Image
Nesse autovídeo, cada gota de suor, cada expressão, cada lágrima, tudo registrado durante o salto de bungee jump do desportista russo

O vídeo que vocês vão ver é incomum devido ao ângulo original da câmera.

Aqui, a estrela principal não é o salto de bungee jump em si nem a paisagem — mas a reação do jumper russo. Com a câmera ajustada no alto da cabeça, focando apenas seu rosto, o vídeo registra as expressões, cada uma das palavras e até algumas lágrimas do rapaz. Dá um frio na barriga, pois mesmo sem saber russo, vocês conseguem imaginar direitinho o que o saltador possa estar dizendo.

LEIAM TAMBÉM:

VÍDEO ES-PE-TA-CU-LAR: homens voadores entre florestas e montanhas inacreditáveis na China

FOTOS DE ASSUSTAR: vivendo literalmente à beira do abismo

Fotos e vídeo de adrenalina pura: os loucos homens voadores que, num segundo, podem despedaçar-se num penhasco

Vídeo para começar rindo o domingo: trapalhadas com paraquedas

Outro refresco em meio a tanta notícia de política. Que tal voltar à Capadócia, na Turquia, para um voo de balão, passo a passo?

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × um =

5 Comentários

marcelo cunha - rib preto/sp em 14 de março de 2013

Mr. Bean?

moacir em 13 de março de 2013

O post a que você se refere estava fechado para comentários por maluquice do nosso sistema. Seu alerta nos levou a acertar tudo, Obrigado!

André em 13 de março de 2013

Queria achar um traduzido kk

Reynaldo-BH em 13 de março de 2013

Para IEDA DIAS. Que precisa de 10,00 ou 20,00! E que não precisa de quem passe, olhe e continue a caminhar! Muioto obrigado a todos! Um beijo MORENA. https://www.youtube.com/watch?v=kkXEKiLZW1U

Reynaldo-BH em 13 de março de 2013

Setti,no dia 23/03 aqui em BH, conseguimos ter a ajuda (mais uma vez!) da maior cervejaria da cidade. Krug Bier. Fabricante de cervejas que faz um imenso sucesso. O donoda mesma também acredita que não há comoser feliz ao lado de uma miséria que grita. No mundo todo. Ieda Dias, nossa Eidia, estará promovendo (com enormes dificuldade sde todos nós) uma tarde com grupo musical de jazz (formados por médicos) e com renda para a Premametta School, da Índia. Meu desabafo deste meses de luta (que para Ieda provoca tristeza, mas NUNCA desânimo! Eita mulher de fibra!)segue abaixo. Um imenso, carinhoso e agradecido abraço! Reynaldo. ============ Morena (Ieda Dias, nossa madre Tereza e Minas). A miséria não conhece limites. Para um miserável que tem um pão por dia é rico. Na verdade, é! Sua luta - uma das mais belas que conheço! - te faz aproximar de quem nada tem e nada espera. Aqui ou na Índia. Mesmo que estes pensem que você seja uma "milionária" por dar mais que comida e roupas. Dá-lhes FUTURO! De modo quase isolado, pois a maioria das pessoas se julga atuando dando um "apoio moral". Quando os miseráveis precisam de apoio real! NÃO DESISTA! Mesmo que até incompreensões possam bater à sua porta nas noites de angústia que acompanho, ainda mais angustiado. Pelo que você vive, vê e acredita! A miséria tem pressa, Ieda. A fome não escolhe hora. E o futuro é menor a cada dia que se passa e nada se faz. Você faz! É assustador que você não tenha a ajuda de muitos. Ou dos necessários. Ao contrário, só tem a de alguns. E enfrente as dificuldades daqui e de lá! Você e ANUP, este indiano que aprendeu que não há salvação sozinho. Sabe, Morena, existem pessoas essenciaiss. Você é uma delas, sem favor. Um dia a ficha de muitos, caíra. Não são palavras; são ações. Não é uma atuação no conforto da sala em frente ao computador: mas sim combatendo, na vida e dia-a-dia, o flagelo da injustiça humana. Sua alma sensível, seu choro fácil, seu riso solto, suas insônias com razões, são uma facada nos nossos peitos! Uma vontade de subir em um telhado no topo do mundo e gritar: ESCUTEM! VEJAM! SEJAM HUMANOS! Não se preocupem com Ieda. Ela nunca pediu nada para ela. Cuidem de 60, 70, 100 crianças! Dê algo, o mínimo! Mas, doem! Passe das palavras de apoio ao apoio sem palavras. Com ações. Não com apoios virtuais. Crianças precisam de comida, saúde e local seco para ao menos tentarem estudar! Este vídeo aqui postado é para ser exibidos na Índia, para os PAIS dos alunos. Para que entendam também a necessidade de estar cada vez mais juntos, unidos na mesma utopia. Pois Ieda não é americana ou japonesa! É BRASILEIRA! MINEIRA! Conhece a miséria não de ouvir falar, mas de ser confrontada todos os dias nas ruas de nossas cidades. E que os pais dos meninos entendam que Ieda não é uma turista nem mesmo uma milionária que destina parte de seus impostos para auxiliar a um país distante, como fazem americanos, japoneses e europeus. Não! Tira do seu sustento de aposentada o vetor que a faz maior que é. De que todos nós somos! Que faz e não protesta somente. Que age e não aguarda! Mesmo vindo de um país (que os indianos conhecerão!) que também é miserável! Beijos e OBRIGADO, Morena! Que quem leia abra mão do MÍNIMO e que faça UMA CRIANÇA passar a acreditar em algum futuro!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI