Image
“Carnival in Rio”, uma pérola de 1954 — deliciosa de assistir, até pelas bobagens

Eis uma raridade retirada do fundo do baú da memória: um documentário curta-metragem sobre o Carnaval carioca de 1954 feito pela Warner Brothers americana, intitulado Carnival in Rio.

Cortesia do amigo do blog José Eduardo Ramos, de São Paulo.

O leitor que não entender a narrativa em inglês não precisa se preocupar: é tudo lugar-comum sobre as maravilhas do Rio de Janeiro e a alegria do povo brasileiro.

O documentário é um samba do crioulo doido, feito por quem não entendia absolutamente nada de Carnaval.

Mostra, em imagem rara, o presidente Getúlio Vargas, no ano em que iria se suicidar, gasta boa parte do tempo com o desfile — hoje tão ingênuo que soa infantil — das Grandes Sociedades, blocos com carros alegóricos extintos há anos.

Apresenta também um arremedo de Carnaval de rua, incursiona pelo famoso Baile do Municipal mas não reserva um só segundo para o principal: o desfile das escolas de samba, já na época um espetáculo.

Uma raridade, vale assistir.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − quatro =

11 Comentários

Ismael de Carvalho em 10 de março de 2014

Gostaria de que alguém informasse o nome da música... se você, se você, se você me ama...

Vera Ciuffo em 10 de março de 2014

Muita alegria e ainda não haviam as Escolas de Samba SA, industrias que tiram a espontaneidade do carnaval.

vovozinha em 08 de março de 2014

Que beleza!Parece que havia muito mais diversão e muito menos safadeza e exploração,não acha?

Ronald em 08 de março de 2014

Impossível não sentir saudade!!

marcelo cunha - rib preto/sp em 05 de março de 2014

Muto legal. Mas as fantasias eram de assustar ...

Rodrigo Santos em 05 de março de 2014

Isso me lembra os bons tempos, que nunca vivi, mas sempre ouvi de minha avó. Época em que vivíamos uma era de esperanças pós guerra, com pouca violência, mais inocência e menos indecências... Getúlio foi uma administrador honesto, embora longe da perfeição, pelo menos este nunca foi corrupto nem ladrão.

Raphael Magno Fernandes Messias em 21 de abril de 2012

Além do belíssimo carnaval, o vídeo também evidencia o quanto as pessoas engordaram de lá pra cá! Precisamos rever nossos hábitos alimentares.

ANTHONY KUDSI RODRIGUES em 21 de abril de 2012

Era o Rio da minha infância, onde o Rio era feliz e o Brasil mais ainda.

jorge g de Paula em 20 de abril de 2012

Imagem é tudo, foi ótimo , de primeira e coloridas e bem preservadas. Gostei muito e vou mostrar a meus amigos um carnaval que Eu apenas comentava verbalmente. Muito bom mesmo

duduvieira10 em 20 de abril de 2012

Prezado Setti, fico agradecido por nos mostrar essas raridades que nos remete aos anos dourados e inocêntes com muito prazer. Chego as conclusões: o carnaval era ingênuo e gostoso e as mulheres da época tb eram lindas. Os carros alegóricos eram muito avançado para época, uma vez que o grandioso filme "Cléopatra" veio 8 anos depois. Constato o carnaval de rua e os bailes de salão que hoje não existe mais, hoje se resumo no sambódromo. Há uns dois anos atraz fui ao Rio nos dias e carnaval e o Rio estava deserto, parece que houve um furacão e o povo sumiu, aqueels batuques e cerveja nos botequins dos suburbios acabou, e os blocos de rua tb, lamentavelmente! Obrigado.

ari alves em 20 de abril de 2012

Era um Carnaval ingênuo e mais puro do que o que se vê hoje. No tempo em que os militares governavam, houve mais moralidade. Tenho saudades dessa época, sobretudo do governo Médici.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI