Finalizando,uma vez eleito Maduro e seguindo em frente a revolução,haverá disputas fraticidas e intestinas dentro do regime.Você tem toda razão... que se cuidem Maduro e Cuba. Abraço

arilson sartorato em 07 de março de 2013

DESCONFIO QUE O TAL DO MADURO VAI RASGAR A CONSTITUIÇÃO E AMADURECER E APODRECER NA PRESIDÊNCIA, A EXEMPLO DO CAMARADA CHAVEZ.

Camilo castro em 07 de março de 2013

Se a Venuzuela não é um pais avançado não é por culpa de Chavez, senão por anteriores governos e FA entreguistas e corruptas. Hoje tanto FA e governo venezuelano são um exemplo para qualquer nação que quera sair da pobreza causada por governos entreguistas e apatridas. Isto tambem vale para os paises "civilizados" como: Italia, Espanha, Grecia, Irlanda, e outros arrasados pelo neo-liberalismo. Não procuremos pelos no ovo, todo governo no mundo é tutelado pelos militares. Quando não é, pode acontecer o que lhe aconteceu a john kennedy, Salvador allende, Fernando Lugo, e outros. O importante é que a tutela seja motivada por convicções patrioticas (Venezuela pos chavez) e não por interesses corruptores foraneos(Venezuela antes de Chavez) e sempre dentro do marco da contituição. E não importa se são de direita ou ezqueda ou como voçes queram chamar, em primeiro lugar esta a patria. A idilogia se escolhe nas urnas pelo povo. Abraços.

Marcondes Witt em 07 de março de 2013

No dia da morte do Chavez, dois diplomatas americanos foram expulsos sob acusação de encontros irregulares com militares venezuelanos. Verdadeira ou não, a acusação tem por escopo o histórico americano de interferência em países soberanos, sejam os dirigentes locais democráticos ou ditatoriais. Assim, talvez os militares estão mostrando que são leais à Constituição venezuelana, sem pendor para golpe patrocinado pelos EUA (seja ou não verdadeira a acusação de interferência indevida desse país). Leais "à Constituição"? Que piada...

Aposentado em 07 de março de 2013

O vice-presidente Maduro, saberá conduzir a Venezuela, pois é um ex motorista de ônibus! O problema é que o ônibus dele está em mau estado de conservação...

pierre em 07 de março de 2013

Essa parte podre das FFAA venezuelana não quer concorrência para o transporte, de certo produto,produzido por sua protegida Farcs,para a America do Norte!

Bruno Sampaio em 07 de março de 2013

Isso nos leva a uma questão muito mais importante: a quantas anda a cooptação de militares à causa lulopetista aqui mesmo, no Brasil? Se o último recurso da defesa dos princípios democráticos passar a apoiar a bandidagem, ferrou!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI