Image
O Maracanã reformado, que reabriu em 27 de abril sem estar totalmente completo (Foto: Marcelo Santos – copa2014.gov.br)

Superfaturamento, atraso, dificuldades de acesso, visibilidade, brigas por causa de lugares marcados… muitos são os problemas dos quatro novos estádios brasileiros a serem utilizados na Copa das Confederações a partir de 15 de junho e que já foram testados pelo público.

São eles: Castelão, em Fortaleza (reinaugurado em 27 de janeiro após um ano e nove meses de obras), Mineirão, em Belo Horizonte (reaberto em 3 de fevereiro, dois anos e oito meses em reformas), a nova Arena Itaipava Fonte Nova, em Salvador (ativa desde 7 de abril, dois anos e meio de construção) e Maracanã, no Rio de Janeiro (27 de abril – ainda que incompleto – após dois anos e sete meses de trabalhos).

Todos também sediarão jogos da Copa do Mundo de 2014, juntamente com outros seis estádios ainda em reformulação ou construção. Para o torneio deste ano, porém, ainda faltam ser devidamente inaugurados o reconstruído Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, e a nova em folha Arena Pernambuco, em Recife – já pronta e apresentada à imprensa; as datas atualizadas de aberturas são, respectivamente, 18 e 23 de maio.

Todas os absurdos e as dores de cabeça relacionados às arenas porém, não anula o efeito impressionante de acompanhar a sua construção. Para isso, nada melhor dos sempre eficientes vídeos em time-lapse, no qual um trabalho de anos pode ser resumido em minutos. Confiram:

Mineirão (Crédito do vídeo: Prodigital):

Arena Fonte Nova (Crédito do vídeo:  Odebrecht Arenas):

Maracanã, reinaugurado (Crédito do vídeo: Odebrecht Arenas):

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + doze =

1 comentário

Dilma: último mandato em 07 de maio de 2013

Esse também é interessante, Estádio Nacional de Brasília, o futuro elefante branco do Distrito Federal, que sediará jogos do brasiliense, gama e outros times de várzea. http://www.youtube.com/watch?v=e8Yia3GIbAw

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI