Um vídeo que circula na internet responde, com muito bom humor, à questão acima.

Moisés poderia, por exemplo, conversar com Deus pelo Skype; escrever no Facebook pedindo ao faraó que liberte o povo de Israel; publicar um vídeo no Youtube mostrando as pragas atacando o Egito; ou convocar seu povo, pelo Twitter, a fugir para a Terra Prometida.

A brincadeira fez um enorme sucesso na rede e sua versão em inglês já foi vista por mais de 1 milhão de pessoas. Ainda não há uma versão em português, mas a em espanhol pode ser vista abaixo. Divirta-se:

httpv://www.youtube.com/watch?v=htkrD01eJu0&feature=player_embedded

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + quatro =

3 Comentários

JT em 17 de abril de 2011

Moisés seria um fiasco no Facebook e no Twitter. Como competir com Luciano Huck e Rafinha Bastos, por exemplo? Os verdadeiros sábios tem pouquíssimos seguidores na rede, se comparados com o radiadores de conteúdo superficial e descartável - alguns deles remunerados para escrever suas bobagens.

José Geraldo Coelho em 16 de abril de 2011

Pobre Moisés. Vou repetir aquí as palavras de um Primeiro Ministro israelense: Moisé vagou 40 anos conosco pelos desertos e nos trouxe para o único lugar do Oriente Médio que não produz petróleo. É que na época o importante era a água.

Paulo Bento Bandarra em 16 de abril de 2011

Legal mesmo seria ver os holocaustos gozosos dos cananeus, e dos heteus, e dos amorreus, e dos heveus, e dos jebuseus, a qual jurou o Senhor aos teus pais que daria a Moisés, terra que mana leite e mel. Crianças, mulheres, velhos e todos os animais dos mesmos para que o povo escolhido tomasse conta das terras dos outros. Ia ser sangue para tudo que é lado aos borbotões. Mas sangue por uma "boa causa"!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI