Há pouco o que dizer sobre o vídeo abaixo além do fato de ele ter sido produzido por Stephane Guisard e Jose Francisco Salgado por meio de imagens captadas pelo Very Large Telescope do Observatório Europeu do Sul, no deserto do Atacama, Chileuma das regiões de ar mais puro e com menos iluminação artificial do planeta, o que facilita a observação do céu.

Imagens do céu em movimento, embora espetaculares, não são novidade. Aqui mesmo no blog, já publicamos o espantoso vídeo do fotógrafo norueguês Terje Sorgjerd. Mas o que torna a montagem abaixo particularmente surpreendente é a possibilidade de observar os quatro telescópios trabalhando.

Vejam lá: a movimentação e as cores do céu ao fundo são tão impressionantes que fica difícil dar aos telescóspios a atenção que eles merecem. Mas eles merecem.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 8 =

14 Comentários

aline em 19 de junho de 2014

nova meta na minha vida:juntar dinheiro e visitar o deserto do atacama e ver esse espetaculo ao vivo

Thayllanny Souza em 20 de abril de 2013

Queria saber o nome dessa musica gostei muito dela !!!

matias em 24 de fevereiro de 2012

quando vejo os teus ceus,obra dos teus dedos,a lua e as estrelas que preparaste,que e o homem mortal para que te lembres dele;o SENHOR,SENHOR nosso,quao admiravel e as tuas maravilhas!!! grande arquiteto do universo...

matias em 24 de fevereiro de 2012

"um dia faz declaraçao a outro dia e a noite conhecimento a outra noite distante"

alexandre campos em 03 de setembro de 2011

voces devem deixar nós brasileiros vigiar o universo

chorei antes de nascer em 18 de junho de 2011

Setti. É complicado ser ateu vendo a imensidão do universo, mas também complicado seguir livros fantasiosos de dois ou três milênios ou um pouco mais. A cosmologia e outras ciências, poderão um dia fornecer um novo conceito de Deus.

Luiz Pradines em 18 de junho de 2011

Setti, Tive a honra de trabalhar no Observatório Astronômico da USP em São Carlos durante quatro anos. Certa vez, participei de uma noite de observação no Laboratório Nacional de Astrofísica em Brazópolis, MG. Testemunhei a dedicação e o trabalho duro dos nossos astrofísicos. Sem dúvida, seria um deles - se eu não gostasse tanto de avião (trabalho com aviação hoje). No ano passado, decidi reativar o meu lado astrônomo. Em viagem a trabalho, comprei um telescópio em Seattle. Já executei muitas noites de observação e o telescópio me dá enorme satisfação, inclusive levando-o ao Brasil em férias. Pena que em Dubai, onde vivo, a poluição luminosa e o céu, com permanente poeira em suspensão, prejudiquem bastante a observação. Sonho em levá-lo para um bom local de observação. Quem sabe, um dia, eu não consiga levá-lo para os desertos chilenos? Espero que sim, prezado Luiz.

SergioD em 17 de junho de 2011

Caro SergioD, obrigado pela ótima dica. Fotos lindas. Abração

SergioD em 17 de junho de 2011

Ricardo, o post foi ótimo pois me fez lembrar que a pouco mais de dois meses que estive justamente no Deserto do Atacama. Mais precisamente em San Pedro de Atacama. Foram 4 dias intensos, com visitas à paisagens espetaculares. E o que marca mesmo é o esplêndido céu do Atacama. É impressionante a pureza e a transparência do ar naquela região. E pensar que não fosse por minha mulher eu não iria lá. Graças a sua insistência visitei um lugar diferenciado. Um lugar que, fosse eu um místico, diria mágico. Como não sou, fico apenas pasmo com a obra fantástica da natureza. Fico pasmo também com a fantásfica tecnologia do VLT, instalado no Cerro Paranal, ao sul da região que visitei. Tratam-se, certamente, dos telescópios mais avançados do mundo, que trabalhando em conjunto, utilizam a interferometria para ampliar a visão do universo. Foi um dos primeiros do mundo a utilizar raios LASER para medir e poder corrigir as distorções atmosféricas na imagens que chegam às suas lentes. Uma verdadeira joia do conhecimento humano sendo utilizado para ampliar esse conhecimento ainda mais. Grande abraço e parabéns pelo post.

Reynaldo-BH em 17 de junho de 2011

Setti, errei o local então! Hehehe.. Barcelona. Si, si, si La Rambla SI! Bien, y viva Sitges! Sem te "encher o saco", vai mais uma dica. De um catalão autêntico! Com o orgulho e a poesia que só eles tem. Chama-se Patxi Andión. Hoje creio que é professor da Universidad de Catalunya. (Não a Politécnica, a outra..). De semiótica ou algo parecido. Um dos maiores - na minha opinião - compositores de España. É mais que provável que já conheças. É que os CD´s dele (Palabra por Palabra de 1972 é uma obra prima!) só se encontram por aí ou naquelas megastores dos USA. Se não conhece, creio que vale a dica. Abraços. PS: E que folga do André, heim? 11 meses e ainda não está em uma redação???? hehehe.... Obrigado pela dica, caro Reynaldo. E o André não perde por esperar: tendo pai, tia e avô jornalistas, mãe designer e o outro avô que foi diretor de Arte -- sem contar um tio-avô e primos nessa área, vai acabar mesmo numa redação... Abração

Reynaldo-BH em 17 de junho de 2011

"Se o UNIVERSO é um relógio, certamente há um RELOJOEIRO!" Einstein. Vamos aprender a olhar mais para o CÉU! Só uma FORÇA muito superior à minha compreensão pode dar um espetáculo desta intensidade! (Como somos pequenos, tentando com nossa tecnologia, entender algo deste Universo! Os observatórios parecem "crianças", girando a cabeça, em busca de respostas. E são!). Aqui na minha "roça" (um condomínio em Nova Lima, ao lado de BH e no meio da mata do Jambreiro) as noites são estreladas e costumo observar o céu por horas, com um telescópio! Não me canso desta "perda" de tempo! E, cada dia mais fico convencido que o Universo é uma resposta para "quem tem antenas para sentir esta presença maior". (Dom Helder Câmara).

Reynaldo-BH em 17 de junho de 2011

Boa tarde, prezado Stti. Belíssimo o vídeo. Emocionante. Creio que estejas em Portugal. Se sim, indico uma poetisa (pouco conhecida por cá!) absolutamente fenomenal. Sophya de Mello Breyner. Morreu em 2004, aos 85 anos. Livrarias do Rossio tem a coletânea completa de Sophia. Personalidade intrigante. Mulher especial. Casada com Francisco Sousa Tavares, político de direita do PSD (atualmente no governo com o CDS/PP). E ela, pós Revolução dos Cravos, foi eleita deputada para a Constituinte pelo Partido Socialista. E ambos se respeitavam, como sempre deve ser. E deixou bons frutos; Miguel de Sousa Tavares, talvez o mais conceituado jornalista/comentarista da imprensa portuguesa. Além de escritor. Vale - pela poesia que você postou no site - ter Sophia na cabeceira... Abraços e boa viagem! Caro Reynaldo, muito obrigado pela dica. Não conhecia a mãe de Miguel de Sousa Tavares -- este sim, autor, entre outros, de um excelente romance que li, "Equador" (2003). Vou procurar obras dela. E não estou em Portugal, mas trabalhando desde há algum tempo desde Barcelona, onde vivem e trabalham meus filhos, minha nora, meu genro e onde vive, por enquanto sem trabalhar, meu netinho André, de 11 meses. Volto em breve ao Brasil. Um abração

Mari Labbate em 17 de junho de 2011

Querido Ricardo, vivendo todas as incongruências, que ocorrem no Brasil, descobrir a sua Sensibilidade foi DEMAIS... Confirmando: nós não estamos sozinhos, no Universo. Sabem por quê? Já teríamos morrido assassinados ou de infarto, provocado pelos petistas...

Kitty em 17 de junho de 2011

Bom dia,caro Ricardo, Fascinante!! Quando assisto alguma coisa desta natureza,onde se se conjugam a imensidão do universo e ao mesmo tempo a obra do homem vasculhando o cosmos através de gigantescos telescópios com a recondita esperança de achar algúm sinal que possa atenuar o medo de pensar que estamos sozinhos,e aí percebo o quanto somos insignificantes perante essa grandiosidade do Cosmos ao qual fazemos parte.São minutos valiosos para uma verdadeira introspecção.Valeu esta pausa, antes de enfrentarmos o nosso mundinho estressado. Abraços/Kitty

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI