VÍDEO MUITO BOM: Nelson Motta, em entrevista a Juca Kfouri, mostra que criticar a esquerda não significa ser “de direita” — e se define como um liberal

Foi de esquerda na juventude, viu desmoronar o Muro de Berlim e comunismo “real” da União Soviética e satélites, com suas mazelas e barbaridades, teve uma experiência de vida enriquecedora nos Estados Unidos, que o fez admirar a força da sociedade americana e o funcionamento de sua democracia e, como tantos outros, mudou.

Indagado por Juca Kfouri em entrevista à ESPN se se tornou “de direita”, o polivalente Nelsinho Motta — jornalista, escritor, compositor e produtor musical, entre outras múltiplas atividades — se declara um “liberal”. E não se incomoda se o que pensa e as ideias que defende sejam consideradas “de direita” ou o que seja.

Muita gente — eu próprio — poderia dizer que sua trajetória em direção ao que pensa atualmente é bem parecida. E você?

Confira o vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

59 Comentários

  • Antonio R. Melo Jr.

    Esse Juca Kfouri me causa nojo.
    O ponto alto da entrevista do Nelsinho é quando ele diz que a experiência dele nos EUA o fez ver a força do capitalismo que faz as coisas funcionarem com eficiência.
    A justiça é rápida.
    Ao contrário daqui do Brasil, que talvez daqui a dez anos esteja julgando os réus do Petrolão e como o STF está quase que 100% “aparelhado”, com os Ministros usando a estrelinha do PT em suas togas, os políticos ligados ao PT serão inocentados ou pegarão pena branda, e os civis a paisana pegarão penas severíssimas, tal qual Marcos Valério, para fazer de conta que existe justiça no Brasil.
    Infelizmente esse país está cada vez mais insuportável.

  • iara

    Nelson Motta é um democrata cercado de museus da “intelectualidade” , ou melhor, da esquerdopatia brasileira. Fez 70 anos e parece um garoto, acho que porque está sempre se renovando. Ele e Lobão são exemplos de independência moral e intelectual, não se vendendo à ********* que hoje desgoverna o Brasil. Salve Nelsinho!

  • cristina

    KKKKK VALEU Nelson Mota!!!Essa coisa ,juca kfuro , se estrepou!Aprenda seu ****** útil,nem todo mundo dessa geração é uma **** como vc.Nelson não é hipócrita ,não fecha os olhos para as atrocidades cometidas pelo comunismo,que diga-se de passagem,NUNCA tirou póvo nenhum da miséria!!A liberdade é o único modo de tirar um povo da miséria!!!

  • Lucas

    Juca Kfouri não passa de um coprólito.
    Simples assim…

  • Ex-marxista

    Sim, Setti, o vídeo é muito bom, assim como o de sua entrevista na TVeja. Porém, neste último pareceu-se que você ficou desconfortável e constrangido ao ser indagado sobre o Foro de São Paulo, além de minimizar a sua relevância na resposta. Pergunto-lhe agora: por que assim agiu, quando o próprio Lula em vídeos realça o fundamental papel do Foro na conquista do poder pelos esquerdistas revolucionários na América Latina?

    Seria por medo ou por acreditar realmente que o FSP não tem peso nas políticas do PT?

    Fique constrangido e desconfortável, eu? Pois se eu escrevia sobre esse bando há 12 anos! Só acho que o importante é discutir como as eventuais decisões do Foro de SP repercutem no governo lulopetista — isto é o que interessa para nós, e é isto o que tenho procurado discutir.
    “Papel fundamentao do Foro” na conquista do poder? Acho relativo. Você acha que os stalinistas do PT não sabiam o que era necessário fazer para que tivessem “tudo dominado” lá atrás, quando fundaram o partido, antes do Foro?

  • Ex-marxista

    pareceu-me (correção)

  • Paulo Campos

    Visão Perfeito do Nelson, acordou para a realidade.

  • Berlatto

    Setti, viu a cara de espanto do Kfouri? E a posição corporal dele com os braços cruzados? Seria defesa?
    Palmas para Nelson Mota. Resumiu com mestria o que é ser liberal/conservador.
    Sempre é bom lembrar que o Juca trabalha na ESPN, empresa americana. Ou estadunidense, no dizer dos esquerdopatas, claro.

  • reis costa

    Sempre disse isso,sem morar nos Estados Unidos,a liberdade do individuo é fundamental e primordial,não acredito em nada,que se apresente como se o coletivo está a cima do direito individual,infelizmente o Brasil tá com essa demência,que se é para o bem do coletivo,tudo é possível e valido. Por isso o Brasil,tá nessa ***** que tá. E no mais esse Juca é um verdadeiro boçal

  • Caio Frascino Cassaro

    Prezado Setti:
    Sou assumidamente um sujeito de direita, sinônimo de conservador. Católico praticante, respeitador da lei e dos contratos, conservador nos costumes, a favor do livre mercado e, por via de consequência, um democrata convicto. No Brasil a direita ficou estigmatizada pela aliança feita com os militares para livrar o país de uma ditadura de esquerda – o que desaguou em uma outra ditadura que, diga-se de passagem, tinha pontos muito semelhantes com as pauta econômica e política da esquerda de hoje em dia – forte presença do estado na economia, muita regulação, eleição de “campeões nacionais” para receber as benesses do governo via BNDES, controle da liberdade de expressão, judiciário à feição do governo, vitória eleitoral nos rincões, terrorismo eleitoral, etc. Não é a toa que Luizinacio admirava o governo Geisel, como declarou certa vez em entrevista. Como certa vez um sujeitinho que costumava frequentar o Blog e se auto-alcunhava de FILÓSOFO (assim mesmo, com letra maiúscula – pretensão pouca é bobagem) me definiu, sou um “BUFÃO ENEVOADO DA DIREITA RAIVOSA”.
    Vindo dessa gente, sou sim de direita. E com muito orgulho. Sou exatamente o contrário, o oposto dessa gente.
    Abs

  • Nádia

    Um comentário dos mais lúcidos que já ouvi. É isto mesmo , a liberdade é o principal bem que existe em nossas vidas, não é o estado que vai n os querer limitar. A vida é unica. A música , a cultura , o trato com o indíviduo é único nos Estados Unidos . De meus pais nascidos na Rússia só amo a cultura , odeio Putin e a continua ditadura que por lá sobrevive. E o pt quer nos implementar uma baixaria desta. Agora este kfouri é muito empolado.

  • JT

    Esse Juca Kfouri deve sentir comichões para sair do armário ideológico. Ele tenta fazer o tipo de sujeito neutro e independente, acima do bem e do mal, mas nas entrelinhas percebemos que é um emulador de gente como José Dirceu e Genoino. A bronca abafada que ele tem do Aécio Neves revela isso.
    Fora que ele chove no molhado quando o assunto é futebol – nisso ele é o rei das obviedades.
    Posto isso, gostei muito da catracada que o Nelson Motta lhe aplicou: a pergunta lhe foi endereçada no queixo, mas a sequencia de jobs em sua resposta foi avassaladora. O Motta esquentou as duas orelhas do Kfouri.

  • marcelo cunha - rib preto/sp

    Perfeito Nelson.
    E a cara do comunistinha de araque?
    Esse J Kifuro é intragável, pernóstico e vive do passado.

  • Cidadão Quem

    Gostaria de comentar esta mais tarde. Não posso perder a oportunidade. Gente inteligente é coisa rara…

  • Moacir 1

    Grande Setti, grande Nelsinho.
    Valeu o vídeo.
    //
    ” Foi de esquerda na juventude, viu desmoronar o Muro de Berlim e o comunismo “real” da União Soviética e satélites, com suas mazelas e barbaridades, teve uma experiência de vida enriquecedora nos Estados Unidos, que o fez admirar a força da sociedade americana e o funcionamento de sua democracia e, como tantos outros, mudou.”
    //
    Caracas! Nesta definição cabe muuuuita gente que eu conheço…rsrsrs.
    Inclusive o Luizinácio, conforme o Berto lá no JBC
    //
    ” Agora vamos aos fatos:
    Em evento promovido pela revista IstoÉ, no dia 11 de dezembro de 2006, o Presidente Lula fez um discurso para uma platéia, formada quase na totalidade por grandes empresários. Neste discurso, de improviso, o Presidente pronunciou a seguinte frase:
    *
    “Se você conhecer uma pessoa muito idosa esquerdista, é porque ela tem problemas. Tem um parafuso frouxo”.
    *
    Repito: o autor da frase é o Presidente Lula. Eu apenas a repeti no Jornal da Besta Fubana. E, para seu conhecimento, ele complementou seu pensamento com esta afirmação:
    *
    “Se você conhecer uma pessoa muito nova de direita, é porque também tem problemas. Então, quando a gente está com 60 anos é a idade do ponto de equilíbrio. A gente se transforma no caminho do meio”.
    *
    A filósofa Marilena Chaui, que tinha 65 anos de idade quando o Presidente Lula pronunciou a frase, é uma esquerdista e petista histórica que, numa entrevista, fez a seguinte declaração:
    “Quando Lula fala, o mundo se ilumina”.
    //
    A gente pode perder de vez em quando…mas se diverte.E segue em frente,LIBERAIS até o talo, sem preconceitos , sem permitir a “venezuelização” nas nossas ideias, pela democracia ,pelas liberdades,por alguns underdogs, pela livre expressão do pensamento,pela imprensa ,pela CIVILIZAÇÃO.
    Oposicionistas sempre!!
    E o resto?
    ” Balcão de secos e molhados ”
    Of course…
    Abraço

  • Luciano

    O que eu penso é que ser direita não tem absolutamente nada de errado, exceto para alguns tarados ideológicos de esquerda.

  • benvita

    O Nelsinho deu um baile no sr Kfouri, indiretamente dizendo “você que se diz de esquerda é no mínimo retrógrado, e por ser velho e conhecer a história deve ser burro ou mentiroso”.
    Essa esquerda caviar brasileira é ridícula !

  • Payxão

    É isso aí Nelson Mota, memorável a sua resposta ao Juca, que ele reflita.
    Como diz o Jabor evoluir sempre, regredir jamais! Se o comunismo fosse bom, ainda existiriam todos!
    MEMORÁVEL!

  • jose antonio guimaraes neto

    Tenho viajado com frequência a USA a trabalho. Cada viagem me deixa mais convencido do acerto do modelo utilizado por eles. Por outro lado, fico muito frustrado com o que encontro ao meu retomo. É bom lembrar que, por exemplo, sou recebido por um esgoto a céu aberto que teimamos em chamar de “rio”.
    Eu não desejo mudar para lá. Eu quero que meu país encontre o caminho da ética, mude e amadureça.
    Se isto é ser de direita, então eu sou de Direita. Um cara de direita que é a favor do aborto, da legalização das drogas e que odeia qualquer tipo de ditadura.

  • jose antonio guimaraes neto

    A propósito, lia a Folha desde os 16 anos. Tenho 54, não leio mais. Escutava o Juca Kifouri com carinho, agora que ele se exploda.
    Uma pena!

  • jose antonio guimaraes neto

    Continuo gostando, muito, do Nelson Motta. Esta entrevista apenas aumentou minha admiração. Só não entendi os óculos de sol…falta de colírio? 🙂 Bem, também não entendi seu desgosto com a música italiana, que eu adoro….valeu pela dica do Pino Daniele.

  • pedro

    Esse obsoleto Juca Kfouri é um “esquerdista” ridículo mesmo. O Nelson Mota, em 3 minutos, e com extrema elegância, acabou com ele…

  • Jair Sergio de Moraes

    Neste vídeo Nelson Motta condena os que usam de qualquer meio para chegar a um fim, como faz o PT, e o Juca Kfouri concorda com ele, concorda mas pratica outra coisa, quantas vezes em seus programas, sua coluna, em opiniões como a vaia da elite branca na Copa, seus artigos sobre o Aécio antes das eleições, demosntra claramente seu apoio ao PT e seu modo de agir, prá mim não tem credibilidade nenhuma ese jornalista, finge uma sinceridade que não tem.

    Um jornalista pode perfeitamente ter suas opiniões políticas de esquerda ou do que seja e ter credibilidade. Ele não pode ser contra Aécio e, ao mesmo tempo, ser sério? De onde você tirou esse tipo de conceito?
    Juca Kfouri merece respeito por sua longa trajetória de jornalista correto e corajoso.

  • Paulo

    Grande Nelsinho!!

  • Jane Doe

    Disse tudo, Nelsinho!! E viva a liberdade de expressão, o respeito às leis e aos semelhantes! O Brasil anda chegará lá.

  • Wagner

    Setti,

    Defender o Juca é bacana, já que é colega seu de profissao. É destemido e bom jornalista, entretanto é sim um cara parcial e tomou uma surra do Nelsinho (estava pronto para pegá-lo na curva, mas nao conseguiu, pois este foi mais rápido). Sei do que estou falando, pois sou palmeirense (ao contrário do Juca, mas isso nao é tao importante) e liberal tb (assim como o Nelsinho) – já troquei emails com o Juca. Moro hoje nos EUA e luto pelo meu país por aqui (de verdade, vendendo o Made in Brazil e sem o tal de complexo de Tatu, pois tive berço – meu pai era seu colega de profissao tb), esperando que as coisas mudem para melhor por aí. Abs.

  • Evandro


    OLÁ SETTI !!!
    Parabéns por ter brindado seus leitores com
    esse magistral vídeo.

    o comunistóide-petista , ficou com cara
    de paisagem !!!

    Nem teve como contradizer uma vírgula do
    que o Motta disse..
    ficou com cara de quem comeu e não gostou,
    ou melhor,
    ficou achando que convidou o entrevistado
    errado kkk
    -Parabéns mesmo, SETTI.

  • FILÓSOFO

    Merecem respeito a crítica musical e composições do Nelsinho Motta – mas acho que ele foi mais uma vítima da “Síndrome de Paulo Francis” : cuja etiologia é renegar o passado de esquerdista e sintomatologia é vociferar asneiras reacionárias. O prognóstico desta patologia infelizmente não é muito animador : basta constatar o estado mental dos “afetados” Arnaldo Jabor, Lobão, Marcelo Madureira, Caetano Veloso e demais luminares da imprensa e das artes deste país.
    .
    .
    http://www.cartamaior.com.br/?/Blog/Blog-do-Emir/De-ex-a-anti-esquerdistas/2/27121
    .
    .
    Desejo uma boa noite a todos os amigos do conceituado BLOG.

    Defender a democracia liberal é “vociferar asneiras reacionárias”? E para isto você se vale de palavras de um ultraesquerdista fanático que anda de carro, no banco de trás, com motorista particular, de tando que odeia o capitalismo?

  • marco

    É impressionante o DESCONFORTO do Juca Kfouri Acredito que ele Não estava esperando por essa resposta do Nelson Mota. O Juca ficou literalmente DESNORTEADO por receber uma AULA DE DEMOCRACIA.

  • Sergio Drumond

    De fato é tudo verdade o que ele diz…mas nem tudo…não é bem assim tambem…há controversias…muito do progresso deles se deveu a despacharem pra nós o que não deu certo pra eles…a tentativa perene de colocar-nos,e com relativo sucesso,como subalternos aos interesses deles…à nossa colonização cultural…a cultura do automovel,por exemplo,quando sequer tínhamos estradas…ao nos impor ser um país produtor de commodities e tecnologicamente subdesenvolvido onde o capital intelectual tem valor nenhum……ao atrapalhar o nosso progresso cientifico e tecnologico…o capitalismo deles,a democracia representativa deles é tudo de bom…mas pra eles…não necessariamente pra nós…aquela máxima de que o que é bom para os Estados Unidos é bom pra nós é fajuta…fajutíssima…coisa de americano e dos sabujos deles aqui…o que é bom pra nós mesmo teremos de descobrir…não é aquilo lá literalmente e tampouco o socialismo…

  • FILÓSOFO

    Prezado jornalista SETTI :
    .
    .
    Desejaria retratar-me pela minha ignorância dos hábitos particulares do mestre em filosofia política e doutor em ciência política pela USP, assim como seu colega da grande imprensa, prof. Emir Sader – se realmente ele utiliza este meio de locomoção estará vivendo em contradição com seus princípios ideológicos – poderia ao menos dispensar o motorista.
    .
    .
    Abraços Cordiais.

  • FILÓSOFO

    Caio Frascino Cassaro

    05/11/2014 às 15:55

    Sr. Caio :

    Ideologias à parte, tenho profundo respeito pela sua erudição e coerência doutrinária, declarando-se abertamente um “direitista” – isto demonstra que o V.Sa. não é mais um trânsfuga que sofre da “ Síndrome de Paulo Francis” – que se não houver medidas profiláticas corre-se o risco de se tornar uma pandemia.
    .
    .
    Quanto ao “sujeitinho” pretencioso que se auto-intitula Filósofo ( com “f” maiúsculo ) informo-lhe que destarte seu pesar, continuo frequentando o BLOG do Setti – é um dos dois únicos da grande imprensa ao lado do Lauro Jardim da VEJA, que aceita alguma opinião divergente, honrando o espírito democrático. Para seu regozijo estou apenas evitando comentar neste ilustre espaço, para evitar celeumas com a maioria dos leitores.
    .
    .
    Concluindo Sr. Caio acho que V.Sa. deveria ter mais consideração com os filósofos, não os julgando pela grafia do nome ou pela arrogância – afinal como já afirmava PLATÃO : “ Para um Estado ser bem dirigido é preciso que os filósofos se tornem reis, e os reis se tornem filósofos” ( apesar de discordar da forma de governo que ele apregoava na sua “A República”, concordo que os filósofos estão acima dos meros mortais – principalmente da categoria a que fazem parte os bisonhos reacionários ). Pois para se chegar a um “rei filósofo” é necessário “paideia” (educação ) para possuir “ episteme ’’ ( ciência ).
    .

    REGARDS.

  • Silvio

    Nelson Motta pensa praticamente igual aos mais de 51 milhões de brasileiros que votaram na oposição.
    A grande maioria nem precisou morar nos Estados Unidos para reconhecerem que a democracia, ainda que com defeitos, é o melhor sistema de governo criado até hoje pela humanidade. Ninguém quer ser rotulado de direita. Não é atualmente politicamente correto se declarar como direitista. O que é ser de direita? É ser democrático; é ter respeito à liberdade de expressão;é ser favorável ao direito à propriedade; é querer um estado menor que interfira menos na vida do cidadão; é defender o respeito às regras; é pela valorização do indivíduo e não do coletivo; é defender a meritocracia e à favor da competência; é ser à favor de uma melhor e mais digna distribuição de renda através do esforço e empenho pessoal ,etc.. Eu sou de direita, o que há de errado comigo?

  • Elektrabuzz

    juca não teria nem argumento. marxista fica só repetindo cacoetes, não há coerência. e ele atacou justamente o cerne do marxismo: quando é possível fazer o “diabo” para atingir essa utopia, então o marxismo nega a verdade, a justiça, a liberdade, tudo – para se atingir a essa utopia.
    deixou bem claro que o individuo e a família é o que se deve preservar e que jamais devem ser esmagados em favor de um projeto de poder bizarro marxista.

  • anonimo veneziando

    E, o Juca Kfouri se define como o quê? Um jornalista cumpanhêru!?

  • razumikhin

    Eu sou de direita – o PT me endireitou.

  • Leonardo

    Foi o senhor Juca Kfouri , há alguns anos , quem espalhou o boato de que teria visto Aécio Neves agredir sua esposa. Convenientemente , esse pseudo isento à serviço do Lulopetismo , requentou essa mentira em 2014 com o intuito de prejudicar o tucano. E acabou conseguindo . Isso posto , me recuso a assistir e comentar a entrevista (por mais que admire o Nelson Motta ) porque não darei IBOPE a esbirros do PT travestidos de jornalistas

  • Mauro Julio Vieira

    Países em que a interferência do estado é intensa, como no Brasil, e isso se deve a Getulio Vargas, aas liberdades ficam comprometidas e sem a liberdade individual, o coletivo fica prejudicado. Isto tudo se agrava ainda mais, com o tal coletivismo, no que diz respeito à segurança jurídica, direito à propriedade, etc. Foi exatamente por isso que a “poderosa” URSS faliu.
    Aonde estão a medicina soviética?
    Aonde está o automóvel soviético?
    Aonde está o computador soviético?
    etc, etc,etc
    Enfim, o que faz o conforto das famílias, ou justiça social, é a produção e não religião que, no caso aqui, tem o nome de marxismo-leninismo.

  • Alexandre Sampaio Cardozo de Almeida

    São Paulo, 6 de novembro de 2.014

    Prezado Setti,

    Assisti esse vídeo no blog do coronel dois dias atrás. É delicioso ver um esquerdopata levar uma invertida como esse ******* do Kfoury levou do Motta. Para esse tipo de gente, não ser esquerdopata, é um grave defeito moral, quiçá, genético!

  • Bruno Sampaio

    FILÓSOFO – 05/11/2014 às 22:03
    .
    Seu blá blá blá empolado não engana ninguém que já não queira ser enganado. O fato de falar (ou escrever) “difícil, não torna verdades o que você diz.
    .
    Quem é que tem credibilidade? Emir Sader? ahahahahahaha! Essa é muito boa!

  • benvita

    Falar que emir sade (com letra minúscula mesmo) tem algo de intelectualmente verdadeiro a transmitir é ser ignorante, burro ou mentiroso…

  • wellington

    mandou bem. n.m.

  • Ronaldo força

    Viva Nelsinho Mota deu a resposta certa a uma pergunta velha e mofada. Esta história de esquerda e direita que frequenta nosso debate é uma questão do século XIX. Hoje as pessoas são conservadoras ou liberais. Sem nenhuma ofensa a quem é conservador, pois ser conservador é a preservação dos bons costumes, as tradições e o zelo por fazer a coisa certa. Esquerda no Brasil hoje é sinônimo de roubalheira, intransigência e violação dos direitos e da liberdade individual. Tal qual os esquerdistas do PT.
    O Juca Kifouri pretende ser um intelectual de esquerda, embora eu nunca tenha lido um filósofo ou grande intelectual que faça sua vida comentando uma coisa irrelevante como o futebol.

  • Ronaldo força

    CAro Ricardo Setti, tudo que escrevo sai um anúncio comentário repetido, mesmo que não seja. Não se canse dos meus comentários, pois não me canso dos seus mesmo que repetidos. Tudo que digo se reporta ao meu desejo, como é o seu, de tirar esta camarilha petista, que quer tomar conta do Brasil e nos proporcionar um governo stalinista de goela a dentro. Digo mais, sou capaz de fazer quantos comentários queira contra ou a favor de uma tese, porém me coloco frontalmente contra a ********* petista.

  • rodrigues

    Caro Setti, agradeço pelo vídeo. Sensacional!! O Nelson Motta responde a pergunta com maestria, eu já achava o Nelsinho inteligente e sensacional, hoje o vejo como um gênio.

  • Gilmar

    Kfuri, Ki fora!

  • Vinicius Vardiero

    Bom, só falta explicarem pra ele que ser liberal é ser de direita. Talvez ele tenha querido dizer que não é da direita conservadora (da qual faço parte).

  • Skarilha4

    Os anos de ‘Manhattan Connection’ certamente fizeram muito bem ao pensamento liberal de Nelsinho. Oxalá isto possa influenciar, com o tempo (e bota tempo nisso), a nossa classe artística tão cooPTada e dentro do armário, com medo de se assumir outra coisa que não seja “de esquerda”, publicamente. Tem muita gente boa por aí (e muita gente nem tanto) que estacionou nos anos ’60 e por lá ficou, romantizando uma esquerda inexistente, pretensamente “revolucionária” e de “vanguarda”.

  • Anderson Soares

    Muito bom esse vídeo. Deu uma boa resposta ao comunista Kfouri.

  • M.Lima

    Como boa mineira vou dizer: “Ô trem bão” foi ouvir esta resposta do Nelson Mota. É isso aí! Concordo com absolutamente tudo que ele disse.

  • Heloisa

    Excelente resposta de Nelsinho Motta: lúcido, inteligente, informado, um ser humano respeitável. Que pena que pessoas do calibre dele sejam tão raras! O jornalista que questionou-o saiu tão diminuído, coitado…

  • Mosca Azul

    Existe liberal que seja de esquerda ou que não seja de direita ?!??!!? Só nos EUA que deturparam o termo para contrabandearem idéias de esquerda.

  • Katia

    Não aceito rótulos. Sou oposição as más gestões. Justiça não tem partido e o lado é o do Correto.Entrou, vacilou? Vaza…. Simples assim…

  • Elohim Henriques Silva

    Genial esse depoimento verdadeiramente sincero e justo de Nelson Mota. Deixou o comuna jururu e caladinho! Quanto aos comunas,”Percebe-se um transe, um entorpecimento inexplicável em um grupo de eleitores do PT. São pessoas que não se enquadram na militância remunerada, nem nos ativistas pintados para a guerra contra seu próprio futuro, nem nos “movimentos sociais”, prontos para invadir terras produtivas. Esse grupo tem acesso à informação e sabe subtrair treze menos quatro, mas não admite a existência de um projeto de poder, não enxerga o caos instalado em nossa economia, apoia a maior quadrilha de ladrões de dinheiro público que já existiu, não percebe a falência da saúde e da segurança pública… São esses eleitores que me preocupam, não consigo entendê-los. Comparo-os a um homem que olha para o lado oposto quando outro homem põe a mão na perna de sua mulher, para fingir que não viu.” Leitor de Veja, Manoel S. Bezerra.

  • fpenin

    Juca pode ter as preferências políticas que quiser, é da democracia, mas é um chato…

  • Textículos do Jotinha (ES)

    Gosto do Nelson Motta. Foi casado com a grande atriz e pessoa humana, Marília Pera. Não resta dúvida, morar 9 anos nos Estados Unidos lhe fez bem. Mas, mesmo assim, parece-me também contaminado pela “síndrome Gabeira”, enfermidade cujos sintomas podem ser observados em alto grau em jornalistas como Jabor, Noblat, Miriam Leitão e Elio Gaspari. Confesso que não consigo engolir esse tipo de reflexão. Então, indignar-se com a esquerda, criticar o socialismo não significa ser de direita? Nelson Motta acaba de entrar no time daqueles ilustres que protestam contra a roubalheira, fora o resto, da esquerda socialista; pensa, fala, age e escreve como um legítimo opositor ao projeto de poder da esquerda socialista; procede como um autêntico soldado contra os métodos nada republicanos da “revolução cultural” da esquerda socialista, e tem vergonha de assumir que é… de direita! Não digo “direita capitalista” porque a direita não defende apenas o capital, a liberdade no campo econômico; defende, também, a liberdade individual nas áreas política, religiosa e intelectual; luta contra as ingerências e atitudes coercitivas do poder estatal; protege os direitos à vida, à propriedade e à opinião – premissas que a insana esquerda socialista insiste em destruir. Nessa guerra incansável entre direita e esquerda, caro escriba, não tem sujeito “meio flamenguista, meio vascaíno”; fulana “meio grávida”, fulano “meio gay”, beltrano “meio desonesto”, sicrano “meio socialista”, Nelsinho “de direita, mas nem tanto”, Jabor “nem de direita, nem de esquerda”, Marina Silva “nem de situação, nem de oposição, mas de posição(?!)”. Ou se está atolado de cabeça na podridão do jacobinismo marxista bolivariano narcoterrorista da esquerda socialista que “faz o diabo” para vencer eleições, ou se está do lado oposto, o das pessoas direitas, decentes, honradas. Alguém é de esquerda ou é de direita. Entre a esquerda e a direita não existe meio termo. Segundo Gabeira, o PT no poder é a esquerda que perdeu o rumo. Errado! A esquerda sempre sem rumo é a cara do PT no poder.

    Você precisa admitir que existem matizes, MUITOS matizes, nas posições políticas das pessoas. Não dá para dividir, burramente, as pessoas em gente de “esquerda” e de “direita”. E o pessoal do centro? E os liberais? E os que são ultraconservadores em economia e política, mas liberais em matéria de costumes? E vice-versa?
    O ser humano não é mixuruca como você acha que é, meu caro.
    A variedade de posturas, de pontos de vista e de crenças é um dos aspectos mais fascinantes e ricos das pessoas.

  • Textículos do Jotinha (ES)

    Também não acredito que tudo no mundo se resuma a uma simples questão maniqueísta, num planeta onde existam bons que serão sempre bons e maus que serão sempre maus. Quem sempre apostou no “eu, o sempre bom da esquerda” contra “ele, o sempre mau da direita” foi ele: o socialismo. Quem prega “burramente” a divisão social – “diuturna” e “noturnamente” – é o socialismo. No atual regime bolivariano socialista mensaleiro eu adquiri o direito de desconfiar desse “pessoal do centro”. Provavelmente, foi essa gente com os seus votos brancos, nulos e as suas abstenções que contribuíram a alçar uma governanta ao cargo de regovernanta. Quanto aos liberais, estão em guerra aberta contra a tentativa de golpe da esquerda, chamado “controle social da mídia”. Os ultraconservadores em economia e política, mas liberais em matéria de costumes, e vice-versa pararam de produzir no Brasil para fugir das ingerências e atitudes coercitivas do poder petralha estatal, e foram criar empregos lá fora, em países capitalistas. Tive tudo para ser cooptado pelo coitadismo da esquerda: sou afrodescendente, nasci na favela, estudei em colégios públicos. A esquerda quebrou a cara comigo, sou um daqueles pobres que venceram na vida pelo esforço, estudando e trabalhando duro. Tenho orgulho de jamais ter participado de uma greve. Estou em conflito com a esquerda, sim, especialmente com aqueles esquerdopatas intelectuais que criticam o PT como se não fosse um governo de esquerda, ou tivesse se desviado do caminho (como afirmou Gabeira). Lula, Dilma, o PT são apenas o topo do processo evolutivo do socialismo: promove o que há de pior. Faço oposição à esquerda exatamente porque é ela, como a da Coreia do Norte, que acha o ser humano mixuruca. É o socialismo, como o de Cuba, que não acredita na variedade de posturas, nos pontos de vista e nas crenças das outras pessoas. É a esquerda, como a da Venezuela, que nunca deu valor aos aspectos mais fascinantes e ricos das pessoas. A propósito, eu não sou de direita, quem inventou esse rótulo foram os esquerdopatas; eu sou direito. Continuo disposto ao bom debate com o admirado bloguista. Boa noite.

  • FILÓSOFO

    Concordo com o comentário do jornalista Setti sobre os vários matizes ideológicos que não se limitam a ESQUERDA ou à DIREITA, apenas algumas observações ou apontamentos :
    .
    .
    1. Historicamente esses termos surgiram durante a Revolução Francesa. O chamado “Terceiro Estado”, alta e média burguesia e setores mais populares, sentava-se à esquerda do rei, enquanto os aristocratas e o clero sentavam-se à direita. Somente após a revolução e a queda da monarquia é que essa divisão passou a ser usada para separar girondinos (a burguesia, temerosa de uma radicalização da revolução) e jacobinos (que desejavam esse aprofundamento revolucionário).
    .
    .
    2. A crítica não é com relação à certa personalidade – no caso o Nelson Motta – representar o pensamento de DIREITA ( ou algo similar como o neoliberalismo ). A questão é o que faz um militante de esquerda, que deve ter lido Marx, Engels, Lênin, Feuerbach, Trotsky, Gramsci, etc, ter composto canção de protesto, resistido à ditadura, etc,…..e de repente ter um lampejo ou “insight” e se tornar oposto ao que era – um liberal “blasé” apaixonado pelo império estatudinense ? Discordando momentaneamente daquele filósofo empirista Hume que questionava a noção de causalidade, para este “modus operandi” do Nelsinho deve ter havido uma causa – que se não for uma síndrome pode ser algo como não ter resistido ao “canto de sereia” do capitalismo. Portanto o sr. Nelson Motta pode ser um liberal ou qualquer outra coisa, mas não deixa de ser um trânsfuga – que trocou abertamente de ideologia, como se trocasse de guarda-roupa ao sabor das conveniências.
    .
    .
    3. Concluindo aqui vai um elucidativo artigo sobre o fato em questão : http://caouivador.com/2010/03/04/os-ex-esquerdistas-sao-os-piores/

    .
    .
    Desculpando-me pelos arrazoados, desejaria esclarecer que sou um admirador das “críticas musicais” e também das composições do Nelsinho – o que causou estranhamento é o mesmo ter- se tornado um Pangloss na TERRA DO TIO SAM.
    Despeço-me desejando uma boa noite e promissora semana aos amigos do conceituado BLOG.

  • carlos

    VÍDEO MUITO BOM – concordo…