Image
Cristina Kirchner no lançamento do “Plano Argentina 2020″

Amigas e amigos, vejam no vídeo abaixo o baixo nível de informação, inadmissível em uma presidente de República, revelado pela presidente da Argentina, Cristina Kirchner, em fala quando do lançamento, dias atrás, do Plano Argentina 2020, um programa de investimentos do Estado para os próximos anos, o que inclui saúde pública.

Lá pelas tantas, ao falar sobre o diabetes, a presidente, revelando ignorância espantosa, afirma:

— É uma enfermidade de gente de alto poder aquisitivo, porque são sedentários, porque comem muito, enfim, com o qual, óbvio… é para todos, não somente para quem tem dinheiro, mas digamos que a diabetes… sim… é uma enfermidade para gente com determinado poder aquisitivo.

Na verdade, em países como o Brasil (que tem 12 milhões de diabéticos) e a Argentina, o diabetes é justamente o oposto: é doença majoritariamente de pobre, como sabem os profissinais de saúde pública.

De pessoas que não raro comem muito mas, por falta de dinheiro, comem mal, com ênfase em massas, pão branco, bolachas doces e recheadas, salgadinhos, refrigerantes como a tubaína — uma montanha de alimentos industrializados de preços baixos, muita caloria e nada de fibras e proteínas. Alimentos que engordam sem nutrir da forma adequada.

Tanto é assim que a colega brasileira de Cristina, a presidente Dilma Rousseff, abordou o tratamento do diabetes e o acesso a medicamentos para tratá-lo como parte da “inclusão social” no Brasil, em discurso proferido na ONU há um ano e meio, que você pode consultar aqui.

Cristina lembra Lula em sua famosa fala lamentando que a Terra não seja quadrada

No vídeo, mostrando não estar informada nem a respeito de problemas a respeito dos quais ela própria deve cuidar-se, Cristina trava um difícil duelo com a pronúncia de “triglicérides”, uma das gorduras presentes no sangue que, tal como o colesterol, deve ser controlada, especialmente em pessoas acima dos 50 anos, se atrapalha com outra palavra, “liofilização”, e sua explicação de como age a luz solar na clorofila lembra Lula lamentando que a Terra não seja quadrada, porque o formato livraria o Brasil da poluição dos países industrializados.

Brincalhões argentinos montaram o vídeo de forma a inserir, após os tropeços da presidente, o famoso ataque de riso que Bill Clinton teve durante entrevista conjunta com o então presidente russo Boris Yieltsin, e o presidente Barack Obama rindo-se de alguma coisa.

Confiram a performance admirável da Viúva da Casa Rosada:

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × quatro =

9 Comentários

Osvaldo em 11 de maio de 2013

Analfabetas no poder é nisto que resulta rsrsrsrsrsrs

Kitty em 07 de maio de 2013

Olá caro Ricardo, eu estava lá quando na televisão do cyber-café no qual me encontrava na hora do pronunciamento que, entre outras besteiras, se saiu com essa perola inadmissível dita por uma presidente formada em advocacia, já foi deputada e senadora, não poderia ter sido tão ignorante. Meu irmão é diabético por hereditariedade não porque seja rico. As duas presidentes, Dilma e Cristina, não acertaram nem com a insulina nem com a diabete. A presidente Dilma, achou que a insulina é uma doença e, a outra, coitada, deve ter achado que a deficiência do pâncreas em produzir a hormona insulina escolhe entre um “bolsa família” ou um “Elke Batista” o quê, já está geneticamente determinado, em algumas pessoas, em desenvolver a doença, independentemente, de serem pobres ou ricas! Claro, que Lula merece um destaque também em dizer coisas sem nexo, como por exemplo, quando disse, sem um pingo de conhecimento do que estava falando a frase que, ficará retida na memória de todos, da sua exclusiva teoria de que a terra é quadrada; Maduro que, com a esperteza dos malandros prestes a dar um golpe, disse sem um pingo de vergonha na cara que, "un pajarito chiquitito” revoluteava a seu redor, fazendo-lhe entender que era Chávez reincarnado em forma de um pássaro deixando uma mensagem para os incautos eleitores venezuelanos que, deveriam votar no ex-motorista e espertalhão Maduro. Decerto, caro Ricardo, que estes populistas quando os assuntos sérios não são importantes e falam de improviso pensando que são oradores natos, falam o que lhes vêm à cabeça sem prestar atenção que estão em rede nacional ou sendo entrevistados e que muitas pessoas os estão ouvindo. Só para terminar, no discurso pronunciado na apertura do ano parlamentar, no Congresso, Cristina falou 28 mil palavras, e nem uma só vez falou a palavra "inflação". Ignorou adrede um tema que sim interessava a todo mundo, mas preferiu em dizer mais um interminável rosário de sandices. Seus discursos duram em media de três horas e meia, onde só fala em cifras e índices que não coincidem com a realidade, mentindo sobre os verdadeiros valores. Infelizmente, estes são os governantes que comandam Nações e não vilarejos! Um abração//Kitty

Nena em 07 de maio de 2013

Setti, quando consegui parar de rir(a risada do Clinton foi contagiosa) fiquei imaginando como seria uma conversa entre a Kishner, a Dilma o Lulla e o Maduro com suas teorias, metáforas e minúcias acerca das leis da Ciência, Educação, Saúde, Economia. Fôssemos um pajarito testemunhando, ouviríamos coisas nuncaantesvistas emqualquerlugardomundo.

Corinthians em 07 de maio de 2013

Setti, Como assim inadmissível ? Tivemos Luiz Inácio semi-analfabeto Lulla da Silva. Temos a Dillma que não consegue conectar sujeito e predicado. Temos humanistas defensores de bandidos, democratas defensores de tiranos. Aqui tudo é admissível. Sabe o que é pior ? É que a gripe suína realmente pode ser transmitida ao se inalar partículas infectadas expelidas por suínos.

Luiz Oliveira em 06 de maio de 2013

Setti, estava pesquisando mais minuciosamente sobre a notícia dos médicos cubanos, e sobre a medicina cubana em geral, por isso estou respondendo apenas agora sua indagação sobre se eu concordaria com a publicação do meu post como Post do Leitor. Claro que sim. Para mim isto é uma honra. Depois da pesquisa, cheguei até a fazer outro post que publiquei como comentário à sua matéria sobre o assunto. Um abração! Obrigado, caro Luiz. Outro abraço pra você.

Marcondes Witt em 06 de maio de 2013

Já aqui no Brasil, um ex-Ministro da Saúde falou que a gripe suína era transmitida pelo espirro do porquinho..

Bruno Sampaio em 06 de maio de 2013

Já tinha visto isso na TV, Cretina Kirshner dizendo essa imensa mentira, bobagem e sandice. Comer bem dá trabalho e custa caro, diabete é coisa de pobre, minha irmã trabalha como médica na prefeitura. Na fila de espera dela (obstetrícia) mulheres gordas, muitas obesas, invariavelmente atracadas com algum biscoito recheado doce ou salgado, gravidez de alto risco. Se não são diabéticas ainda, em breve serão. Aí vai uma "presidenta", diz uma m.... dessas na TV e não ouço UM ÚNICO TELEJORNAL fazer a ressalva que só encontrei aqui na Veja. Parabéns pelo (sempre) bom trabalho, Setti, porém gostaria que houvesse mais gente, especialmente nos jornais televisivos, igualmente disposta a informar, e não a dourar pílulas dos mais variados calibres neste nosso Brasil. Forte abraço! Forte abraço pra você também, Bruno, e obrigado por suas boas palavras a respeito do blog. Espero que esteja tudo bem com você.

LUIZ OLIVEIRA em 06 de maio de 2013

Setti, falando em baixo nível de informação, tão típico dos dirigentes latino americanos atuais, desculpe o comentário fora de tópico, mas acho que esse assunto é de muito interesse de nós brasileiros: o governo brasileiro está em tratativas com o governo de Cuba para importar 6.000 médicos daquele país. A justificativa é que os cubanos iriam atuar no interior do Brasil, em áreas onde há carência de médicos. Pergunto: por que somente médicos cubanos, e não médicos portugueses, espanhóis, alemães, australianos, neozelandeses, ingleses, italianos, eslovacos, thecos e sul-africanos? Por que justamente só médicos cubanos? Vão fazer isso por canetaço e não por concurso público? Se estes vistos forem concedidos, serão temporários ou definitivos? O que diz o Conselho Federal de Medicina sobre isso? Nesse caroço tem angu. Não duvido nada que esses tais médicos sejam, nada mais, nada menos, que agentes da informação cubana travestidos de médicos para tentar fazer uma revolução socialista no interior do Brasil, ou algo parecido. Certamente, vão querer mostrar as maravilhas do regime cubano, incluindo seu sistema de saúde superior ao dos países mais desenvolvidos, para as pessos pobres e desassistidas do interior do Brasil. Deste governo petista não espero nada de bom. Ainda mais quando está de conversas com o opressor governo cubano. Cuba já dominou a Venezuela, por meio de Chavez, e agora, de Maduro. Agora a ilha caribenha está tentando colonizar o Brasil com a subserviência do governo petista. Até quando os Castro irão dar as cartas neste sofrido continente latino americano. Essa é uma notícia que deveria ser amplamente repercutida, no Brasil e no exterior. Um grande abraço Eis a fonte http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2013/05/06/brasil-trara-6-mil-medicos-cubanos-para-atender-moradores-de-areas-carentes.htm Acredite se quiser, meu caro Luiz. Minutos antes de ver este seu comentário, eu estava pesquisando na Agência Brasil, oficial, e me deparei com a notícia, que já está no blog. Gostaria de publicar seu comentário como Post do Leitor logo no começo das atividades de amanhã. Pode ser? Um abraço

moacir em 06 de maio de 2013

Prezado Setti, É uma coisa impressionante! Diante de Lulla informando-nos da visita incógnita que o Grande Napoleão fez a China,do Maduro levando um lero com o pajarito pequenino,da Dilma emocionada com a sensacional invenção da caxirola e agora da Cristina apresentando uma tese de doutorado em diabetes,não me resta outra opção,se é que pretendo manter-me na zona da loucura mansa e inofensiva.Vou tomar a MINUS IQ.Recém lançada no mercadu americanu ,a nova pílula garante a felicidade aos seus usuários,por reduzir-lhes o QI. RSRSRS Abraço Hahahahahaha... Valeu, Moacir. Abração

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI