Image
Depois de sobrevoar Roma por apenas 45 minutos, Stephen Wiltshire reproduziu minuciosamente, em desenho, um dos monumentos arquitetônicos da humanidade

É espantoso, é inacreditável. Stephen Wiltshire, 39 anos, nascido em Londres, é autista e só começou a pronunciar as primeiras palavras aos 5 anos de idade. Tem a característica dificuldade de comunicação dos portadores do problema, mas enorme aptidão para o desenho e, acima de tudo, uma memória visual espantosa, quase sobrenatural. Seu apelido é A Câmera Viva.

Aos 11 anos, ele conseguiu desenhar com grande fidelidade o centro de Londres após apenas um sobrevôo de helicóptero sobre a cidade. Recentemente, para por à prova uma vez mais sua habilidade, levaram-no num vôo de helicóptero sobre Roma, cidade que ele não conhecia, durante 45 minutos. Depois, o artista foi colocado diante de uma grande tela de papel e munido de canetas especiais para desenho, de tinta preta.

Pois bem, em três dias — TRÊS DIAS — ele desenhou, com detalhes fotográficos, todo o centro histórico da Cidade Eterna e mesmo bairros mais distantes. Sua memória prodigiosa guardou dezenas de milhares de detalhes — começando pela Catedral e pela Praça de São Pedro, e sem fazer rascunho ou planejar de alguma forma a obra, ele conseguiu reproduzir cada monumento, cada edifício, cada coluna, cada janela, cada praça, cada ruazinha e cada beco de Roma, incluindo obras arquitetônicas complexas como o Coliseu.

O narrador do vídeo abaixo, em inglês, diz que, comparando-se o desenho de Wiltshire com a Roma real, os traços do artista estão “assustadoramente corretos”. No vídeo aparece, a certa altura, a irmã do artista, Nathalie.

A dica é do amigão do blog Fernando Portela. Vejam vocês mesmos, para acreditar:

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × um =

22 Comentários

Marcus em 13 de agosto de 2013

Pra mim, Messi é autista, além de artista.

olivia em 12 de agosto de 2013

Pr'a mim isso só tem uma explicação: lei da reencarnação! Acreditem ou não ela existe! Deus não dá privilégios para ninguém!

Nilmara Teixeira em 09 de maio de 2013

Magnifíco. Um ser iluminado e abençoado por Deus.Parabéns

rodrigo em 25 de abril de 2013

Me parece que a imagem que ilustra o post não confere com a imagem criada no video. Abraços.

BOB em 25 de abril de 2013

A TV Cultura mostrou faz tempo um filme sobre um autista inglês que desenhou alguns prédios históricos de Londres depois de um rápido passeio de van. Os desenhos eram super detalhistas - mas os prédios estavam todos "do avesso".

J.Paulo em 22 de abril de 2013

Não acredito nisso não! Acho que ele já tinha visto umas boas gravuras de Roma.

patriciabezerralopes em 19 de abril de 2013

Não tenho palavras linda história com 5 anos começou a pronuncia as primeiras palavrinhas, e aos 11 conseguiu desenhar londres após fazer um VÔO parabéns!!!!

edmundo santos em 19 de abril de 2013

obra de deus

Leonardo Saade em 17 de abril de 2013

Caro Setti, o neurologista José Salomão Schwartzman deu uma entrevista ao Drauzio Varella, em que explica as características dos autistas. Na entrevista ele sugeriu que talvez Mozart fosse autista devido a certas características do famoso compositor, como o perfeccionismo em sua área de atuação e a dificuldades de relacionamento, descrito por biógrafos. Segue o link da entrevista http://drauziovarella.com.br/crianca-2/autismo-primeira-parte/. . Um abraço grande Setti! Outro abração pra você e muito obrigado, caro Leonardo.

Dulce Regina em 16 de abril de 2013

Setti, algo errado está acontecendo, desde à tarde. Estou com dificuldades de abrir seu blog e, do Augusto Nunes. Será algum problema ? Cara Dulce, nós não tivemos notícias nesse sentido de outros leitores. Talvez seu computador esteja com algum problema. Espero que já tenha resolvido! Um grande abraço

Dulce Regina em 16 de abril de 2013

Setti, magnifico ! Essas pessoas escolhidas e iluminadas por Deus, têm uma capacidade incrível de se expressarem, cada um com seu desenvolvimento, de acordo com aptidão que, se manifesta de forma intensa e coerente. Parabéns pela matéria.

Leonardo Saade em 16 de abril de 2013

Vídeo sensacional! Já li entrevistas de alguns neurologistas sugerindo que vários gênios na história eram autistas como Mozart e até Alberto Einstein. Uma prova de que devia se incentivar e divulgar as habilidades especiais dos autistas para todo mundo. Einsten seguramente não era, caro Leonardo. Sobre Mozart, nunca ouvi falar. Abraço

EDJAILSON XAVIER CORREIA em 16 de abril de 2013

Sou pai de um Autista, ele é autodidata, trabalha partes de seu cerebro, visivelmente, para suprir as dificuldades da doença. Não tem Escola neste país que acompanhe, como se deve, um ser humano Autista, os pais tem que sobreviver a Grupos de Medicina Comportamental e Físico para suprir seus espaços de busca por uma vida digna e justa. Muitas vezes comparam os Autistas aos corruptos homens públicos desta Nação em desencanto, e, utilizo todos os meios de comunicação para repelir com veemencia tais afirmações. O Autista é puro, amoroso e leal amigo, basta o conhecer, entender, respeitar e o amar com intensidade !

Flavia do Nascimento Borba em 16 de abril de 2013

São estes detalhes que fazem a diferença. Só descobriremos o brilhantismo das mentes autistas diferentes e fundamentais para a humanidade, se soubermos parar para compreende-las e admirá-las e mostrar a eles o quanto eles são importantes para nós ditos "normais".

Valéria Delfim em 16 de abril de 2013

Olá Ricardo, bela matéria! Realmente o Stephen faz um trabalho fora de série.Como ele pode deduzir corretamente mesmo o que ele não conseguiu ver? Abraços para você e parabéns pelo seu trabalho, estou acompanhando diáriamente.

Marcio em 15 de abril de 2013

Lindo....perfeição....divino

Hassan em 15 de abril de 2013

Caro Ricardo Setti, Como humilde contribuição, sugiro que o colunista e os leitores interessados em saber mais sobre isso leiam sobre habilidades inatas, que são tão bem explicadas pela doutrina espírita. Como 'ex-nihil nihil' (ou seja, 'do nada, nada pode porvir'), somente uma existência prévia (ou existências) poderia explicar tais capacidades trazidas por esse notável ser humano. Um abraço a todos.

Claudia Silva em 15 de abril de 2013

Ricardo, Stephen é espetacular. Se quiser saber mais olhe o facebook dele http://www.facebook.com/StephenWiltshireGallery?fref=ts Muito obrigado, Claudia. Eu já havia olhado, mas agradeço sua amabilidade de passar o link. Um grande abraço!

Ana Cristina em 15 de abril de 2013

Meu Deus, que coisa maravilhosa!!! obrigada pela reportagem!

andersonp em 15 de abril de 2013

39 anos, desenhista, curte arquitetura, e não conhecia ROMA ? sei! O rapaz é autista, Anderson.

moacir em 15 de abril de 2013

Setti, Que coisa espantosa!Eu já havia lido sobre autistas com capacidade extraórdinária de memória -tipo decoram os catágolos telefônicos de todas as capitais dos EUA,ou que alguns são proibidos de entrar nos casinos pois processam estatísticas como um super-computador e conseguem prever as cartas e/ou números. Mas isso não é só memória ou cálculos matemáticos.É Abstração.Arte.É diferente. Quem não consegue abstrair "Isso" sou eu. abraço

toninho malvadeza em 15 de abril de 2013

Inacreditável mesmo ! Sem palavras.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI