Image
Um esforço coletivo — e os golfinhos presos na areia foram salvos em Arraial do Cabo (RJ)

Era dia 5 de março de 2012, 8hs da matina de um dia que prometia sol – e neste caso praia – quando cerca de 30 golfinhos nadaram em direção à praia e ficaram presos na areia da Prainha, em Arraial do Cabo, a 140 quilômetros do Rio de Janeiro.

Banhistas, moradores e frequentadores, munidos de coragem e habilidade, trabalharam rápida e incessantemente no salvamento dos visitantes inesperados, devolvendo-os todos ao mar.  O resgate durou cerca de quatro minutos e a rapidez do socorro foi fundamental para a sobrevivência dos golfinhos.

Emocionante.

Confiram:

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + 5 =

14 Comentários

Josy em 09 de fevereiro de 2014

Muito orgulhosa dos moradores de minha cidade!!!! Mandaram muito bem! Que pena que nao estava presente pra ajudar tambem! Hoje que fui saber dessa historia linda. Isso porque minha cidade eh um ovo! Mas tudo bem. Valeu a pena ver esse video!!! Parabens rapazes! Mereceram a Moção de Aplausos!!!

Ismael em 20 de abril de 2012

Acho que golfinhos são animais sensíveis às mudanças ambientais. Não estou supondo, mas o fato de 800 golfinhos terem morrido aparentemente de uma epidemia no Peru e estes outros terem nadado inexplicavelmente em direção à praia, pois golfinhos são conhecdos por terem um sonar que os guia, são indícios de anomalias ambientais que deveria ser investigadas, tais como estresse ou poluição por radiação vazada do Japão, no caso do Peru.

Jorge Conrado Conforte em 19 de abril de 2012

Parabéns para estas pessoas, pela sua atitude.

jaqueline em 18 de abril de 2012

que lindo atitude que salva parabéns

inês em 18 de abril de 2012

Maravilhoso e emocionante !!!

Carla Pessanha em 18 de abril de 2012

Que loucura...porque será que eles foram parar na praia? Muito emocionante o salvamento!

José Alcides em 18 de abril de 2012

É de se sentir inveja desse pessoal... Parabéns.

Nívea em 18 de abril de 2012

Linda a atitude dos que ajudaram os golfinhos. Pior é que algumas pessoas só ficaram olhando.

MICHELL RAPOSO em 18 de abril de 2012

nossa..emocionante e comovente....se estivesse lá..faria o mesmo e ajudaria com certeza!!!

ELIEL COELHO PENA em 18 de abril de 2012

Bela atitude,enquanto estes heróis salvam dezenas de golfinhos o Rei da Espanha foi pra Africa caçar elefantes segundo a imprensa internacional,esse Rei pirou.

Cristiano Robson em 18 de abril de 2012

Estou feliz com a atitude, bastou um tomar a iniciativa e os outros foram ajudar, que exemplo, juntos nós podemos muito, basta querer.

Marcelo Isidório em 18 de abril de 2012

Muito emocionante. uma chance em mil de presenciar uma cena dessas.

Vera Scheidemann em 18 de abril de 2012

Emocionante mesmo, Ricardo. Cenas assim elevam a alma da gente. Vera

Esron Vieira em 18 de abril de 2012

Uma atitude nobre das pessoas perante os animais, especificamente, sentir algo de gratificante no salvamento de animais inocentes. Por outro lado, vimos um homem que leva titulo de nobreza por convenções, matando elefantes inocentes por esporte. Tirando fotos com pose de quem praticou um ato de bravura. Ainda tentam colocar em nossas cabeças, que a Banania é um lugar que não existe nobreza, como se a terra fosse a culpada pelos corruptos e aproveitadores que vieram para dilapidar. Por outro lado é de grande ingratidão, preconceito e arrogancia, colocar uma nobre fruta inocente, como simbolo pejorativo dos paises tropicais atrasados. Estas terras ricas sempre foram dilapidadas e pior, são culpadas pelo estupro.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI